MENU

quinta-feira, 5 de dezembro de 2019 - 18:55Nas asas

NAS ASAS

RIO (salvem tudo!) – Dica do Guilherme Ravelli nos comentários, vejam o vídeo do ótimo canal “Aero” e babem. Ele mostra uma coleção de relíquias da VASP arrematadas por um rapaz que comercializa antiguidades. Tem de tudo — tudo mesmo. De caminhão-escada a guardanapo, de passagens “virgens” a porcelanato, de bota de aeromoça a máscara de oxigênio, um acervo sem fim.

A VASP era uma empresa querida que pertencia ao Estado de São Paulo e prestava ótimos serviços até ser privatizada. Em 1990, numa operação suspeitíssima, foi comprada pelo empresário Wagner Canhedo.

A santa inciativa privada revelou-se um desastre no comando de uma companhia aérea. Não demorou muito e a venda virou alvo de CPI, Canhedo parou de pagar funcionários, relaxou na manutenção das aeronaves, deu passos maiores que as pernas, abraçou rotas inexplicáveis (Atenas, Osaka, Bruxelas, Seul, Toronto, Zurique, Casablanca…) e, obviamente, quebrou. Em janeiro de 2005, sem aviões, a ANAC cassou sua licença. A empresa faliu, mas não sei no que deram os processos trabalhistas, nem o que aconteceu com os credores, muito menos com Canhedo. Se alguém souber, conte.

Voei muito VASP pelo Brasil, mas lembro particularmente de um voo que fiz para Bruxelas num MD-11 estalando de novo para cobrir um GP da Bélgica. O avião tinha capacidade para 329 passageiros e não devia ter mais do que 80 embarcados. Fiquei sozinho numa daquelas fileiras centrais de com quatro assentos e dormi esticado o voo inteiro. Só acordava para comer, e o serviço era maravilhoso. Vendo aquele avião inteiro só para mim, tive a clara sensação de que aquilo não tinha como dar certo.

Olha, se eu disser que depois desse vídeo não me deu vontade de fazer umas compras, estarei mentindo… Muitos dos itens estão à venda aqui. Dá para montar uma casa. Acho que no meu próximo pulo a São Paulo terei de visitar esse moço.

25 comentários

  1. Felipe Menhem disse:

    O objetivo é fazer feito você, Flavio, e ter um trolley como bar!

    Abraço!

  2. Andre disse:

    A situação atual e está.
    Uma pequena parte recebeu até 150 salários mínimos… até que um outro juiz aceitou um argumento da defesa de Canhedo e pararam os pagamentos.
    Há dinheiro na mão a justiça já há alguns anos que não são liberados pela razão acima.
    Há um ano e meio existe uma discussão com ganho de causa em primeira instância onde a Fazenda de São Paulo e reconhecida como sócia com direto a voto. De forma que existe uma possibilidade dos processos virarem precatórios em algum momento.
    Há pessoas com processos abaixo de 30 que tiveram a dívida quitada mas a grande maioria tem processos muito acima desse valor.. O meu estava em 1.5 milhão há três anos atrás.

    Existe um grupo de funcionários que abriram um outro processo ou argumento.. não sei ao certo o termo legal.. pra tentar pelo menos liberar o que está em juízo.

    Diversas pessoas já morreram sem receber.

    Sem esquecer dos irmãos da Varig a Transbrasil que também não receberam seus direitos até hoje.
    .
    Carinho pelo marca… somente isso.

    Abraço Flavio

  3. Paulo disse:

    Aero e Lito, dois canais maravilhosos para quem curte aviação.

  4. Marcos Aldred Ramacciotti disse:

    Meu pai trabalho na VASP no final da década de 1970, ainda tenho alguma coisa que restou daquela época. Uma pena mesmo o destino que seguiu.

