MENU

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016 - 16:41Arquitetura & urbanismo

ENCHE O TANQUE

O Eugenio Chiti pingou no Facebook, repingo aqui. “Espetacular posto de gasolina na Av. Corifeu de Azevedo Marques.
Arquitetos: Hélio Duarte, Lúcio Grinover, Marlene Picarelli e Roberto Tibau. Duarte e Grinover fizeram lindos prédios modernistas para a Romi e Fundação Romi.” O que será que tem ali hoje?

nacorifeu

16 comentários

  1. Marques Goron R. da Silva disse:

    Triste é ver aquela baita favela de frente com uma construção tão bela. Desvalorização total do lugar…

  2. Rogerio Kezerle disse:

    É na Corifeu esquina com a Rio Pequeno.
    Até pouco tempo atrás, era de uma transportadora bem grande. Não me lembro o nome.

  3. Cristiano disse:

    Passei a minha infância toda passando ali do lado – ou de carro com meu pai toda manhã ou de ônibus, voltando de Pinheiros onde eu fazia ETEC… quando era Texaco se via muito carretas ali. Se não me engano era um posto com arquitetura – pé direito na verdade – alto pois era especializado em atender carretas e afins. Recebia carros também mas era mais raro. Para a época era um posto premiu, visto que no segundo andar havia alguns mimos para quem fosse lá. Atrás do paredão a direita era o que eu chamava de “hangar” pq para mim, na minha infância, seria fácil estacionar la dentro um avião. Mas era apenas onde os caminhões eram “tratados” o tempo passa…

  4. Guilherme Zahn disse:

    Pô, coincidência… sempre reparo nesse prédio, fechado por um muro horrível (mas de forma alguma abandonado, tem sempre gente lá) e me pergunto o que era aquilo, porque o prédio é lindo. Semana passada mesmo comentei isso com uma amiga… e agora veio a resposta!

    O que sempre vejo por lá são alguns caminhões…

    https://goo.gl/maps/zsR6dLR2cSm

  5. João disse:

    Se for na Corifeu de Santa Barbara, que leva até a Romi, hoje é um posto BR.

  6. Motos Antigas disse:

    Fiquei curioso sobre a bomba mais alta que aparece em frente ao carro, seria para diesel.

  7. Costa disse:

    Tem-se a impressão que as bombas ficam ao relento. Ou quase…

  8. Eduardo Pena disse:

    O prédio ainda existe mas acredito que esteja vazio.

    https://goo.gl/maps/wWANoEYyTPD2

  9. Paulo disse:

    Morava perto. Era um Texaco. Na esquina com a avenida Rio Pequeno. Quando fecharam, muitos anos atrás, eu ainda era moleque e jogava bola aí. Embora ainda more mais ou menos próximo, faz tempo que não passo aí e não sei o que fizeram e se passei, não reparei, mas pelo menos até uns 2 ou 3 anos atrás o prédio existia exatamente como na foto. Estou para comprar uma peça para o meu carro numa loja um pouco mais a frente desse posto, vou prestar atenção.

  10. zezinho disse:

    O prédio continua do mesmo jeito. Uma pena, hoje em dia, ficar fechado e servir apenas de garagem para caminhões e carretas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>