MENU

Monday, 23 de September de 2019 - 10:24Gomes, Grande Prêmio

GP ÀS 10: MENINO MIMADO*

* Eu não lembrava, e acabei citando Ascari como segundo maior vencedor da Ferrari. É Lauda. Ascari era o terceiro e já foi superado por Vettel.

59 comentários

  1. Gabriel P. says:

    Flávio
    Voce tem toda razão, é muito chororo do Lecrerc.
    Lecrerc se deu bem enquanto Vettel não estava em boa fase, veremos agora, pois Vettel é infinitamente mais piloto que Lecrerc, muito mais experiente (coisa que muitos brasileiros hoje desprezam) e mais adulto.
    Vejam como Vettel passou rapidamente pelos “retardatários” e Lecrec demorou muito mais, como ele Vettel abriu de Lecrerc e Lec. não abriu do Verstapenn.
    O fato é que muitos Brasileiros hoje não aprenderam a lidar com a frustração e acham que vale tudo para se conseguir o que deseja e a vida não é assim.
    Tem que aprender sim a “engolir o choro” e fazer sua parte, além de ter respeito e educação (coisas também que desconhecem) com quem tem mais conhecimento e vivência.

  2. Estevão says:

    O Vettel é um puta de um chorão tb…. Um dos maiores chorões do grid. E não estou nem me referindo ao episódio do Canadá, onde ele foi prejudicado e tinha razão em reclamar. Depois que ele deliberadamente jogou o carro em cima do carro do Hamilton em Baku, perdeu meu respeito. Tenho certeza ABSOLUTA que se tivesse ocorrido o contrário, se o Leclerc tivesse passado ele nos boxes nas mesmas circunstâncias, ele estaria chorando até agora.

  3. Brabham-5 says:

    Flavio Gomes, o que você acha quando vê as imagens do Hamilton correndo de patinete elétrico pelo paddock e a coitada da assistente do piloto, carregando capacete e outros acessórios correndo atrás do Hamilton toda esbaforida, enquanto o Hamilton vai disparado tranquilo, “tomando seu suquinho”?
    Não acha que o piloto no minimo, deveria ter uma atitude de EMPATIA com a moça e comprar pra ela um patinete para acompanhá-lo?
    Sei lá. Eu tenho meio que vergonha alheia quando vejo essa cena. E já acontece desde o inicio do campeonato. Coitada da moça!
    Não vejo outros pilotos de patinete pelo paddock, com um assistente correndo atrás.
    Pra mim, isso que o Hamilton faz é muito pior do que a F1 manter as grid girls.
    Tragam de voltas as grid girls e que a Mercedes dê a moça um patinete elétrico para acompanhar a “primadona”, a “vedete” Lewis Hamilton!

  4. John Player says:

    Nelson Piquet chegou na Brabham e lá estava Niki Lauda, já consagrado. Mesmo quando foi mais rápido que Lauda, Piquet sempre o respeitou e não “achava um absurdo” ser superado pelo campeão.Lauda.
    Michael Schumacher chegou na Benetton e lá estava Nelson Piquet, também já consagrado. Mesmo quando foi mais rápido que Piquet, Schumacher novato sempre o respeitou e não “achava um absurdo” ser superado pelo campeão Piquet.
    Leclerc chegou “ontem” na Ferrari, “anteontem” na F1, e desde a primeira corrida na equipe italiana sem mostrou Inconformado por não vencer ou chegar á frente do TETRACAMPEÃO Vettel.. (Vale lembrar que na idade de Leclerc hoje, Vettel já tinha conquistado um titulo na RBR, se não me engano. Ainda é o MAIS JOVEM campeão da história da F1.)
    Ambição e auto-confiança, ok.
    Mas Leclerc tem uma postura antipática. Uma falsa humildade, fingida.
    Mimado birrento.
    Talento é inegável. Mas já mostra um caráter questionável.
    Há de se ter respeito. Ou só é “trabalho de equipe” quando é favorável á ele?
    Leclerc me lembra muito Senna quando chegou na Lotus, e depois quando chegou na McLaren.
    E não estou falando do jeito de pilotar um F1…

