MENU

sexta-feira, 15 de novembro de 2019 - 2:10Arquitetura & urbanismo

ENCHE O TANQUE

SÃO PAULO (mais um) – Antes de mergulhar na cobertura do GP do Brasil, uma simpatia de mensagem desde Portugal, enviada pelo Flávio Imperial. E vai no original, com a grafia de algumas palavras ligeiramente diversa daquela que usamos no português do Brasil:

Caro Flavio, como sei que é apreciador de antigos postos de combustíveis, envio foto de uma raridade ainda em funcionamento em Portugal. Este posto encontra-se à entrada de Mértola, uma fantástica cidade fortificada portuguesa do interior alentejano, com uma história de milénios, tendo sido uma importante cidade romana (com o nome “Myrtilis Iulia”) e muçulmana (denominada “Martulah”). O posto era muito típico de finais dos anos 50 do século passado, embora ao que sei hoje apenas subsistam três em todo o país. Pertencia à Sacor, empresa petrolífera nacional que se passou a chamar Galp, nome que ainda hoje conserva, depois da Revolução de Abril de 1974. De notar a típica arquitectura do regime do Estado Novo, que também se podia ver noutros edifícios como as escolas primárias.

1 comentário

  1. Danir disse:

    Só uma questão: com a reforma ortográfica eles não deveriam estar usando uma escrita comum? Será que o Dr. Honoris causa não convenceu os outros falantes da lingua portuguesa? Tenho frequentado alguns sitios portugueses e me encanto com a diversidade da escrita. O texto acima até que dá para passar por algum escrito por um brasileiro, excepto pelo “arquitectura”. Ainda prefiro a diferença ortográfica para caracterizar a diferença de herança cultural.
    O posto lembra alguns que vi rodando pela europa (não a arquitetura), pela simplicidade e fusão com a paisagem. Algo diferente do que vi no Oriente Médio, onde em alguns casos so se sabe que é um posto de gasolina pela bomba de abastecimento, não existe arquitetura nenhuma. Pena que na época não estava preocupado em tirar fotografias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *