Comentários

  • Acho que a conclusão a que podemos chegar é meio óbvia: Senna é insubstituível, mas surgiu alguém melhor para o lugar dele, que é o Lewis Hamilton. Agora o antigo piloto brasileiro já pode descansar.