    • Rodrigo says:

      Sei que Schumacher começou no meio da temporada e tal. Mas o Piquet foi o único companheiro de equipe a vencer o alemão, nas corridas que fizeram juntos. Isso antes de seu retorno na Mercedes. Tb vi em uma entrevista, que Lauda resolveu abandonar a F-1 na primeira vez, pq percebeu q Nelsão era mais rápido.

  5. Valmor K Gado says:

    Disse tudo: “Os caras sempre tentam polemizar pra ganhar cliques”. E não é só cliques. Isso vale para TV, youtube, jornais, etc. As convicções vão ao sabor dos rendimentos. Esse país não tem jeito. Nosso DNA é ruim, e isso, quando muito, só se muda com muitas e muitas gerações.

  6. murilo says:

    Resumo:

    Se reclama é chiliquento.
    Se não reclama é um bundão.

    Sem mais.

  7. CHAGAS says:

    Leclerc começou o ano como segundo piloto declarado pela equipe.
    As ações nas pistas não deixaram dúvidas sobre isso.
    Aos poucos o moleque foi mostrando que era tão bom quando o tetracampeão, e fez mais…. colocou Vettel contra a parede, pressionou a equipe sobre o status dos pilotos tudo isso dentro das pistas.
    Hoje o embate é igual e não à preferencias.
    Vettel foi arrasador na última corrida, dando um recado pra Leclerc também nas pistas.
    Leclerc não gostou de perder a corrida nos boxes, e agiu fora delas reclamando no rádio. Valeu a pena a reclamação???
    Resposta: Ferrari declara que cogitou uma inversão.
    Não se trata de Leclerc querer ser maior que a Ferrari, se trata de um piloto em seu primeiro ano de equipe estar batendo um tetracampeão. E isso é inédito, o moleque é uma jóia e seu lugar na Ferrari esta garantido pra muitos, mas muitos anos…. se ele quiser.

  8. CRSJ says:

    A vitória do Vettel veio em boa hora pra fazer esquecer aquele vexame de Monza, e o Leclerc ficou inconformado por ter sido superado na saída do Box pelo Vettel.
    A Ferrari pensou em inverter as posições no que seria um erro, agora pra Ferrari o que vale é vencer seja com quem for que esteja na frente e melhor, esse campeonato de 2019 já pertence ao Hamilton.

  9. Marcos Roberto says:

    Vettel é um grande piloto. Não podemos nos esquecer que ele é o unico piloto até hoje que conseguiu colocar uma toro rosso no lugar mais alto de um podium, em Monza 2008.
    Mas na corrida em Cingapura ganhou porque a Ferrari quis assim. Fez todos os cálculos para deixá-lo a frente de Leclerc. Minha opinião.

