MENU

Tuesday, 29 de August de 2017 - 20:18Foto do dia

FOTO DO DIA

Estou guardando esta foto faz tempo, e ainda não tinha encontrado um gancho para publicar. Continuo sem o gancho, mas a foto é tão bacana que não vou guardar mais. Vocês aí: onde, quando? A foto é de Antonio Parramón, para a revista “Manchete”.

emmonelson

36 comentários

  1. Duas Lendas Brasileiras do Automobilismo ainda Vivas! A Foto Provavelmente é do GP Brasil 1979.

  2. O Emerson ia vencer essa prova em Interlagos, 1979! Ainda correu com o F5-A, estava em 4º, tirando para os líderes, quando furou um pneu logo depois da entrada dos boxes e ele teve de dar a volta toda de maneira comprometida… Voltou e ainda chegou em 4º, se não falha a memória. Piquet, como já disseram aqui, estava com um problema no pé, largou com pouco combustível, saiu passando todo mundo, até que alguém, acho que o Rega, o colocou pra fora.

    PS: Vão alugar DKW pra darmos uma voltinha nos fumacentos em Poços de Caldas este ano???

  3. GARLET says:

    PIQUET meu ídolo da F1, comecei assistir em 1983 quando ele corria pela Brabham. É muito triste como o jabá fraudulento da REDE BOBO cria uma lenda e abafa a outra. Ridículo. Piquet é 3, Galvão é 0.

  4. Landi says:

    Acerto dos sorrisos.
    Emerson – cambagem positiva.
    Piquet – cambagem negativa.

  5. Rodolfo Goes says:

    Fittipaldi e Gledson ?

  6. Edison says:

    Já falaram tudo! Na época eu ficava no barranco, perto da curva 3. Domínio total das Ligier.

  7. Marcelo Melo says:

    Só sei que a Maria Helena ficou muito puta da vida pelo fato do Emerson ter pego os óculos dela sem pedir. Ela ficou irritadíssima! hahahahaha

  8. jefferson says:

    Trata-se de dois pilotos um famoso e bem sucedido morrendo de medo da chegada do jovem do lado direito , pois se o jovem brilhasse na Brabham adeus patrocinadores e atenção da mídia pro piloto da esquerda , e foi o qua acabou acontecendo. A foto foi tirada na sexta feira de treinos em Interlagos 1979

  9. Paulo Travaglini says:

    Nessa corrida em Interlagos o Piquet tinha batido no treino e quebrado o pé.
    Ele sabia que não ia conseguir ir até o fim da corrida, e por isso largou com tanque quase vazio. Passou um monte de gente nas primeiras voltas até que na 6a volta perdeu uma freada, acertou alguém e abandonou.
    Eu estava barranco do Retão.

    • Farid Salim Junior says:

      Caro Walter Travaglini, o problema no pé do Piquet se deu em uma batida ocorrida uma semana antes, com o Brabham BT45 ( bico largo), no GP da Argentina! Veio para o Brasil sabendo que não iria aguentar correr por muitas voltas e, combinou com o Gordon Murray de colocar pouco combustível no carro, para acelerar muito por pelo menos 15 voltas. Deu 10 voltas, até chegar no Clay Regazzoni – que era um muro para ser ultrapssado – e, bateram na frada do Pinheirinho, Com a freada para tentar evitar a batida, forçou com o pé machucado e, com fortes dores, foi para o boxe e parou por lá..

  10. Brabham-5 says:

    Vai direto para o meu album de fotos da F1!
    Obrigado.

  11. Simão says:

    Duas lendas do esporte mundial!!!!

  12. Alessandro Neri says:

    Foto maravilhosa! Espetacular. Nunca tinha visto. Interlagos 1979.

  13. Luiz Guimarães says:

    Onde? – Interlagos
    Quando? – 1979

  14. murilo medeiros says:

    Fittipaldi e suas costeletas anos 70, e Piquet e seu “Xitãozinho e Xororó” anos 80.

  15. Daniel T. says:

    Ano 1979, mas o local está dificil. vou chutar Interlagos.

  16. Marco Cordobe says:

    Bom dia.
    O local não sei, o ano tbm não, mas ver dois dos maiores pilotos que tive o prazer de assistir vem sempre em boa hora. Achei que seria Interlagos pela cor do guard-rail, mas não sei mesmo…
    Só sei que sinto uma saudade imensa destes tempos.
    Abraços e sorte

  17. Carlos Pereira says:

    Gênios sobre rodas.

  18. Robertom says:

    Interlagos 1979, GP Brasil (04/02), Emerson correu com o Copersucar Fittipaldi Ford e Piquet com o Brabham Alfa Romeo, a prova foi dominada pelas Ligier Ford Js11, que fizeram a dobradinha Laffite e Depailler.

  19. Gabriel Vargas says:

    Fittipaldi e Carl Sagan

  20. luiz says:

    Faltou o local, que pela cor do guard-rail e modelo da arquibancada seria Interlagos.

  21. Alexandre Canina says:

    O lugar pode ser Brands Hatch? Está dificil, mas pelas cores do guard-rail atrás fica meu chute.

  22. Jonny'O says:

    Foto é de 1979, ultimo ano da Copersucar como patrocinador do time Fittipaldi e 1ª ano do Piquet na Brabham-Alfa Romeo.

    Poucos se lembram mas este primeiro ano completo do Piquet na F1 teve 2 acidentes violentos, na 1ª corrida na Argentina e depois um acidente pavoroso em Monza , logo no inicio da corrida , 2ª ou 3ª volta , Clay Regazzoni da Williams joga Piquet para o lado externo da pista , o carro do Piquet se partiu ao meio de tão violento o acidente.

    Gozado que este acidente nunca é comentado.

    • Guilherme says:

      Nunca tinha ouvido falar desse acidente, engraçado que ele mesmo não fala (que me lembre) e realmente foi uma porrada.

      https://youtu.be/7094pqt6nuo

      Falando em patrocinador só hoje resolvi saber quem era Gledson, demais :-D
      http://midia.cmais.com.br/assets/image/image-6/1007b9a9ec8ebb3ae1608ed85a9415fb21991e03.jpg

    • Brabham-5 says:

      Pois é.
      É que a história do Piquet “não interessa” para boa parte da imprensa brasileira. A gente tem que garimpar muito para encontrar sua história quando estava no seu comecinho na F1
      Se fosse um certo outro nome passando por esse acidente, diriam que foi mais um de seus “míticos milagres heróicos..
      E lembariam dele toda vez que houvesse corrida nesse circuito.

    • Julio Cesar Gaudioso says:

      Convenhamos, tentar passar o super casca grossa do Rega por fora na saída da Lesmo era pedir por isso. Pelo menos não tirou o costume do (então) guri, como vimos em Hungaroring 1986.
      Ah, fechadas ele levou muitas na carreira, principalmente do Senna, o qual às vezes praticava uma versão light ou sutil da “Navalha Holandesa” do Verstappen.

      P. S. : Navalha Holandesa é um termo cunhado pelo jornalista Bernardo Bercht do Correio do Povo para a manobra defensiva hoje proibida pela FIA.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *