N’ITÁLIA (1)

SÃO PAULO (2min15s074) – Bom, vai todo mundo procurar um vácuo amanhã e a classificação vai ser uma zona, como foi no ano passado — lembram que uns caras nem conseguiram abrir voltas?

Em Monza é assim, e quem pode mais chora menos. Hamilton, primeiro colocado hoje — oh, que surpresa! — falou que vai ser um “pesadelo”. Aliás, já foi hoje. Teve até engarrafamento no segundo treino livre. Tirando isso a sexta-feira que abriu os trabalhos para o GP da Itália foi normal, com as duas Mercedes na frente — oh, que surpresa! — com algumas novidades: Gasly em quarto e Kvyat em sétimo, Norris em terceiro e Verstappen apenas em quinto.

A Ferrari? Nono e 12º com Charlinho e Tião, depois de uma primeira sessão muito ruim. Os dois pilotos, desanimados, resumiram o que é a SF1000: um carro muito difícil de guiar, especialmente em condição de corrida. Vai ser mais um vexame.

Como meu dia hoje foi dedicado a outros treinos, em Interlagos, resumo abaixo, em tópicos, o que de mais importante se passou na Itália:

  • Gasly disse não ter “a menor ideia” de onde veio a excelente performance da AlphaTauri em Monza.
  • Claire Williams falou que recebeu uma proposta da Dorilton Capital para ficar na equipe. E jurou que a decisão de sair foi dela. Por que não acredito nisso? Porque acho que é mentira, mesmo.
  • A Renault estuda alterar seu nome para Alpine Renault no ano que vem, para dar um gás na marca de carros esportivos que caminha para ser uma divisão autônoma da montadora francesa.
  • Vettel ajudou a montar uma tribuna com figuras em papelão tirando algumas fotos e comprando ingressos virtuais para a corrida, cuja renda será doada para instituições ligadas ao combateb à Covid-19. As caretas todas são de funcionários da Ferrari.
  • Ah, por que você não falou da série da Netflix sobre nosso Ayrton que estará no ar em oito episódios em 2022? Porque vai ser mais uma série laudatória para reforçar a imagem de herói, mito, santo, essas coisas que me aborrecem profundamente. E como você sabe que vai ser assim? Porque no texto de lançamento divulgado pela própria Netflix tem lá a Viviane falando as mesmas coisas de sempre, que a família vai se empenhar em fazer deste projeto “algo inédito e único”, aquelas falas corporativas e anódinas que acompanham as aspas distribuídas para a imprensa e não significam nada. E como a família está empenhada, vão contar a mesma história já contada, com os exageros de “superação”, “drama”, “heroísmo” que sempre acompanham qualquer obra oficial como essa. Um porre, em resumo. Prefiro ficar com a imagem que eu mesmo construí de Senna nos anos em que cobri F-1 “in loco” — desde sua estreia na McLaren até a morte em Imola.

E é isso por hoje. Agora vou preparar um peixe à moda da Bretanha, com molho de sidra e cogumelos franceses.

Comentários

  • Bem, eu também detesto essa coisa de “…imagem de herói, mito, santo…”, mas detesto todos e não apenas alguns escolhidos a dedo. Tem gente que admira alguns e detesta outros, várias réguas…

    A Ferrari vai se estabacar domingo, oops, já é segunda, já se estabacou. Tivemos Mercedes em dia de Ferrari.

    Renato Aragão deveria cobrar royalties destes caras, da FIA também.

  • Como você disse, lá vem laudatória, mais uma, sobre Senna, e as viúvas não deixam a pobre alma do sujeito em paz, saco!
    Enquanto isso, é torcer pro Drugovich, Piquet, Petecof e quem mais surgir, nos fazer torcer novamente por um brazuca no automobilismo. Em tempo, Piquet, o cara que engoliu o “santo” na Hungria e tão tri campeão quanto o moço da Globo, ninguém fala. E fez muito mais que Ayrton e Emerson somados; quem acompanha a F1 sem frescurinha sobre esse deus que fizeram do paulista (longe de sê-lo), bem sabe…

  • Cada vez que falam do Santo Ayrton Senna menos gosto dele. Claro, não contesto de maneira alguma, o cara foi um dos melhores pilotos da história do automobilismo. Mas endeusá-lo me da uma ânsia de vômito indescritível. O cara foi dos melhores? sim, claro, sem dúvida, ok. Parem de encher o saco com essa merda, caralho! O cara foi maravilhoso, fora da curva e tudo o mais, ok. Mas parem de encher o saco. Eu odeio esse merda que ficava enfiando deus no rabo de todo mundo. Enche o saco, caralho! O cara foi excepcional e único. Concordo! Mas parem de endeusá-lo!

