MENU

sexta-feira, 1 de novembro de 2019 - 19:15F-1

CHAPEIRO (1): PASSO 1

Hamilton nos EUA: em busca do hexa

RIO (fácil, fácil) – Não vou me estender muito sobre os primeiros treinos em Austin, por um motivo mui nobre: tenho de buscar minha namorada no metrô porque hoje o cardápio é… HAMBÚRGUER! Juro. Vou fazer numa pequena churrasqueira clandestina, com carvão e tudo. Mas leva tempo, tem de preparar o “blend” de carnes, fazer a maionese caseira, as cebolas caramelizadas, o bacon sequinho, a coisa toda.

Sendo assim, apenas registramos que Hamilton deu hoje o primeiro passo (escrevo isso só para justificar o título acima) para conquistar o hexacampeonato domingo. Ele precisa apenas de um oitavo lugar — isso se Bottas ganhar, fizer a melhor volta, ganhar prêmio de piloto mais simpático do fim de semana e bater o recorde mundial de engolir nachos; se não conseguir nada disso, acabou.

Como Lewis já começou na frente mostrando força e apetite, imaginem como vai terminar na corrida.

Será bom para Hamilton festejar o sexto título nos EUA, ele gosta do país, está cheio de amigos nas artes, nos esportes, na música, na moda, está em casa.

Abaixo, os tempos do segundo treino de hoje. A cobertura completa está no Grande Prêmio.

15 comentários

  1. Zempa disse:

    É por isso que os contextos de cada época devem ser levados em conta.

    Se não tivesse Senna no caminho, Prost teria sete títulos fácil (e vice versa) . Não seria novidade os sete títulos do Schumacher.

    Piquet poderia ter seis titulos. Emerson, três no mínimo, se não tivesse embarcado na aventura Coopersucar.

    Acho que a diferença entre Schumacher e Hamilton é a mesma que entre ele e Alonso.

    Schumacher pra mim, é o gênio dos gênios. Tinha o arrojo do Senna com o cérebro do Prost.

    Hamilton fez a escolha certa no momento certo. E Rosberg desistiu de competir com ele dentro da equipe.

    2020 ele empata com Schumacher em títulos, em 21 as coisas podem ficar mais difíceis com as novas regras…

    E a marcas dos novos pilotos vão precisar ser relativizadas em médias. 25 corridas num ano é um absurdo.

    Enfim, glórias ao campeão!!!

  2. Marcelo Saldanha da Silva disse:

    Agora já vai poder ser indicado a ser Embaixador do Brasil nos EUA.

  3. Britto disse:

    No metrô?? Vem de onde a amada?

  4. EMERSON disse:

    a mercedes transformou a f1 em coisa de maconheiro……
    QUE MARAVILHA !!!!

    • Renato F1/FE Mercedes disse:

      Acho que você quis dizer a Se Ferra-ri que transformou. Quem sentiu um cheiro diferente foi o Vettel. O pangaré amarelo deveria estar queimando mais palha do que poderia com uma (possível) irregularidade escancarada quanto à quantidade de combustível injetada. Se for confirmada a irregularidade, quero somente ver o que acontecerá, se a punição será exemplar ou, mais uma vez, irão dar uma advertência para a máfia italiana.

  5. Alfredinho disse:

    E as três forças principais nas seis primeiras colocações do grid provisório.

  6. Andre disse:

    Chapeiro é demais!! Pode indicar o Hamilton para a Embaixada? É hexa, é hexa, é hexa…

  7. Abdo Maki disse:

    Chapeiro…não perde uma chance mesmo FG.
    A princípio Hamilton quer matar logo o campeonato para já ir planejando onde serão as férias, e deixa as migalhas para o Bo77as. Não tem muito o que esperar da corrida. É torcer pro Max fazer mais uma cagada e embaralhar os ponteiros.

  8. Saima disse:

    FG, é só escolher uma embaixada agora.

  9. Flavio Padilha disse:

    Beleza Flavinho Gomes ! bom churrasco e vamos aguardar o último capítulo. abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *