2016, DIA #4

kvbarc

SÃO PAULO (tarde, tarde, cansado, cansado…) – O último dia da primeira bateria de testes de pré-temporada em Barcelona não foi bom para todos. Pelo menos dois pilotos saíram irritados com a impossibilidade de andar o que precisavam. Massa deu apenas 54 voltas. Digo “apenas” porque a média, nestes dias, foi de mais de 100 per capita. E Alonso, três. Sem marcar tempo.

A Williams teve um “problema”. Uso as aspas porque a equipe não disse o que foi. Felipe reclamou: “Acabou sendo um dia inútil”. Para Fernandinho, pior ainda. A equipe trocou o motor de ontem para hoje por causa de um pequeno vazamento no sistema hidráulico na base do motor. Aí ele saiu e começou a vazar líquido de arrefecimento. Conhecido como água, também. Mas deve ter algum aditivo. Foi num lugar de difícil acesso, e quando a equipe descobriu onde era, achou melhor parar tudo e se preparar para a semana que vem — de 1º a 4 de março.

[bannergoogle] Alonso ficou triste e desiludido, mas preferiu ver um lado positivo destes primeiros dias da McLaren em 2016: “Andamos bastante, completamos muitas voltas e temos muitos dados para analisar”, contemporizou.

Raikkonen, com pneus ultra-gosmentos, foi o mais rápido do dia, 1min23s477. Kvyat, com a mesma borracha, ficou em segundo. Celis, o mexicano espertinho da Force India que andou mais que os titulares nesta semana, foi o terceiro com pneus supermacios. Esse carro é bom, acreditem. E esse moleque, ao que parece, também. Mas é reserva. Pérez e Hülkenberg que se cuidem, pois.

A Renault voltou a andar bastante com Magnussen, 153 voltas sem grandes problemas, em quarto. Depois vieram Verstappen, Nasr (121 voltas, se despedindo do carro do ano passado), Rosberguinho, Hamilton, Massa, Gutierrez, Haryanto e o pobre Alonso para fechar a folha de cronometragem. Rio, o indonésio, rodou e bateu. “Cometi um errinho…”, desculpou-se. Tá de boa. Acontece.

Depois de quatro dias, impressionou a confiabilidade da Mercedes, com mais de 150 voltas por dia, uma maluquice. A solidez da estreante Haas também encheu os olhos — sem problemas sérios, virando tempos competitivos, parecendo uma veterana do picadeiro. A melhora da Manor também foi visível e até a McLaren, apesar de hoje, tem o que festejar.

Kimi, que não gosta de testar, não se iludiu com a liderança ferrarista na maior parte do tempo. “Não sei se esse carro vai ser bom. Parece que é, mas tem muita coisa para melhorar”, disse, em longa entrevista de sete segundos.

A turma volta à pista a partir de terça-feira que vem para mais quatro dias de testes e, aí, fim de papo. De Barcelona para as fábricas e das fábricas para Melbourne, porque já estamos a menos de um mês da abertura do Mundial, dia 20 de março.

Adoro corrida de abertura de temporada.

FRASE DO DIA
“Foi um dia inútil.”
Felipe Massa, irritado com a quebra na Williams

Subscribe
Notify of
guest

22 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Cassio
Cassio
8 anos atrás

Uma coisa me deixou intrigado nesses testes: Por quê cargas d’água, Fernando Alonsito teria profetizado, que somente a Mclaren -Honda poderia bater a Mercedez neste ano? Seria uma forte dose de ironia? Mascarar uma falsa motivação? Um valete de ouro na manga? Don Alonso fazendo endomarketing para o programa “Eu vi, na Tv!”? Sinceramente, fiquei boiando nessa.

Paulo Pinto
Reply to  Cassio
8 anos atrás

A frase correta não seria… bater NA Mercedes?

Sergio Paiva
Sergio Paiva
8 anos atrás

Boa ideia! ou narracao volta a volta com comentarios dos outros membros no paddock gp… pode? Passo a ver a corrida na terca!

Anselmo Coyote
Anselmo Coyote
8 anos atrás

Quando a BrawnGP estreou chutando o pau da barraca estabelecida eu vibrei – não pelo Button ou pelo Barrica. Vibrei pela quebra de paradigmas mesmo, coisa que tinha visto pela última vez com a Benetton. Oxalá se a Haas fizesse o mesmo e embaralhasse a briga pelo segundo posto. Claro, porque a Mercedes já mostrou quem é a dona do galinheiro.
É óbvio que a Ferrari colocaria a culpa nos pilotos, com maior carga sobre o Raikkonen, evidentemente. Mas como esta equipe não tem nenhuma credibilidade seria só mais do mesmo.
Mas se ela, a Ferrari, entrar no vácuo da Mercedes, de preferência com mais uma ou duas fungando no seu cangote, também será muito bom. A F1 precisa fazer uma temporada com intensa movimentação o mais rápido possível, porque do jeito que está eu duvido que estejam surgindo novos fãs, adoradores ou mesmo meros admiradores desta categoria. Acredito mais que estejam produzindo ex-fãs, ex-adoradores etc.
Abs.

Anonimo
Anonimo
8 anos atrás

O Flavio poderia narrar alguma das corridas da F1 para a gente in loco esse ano não?
Quem tá comigo? O blog já teve cobertura assim de alguma prova da F1?
Estórias não vão faltar.

Artur
Artur
8 anos atrás

Alemães não entram no esporte a motor para serem coadjuvantes. A Ferrari é muito boa, mas bater a equipe Mercedes depois q eles estão embalados não é uma missão muito grata. Imagino q pra competir de igual pra igual com a Mercedes hoje só o chassis redbull com um motor de igual pra melhor que o Mercedes.

Dú
8 anos atrás

Absurdo a Mercedes com problemas desde o 1º dia na pintura da porca da roda dianteira esquerda não o resolver. Se equipes nos testes de inverno, umas andam abaixo do peso e outras escondem o jogo, percebe-se que vem uma temporada da luta pelo 3º lugar no campeonato.

Fernando
Fernando
8 anos atrás

Gosto do Massa como piloto, mas acho impressionante sua capacidade (que o Barrica, que tbm admiro como piloto tambem tinha) de dizer coisas negativas nas entrevistas.

Clodoaldo lelli
Clodoaldo lelli
8 anos atrás

Pra variar a Williams se perdeu de novo

AS
AS
Reply to  Clodoaldo lelli
8 anos atrás

… essa equipe deveria ser vendida pra alguma montadora. Nao adianta o véinho nao põe a mao no bolso e a era dos garagistas se foi. Hoje, com o regulamento e essa aberraçao de motores hibridos, só as montadoras podem ficar.

Cranio
Cranio
8 anos atrás

Vamos comparar com o primeiro teste de 2015?

Grosjean – Lotus – 1.24.067 – Super Macio (22/02/15) Melhor tempo;
Rosberg – Mercedes – 1.24.321 – Medio (22/02/15);
Ricciardo – Red Bull – 1.24.574 – Macio (20/02/15);
Raikkonen – Ferrari – 1.24.584 (20/02/15);
Massa – Williams – 1.24.672 (20/02/15);
Perez – Force India – 1.24.702 – Super Macio (20/02/15);
Verstappen – Toro Rosso – 1.24.739 (21/02/15);
Nasr – Sauber – 1.24.956 (22/02/15);
Alonso – McLaren – 1.26.387 (20/02/15);

Hulkenberg – Force India – 1.23.110 – Super Macio (24/02/16);
Rosberg – Mercedes – 1.24.867 – Medio (23/02/16);
Vettel – Ferrari – 1.24.939 – Medio (22/02/16);
Ericsson – Sauber – 1.25.237 – Macio (23/02/16);
Magnussen – Renault – 1.25.263 – Macio (25/02/16);
Verstappen – Toro Rosso – 1.25.393 – Medio (25/02/16);
Gutierrez – Haas – 1.25.524 – Macio (23/02/16);
Bottas – Williams – 1.25.648 – Macio (23/02/16);
Wehrlein – Manor – 1.25.925 – Macio (23/02/16);
Ricciardo – Red Bull – 1.26.044 – Medio (22/02/16);
Alonso – McLaren – 1.26.082 – Macio (23/02/16).

Excluí os tempos com o ultra macio deste ano.