  5. Afonso, CdV disse:

    Olá Flavios e amigos deste blog, me permitam alguns comentários que devem ser úteis:
    -nos anos 30 VASP nasceu de um pool de empresarios paulistas que viam a maravilha e o potencial que era o transporte aéreo pruma Sao Paulo que estava se tornando o gigante brasileiro, e foi um verdadeiro salto na época e foi só crescendo, na época perceb eu-se que transporte aéreo era extremamente estratégico e dependia de altos investimentos e muita organização e competencia, coisa que só o governo conseguia assegurar naqueles tempos, e não só no brasil, no mundo inteiro existiam naquela epoca as companhias aereas do tipo bandeira que eram verdadeiros representantes dos paises e regioes pela importancia estrategica: british airwais, alitalia, airfrance, aircanada, etc….. nos 80 e 90 este modelo se mostrou nao mais viavel e a maioria dos paises privatizaram mas obviamente num negocio licito, honesto, justo, seguro ,etc….., então o governo de SP comprou a companhia e isso foi muito bom, mas SP tinha uma richa com RS & RJ e a vasp foi sempre boicotada, massacrada mesmo, porem conseguiu fazer bonito e foi pioneira e um exemplo em varias coisas. A privatização dela foi um dos episodios mais nebulosos e fraudulentos do governo collor com a maior intervenção do PC Farias (lembram?) e o Sr. Wagner Canhedo abocanhou essa empresa com muita certeza via maracutaia, mas ele era acostumado a comprar tudo e não pagar nada e ir abocanhando tudo, simplismente pegava os recursos do governo e enfiava no bolso, tanto que se tornou milhonario aos 26 e depois se tornou bilhionario. Mas aviação é o melhor meio de um BIlhonário se tornar um MIlhonário, ou seja, é facil perder bilhoes, e na aviação a malandragem de canhedo não funciona, se não pagar, se não manter o padrão simplismente para de voar, ainda bem né, na minha opnião o canhedo viu que a queridinha do Brasil: VARIG vinha mal das pernas pois estava ultrapassada e certamente iria sobrar um grande vacuo , uma lacuna, uma demanda orfão da varig, nisso canhedo tava certo, porém ele não perdeu o costume maligno de fazer maracutaias e no fim a vasp quebrou, canhedo perddeu muito mas foi malandraço ao passar muita coisa aos filhos e sempre teve amigos no fim se safou de muita coisa, também foi muito ambicioso e arrogante achando que ia dar um show na aviação mas era um ramo de negocio do qual ele nao era entendido e na aviação é coisa seria, competencia, etc….. e o mala deu com os burros nágua, dizem que ja perdeu uma fazenda de 200 milhoes de R$ mas que não paga 10% da divida, o governo ele nunca pagou e assim por diante, daí voce ganha 1000 reais a mais por ano e a receita federal te intima como um bandido para pagar o ir, que Brasil injusto….. canhedo foi um dos primeiro caras que descobriu que o goveno federal em brasilia era uma fonte inesgotavel de grana, ele foi contratado uma epoca a transportar a 84,00 cruzados/tonelada e subcontratava a 14,00 e enfiava 70,00 no bolso por tonelada sem mexer um dedo sem carregar um kilo se quer……. como é bom ter amigos no governo…….. e como era facil fraudar quando tudo era na base da maquina de escrever e internet nem se imaginava……computador era algo rarrissimo….. tempos bons para roubar aqueles não é mesmo…..e no fim daas contas quem ocupou o lugar da vasp/varig foi principalmente a …..tan tan tan: a TAM ! \9 hoje latam) do Sr. Rolin que até que se saiba era muito mais honesto e prosperou de maneira salutar, eu acho pelo menos.
    A varig tambem surgiu por empresarios e no caso estrangeiros, transbrasil também, a varig se tornou a dona do brasil porque simplesmente mandava nos ceus do brasil e no setor de aviação do governo, em dtrimento da vaps e outra que eram simplesmente impedidas de progredir, a varig ia bem e tambem foi estatizada e depois que passou apra as maos dos funcionarios foi de mal a pior por ingerencia e comodismo, na verdade foi uma mudança de epoca e realidade economica e comercial que fez perecer mjuita gente mas que surgiram outros, uma coisa que quebrou a varig foi o CONGONHAS, que ultrapassou o galeao em immportancia, e os gauchos da varig amiguinhos dos cariocas tinham apostado tudo no galeão e se deram mal….Em resumo, como tudo na vida ninguem é santo e a fila anda, na aviação é complicado porque é estrategico, é altamente competitivo, inovador, custos altissimos, etc…. então tanto o abutre canhedo da vaps como a afundação rubem berta da varig fracassaram, por motivos diferentes mas resultados iguais, pois a privatização da varig foi outro espetaculo de corrupção malandragem e maracutaia, no ar sujeira não se mantém……dizem que canhedo tinha olho gordo na embraer, já imaginou….????

    • Gelaguela disse:

      Amigo, nada a ver com o Collor. A VASP era estadual! Que eu me lembre, foi privatizada no governo Quércia, outro cara suspeitíssimo.
      E a Varig, ao que me consta, nunca foi estatal…

      • Lito, A & M disse:

        Caro SR Gelaguela, a privatização da Vasp passou sim pela influência intensa de PC Farias leia-se Collor e claro isso não foi muito noticiado, foi abafado/camuflado na verdade. A m VARIG foi Estatal Gaúcha por um período. Só mpra complementar quem afundou a VARIG foram os aerportos Congonhas que era territorio vaps e começou a ser o rpincipal das rotas nacionais e….Guarulhos que se tornou a porta de entrada pros estrangeiros bussines, e assim o Galeao se tornou subutilizado até hoje….. e a VARIG tinha apostado todas as fichas lá…… aliás RG e RJ sempre foram unidos contra SP.
        Claro que VARIG e GLOBO foram empresas nacionais fundamentais e estrategicas e no mundo inteiro é assim, o problema é o jeitinho brasileiro me tudo se tornou corrupção e sacanagem e elas no fim da historia, e só no fim, se tornaram uma desgraça ao Brasil, mas muita gente se deu muitssimo bem com isso, há verdadeiros baronatos da epoca varig/globo, e de outras empresas tambem se for pesquisar bem…. o problema do Brasil é conivencia e a impunidade, ok., foram se varig e vaps transbrasil e chegaram TAM/LATAM, GOL, AZUL, mas pro tamanho do Brasil ainda falta muito.

      • Paulo F. disse:

        Varig e Vasp ambas com capital e/ou subvenção e/ou subsidio dos poderes federais e estaduais.
        A História parece fiada de caranguejo, puxa um vem um monte junto!
        Agora quem tomou uma tunga sem tamanho foi a Panair (https://pt.wikipedia.org/wiki/Panair_do_Brasil)…

  6. André disse:

    Existem tanto privatizações ruins quanto concessões. Uma delas é a BR277 de Curitiba à Foz que deveria ter sido duplicada por inteiro à anos e paga-se no trecho em torno de 100 reais só de pedágio. Privatizações se fazem necessárias por que o governo não sabe administrar bem os bens dele e em geral esses bens dão mais prejuízo que lucro quando administrados pelo governo(seja ele de esquerda, direita, etc..).

  7. Acarloz disse:

    Tenho duas colheres de sobremesa de inox com o logo deles, indevidamente surrupiadas, mas não me arrependo. kk

  8. Gelaguela disse:

    O problema não foi ter sido privatizada. O problema foi a operação suspeitíssima que vc mesmo frisou, e Wagner Canhedo ser um picareta. Tá vivo ainda? Se estiver, provavelmente livre, leve e solto…

  9. Jô Zerroela disse:

    Tem milhares de processos trabalhistas pendentes. O juiz liberou 30 mil reais para cada um deles, anos atrás, independente do valor da causa.
    Existem processos de mais de 1 milhão de reais.

  10. Walter disse:

    Flavio, bom dia,
    Sobre as indenizações trabalhistas, trabalhei em uma outra grande empresa aérea que tinha muitos ex-funcionários da Vasp. De todos que conheci, nenhum recebeu o que lhes era de direito. Alguns fecharam acordo e receberam parte em dinheiro (parcelado em n vezes) e outra parte em ativos como mesas, cadeiras, armários e computadores. Outros morreram sem ver a cor do dinheiro. O Sr. Canhedo vive recluso em uma de suas fazendas e ultimamente nenhum de seus bens consegue ser penhorado para pagar os credores, exemplo disso é o enorme prédio da Vasp em Congonhas.

  11. Geraldo disse:

    O problema não é a privatização em si … nem as empresas públicas em si … o problema são as pessoas que administram …. Quem tiver paciência (o texto é longo), vai uma história da VASP …http://www.citadini.com.br/atuacao/1992/vasp92.htm

  12. Albert disse:

    E há 15 dias, indo de SP à Arraial d’Ajuda (e há 3 dias fazendo o caminho de volta), passei pelo 737-200 PP-SMB que fica exposto em Nanuque, na beira da BR418. Confesso que, de longe, não parece estar na sua melhor forma, mas sem dúvidas está melhor que aqueles que foram sucateados.

  13. Marcelo disse:

    https://www.youtube.com/watch?v=6Z_sOgN5bd0

    http://www.avioesemusicas.com/uma-breve-historia-da-vasp-flag-carrier-paulista.html

    Nestes links tem algumas correções em relação ao que você colocou como história da VASP. Tenho parentes ex-funcionários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *