NAS ASAS

RIO (cinquentinha, já) – A foto foi enviada pelo blogueiro Britto, e mostra o antigo prédio da VASP em Congonhas. O ano? 1970.

Pois é, já se vai meio século da onda nacionalista ligada à Copa do México — a decoração da fachada se refere a isso, adaptando algum dos slogans babacas da ditadura militar. Era pra frente Brasil pra lá, pra frente Brasil pra cá, noventa milhões em ação, ame-o ou deixe-o, essas coisas ridículas.

Claro que o que mais me interessa na imagem são os carros (o rapaz da Vemaguet precisava urgente de um funileiro e pintor). Mas não deixa de ser curiosa a onda verde-amarela nos piores tempos deste país.

Quem se repetem agora, diga-se.

A propósito, o prédio ainda está lá e, salvo engano, o letreiro da VASP foi retirado há não muito tempo. Se é que foi.

Aliás, é bem louco isso… Passo por esse lugar todo mês, desde que vim morar no Rio, e passava aí quase todo dia, quando morava em São Paulo. E não é que não sei o que foi feito desse prédio?

Como só vou no fim de semana, se alguém quiser contar antes o que tem aí é só mandar aqui nos comentários. Não sei se o prédio ficou com a Gol, com a Latam, ou se está fechado e ainda tem VASP no alto. A gente não repara nas coisas como deveria… Enfim, a turma dos aviões deve saber.

[bannergoogle]

Comentários