MENU

terça-feira, 11 de fevereiro de 2020 - 21:32F-1

SF1000

RIO (vermelho sempre) – Começou a temporada de lançamentos da F-1, com a Ferrari apresentando hoje seu modelo 2020 num espetáculo feérico em um teatro em Reggio Emilia. Teve dança, malabarista e orquestra. Pode ser uma retomada das grandes festas de apresentação de carros novos, que nos anos 90 eram quase um campeonato à parte — para saber quem fazia a mais legal e quem oferecia a mais jeca. Nos últimos anos, o padrão tem sido dois pilotos retirando a capa diante dos boxes de Barcelona, a coisa mais sem graça do mundo.

A Ferrari, seguindo seu critério de não ter critério, batizou o modelo como SF1000. SF de Scuderia Ferrari, 1000 porque neste ano a equipe completa mil GPs — está na F-1 desde a primeira temporada, mas pulou uma prova ou outra, entre elas a que inaugurou a categoria, em Silverstone.

Pelas minhas contas, o time italiano tem 991 GPs no lombo de seu cavalinho rampante e bate na milésima em Montreal. Será que em clima de festa?

A ver.

O carro novo, que segundo informações de cocheira não foi um grande espetáculo nos primeiros testes de túnel de vento, teve como mola-mestra de seu desenvolvimento — adivinhem — a busca por uma melhora nos fluxos de ar sob, sobre e em volta do pacotão vermelho fosco. Melhorar o “downforce” era preciso, foi o que disse Matia Binotto.

Todas as equipes dirão o mesmo, porque o regulamento não mudou e não há muito o que fazer a não ser aprimorar a aerodinâmica. Batendo o olho, chama a atenção a barbatana esquisita e os chifrinhos ao lado da tomada de ar atrás da cabeça do piloto. Mas, como sempre dizem os engenheiros, por baixo da carcaça é tudo novo.

Melhor que seja mesmo, porque no ano passado o que havia ali não deu nem pro cheiro.

Todas as informações sobre o lançamento da SF1000, com entrevistas, declarações e análises, estão no Grande Prêmio.

15 comentários

  1. Tumari disse:

    Essa F1000 tá mais pra D20. D20 anos atrás..

  2. McLaren-12 disse:

    É difícil enxergar uma mudança no carro. Eu consegui perceber apenas a do número.

    Se eu não estiver enganado, remete à fonte e design usados pela Ferrari entre 79 e 96.

    Poderiam ter usado o mesmo tom de vermelho também.

  3. Simão disse:

    PELAMORDEDEUS… que venho logo 2021 pra acabar de vez com esse monte de asinhas, aletas e apêndices pendurados nos carros. É pavoroso!!!

  4. Nelson Pasini disse:

    Definitivamente a Ferrari não brilha mais.

  5. Eumesmo disse:

    E que falta faz o Reginaldo Leme na globo…. Ontem no JN até anunciaram o lançamento da ferrari, mas na reportagem, não falaram mais do que uma frase e o nome dos pilotos… que decadência….

  6. tonhão disse:

    só alguém com sua experiencia pra notar alguma diferença, uma pessoa como eu que apenas gosta de assistir corridas nada vi alem dessa pintura fosca medonha.
    pra mim tinha ser brilhante reluzente como sempre foi, ahh mas o mundo muda vão dizer, eu digo dane-se as mudanças do mundo algumas coisas devem sem com sempre foram

  7. Alex disse:

    Como os carros atuais são feios!! Se comparar com o assunto do outro post, o Arrows A2, é exatamente o oposto

  8. Cléber Fabbri disse:

    Digo, Profonda…

  9. Cléber Fabbri disse:

    Gola Profunda estava disfarçado de malabarista?

  10. RAFAEL PIQUEIRA CHININI disse:

    Parece que tem bastante detalhes em diferença ao ano passado.
    Mas depois dos testes eles mudam um monte de coisas, por enquanto muita coisa é escondida ou colocada de proposito pra enganar as outras equipes.

  11. RenatoRockshow disse:

    Por que vermelho fosco? Por que nao brilhante? Ia ficar mais bonito.

  12. Paulo Fonseca disse:

    Prezado F&G : Como sou assumidamente um torcedor fanático( Tifosi), sim torcedor da Equipe FERRARI, o carro vermelho é simplesmente muito bonito. Agora torcer por algumas vitórias, e depois sonhar e ter L.Hamilton pilotando uma FERRARI F-1.

  13. Flavio Padilha disse:

    Saudações Flavinho !
    Igual aos olhos do leigo, mas que ganhará algumas corridas como sempre sem incomodar a Mercedes, que para minha surpresa, ficará até 2024 na F1. Pensava eu, que iria parar em 2021 e focar na FE… Prevejo uma temporada morna.
    Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *