ONE COMMENT

Não sei se sou burro demais, mas não entendi nada do comercial de relançamento do DeLorean. Acho que foi porque assisti de madrugada. O Edson, de Cambuquira, mandou.

Comentários

  • Acho que não é você não.
    Eu assisti agora cedo e também não entendi picas.
    A propaganda seria muito melhor, se tivesse sido estrelada pelo Dr. Brown ou Marty McFly, afinal, é deles que vem o sucesso do carro.

  • “Because there is no time to waste” — Porque não tem tempo para perder, parodiando as propagandas modernas de carros modernos e carros rápidos.

    Sou cineasta e percebi que tem lance para cineasta ver. Cheio de tempo morto, algo praticamente proibido em publicidade, só vemos no cinema e em filme de arte. Outro detalhe é a não fluidez do movimento na edição. Ele anda e no plano seguinte anda de novo o mesmo trecho, alongando o tempo, criando um tempo suspenso na experiência de chegar no carro e andar no carro. Vários planos de cinema, como o movimento de câmera em volta dele e o efeito Hitchcock quando o carro está em movimento (acontece quando o fundo se movimenta em direção contrário do objeto em primeiro plano).

    No lugar do carro sair correndo, derrapando, ou mostrando poder, ele vai devagarinho, pois é assim mesmo o DeLorean. A edição quando ele dirige lembra montagem de cinema, os enquadramentos também. Tudo devagar.

    Aí ele para bem devagar e pega a moeda, aí temos um flashback dos momentos… O carro estar a venda é um flashback, recurso de cinema, e como todos aqui pensaram em referências do cinema. A moeda da sorte, título do vídeo. Ele lança a moeda no penhasco, também com repetições de movimento em cada ângulo diferente. e vem o texto “I lived as slowly as I could” — Eu vivi os mais devagar que pude — o contraponto da frase inicial, das propagandas modernas, e uma direta em relação do carro ser lento.. e valorizando que velocidade não interessa.

  • A mensagem subliminar é a seguinte: a sorte vai te abandonar no exato momento em que você adquirir um DeLorean.

    Quando a alça de couro da porta rasgar e você não conseguir puxá-la para baixo, vai praguejar contra os deuses. Mas não vai adiantar, pois você foi avisado pelo comercial.

    Os caras foram inteligentes pra caramba. Vão evitar qualquer obrigação de recall.

  • Pegou o carro pra dar uma volta antes de comprar. Parou pra fazer xixi na beira da estrada. Voltou pro carro e, enquanto dirigia, pensava em jogar o carro barranco abaixo. Mas percebeu que só tinha uma moeda, e que não dava pra pegar o ônibus que o levaria pra casa. Além disso, tinha que devolver o carro pro dono. Ficou com tanta raiva de ter que continuar andando naquele carro que jogou a moeda fora.

  • Dâââ!!!! Num intindí…….( acho que nem fumando uma tora) Seria algo como ande devagar que ele é pesado pakaraio?? É dinheiro jogado fora?? Com um DeLorean vc se sentirá perdido em área desértica?? Ele jogou a moeda para pagar o índio que lhe vendeu o peyote??? Que porra é essa? Onde estou? que dia é hoje?? Socorro!!! Orro!! Orro! (eco).

  • O delorean ficou conhecido pela série de problemas no projeto e pelo motor fraco é lento. Então, acredito que pegaram esse gancho e quiseram mostrar que não é porque você tem ” the time machine” que você precisa voar com ele. Agora essa moeda aí…..sei lá. Kkkk

  • Para mim com certeza é referência ao Filme Em algum lugar do passado. O Cara voltou ao passado para reencontrar um amor e a moeda é um item do “futuro” que faria ele voltar ao seu tempo, então jogando a moeda fora ele está abdicando de voltar ao seu tempo real para ficar no passado junto do De Lorean.

  • Acho que tem a ver com sensações e viagem no tempo. Lembra que no filme “Em algum lugar do passado” o Christopher Reeve estava em 1912 e voltava acidentalmente ao presente ao encontrar uma moedinha moderna no bolso?
    Ou, por outra, o pessoal que criou o comercial não quer explicar nada, só confundir e, com isso, criar um viral na internet.

    • Eu também pensei na hipótese de ser algo como no filme “Em algum lugar do passado”. Só que neste caso é o contrário. Ele veio do passado e ao chegar no futuro se deparou com algo do passado e viu que o futuro não é tão ruim assim (que nó-cego), jogando fora o amuleto que o faria voltar ao passado.
      Ou eu sou mesmo muito burro e entendi tudo errado.

      • Também pensei no filme, e agora talvez tenha entendido.

        Mesmo puxando a moeda atual ele voltou para o presente, mas o carro como voltou a ser produzido também está no presente.

        Acabou a saudade, etc…

    • Mesmo porque não há possibilidade de dirigir rápido um DeLorean com mecânica original. O conjunto câmbio/motor é simplesmente ridículo, barulhento, o carro não anda. Foi uma das coisas que matou o projeto original, inclusive.