INTERLAGOS: INGRESSOS À VENDA

BETO3432

RIO (programe-se) – O Castilho de Andrade, assessor de imprensa do GP do Brasil de F-1, avisa que os ingressos para a corrida deste ano em Interlagos já estão à venda. É uma boa antecipar a compra, para poder parcelar. Não caiam em ciladas! Comprem apenas pelo site oficial. Tem muito site mandraque por aí e os organizadores não se responsabilizam por compras em outras plataformas. Seguem as informações:

Os ingressos para o Grande Prêmio do Brasil 2019 já estão à venda no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br. O evento acontece nos dias 15, 16 e 17 de novembro no autódromo de Interlagos, em São Paulo. A compra (máximo de 5 ingressos por CPF/CNPJ) poderá ser efetuada em até oito vezes sem juros através dos cartões Visa, MasterCard, Elo e Amex. O número de prestações será reduzido gradualmente ao longo dos meses. Há ainda a opção de cartão de débito – Visa Electron, Master e Elo – em parcela única.
A novidade para este ano é a arquibancada coberta ‘R’, na Reta Oposta, com excelente visão da pista, ao lado dos setores ‘G’ e ‘Q’. Como nos anos anteriores, o ‘G’ e ‘Q’ representam áreas distintas, embora similares. O ‘G’, preferencialmente, é dedicado às torcidas organizadas da Fórmula 1 e grandes grupos enquanto o setor ‘Q’ recebe famílias ou torcedores individuais. Os setores com ingressos de meia-entrada são o ‘A’, ‘G’, ‘M’, ‘Q’ e ‘R’, com a apresentação da documentação necessária.
Os ingressos para área VIP, além de alimentação, incluem visitas aos boxes: o Orange Tree Club (sexta e sábado) e o Interlagos Club e Premium Paddock Club – Star Lounge (sexta, sábado e domingo).
Os ingressos para a corrida, informações e imagens em 360 graus dos setores estão disponíveis no site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br. O GP Brasil de F1 também está no Instagram e Facebook: @gpbrasilf1.

Comentários

  • Saudações Flavinho! com tantos painéis de propaganda e uma visão de 30 % da pista, é melhor ir pro Ceto Carrero World…Antigamente víamos tudo mas hoje , só na reta do boxes tem 2 gigantes, o que mostra um autódromo cada vez mais VIP e vazio. Fora os que depois de anos, aparecem nas colunas sociais e na…abraços

  • Essa época do ano sempre me dói o coração.
    Eu comecei a acompanhar formula 1 lá pelos idos de 86, quando o piquet estava na willians, e eu adorava sair da igreja correndo domingo de manhã pra pegar o finalzinho da corrida e ver ele ganhando. Lembro que ganhei uma lotus preta de plástico no meu aniversário, escrito John player special em dourado, mas nem dei muita bola, pq eu queria mesmo era aquele carro branco, azul e amarelo. Coisa de criança. Logo comecei a torcer pelo senna na maclaren, chegava a acordar de madrugada pra ver as corridas no japão, a tv sem som pra não acordar meus pais, e assim foi. No começo dos anos 90 minha irmã começou a assistir comigo, e, todo começo de ano a gente prometia um pro outro que aquele ano íamos guardar dinheiro pra assistir uma corrida em interlagos. E o tempo foi passando, o senna morreu, ela chorou por semanas e nunca mais assistiu uma corrida comigo. Eu comecei a prometer pra mim mesmo que ano que vem eu iria dar um jeito, mas nunca deu. E esse vai ser mais um ano que não dará. É meio frustrante perceber que o máximo que eu vou ver um carro de f1 vai ser algum modelo velho parado em algum shopping decadente por aí.

  • Como queria que vendessem ingressos apenas para os treinos de sexta-feira.

    Tenho certeza que se essa alternativa existisse o Autodromo ficaria bem mais cheio nesse dia.

    Mas a turma está pouco se lixando para o publico, preferem facilitar a venda grupada dos tickets cagando e andando pela frequência nas “arquibas”.

    O sonho de consumo seria um Setor G baratinho só para ver os carros passearem na sexta feira… fica a dica para os organizadores.