  10. Rodrigo says:

    .Olá Flávio. Queria antes de tudo lhe dizer que seu blog é um dos que mais gosto, acesso quase diariamente., quase desde seu princípio, creio q há mais de 10 anos. No entanto, você gosta muito da Alemanha, e não tenho nada com isso. Cada um gosta do que quiser. Mas você, como um bom jornalista que é, deixa esse gosto fluir demais por seus textos e chega a causar alguns erros de avaliação Você além do Schumacher. protege muito o Vettel. Na verdade, as conquistas do tetra, tem que ser bem relativizada pelo fato dos carros serem acima dos demais, e que há muito, a maioria dos ajustes são feitos pela telemetria. Pergunte ao Nelsão. Tirando sua primeira vitória, não me lembro do Vettel tendo corridas memoráveis,
    ultrapassagens históricas e tudo o mais. A vitória em Cingapura foi um presente para ele, que costuma falhar sob pressão. E o novato tem que meter a boca sim, pois foi prejudicado pela própria equipe e que é ele que está na frente na pontuação. Esta estória da Ferrari dizer que o importante é a equipe, já deu no saco. Olhem a McLaren no tempo de Senna e Prost e verão que era pura disputa, pois não me recordo da equipe se enfiar nas disputas do quase novato Senna e o número 1 da Equipe.. E a Willians do Piquet e Mansell? Os dois disputaram o título praticamente sózinhos, e apesar do Piquet ser campeão, a equipe não foi, E a prórpia Ferrari com Villeneuve e Pironi? Agora com esse negócio de importante ser a equipe, acaba criando situações como a de Cingapura, que tanto faz o piloto vencedor, o importante foi a dobradinha. Nunca fui fã do Vettel, erra demais pra um campeão. Leclerc parece ser uma das maiores descobertas da F-1, Assim como o Verstappen , assim como algum tempo atrás Hamilton. E essa renovação gerou uma incrível F-1, que assistimos como há muito não se via, Enfim, solta o rapaz e o Vettel que engula, porquê esse negócio da Ferrari escolher o piloto é o lado sujo dos esportes. .Abs e saudade dos 10 posts por dia ehhehe

    • Rafa says:

      Olha só: ninguém ganha sem o melhor carro. A Mercedes de 2014 até 2016 foi muito mais forte que a concorrência (coisa de 1 segundo, no mínimo) do que a Red Bull foi na época dos 4 títulos do Vettel. Então vejamos: o Webber nunca, jamais, foi nem sequer vice. De 2014 a 2016, o Rosberg foi duas vezes vice, e uma vez campeão. Quando um carro é tão dominante como a Mercedes era nesse período, impossível a equipe não fazer o campeão e o vice. O próprio Senna só ganhou quando tinha o melhor carro. Quando deixou de ter, o que aconteceu? Perdeu do Mansell, do Prost. Em 94 tinha alta possibilidade de perder pro Schumacher. Então, é preciso parar de tentar diminuir o Vettel com a desculpa do carro infinitamente superior. Fazer isso é diminuir ainda mais, em uma análise imparcial, pelo menos dois títulos do Hamilton (talvez mais, porque a Mercedes continua tendo o melhor carro). Mais que isso: é diminuir a importância do Senna. Um cara que tem quatro títulos jamais será um “só ganhou porque tinha o melhor carro”. O Vettel hoje está em uma fase ruim para o nível dele. Isso não apaga os méritos de um piloto que, à época (2010 a 2013), como hoje ocorre com Hamilton, chegou a ser considerado em análises no Brasil e no mundo candidato a um dos maiores da história. Mas, como sempre, o ser humano tem memória curta. O engraçado é ver um cara começar um texto querendo justificar a análise do Flavio Gomes (que deve ter uns 30 anos de atuação na F1 como especialista, não torcedor pseudo-especialista de internet) sobre o Vettel com “você gosta muito da Alemanha”. Uma leitura no mínimo ingênua, mas primordialmente rasa. Em seguida, sem argumentos técnicos nem dados que corroborem a afirmação, o mesmo cara diz que o Vettel ganhou QUATRO títulos exclusivamente por causa do carro. Quem será que está sendo parcial na análise? Acho que vale ressaltar que o Vettel nunca perdeu um TÍTULO pra companheiro de equipe. Note que estou dizendo título, não campeonato. Campeonato quase todo mundo já perdeu pra companheiro inferior. Já o Hamilton perdeu um título para o Rosberg. Não estou desmerecendo o Hamilton. Pra mim, ele já é um dos maiores da história, e tem toda condição de superar o Schumacher para se tornar o maior. Mas, quando se tem um carro dominante, sem outras equipes com as quais dividir pontos, basta dar uma vacilada para seu companheiro inferior levar o título.

