ELAS

A pole-position Alice Powell: início da W Series

SÃO PAULO(pé no porão) – Saiu hoje o grid da primeira etapa da temporada das meninas, a W Series, que vai ganhar muito mais visibilidade neste ano porque só correrá junto com a F-1. A categoria feminina estreou em 2019, foi suspensa em 2020 por causa da pandemia, e em seu segundo campeonato terá oito etapas, todas aos sábados em finais de semana de GP. A primeira é agora, a segunda na semana que vem e na sequência as garotas correm nos finais de semana dos GPs da Inglaterra, Hungria, Bélgica, Holanda, EUA e México.

Alice Powell, que também pode ser chamada de “Alice Pole”: P1 em Spielberg

A britânica Alice Powell fez a primeira pole do ano, com 1min28s964 em sua melhor volta. Os carros da W Series usam chassis Tatuus e motores Autotecnica Motori, ambos italianos. São motores turbo de 4 cilindros e 270 HP. Os pneus usados são da sul-coreana Hankook. O nome-código dos carros é Tatuus F3 T-318, o que já entrega sua origem: são monopostos de F-3, velozes e ariscos, e a ideia da organização é clara e aberta: preparar mulheres para o automobilismo de ponta, sonhando com a chegada de alguma delas à F-1. O que, convenhamos, seria espetacular.

O Tatuus F3 T-318: motor turbo, 270 HP, câmbio de seis marchas, pneus Hankook

A prova de amanhã começa às 11h de Brasília e terá transmissão para o Brasil pelo SporTV 3. Vale a pena assistir. Uma pilota brasileira estará no grid de 18 meninas, a catarinense Bruna Tomaselli, 23 anos, que conseguiu a 11ª posição no grid com 1min29s517.

Toda sorte do mundo às meninas. Elas dominarão o mundo, um dia, para sorte do mundo.

Comentários