Comentários

  • Muito legal a Renault voltar a vencer. Claro que a vitória chegou numa prova muito bagunçada, mas na F-1 só se vence com competência, mesmo nas situações especiais.

    Hamilton suou sangue para passar pelo Alonso e o Ocon não deu chances para um tetra-campeão mundial equipado com um carro similar com um motor melhor.

    Espero que no ano que vem as “cartas” estejam mais embaralhadas ainda e que o campeonato seja ainda muito mais interessante.

  • Legal a história da Alpine!
    Foi procurar na internet sobre a Alpine e encontrei que o Willys Interlagos é uma versão do A108.
    Sobre a Willys, lembro do Renault Gordini. Curioso a Gordini também era uma divisão esportiva da Renault. Inclusive um franco-brasileiro correu de Gordini na Fórmula 1.

  • Flavio, legal você falar do Christian Heins (meu pai era fã dele, e lembro do Veloz-HP dizendo que ele era o Senna da época). Legal também ouvir sobre a Alpine e a Willys. Aqui em Londrina tinha a equipe os Dragões Verdes da Transparaná.

  • Alguém comentou em outro post que com a vitória do Ocon mais da metade do grid desse ano tem pelo menos uma vitória na F1.
    Dos 20 pilotos, 11 têm pelo menos 1 vitória na carreira, e 4 são campeões mundiais.
    Das 10 equipes, 8 têm vitórias na F1 (contando as dos anos 50 da Alfa Romeo), e seis têm títulos mundiais conquistados.
    Não é por acaso que está tão bom esse campeonato.