      • José says:

        A Mercedes desde 2014 é muito mais dominante do que foi a Red Bull dos títulos do Vettel. Dos 4 títulos, pelo menos 2 foram em campeonatos bem disputados. 2010 teve disputa com o Weber até a corrida final, com a Ferrari bem mais próxima da Red Bull, McLaren bem também. Em 2012 da mesma forma, chagamos a ter as 7 primeiras provas com vencedores diferentes. Apesar da Red Bull ser a melhor equipe da época, as outras estavam bem mais próximas. Hamilton é um baita piloto, mas sinceramente, não sei se ele venceria os 4 campeonatos que o Vettel venceu, por outro lado, acho difícil o Vettel perder algum título se estivesse na Mercedes no período de 2014 a hoje. O momento do Hamilton é muito mais favorável do que o do Vettel, mas como capacidade, acredito que os dois são equivalentes.

      • Rodrigo says:

        Que o Flávio é admirador da Alemanha ninguém pode negar. Mas cada um tem que ter a liberdade de seus gostos e escolhas. Pra mim, que o acompanho no blog já faz algum tempo, esse gosto o leva a defender demais pilotos e carros alemães. Isso é uma crítica construtiva. É o mesmo que um comentarista de futebol que deixa transparecer seu time preferido. Quanto a ser campeão com o melhor carro, vcs estão bem enganados em dizer que o piloto não é campeão sem o melhor carro. Vou substanciar minha defesa. Em 2007, Raikkonen ganhou o título com a Ferrari, que era menos carro que a McLaren. Em 91, Senna foi campeão com a McLaren que já era pior que a Willians e apesar de não ser mais campeão, continuou dando show com um carro bem inferior. Em 86, foi a vez do Prost ser campeão com a McLaren contra uma Willians claramente superior. Em 81, Piquet foi campeão com a Brabham, q ainda usava o motor Ford, enquanto a Renault e a Ferrari já estavam com seus motores turbo. É difícíl dizer que carro é melhor. Mas existem os carros imbatíveis, onde um piloto medíocre sem pressão nas costas, se torna campeão. Cito o próprio Vettel, Se um carro imbatível não leva um piloto mediano ao título, o q dizer de Button e a famigerada Brown, em 2009. Rosberg estes tempos atrás, pelo carro q tinha. Posso ir mais longe. Em 1967 o campeão foi Denny Hulme (já ouviram falar?) com uma Brabham, equipe que ainda faturou o vice de pilotos com o próprio Jack Brabham. Então tudo isso são Histórias que nos ajudam a entender o presente. Com certeza esqueci de outros exemplos, mas acho que deu pra entender, não?

      • Pedro says:

        Eu já vou por outro lado: a Mercedes até 2016 era sim dominante, mas a partir de 2017 a Ferrari já incomodava demais, e em 2018 fez um chassi superior ao da equipe alemã, na minha opinião. Como o José disse que tem dúvidas se Hamilton venceria os campeonatos entre 2010 e 2013, eu já tenho certeza que sim, e também ao contrário dele, duvido muito que Vettel venceria Rosberg entre 2014 e 2016, porque Vettel é extremamente dependente de carros com bastante aderência aerodinâmica na traseira, mantendo-a presa ao solo. E a Mercedes nunca apresentou essa característica em seus carros. Hamilton me parece ser um cara bem mais adaptável ao equipamento do que Vettel. Mas Sebastian é sim um grande piloto.

      • Fernando says:

        Meu caro Rafa, concordo com quase tudo que escreveste, mas se Schumacher depois de bater sozinho teve que jogar sua Benetton arrebentada em Damon Hill para ser campeão em Adelaide, veja bem, Damon Hill… Então sua afirmação relativa à Senna: “Em 94 tinha alta possibilidade de perder pro Schumacher” me parece bastante absurda. Na realidade, ao se analisar o final do campeonato, a única chance de Senna perder aquele campeonato foi a que aconteceu, infelizmente.

