MENU

quarta-feira, 28 de agosto de 2019 - 19:19Automobilismo internacional

JESSI COMBS, 36

SÃO PAULO – Eu juro que não conhecia, porque sou meio desligado em assuntos ligados a reality shows e ignoro a maioria das celebridades de TV — no sentido de não saber quem são, não de desprezá-los. Mas a menina, Jessi Combs, era uma estrela da TV e da velocidade. Morreu ontem num acidente tentando bater um recorde num carro a jato nos EUA. Família e equipe não revelaram detalhes, muito menos imagens, do acidente. Deve ter sido algo bem violento.

combs

19 comentários

  1. CRSJ disse:

    Uma pena mesmo, ela era muito bonita.

  2. João Paulo Toledo Piza disse:

    Vi ela em alguns programas de TV, como mecânica no restaurador famoso Chip Foose (devia ser muito boa porque com Foose só fera trabalha) , e no As Mecânicas ,parecia ser muito respeitada por todos .Uma pena !!!

  3. Ricardo disse:

    poxa, lamentável. ela era uma exímia mecânica, trabalhava no “As mecânicas” junto com Bogi e Cristy Lee. saiu e foi substituída por uma filha de brasileiros, a Rachel de Barros.

    R.I.P.

  4. Alfredinho disse:

    VelocIDAde: combinam somente nas mesmas letras.

  5. mario aquino disse:

    Combs tinha até nome de carro.

  6. Flavio padilha disse:

    Saudações!!! Queria superar 800 Km/h no deserto. R.I.P…abs

  7. PRNDSL disse:

    Eu a seguia no Instagram. No começa da semana fiquei preocupado quando mostrou foto do “carro” que iria pilotar. Na verdade um caça F-104 sem as asas. (só para constar o caça era conhecido como widow-maker … ) .

  8. Farid Salim Junior disse:

    Essa vai fazer falta! Iniciou sua carreira como apresentadora do reality show Over”haulin, acompanhando a lenda dos hot rods, Chip Foose. Com o fim da série, passou a apresntar com oureas duas mulheres, o reality “As Mecânicas”, de pouco sucesso por aqui, devido a merchandising muito segmentado e direcionado ao público norte americano. Em paralelo, direcionou suas atividades para o mundo da velocidade, correndo em carros de recorde puro de velocidade, carros específicos para práticas radicais, como mountain climb, Hill climb, sand driffting, entre outros. Passou a ser conhecida como a mulher mais rápida sobre quatro rodas da América!
    E, tudo acabou aos 36 anos de vida, em um acidente misterioso (afinal, tentar bater um recorde de velocidade e, não haver imagens dessa tentativa, nos dias de hoje, onde até crianças usam celulares para selfies, é algo estranho, no meu entender…)…
    Que descanse em paz…

    • J Fernando disse:

      Muito bom o seu resumo. Muito triste a morte da pilota.
      Talvez somente um pequeno grupo estivesse a postos para filmar e filmaram justamente a morte da pilota. E então, as imagens já não interessavam mais… Afinal, um acidente em um veículo que atingiria 820 km/h deve ter sido horrível.

      • PRNDSL disse:

        Dá para ter uma ideia do que aconteceu vendo a acidente do Richard Hammond (Top Gear na época) com um carro a jato…

      • Farid Salim Junior disse:

        Realmente um perda sentida, amigo… O resumo que fiz, da trajetória dela, nem faz jus ao que essa menina fez nas pistas. E, ao citar a falta de imagens, não por gostar de assistir tragédias, mas por achar estranho o fato.
        Talvez nunca saibamos o que ocorreu…

  9. Biffi disse:

    Flávio, falando em Reality shows, conhece o Hyperdrive da netflix?

    Não cheguei a assistir ainda (saoi recentemente no serviço), mas ouvi falar muito bem. Inclusive, tem várias pilotos mulheres que mandam muito. Lembrei disso com o seu post.

    Acho que vale dar aquela verificada!

  10. Ricardo Bigliazzi disse:

    Puts… fez participações do OverHaulim

  11. Ricardo Bigliazzi disse:

    Corridas são perigosas, essas tentativas de quebra de recordes são muito mais perigosas ainda.

    Que Deus console a Família!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>