SOBRE DOMINGO DE MANHÃ

Lewis: 97 vitórias no bolso

SÃO PAULO(por uma boa causa) – Com enorme atraso, antes que os carros comecem a andar em Barcelona, vamos ao rescaldão português. Em pílulas, ou pitacos — como queiram.

O “Piloto do Dia” eleito pelo amigo internauta foi Sergio Pérez. Eu não votaria nele. Quarto colocado, não fez nada de muito espetacular. Trouxe o carro para casa, apenas. Um feijão com arroz pouco apimentado. Para mim, o nome da corrida foi Hamilton, que foi buscar a liderança na pista três vezes. Uma delas em cima de Pérez, inclusive. Por isso escolhi como “imagem do GP” essa foto aí em cima. O cara é foda.

E vocês aí acharam a corrida sem graça? Pois…

PORTUGAL BY MASILI

Nosso cartunista Marcelo Masili sacou direitinho. Lewis está curtindo esse negócio de brigar por vitórias sem ter o melhor carro — assim definido oficialmente pelos “órgãos competentes”, imprensa incluída, que decidem quem é o melhor e ponto final, e é só por isso que fulano é campeão. O que quero dizer é que a Mercedes pode até ter um dos melhores carro do grid. Mas já não é mais tão melhor que os outros, como foi nas últimas temporadas. E, para ser sincero, acho que está pau a pau com a Red Bull — depende um pouco da pista, do clima, dessas variáveis que atuam mais diretamente sobre o rendimento de um carro.É nisso que 2021 está sendo diferente que 2020, 2019, 2018, 2017 etc.

Bottas: modo de segurança roubou 5 segundos do finlandês

Faltou dizer domingo que o desafortunado Bottas teve um problema num sensor de escapamento que acusou um aumento de temperatura indevido e isso colocou seu motor em modo de segurança por alguns instantes. Segundo a Mercedes, ele perdeu 5s em relação a Verstappen por causa disso.

Pode ser verdade. Deve ser, afinal ele reclamou no rádio que tinha perdido potência. Mas acho que não mudou seu destino na corrida.

Raikkonen atolado: distração no volante

Problema mesmo teve Raikkonen, que conseguiu bater em Giovinazzi no começo da prova porque se distraiu mexendo num botão no volante. O toque o levou à brita e ao abandono. Assumiu a culpa. Menos mal que o o carro do italiano não foi afetado.

Falando na Alfa Romeo, só para registrar, o apelo contra a perda dos pontos de Kimi em Ímola não foi aceito. A FIA manteve a punição de 30s que lhe tirou o nono lugar no GP da Emilia-Romagna e a equipe encerrou o assunto. A penalidade foi dada porque ele fez ultrapassagem sob bandeira amarela.

A FRASE DE PORTIMÃO

“Vocês viram no fim de semana que a Renault [ele quis dizer Alpine] foi muito mais forte que nas últimas corridas. Então não é impossível que a gente também consiga dar um passo à frente.”

Sebastian Vettel, dando entrevista na foto aí embaixo

Não sei se vocês notaram, mas Vettel, muito gentil, deixou Stroll passar por ele no fim da corrida, porque estava com pneus mais velhos. Como o canadense não logrou êxito em alcançar quem estava na frente, que nem lembro quem era, devolveu a posição de modo igualmente gentil pouco depois. Tudo desnecessário, porque nenhum dos dois marcou pontos.

A Aston Martin é a grande decepção da temporada até aqui. Que dê um passo à frente logo, porque desse jeito está ficando feio.

O NÚMERO DE PORTUGAL

…GPs como líder do Mundial foram completados por Hamilton em Portimão. O recorde anterior, 121, era de Michael Schumacher. Mais um para a conta do inglês.

GOSTAMOS

De ver Fernando Alonso brigando com Ferrari e McLaren, ultrapassando ambas, para marcar pontos convincentes para a Alpine. Ocon também merece uma menção honrosa. A equipe cresceu a olhos vistos de Ímola para Portugal. Bom sinal, mais uma para brigar no segundo pelotão com Norris, Ricciardo, Leclerc e Sainz.

Alonso: bons duelos e pontos

NÃO GOSTAMOS

De ver a AlphaTauri se arrastando do meio do grid para trás, depois de um começo de campeonato tão bom. Tsunoda, que fez uma ótima estreia no Bahrein, foi apagado nas duas etapas seguintes. É claro que tem a desculpa de ser estreante. Mas como gerou expectativas muito positivas, acabou decepcionando um pouco. Já Gasly faz o que pode na maioria das vezes, mas não é um gênio. Quando a pista não combina com o carro, volta a ser piloto de time pequeno. Falta um algo mais.

AlphaTauri: coadjuvante em Portugal

Comentários

  • Hamilton pode liquidar o desesperado Verstappen emocionalmente, assim como fez Piquet em 1987 contra o Mansell nos treinos daquele GP do Japão na conquista do seu Tricampeonato.
    Bottas ainda não deve sair da Mercedes, mas começa apresentar desgaste, assim como o Massa na Ferrari a partir de 2011.
    Carlos Sainz é um bom piloto, sendo que está ficando em completa freguesia para o Leclerc que tem o dobro dos seus pontos. Carlos Sainz que procure mudar de postura imediatamente, para não ficar distante do Leclerc na Ferrari.
    Gostamos: Realmente o Alonso acabou fazendo uma corrida apresentável conseguindo 4 pontos do seu oitavo, pro Alonso está ficando um pouco menos ruim nesse momento.
    Não Gostamos: A AlphaTauri pode estar num momento ruim, só que tem nove pontos, coisa que a Williams e a Haas estão longe de conseguir.

  • Vou falar pouco. Mas pensei no final, sobre a Alpha Tauri.
    É muito legal ela ter o DNA ancestral da Minardi. Mas às vezes incomoda o fato da equipe continuar, no fundo, no fundo, a Minardi. Parece que sempre falta alguma coisa pra equipe dar um passo a mais, evoluir, deixar esse DNA de equipe pequena no passado e se tornar uma das grandes. É quase como se ela fosse obrigada a ser sempre a filial das latinhas, e não a tal co-irmã que ela própria alardeia.
    E espero mesmo que o Pierre Gasly não se torne um Pierluigi Martini com uma vitória e dois pódios, no sentido de ser um eterno piloto de equipe média. Poderia ser até uma opção para a Mercedes, se ele não tivesse ligações tão profundas com os energéticos.
    Agora tenho um cantinho pra pitaquear: https://www.facebook.com/temcorridaquando/

  • Acho que o destaque foi o Ocon!!! Ninguém esperava o q ele fez com a Alpine…correu muito bem e conquistou seus pontos de forma merecida…sem precisar de erros ou abandonos de outros a sua frente….o resto fez o q se esperava!!