      • José says:

        Fernando, só pra lembrar que o Hill chegou apenas 1 ponto atrás em Adelaide 94 porque tiraram o Schumacher de 4 corridas daquele campeonato. E independente de ter sido com ou sem razão, os motivos foram os seguintes:
        – Desclassificado na Inglaterra por ter ultrapassado (momentaneamente) o pole position na volta de instalação (coisa que naquela época nem era tão incomum, inclusive aconteceu também na corrida do Brasil, sem nenhuma sanção).
        – Desclassificação na Bélgica (após vitória), por desgaste do assoalho. Não foi algo intencional e sim aleatório.
        – Suspensão de 2 corridas por não ter cumprido a ordem de desclassificação na Inglaterra (sendo que a equipe estava nesse tempo argumentando contra a punição desproporcional).

        Agora, pense bem, hoje, com tudo que o Grosjean (para pegar apenas um exemplo, mas poderia ser Kyviat, Stroll ou tantos outros) apronta na pista, não é suspenso de corrida alguma. Deram 2 de suspensão por descumprir um ordem polêmica.

        Se o Shcumacher não estivesse tão à frente no campeonato, pode ter certeza que não seria punido ou excluído tantas vezes.

  11. Junior says:

    Os caras sempre tentam polemizar pra ganhar cliques. Impressionante. Até semana passada, o cara era Deus. Agora, é mimado e arrogante. As pessoas não sabem o que querem. Se o cara engole tudo calado e vira um segundo piloto assumido, tipo um Bottas, é chamado de bundão, sem amor próprio, etc. Se o cara se impõe, deixa claro desde o início que não tá ali pra ser segundo piloto e, na pista, bate o companheiro em treinos e classificações, mesmo sendo este um tetracampeão, é chamado de mimado e que não sabe perder. Ah, pelo amor de Satanás…

  12. Assombração says:

    O garoto perdeu para si mesmo. Só isso.

  13. Paulo says:

    A pessoa quando tem uma paixão ficam cegas. O FG tem uma paixão pelo Vettel por isso fica vendo corrida maravilhosas dele. Mas vamos lá:
    – A Ferrari e a Mercedes calcularam mal a diferença de tempo que haveria entre o pneu macio desgastado e o duro novo, que nesta corrida foi tão alta que um carro da F1b fez a volta mais rápida logo que trocou para o duro enquanto que os da F1a continuavam com os macios usados.
    – Por essa diferença tão grande é que o Vettel voltou na frente do Leclec. Nas CNTP isso nunca ocorreria. Não foi nada de Vettel acelerando muito que fez ele ficar na frente. Talvez nem ele esperasse isso. Por esse motivo (algo inesperado), é que se pode dizer que não teria sentido o choro do Charles.
    – O Vettel só ganhou a corrida porque a pista não permite ultrapassagens, pois o Leclerc era mais rápido que ele.
    Então, que o Vettel ganhou, tudo bem, ganhou. Mas não foi por competência, mas sim por sorte.

    • Ed says:

      Já que vc é tão bom, porque ñ tenta fazer um blog sobre automobilismo?

      • Rafa says:

        O cara diz: o Vettel ganhou porque em Singapura não dá pra ultrapassar. O Leclerc estava mais rápido. Ué, então por que o Leclerc não ultrapassou o Vettel? Você viu a mesma corrida que eu? Para chegar à liderança, o Vettel ultrapassou pelo menos uns três caras que estavam mais lentos que ele, mas não eram retardatários: Stroll, Gasly e Giovinazzi. Caras que o Leclerc também passou, mas levou uma vida, vida esta que permitiu ao Vettel abrir seis segundos. Coisa que no fim não fez a mínima diferença, por causa dos safety cars que permitiram a aproximação de Leclerc – e ele mesmo assim não passou. Ah, esses pseudo-especialistas de internet. Cheio de afirmações, nunca com argumentos.

    • CHAGAS says:

      Leclerc parou e voltou na caixa de cambio do alemão.
      Ambos com o mesmo pneu e 5 voltas depois Vettel estava 6 segundos a frente de Leclerc, como explicar que o monegasco estava mais veloz?

  14. Alexandre Neves says:

    Li em algum lugar a seguinte teoria da conspiração: a Ferrari armou para o Vettel ganhar para mostrar ao jovem piloto que na scuderia quem decide quem ganha é a equipe. O comentário ainda elogiava o que o Leclerc fez, para se impor e não virar um eterno 2o piloto. No comments…

  15. Vai Vettel! says:

    Concordo em gênero, número e grau.

  16. Paulo Fonseca says:

    Prezado F&G : Vetel – Tião ,deu a exata resposta na pista ao novato talentoso Leclerc, você vai ver o menino chorar muito , pois Tião tem mais um ano de contrato com a Ferrari, e depois poderá surpreender indo para outra equipe . Faltou apenas dizer que a Equipe Willians vai continuar defendendo as cores do fluminense-RJ ( zona de rebaixamento). Próximo GP- do Camarada Putin . quem vencerá ?

  17. Gustavo says:

    Impressionante, agora todo mundo detesta o Vettel e o Leclerc é melhor que Senna e Schumacher juntos.
    Como gosto de F1 achei legal o Vetel voltar a vencer e mostrar que ainda tem algo a entregar na categoria.
    Com Vettel, Hamiltom, Leclerc e Verstappen bem é certeza que teremos boas corridas.

  18. LUIZ says:

    Pelo que eu li, Leclerc perdeu a posição sendo mais lento na entrada e saída dos boxes. Se Binotto tivesse mandando inverter posição, aí eu deixaria de assistir F1, por que ficaria óbvio que o Lecler está pagando mais para ser 1o piloto da Ferrari. Tá estranho isso aí. Aí tem. Já deixaram o carro redondinho para o moleque, prejudicando o estilo do Vettel, agora pressãozinha como se só existisse ele na equipe. No fundo, mostra mis uma vez como a FErrari tem uma certa bagunça no time. Dessa vez deu certo, mas nas próximas sei não. Eu acho que isso daí vai acabar em briga feia, daquelas que todo mundo da equipe sai perdendo. VocÊ aí, se fosse tetra campeão, tivesse começado o ano como 1o piloto, seria camarada como Vettel está sendo?

  19. Bruno Carlo says:

    O Vettel focado e em boa fase é imbatível. Já mostrou isso diversas vezes.
    O muLEC tem que respeitar o tetracampeão. Com muita sorte ele terá metade das glórias do alemão.

  20. Alfredinho says:

    Perfeita colocação, caro Gomes. Vettel precisava conquistar a posição do Hamilton e a equipe fez a estratégia correta com o alemão. Leclerc é que foi lento em sua entrada e saída do pit.
    E o Lentoclerc deu piti…

  21. Rodrigo says:

    Particularmente acho que está certo o Charles se incomodar. É isto, num contexto de competitividade extrema como é o caso, tem que ficar bravo mesmo. Senna? schumacher? lewis? alonso? Acredito que todos iam ficar pistolas. Admirável o Lewis ir lá pro Vettel e falar que estava feliz pela vitória dele, com certeza é. Mas ele falaria se estivesse pau a pau no campeonato? Acredito que no contexto deles, pra ser multicampeão precisa ter essa gana um tanto “desmedida”. Feliz pelo Vettel, mas não achei o Charles chorão não.

    • Marcelo Araujo says:

      Estou 10.000% de acordo com você.
      Nenhum de nós aqui participa do briefing da Ferrari antes da corrida, então ninguém tem o conhecimento necessário para julgar a reação que ele teve após o ocorrido.
      Acho que ele demonstra, cada vez mais, que veio para vencer. E eu adoro esse tipo de comportamento.