    • POsso? Eu assisto F1 desde antes do Senna. E eu torci mais pelo Senna do que pelo Piquet. Era o nosso herói realmente. MAs, sem o melhor carro, a melhor equipe, não deu, assim como acontece com todos os pilotos até hoje. E esquecem que teve 3 anos ruins, com a McLaren, e que em 1994, nada dava certo com a Willians, as Benettons eram muito fortes e Schumacher seria campeão com ou sem a morte de Senna. Então ao meu ver, se não tivesse morrido, seria poderia não ser mais campeão, como aconteceu com Alonso, ou Vettel, não querendo comparar mas, ele estava no 4o ano com “problemas”. O que me incomodou na abordagem após sua morte, é que ele era muito amigo do GAlvão, que acabou querendo encobrir as vitorias do Piquet, e eu peguei ranço disso. e sinceramente enche o saco. Assim como enche o saco fã, que só torce pra quem está ganhando, e não pelas corridas. e mais ainda por tentarem transformar o HAmilton em brasileiro, para a Globo ter a audiência destes fãs. A F1 ficou algo realmente “PARA IDIOTAS”. Basta acompanhar a narração atual do CLEBER MACHADO. É “para idiotas”. Enquanto isso a gente assiste pela Sky Sports, torcendo por corridas como foi esta de Monza.

  • Salve!
    Pesadelo está sendo a transmissão do Sportv, do amigão Serginho Maurício… Anda desanimado com sua Ferrari, pra quem torce descaradamente e tenta se explicar, dizendo que é em nome do esporte. Perdoado!
    As perguntas dos internautas sobre Alonso, o Rafael que fala sem parar ( saudades do Lito) e a maior revelação do treino de ontem :” Para que o tempo venha, tem que atacar a zebra e subir na Salsicha “…

    Um safari gastronomico…seria ?

    abs

  • O Brasil foi campeão mundial de Handebol Feminino em 2013. Todos os jogos foram transmitidos pelo
    Esporte Interativo. Robert Scheidt possui 15 títulos mundiais de iatismo. Acelino Popó tem 4 no boxe. Handebol, Iatismo e Boxe possuem seguramente muito mais praticantes que Automobilismo. Mas nenhum deles foi transmitido na Globo initerruptamente pela Globo em horário nobre por 30 anos. Senna não seria 10% do que é sem a Globo.

  • Os grandes campeões, praticamente todos, têm histórias de muita ralação até atingirem o ápice da carreira. E se não for à luta, fica como o melhor segundo piloto da história e os bolsos cheios de milrréis. Têm que enaltecidas! Nunca é fácil, é como tentar escalar a K2, ninguém chega de helicóptero.
    Não sei se existe doc. sobre o Piket, mas dá um ótimo roteiro. Então os seus admiradores vão adorar e também os que não, mesmo com as chatices dele, a começar pelo timbre, mas fazer o quê? Foi um pilotaço! Isso tem que ser unânime. Essa não é burra, ou quase, quando num GP do Rio, numa chuva intensa antes da largada, sem perspectiva de parar, o Nelson escolheu slicks.

  • A começar pelo fim. Eu que adoro e sempre adorei o Senna, acho que já não há nada de novo para contar sobre ele. Vi o Senna correr, vibrei muito com as suas vitórias e tenho saudades da F1 daquela época, mas já foi tudo dito e escrito. Claro que devemos sempre recordar e não deixar esquecer tudo o que ele fez porque foi um piloto excepcional.
    Excelente atitude a do Vettel, cada dia que passa aumenta a minha “revolta” pela injustiça que lhe fizeram.
    A Renault mudar o nome só pode ser por questões de publicidade.
    Sobre o que disse a Claire Williams, a mim também me custa acreditar no que ela afirmou, mas…
    Já a excelente performance da Alpha Tauri, se calhar vem do motor Honda e do bom chassis, ou não?

    Abraço

    visitem: https://estrelasf1.blogspot.com/

  • Gomes, sobre o tema Ayrton Senna, vc sabe indicar algum documentário que foque na pilotagem dele, sua técnica, evolução como piloto, etc? Que acredito ser esse o motivo da idolatria por ele fora do Brasil. Porque aqui para a maioria é a tal história do “herói brasileiro das manhãs de domingo / o Brasil que venceu bla bla bla, que como vc mesmo disse, será a linha dessa série da Netflix