Mercedes sempre esconde o jogo nos testes. E nesse ano virou mais lento que no ano passado (+0.5s);

Red Bull parece que melhorou um pouco, mas tá longe de vir pra briga na ponta. Ficou a 1,5s do ano passado, mas considerando a diferença dos pneus, seriam uns 0,5s abaixo;

A Ferrari parece estar bem, mas com relação aos tempos, não mostrou nada. 0.4s mais lento que no ano passado;

A Williams vai ser uma grande decepção. Ficou 1s abaixo do ano passado. Não acredito nem em briga com Force India. Deve brigar com McLaren e Haas;

A Force India baixou os tempos com relação ao ano passado (-1.6s). Devem andar na cola da Mercedes e Ferrari;

A Toro Rosso andou +0.6s em relação a 2015. Parece que ainda não se acertaram com o motor da Ferrari;

A Sauber andou com o carro do ano passado e mesmo assim girou 0.3s acima.

A McLaren, baixou 0.3s, mas ainda não mostrou um carro confiável.

A Manor (Ex Marussia) não treinou em 2015 e a Haas entrou agora e tem a 7ª colocação, excluindo os ultra macios. Esses caras vão surpreender este ano.

Já sei… Testes são testes… Mas geralmente as equipes tendem a seguir uma linha, um padrão e é isso que tentei mostrar com os tempos 2015/2016.

Depois do próximo teste, farei outra comparação. =)

Flávio
Flávio
8 anos atrás

Ão Ão Mirtão é campeão!

Fernas
Fernas
8 anos atrás

Flávio,
Gostaria de saber como foram os desempenhos de cada equipe quando usaram pneus médios. Vi no site da F1 que a Mercedes foi a mais rápida com os médios, mas não aparecem os tempos das outras equipes. Dado que nas corridas o pneu médio deve predominar (junto com o Macio), acho interessante levantar essas duas informações. Imagino que todo mundo usou em algum momento os pneus médios para fazerem long runs.
É claro para mim que a Mercedes está escondendo o jogo quanto a performance. O que me deixa curioso é o porquê. Os pilotos desdenham dos tempos dos adversários e ela é mais rápida com os médios. Eu acredito que ela está muito veloz e sequer se dá o trabalho de testar a garantida ultra performance.
Mas se você puder levantar essa informação, eu poderia confirmar essa impressão.

Carlos Pereira
Carlos Pereira
8 anos atrás

Fernadinho Ex-Fodon das Asturias se aposenta. Não vai ter saco pra aguentar mais um ano de quebras da Honda.

Clodoaldo lelli
Clodoaldo lelli
Reply to  Carlos Pereira
8 anos atrás

Tomara só pra não ter mais que aguentar os metidos a especialista com aquele conversar do melhor e mais completo do grid que empacou em dois títulos (ganho na mutreta do briatore)

André
André
8 anos atrás

Mas ja estou imaginando as longas explicações do Galvão, principalmente se mudar as regras da classificação, sobre as novas equipes, só de pensar já dá coisas… Porém espero que tenham uma primeira corrida descente e não como aquela do ano passado.

Mas enfim, será mais um ano da Mercedes, de cabo a rabo, sem chances para as outras, sempre torço para que não seja assim, mas é dificil.

luigi
luigi
Reply to  André
8 anos atrás

Eu tenho que agradecer ao pessoal que gere a F 1 ,poderei dedicar o meu tempo a coisas mais importantes e somente ler ,como ficou o grid de largada ,pelo menos até ler comentários positivos sobre a forma de classificação ,se bem que acho que nas primeiras colocações será mais do mesmo de 2015 ,tomara que esteja errado na minha impressão ,mas historicamente ,mais perdemos do que ganhamos dos Tedescos “in garra” e isto desde quando Enzo Ferrari era il Capo magiore na equipe Alfa Romeo ,mas tem a simbólica vitoria de Tazio Nuvolare no GP da Alemanha de 1935 com uma Alfa P 3 de 214 hp (160 Kw) , contra Mercedes W 25 com 312 Hp (234 Kw) e Auto Union t. B com 375 Hp (280 Kw ),então podemos esperar que eventualmente possa acontecer coisas inesperadas ,é só aguardar o decorrer do campeonato para sabermos se teremos agradáveis surpresas.
Bom final de semana a todos !

Moy
Moy
Reply to  André
8 anos atrás

Galvão vai explicar até a última corrida do campeonato.

Andersson
Andersson
8 anos atrás

E essa red bull é de longe a mais bonita que já fizeram, na minha opinião.

Raphael
Raphael
Reply to  Andersson
8 anos atrás

Essa pintura da Red Bull ficou lindona!!

Renato
Renato
8 anos atrás

Gostei da ideia da “frase do dia”!!

Valdemir
Valdemir
Reply to  Renato
8 anos atrás

Também gostei Renato.