    • Luiz says:

      Poís é spo que o cara perdeu a posição sendo mais lento que o VEttel na entrada e saída dos boxes. E aí. Vc no lugar do VEttel freiaria o carro para o francês (monegasco) voltar na sua frente? Tem sangue de barata? Alto estima baixa?

  22. murilo says:

    Ainda não entendi onde está a vitimização do Leclerc? Alguém me explica?

    • Ricardo Bigliazzi says:

      Torcida meu amigo, simples assim.

      As pessoas torcem, tem preferencia, e na absoluta maioria das vezes não são isentas em seus comentários ou opiniões.

      Dizer que não é assim é querer revogar a Lei da Gravidade.

      Segue o jogo, deixa o Leclerc querer ser maior que a Ferrari para ver onde ele acaba.

  23. Brabham-5 says:

    Se o nome do vencedor e colega de equipe do Leclerc fosse “Senna”, muitos que estão defendendo – ridiculamente – o mimado Leclerc estariam com uma “opinião” totalmente diferente. Hipócritas.
    Que absurdo! Agora o Vettel com 4 títulos e precisando vencer, tem que abrir sua estratégia para o ESTAGIÁRIO? Leclerc não tem seu próprio engenheiro para discutir uma estratégia pra ele? Por que não foi mais rápido? Quer chegar na Ferrari e c..gar em cima de um campeão impunemente?
    O recado de Vettel está dado: Acabou a moleza, SE VIRA MOLEQUE. Não se acha do mesmo nível ou melhor? SE VIRA, agora.
    Acham que Hamilton faria/faz diferente com Bottas ou qualquer que seja seu colega de equipe? Não lembram como era com Rosberg?
    De novo, HIPÓCRITAS.

    • murilo says:

      Massa foi ultrapassado na entrada dos boxes da China por Alonso, não reclamou,
      Massa escutou “Alonso is faster than you”, abriu passagem,
      Barrichello abriu as pernas na Austria…
      Barrichello foi jogado pra fora da pista pelo Alemão em indianápolis (a famosa corrida de 6 carros)

      Não tiveram posições contundentes frente a seus colegas de equipe e coincidência ou não, nunca foram campeões.

      Piquet, Senna, Alonso, Schumacher, Vettel e Hamilton sempre se portaram como primeiros pilotos…. Pra mim está evidente que Leclerc só está fazendo o que todo campeão faz, travando sua guerra política interna na equipe.

      Vestapinho fez isso tão bem feito que o Ricardão pediu penico e foi pra Renault. Hamilton fez isso tão bem feito que Alonso pediu penico e saiu da McLaren. Senna encheu tanto o saco do Prost que o fez ir pra Ferrari em 90.

  24. Marco Brotto says:

    A Ferrari tem dom para contratar chorões. Barrica, Choronso, Massacrado, Motoqueiro Alemão Zangado…

    Leclerc está em casa. Podia até ser irmão do Vettel. Caim e Abel da Macarrônia.

  25. WEBLER says:

    Vettel também não foi à comemoração da Vitória em Monza!!
    Tão “deselegante” quanto, ou mais!!

  26. Leo says:

    Acho que o erro da Ferrari foi não ter avisado ao Leclerc que faria o pitstop de Vettel para tentar undercut em Hamilton. Se avisasse provavelmente Leclerc aumentaria o ritmo.

  27. Leo says:

    Flávio, como você, eu acredito que o ritmo que Leclerc manteve não foi para poupar pneu. Claramente o objetivo era evitar um undercut, mantendo os carros mais próximos.

  28. Fernando says:

    O caso é que Charles “vestiu” muito melhor este carro. Vettel esta brigando com esta Ferrari, mas mesmo assim esta pau a pau com Charles, porque é muito mais piloto. Hamilton também não “vestiu” muito bem o carro deste ano, mas se destaca porque é muito melhor que Bottas. Precisamos ver Charles com o carro “errado”. Charles e Max ainda estão na fase “serão”. Muitos nunca foram.

