MENU

Friday, 15 de February de 2019 - 10:33F-1

OI, FERRARI

A Ferrari apareceu com pintura meio fosca, de acordo com o relato do Grande Prêmio, e o “M” da picaretagem “Mission winnow” (de Marlboro, na verdade) em preto. Com Mattia Binotto na chefia, no lugar do carismático Maurizio Arrivabene (chefe de equipe na Ferrari é tão valorizado quanto técnico de futebol; cada mudança causa frisson), Vettel busca o penta com o jovem e talentosíssimo Leclerc ao lado para pentelhar. Um penta para atrapalhar o penta. Mas quem atrapalha mesmo, sabemos, é Hamilton com a Mercedes. A Ferrari é a única que tem incomodado os alemães nos últimos anos, desde o início da era híbrida. Nas duas últimas temporadas, especialmente. Mas não o suficiente, parece claro. Será agora? O carro se chama SF90, celebrando os 90 anos da Scuderia Ferrari.

oiferrari

9 comentários

  1. Celio Ferreira dos Santos says:

    Todo ano a mesma coisa , na primeira foto os carros todos lisos, depois durante
    o ano vão enchendo de penduricalhos. Apenas pra registrar : o carro mais
    bonito vai ser a Alfa . ( fotos do treino de 100k )

  2. Marcelo says:

    Sempre fui fã das pinturas foscas da Williams e da Red Bull, assim como da Renault em 2017, mas esse vermelho fosco eu achei que ficou esquisito. Ouvi boatos de que poderia ser um vermelho mais escuro, como o das motos da Ducati deste ano e das Ferraris de 2007 e 2008, mas é uma pena que não foi. Meu top 3 de 2019 fica com Alfa Romeo, McLaren e Mercedes.

  3. Marlos Marques says:

    Boa tarde Flavio! Será que os novos donos da F1 vai revogar essa regra que os carros corram o ano todo com a mesma cor, ou essa regra e da FIA?

  4. Alex says:

    Depois que os “rosbifes” saíram da Ferrari parece que os italianos não conseguem se acertar.

  5. Comentarista Crítico says:

    Flávio estive olhando setups da Hass em Barcelona e parece que nesse ano os carros serão mais rápidos em retas. Graças a Deus! Melhor assim que nos últimos dois anos. Que foi decepcionante a velocidade de retas em 2017. E não tão empolgante em 2018. Pra mim os melhores carros dessa era híbrida foram os de 2016. Se você pegasse o Campeonato de 2012 por exemplo, teria sido o Campeonato dos sonhos com os carros tendo o barulho que tinham mas com a velocidade dos carros de 2016.

    • Vinicius says:

      Espero que a redução de pressão aerodinâmica na dianteira não só aumente a velocidade em reta, mas também facilite as ultrapassagens. A temporada de 2018 foi um campeonato mundial de procissões, não de corridas. Impressionante como nos últimos 10 anos a F-1 regrediu nesse aspecto. Lembro com saudades das corridas malucas que tivemos nas temporadas de 2009 e 2010, com o pau comendo na pista.

      • Comentarista Crítico says:

        Só discordo quando diz que 2009 tinha corridas malucas. 2009 foi um Campeonato chato. E tomara mesmo que além da maior velocidade nas retas, as corridas sejam mais agitadas. Dane-se os recordes de tempo dos últimos dois anos. Meu negócio é ver alta velocidade e ultrapassagens.

  6. rogerV says:

    Os gringos meteram pra lascar (tiraram até o verniz)….. ficou bonitaça a barca! Pelas contas é o segundo carro fosco no grid… ainda as duas Red Bull como as mais lindas, terceirão a Mclaren empatada com a Rossa….

  7. Rafael Piqueira Chinini says:

    seria legal a Ferrari fazer como a RBR e ir de amarelo(sua cor original) por exemplo apenas durante a pre temporada. seria bacana

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *