MENU

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016 - 10:59One comment

ONE COMMENT

Adoro esses estudos, tipo Irmão do Décio. No caso, uma “releitura” do Fiat 127 (que é lindo) feita por David Obendorfer (o cara tem outros trabalhos ótimos, vejam aqui). Bruno de Faria mandou.

13 comentários

  1. Felipe de Almeida disse:

    Espetacular. Carro tem que ter duas portas.

  2. Gabriel Ponã disse:

    Pesquisando acabei encontrando uma versão de 2008 da Zastava – o Koral. Não ficou tão boa quanto a ideia no vídeo: https://pt.wikipedia.org/wiki/Zastava_Koral

  3. lucas disse:

    adorei..ficou lindo..se fossem lançados iriam vender bem..

  4. Glauco Tavares disse:

    Muito lindo! Os faróis duplos ficaram show!!! Sempre que vejo estes projetos fico pensando porque as montadoras não fazem algo assim?? Imagino que a resposta seja, “se fosse viável e desse lucro seria feito”.
    Acredito que muitas pessoas comprariam um carro deste, não só os saudosos mas também aqueles que nunca viram um 147 original. A próprio Fiat tem um exemplo de sucesso com o 500, a volks tem o Fusca que só não vende mais porque é caro (pelo menos no Brasil). Um carro como este 147 com preço justo (na casa dos 43 ou 48 mil) venderia muito bem, afinal é bonito, tem estilo e personalidade próprios (oque mais falta aos modelos atuais) e vem com a segurança e confiabilidade da mecânica moderna. É perfeito!! Então porque raios não fazem????

  5. Celso Loos disse:

    Infelizmente não se fazem mais carros “populares” assim.
    Hoje são todos clones de si mesmos.
    Basta olha pelo retrovisor e tentar descobrir qual carro está atrás do seu.
    Impossível.
    Salvo 1 ou 2 exceções, importados, para confirmar a regra.

  6. Paulo F. disse:

    Ótimo trabalho.
    E as grandes (Fiat, VW & Cia) ficam soltando essas coisas insossas aos montes. Como o Mobi que uma boa ideia , mas que parece que foi desenhado por alguém com raiva da profissão.

  7. Eduardo De Campos disse:

    Desenho rebuscado e sem firulas.Ficou sensacional!Com tanta mente criativa e brilhante por aí (o site Irmão do Décio é prova disso) e a FIAT sempre se perdendo.Lança os carros lindos e vai emporcalhando-os a cada face lift.

  8. Will disse:

    Caramba! Já conhecia esse projeto e acho que o D. O. acertou em cheio! Tem também outras duas versões 4 portas e esportivo abarth. Bem que a Fiat poderia comprar essa idéia. Dá um lançamento mundial com alta produção. Com certeza venderia muito! O Centro design deles aqui no brasil perdeu a mão! Mobi e Hx6 são horríveis!

  9. Walter disse:

    Sensacional!
    Enquanto isso os designers (?!) da Fiat lançam o Mobi….

    • Garlet. disse:

      Se me permite, o ultimo carro com design que a fiat lançou no Brasil foi o Marea (o inicial). Tudo, todas as linhas no Marea estavam em harmonia, desde os botões do vidro elétrico, passando por desenho dos bancos , painel, frente, retrovisores etc etc. Independente do Marea ser um bom carro ou não, o design foi (ou é ) muito bem pensado.

      • Al disse:

        O Marea realmente tinha design legal, mas depois disto tivemos o Punto, que na minha opinião tinha design primoroso. Tive um, e o carro era bonito de qualquer ângulo. Depois disto, ainda teve o Bravo, que era bem bonito e o novo Palio não era ruim.
        O Linea também não era ruim, mas não tinha cacife pra competir com Civic, Corolla e Focus, como a Fiat inicialmente propôs.
        Depois destes, o novo Uno era só pra quem gosta (e não estou entre eles) e o Mobi é uma piada.

  10. Salatiel Neto disse:

    Flávio. Para mim a esmagadora maioria de modelos de carros antigos são melhores que atuais. O Gordini é único. Pergunta diferente do post e sei que podes responder. Enzo ( neto do Emerson ) acaba de entrar no programa de pilotos da Ferrari. Ele tem chance e talento para chegar lá?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>