  29. TYRRELL says:

    Lewis é quem deve estar adorando essa treta na Ferrari…

  30. Fernando says:

    É uma questão muito simples, Leclerc tem mentalidade de campeão, e como todo grande campeão, não aceita derrotas! Ou vcs preferem a mentalidade do Bottas, Barrichello ou Massa? Se pudesse escolher ser um desses pilotos, qual seria? Um segundão?
    Vejam o que o Schumacher, Senna, o próprio Vettel em relação ao fraquíssimo Mark Webber fizeram pra ser campeões… o Vettel é muito fraco, só ganhou campeonatos por que tinha um carro muuuuuuito superior aos demais, tomou pau de Ricciardo (estreante – red bull na época) tomando pau de novo de outro estreante na ferrari, Vettel só bateu em dois bêbados, 2 velhos em fase final de carreira, Webber e literalmente um bêbado (kimi)… nessas ultimas temporadas com esse mesmo carro da Ferrari na mão do Alonso, já tinha levado pra maranello pelo menos 1 título…. o futuro de Vettel seria na mercedes, se não houvesse um hamilton por lá, ser companheiro do fraquíssimo e assumido segundao Bottas… pq até eu , vc e qualquer um consegue vencer o bottas.. pensei em Red Hill tb, mas acho que ele toma pau de Albon tb..

    • João Paulo Taveira Toledo Piza says:

      Concordo em quase tudo ,Bastião é um pouco melhor do que está falando, mas está longe de Lauda ,Prost,Piquet, Schumacher, Lewis ,Senna , Alonso ( apesar de ser meio Dick Vigarista) pra falar dos que vi , depois desses viria o Bastião !!Seria bem legal uma troca de Bastião na Mercedes por Lewis na Ferrari , mas Toto Wolf que não é nada bobo não aceitaria.

    • CHAGAS says:

      A única coisa que você consegue bater o Bottas é em dizer asneiras.

  31. João Paulo Taveira Toledo Piza says:

    Não acho Flávio ,vitória merecida do Bastião mas quem fez a pole ou está na frente no GP tem o “direito” da melhor tática na parada, a Ferrari calculou mau e fez isso pra quem estava atrás , qualquer um reclamaria, muitos estão torcendo pro Charlinho ,óbvio também que Brasileiro só torce pra quem ta ganhando ,e diga-se ele tá dando um pau no Bastião em seu primeiro ano.

    • Pepe says:

      Já não é a primeira vez que a Ferrari apronta para a revelação do ano, tem direito a reclamação sim, nesse nível de exigência, com todas as ferramentas de que a equipe dispõe, esses erros da equipe não podem passar em branco, um monte de gente, simuladores, etc. e só sacaneiam o jovem, também sei o qto. os italianos são temperamentais e emotivos, mas, erros repetidos…. alguém deveria ser responsabilizado de fato. Eu faria mais do que isso, profissionalismo tem que ser respeitado. Abs a todos

      • João Paulo Taveira Toledo Piza says:

        Concordo a reclamação de Charlinho, mostra que é um cara que não aceita derrota , todos os GRANDES campeões que passaram na F1 reclamariam com certeza

      • Vai Vettel! says:

        E desde quando Charlinho é um GRANDE campeão para ficar reclamando?

      • João Paulo Taveira Toledo Piza says:

        Exatamente isso “Vai Vettel” ,atitudes de um cara que com certeza será campeão a do Charlinho ,foi isso que quis dizer ,fique com sua opinião , é fã do Vettel bacana ,acho ele uma cara pra lá de bacana, compartilho de algumas paixões dele ,motos antigas ,carros antigos , corridas e principalmente ser um cara que preserva suas intimidades como família etc, mas como piloto acho ele muito bom e não um piloto genial.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *