R.S.20

Uma das imagens do carro: lançamento ridículo

RIO (só pode ser zoeira) – Na boa, ninguém agenda um lançamento de carro para Paris, na Champs-Élysées, chama a imprensa e faz uma apresentação sem carro achando que ficará imune a críticas.

Foi o que a Renault fez hoje. Mostrou apenas alguns recortes renderizados, também conhecidas como “imagens de computador“, sem uma foto sequer do carro inteiro, e veio tudo preto, sem a pintura que será usada, sem nada que tenha valido o passe de metrô até o Arco do Triunfo para os jornalistas e convidados que lá estiveram — o evento aconteceu no simpático Atelier Renault, uma espécie de “showroom” que a montadora tem têm na famosa avenida, assim como outras marcas.

Estavam lá os pilotos, é verdade — Ricciardo, o recém-contratado Ocon e o chinês Guanyo Zhou, que será o reserva. Mas quando a estrela da festa não aparece, o carro, no caso, tudo se esvazia.

Começaram mal, os franceses.

[bannergoogle]

Comentários