ELAS

A pole-position Alice Powell: início da W Series

SÃO PAULO (pé no porão) – Saiu hoje o grid da primeira etapa da temporada das meninas, a W Series, que vai ganhar muito mais visibilidade neste ano porque só correrá junto com a F-1. A categoria feminina estreou em 2019, foi suspensa em 2020 por causa da pandemia, e em seu segundo campeonato terá oito etapas, todas aos sábados em finais de semana de GP. A primeira é agora, a segunda na semana que vem e na sequência as garotas correm nos finais de semana dos GPs da Inglaterra, Hungria, Bélgica, Holanda, EUA e México.

Alice Powell, que também pode ser chamada de “Alice Pole”: P1 em Spielberg

A britânica Alice Powell fez a primeira pole do ano, com 1min28s964 em sua melhor volta. Os carros da W Series usam chassis Tatuus e motores Autotecnica Motori, ambos italianos. São motores turbo de 4 cilindros e 270 HP. Os pneus usados são da sul-coreana Hankook. O nome-código dos carros é Tatuus F3 T-318, o que já entrega sua origem: são monopostos de F-3, velozes e ariscos, e a ideia da organização é clara e aberta: preparar mulheres para o automobilismo de ponta, sonhando com a chegada de alguma delas à F-1. O que, convenhamos, seria espetacular.

O Tatuus F3 T-318: motor turbo, 270 HP, câmbio de seis marchas, pneus Hankook

A prova de amanhã começa às 11h de Brasília e terá transmissão para o Brasil pelo SporTV 3. Vale a pena assistir. Uma pilota brasileira estará no grid de 18 meninas, a catarinense Bruna Tomaselli, 23 anos, que conseguiu a 11ª posição no grid com 1min29s517.

Toda sorte do mundo às meninas. Elas dominarão o mundo, um dia, para sorte do mundo.

Subscribe
Notify of
guest
12 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ricardo Gomes
Ricardo Gomes
1 ano atrás

Acredito que a “capacidade física” é o principal fator que separa os Homens das Mulheres no automobilismo, e ainda mais na Fórmula 1. Assim como outras modalidades esportivas, que adaptam os regulamentos de acordo com o sexo, não vejo mal nenhum ter categorias masculinas e femininas no automobilismo.

Crego Painceira
Crego Painceira
1 ano atrás

Fiquei com a impressão que a Chadwick sobra nesse grid

Luís Felipe
Luís Felipe
1 ano atrás

Flávio, você acha que daí deve , de fato, sair alguma piloto mulher para a Fórmula 1?

CRSJ
1 ano atrás

Uma categoria de Fórmula feita só para mulheres fica melhor entre elas, junto dos homens fica meio humilhante para elas, na verdade elas nunca vão ganhar eles para valer de forma total em termos de Campeonato, isso não é um preconceito.

Antonio Seabra
Antonio Seabra
1 ano atrás

Vai ser interessante. Vou assitir.
Os carros poderiam ser um pouco mais brabos, poderia ser logo com F2

Pedro
Pedro
1 ano atrás

vida longa à w series!

jeferson de araújo pereira
jeferson de araújo pereira
1 ano atrás

Fui conferir a nacionalidade de todas as pilotas. O que mais chama a atenção é que são cinco inglesas. Dos EUA, apenas uma. A Bruna Tomaselli é a única representante, não só do Brasil, mas da América do Sul

Uma curiosidade, uma bobeira. A pilota finlandesa é a Emma KIMILAINEN.”Dividindo” o sobrenome em Kimi + Lainen, isso me lembra outros dois pilotos finlandeses: Kimi Räikkönen e o Heikki Kovalainen.

Albert
Albert
1 ano atrás

Relembrando o comentário do Senna sobre a Giovanna Amati, o que será que ele diria (à época, claro) ao ver uma categoria totalmente feminina. Não sabem qual o comentário que o Senna fez? Leiam “Ímola 1994” e saberão. De quebra, deleitar-se-ão com uma excelente leitura

Mano
Mano
1 ano atrás

O mundo não precisa ser dominado por A ou B e sim ser justo para todos, sem exclusões. Ninguém é melhor do que ninguém pois o que precisa acabar é a violência em todas as suas formas, de um ser humano para o outro.

Boa sorte para a Bruna e boa corrida meninas!

Mauricio Rocha
Mauricio Rocha
1 ano atrás

Que legal. Vou assistir.

Edu
Edu
1 ano atrás

Carrinho maneiro.

Tiago Duarte
Tiago Duarte
1 ano atrás

Seria melhor que ninguém dominasse ninguém no mundo.

Minha esposa mandando em mim em casa já é o suficiente.

Sorte às meninas e que a gente tenha mais opções de corrida nos fins de semana.