NÃO, NÃO É

ITACARÉ (proa sul) – Não sei se foi com essas palavras exatamente, mas quando Vettel venceu seu primeiro GP, em 2008 pela Toro Rosso, escrevi algo na linha “já fez mais que Senna”, o que despertou o ódio, a ira e os chiliques costumeiros nas ainda precoces redes sociais — blogs entravam nessa categoria. Claro que naquele momento preciso eu me referia ao início da carreira, comparando seu resultado na Itália com as primeiras façanhas de Ayrton em times pequenos, sendo a maior delas um segundo lugar com a Toleman em Mônaco — menos que uma vitória em Monza, por óbvio. No fim das contas, com o passar dos anos, ele faria mais que Senna no geral, também.

Depois daquilo, Sebastian subiu para a Red Bull, deu à equipe sua primeira vitória (China/2009) e seus primeiros títulos, enfileirou quatro taças seguidas (2010 a 2013) e colocou o time no mui seleto grupo dos grandes da F-1. E que ninguém se engane: o alemão não chegou ao tetra chupando cana e assoviando com um carro dominante em todas essas temporadas. Em 2010, foi campeão com meros quatro pontos de vantagem sobre Alonso, então na Ferrari. Só liderou o campeonato em uma corrida, a última. Em 2011, sim, ele e a Red Bull nadaram de braçada. O menino ganhou 11 das 19 etapas e chegou em segundo cinco vezes. No ano seguinte, porém, nova batalha inesquecível com Alonso e o título conquistado na última etapa, em Interlagos, com uma atuação exuberante que lhe garantiu a vantagem de três pontos na classificação sobre o espanhol ainda ferrarista. Em 2013 foi fácil, todos se lembram. Mas na falta de outra coisa para fazer, Vettel foi atrás de recordes. O primeiro, 13 vitórias no ano. Número que só ele e Schumacher (em 2004) alcançaram. Com um detalhe: ganhou nove seguidas, marca que ninguém igualou até hoje.

Tem uma molecada que descobriu a F-1 na Netflix, só conhece Verstappen e Hamilton, tem faniquitos com Norris e Leclerc, acredita que Russell é um gênio e acha que o mundo começou na semana passada com um vídeo do Tik-Tok. Esses olham para Vettel e nada sentem. Além do mais, o cara não tem Twitter, não publica stories no Instagram e não faz dancinhas na frente do celular. Então, nem deve existir.

Incrível que Vettel, um menino, seja tratado como se fosse uma espécie de dinossauro pelas novas gerações de torcedores que não têm sequer o trabalho de ler sobre o cara. Cacete, ele ganhou sua primeira corrida apenas 13 anos atrás! É o terceiro maior vencedor da história, o terceiro maior detentor de troféus da categoria, está em quarto lugar na lista dos que mais fizeram pole-positions, o quinto em voltas mais rápidas, o terceiro em número de GPs e de voltas na liderança, o mais jovem campeão de todos os tempos.

Aí vem a besta do Helmut Marko dizer que Verstappen é melhor que ele.

O quê?

Max é bom. É ótimo, excepcional. O talento mais precoce que a F-1 já viu. Não se pode negar o óbvio. Mas melhor que Vettel? Calma lá, doktor Marko. Para poder afirmar isso, espere seu menino ganhar mais três títulos. E mais 33 GPs. E fazer mais 44 poles. Depois a gente conversa.

Enquanto isso, regozije-se por ter descoberto Sebastian, também. Não precisa diminuir o primeiro para exaltar o segundo. A Red Bull deve muito a Vettel. Ignorar o que ele fez outro dia é, no mínimo, deselegante. A marca de Marko, diga-se.

Subscribe
Notify of
guest
98 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
CHAGAS
CHAGAS
4 meses atrás

Marko é um verdadeiro “bobo da corte”. Vettel é um dos grandes da F1. Um fenômeno que bateu recordes enfileirando campeonatos. Mas indiscutivelmente algo aconteceu com ele depois daquele fatídico GP da Alemanha em 2018. Aquele tetracampeão do passado hoje é um Stroll da vida. Lamentável.

Marcio de Paula
Marcio de Paula
4 meses atrás

Excelente post! Concordo com tudo, em número, gênero e grau. Parabéns!!!

Geraldo Flávio Chaves
Geraldo Flávio Chaves
4 meses atrás

Ótimo Texto!
Sempre quando aparecem pilotos com um talento diferenciado como é o caso de Verstappen, começam as comparações e a se desfazer de outros pilotos e suas conquistas, como no caso de Vettel, esquecendo no que já fez no passado . Acho, isso uma falta de respeito e deselegância muito grande. Principalmente vindo de uma pessoa que tirando o dono, deve ser o segundo na hierarquia dentro da equipe. Vettel foi o responsável, pela primeira vitória da marca e olha que foi pela equipe B, além da primeira vitória na equipe A. Então o sr Marko, deveria se desculpar publicamente , por mais essa bobagem. E olha que torci muito por sua equipe e por seu piloto ,para quebrar a dinastia do Zé Aparecido e da equipe Mercedes. Mesmo não ganhando mais corridas, torço muito por Vettel , além de achá-lo o piloto mais autêntico desta Fórmula-1 atual.

Edgar Silva
Edgar Silva
4 meses atrás

Concordo plenamente
Sou torcedor do #SEB5, assim como fui do Schumacher, vamos aguardar para ver, se o Max vai superar os números do Sebastian!
Doutor Marko, querendo puxar o saco do Max…

Jorge
Jorge
4 meses atrás

Concordo em gênero e número igual….

Kennedy
Kennedy
4 meses atrás

Concordo totalmente. Eu (e mais 2.936. 427 outros) ou tantos outros que estivessem no lugar do Vettel (ou na F1, mesmo não estando na Redbull) também faria o caminho para a Ferrari. A Ferrari se recuperaria de disputas não muito equilibradas, e tendo um compatriota histórico na Ferrari, o caminho foi natural. Porém, conhecemos o resultado. Se ele tivesse ficado na Redbull talvez tivesse ganho mais uns 3 campeonatos.
E se colocar ele na Mercedez hoje, ainda ganha uns 3 campeonatos.

Rubens Cardoso Filho
Rubens Cardoso Filho
4 meses atrás

Vettel teve uma carreira muito meteórica. E depois apagou, sumiu. Pior: virou decepção digna de um piloto medíocre. Apesar de ainda muito novo então. Lembra aquelas bandas de uma música só. Ou quatro, no caso. Por isto seu tetra nunca será muito valorizado.

Guilherme Zimermann
Guilherme Zimermann
4 meses atrás

Não tiro uma vírgula! Sebastian Vettel é um dos maiores da história e Verstappen vai chegar lá também, mas ainda falta muito…

Roberto Borges
Roberto Borges
4 meses atrás

Nem uma letra a discordar do nobre blogueiro!
Apenas acrescentaria alguns impropérios em direção a essa paca do Marko.

Irinaldo Barros
Irinaldo Barros
4 meses atrás

Voto com o relator!!

Jaime
Jaime
4 meses atrás

Concordo plenamente. Acho que Vettel não teve um carro para o seu jeito de pilotar. Mesmo sabendo que piloto tem que ser rápido em qualquer carro. Mas se ele tiver um carro bom, briga com Hamilton e Vestapen

andre
andre
4 meses atrás

Doktor sem noção. Só a Red Bull para dar guarida para o rei das asneiras. O Max ainda não provou nada. Veremos se é um Schumacher, Hamilton, Vettel, Senna…ou se não passa de um Mansell.

Paulo F.
Paulo F.
4 meses atrás

Carro de corrida é como terno: feito sob medida para um só. O resto é prêt-à-porter.
O que seria de Lauda sem Regazzoni?

Carlos Jose Pimenta Franco
Carlos Jose Pimenta Franco
4 meses atrás

Cirúrgico.

Paulo F.
Paulo F.
4 meses atrás

Marko é uma dor de cotovelo sem tamanho!
Imagine quantos talentos desperdiçou na máquina de moer gente chamada RB apostando no garoto enxaqueca?
A História não será condescendente com Verstappen e camarilha ( Marko, Horner et caterva).
Em oposição Vettel (tetra) já tem seu lugar assegurado nela.
É um mundinho cada vez mais besta e chato.

Alfredo Ramos
4 meses atrás

Os quatro títulos de construtores da Red Bull foram conquistados por Vettel e Webber. E dois desses títulos vieram suados!

Lucius
Lucius
4 meses atrás

Grande Flávio, è molto importante ricordare queste cose, le persone hanno la memoria troppo corta, Sebastian è veramente forte oltre a
essere un grande uomo, un esempio e une delle persone più ben volute sul circus… ha vinto tanto, ha battuto dei record e purtroppo x la sua convinzioni di nn stare sui social nn ha la stessa riconoscenza di tanti altri novellini che popolano oggi la f1…. lode a vettel e le sue conquiste…

Carlos Pereira
Carlos Pereira
4 meses atrás

Pensava que só eu achava o Marko um sujeito estranho. Parece ser uma opinião generalizada. Não sou fã do Vettel, mas querer desmerecer o que o rapaz conquistou, é no minimo, burrice.

Fabrizzio Madalosso
Fabrizzio Madalosso
4 meses atrás

Marko é cegamente deselegante. E Max é bem melhor que Vettel. Vettel que misteriosamente desaprendeu a pilotar.

Pedro Santos
Pedro Santos
4 meses atrás

O saudoso Domingos Piedade ( que sabia umas coisinhas de automobilismo) dizia que Vettel era como “água mineral sem gás”….está no youtube e ela sabia umas coisas de automobilismo….

Mauricio Rocha
Mauricio Rocha
4 meses atrás

Concordo, e se Helmut Marko quiser comparar Verstappen a Schumacher e Hamilton, aí vai ter que esperar bem mais.

Mário Henrique
Mário Henrique
4 meses atrás

Excelente texto, hoje estamos a vivenciar uma fórmula 1 sem às emoções das disputas.

Foc
Foc
4 meses atrás

O Vettel é só o bola da vez.
Reparem como se tem feito marketing denegrindo ou ou outro para enaltecer tal coisa.
Tem muita grana envolvida na F-1 atual.
E se preparem para o pior, porque daqui para a frente só o espetáculo importa, piloto não é mais protagonista.

Marcos Oliveira
Marcos Oliveira
4 meses atrás

Assino embaixo.

Mas temos que reconhecer que algo de muito ruim na Ferrari aconteceu com ele, minando sua motivação, talento e autoestima.

Não acho que seja só a falta do carro. É preciso levar em conta que o cara tem 3 filhos, a primeira nascida em 2014, justo quando terminou a sequência de vitórias. E para todos aqueles que são pais e gostam de acelerar, é inevitável a “tirada de pé” – ao menos pra mim, e vários amigos, foi assim.

Sempre gostei dos “pole man”, e era fantástico ver Vettel aos sábados, destruindo cronômetros. Torço para que dê a volta por cima, como Alonso vem fazendo brilhantemente.

José
José
4 meses atrás

Espero que a fala do Marko seja apenas com o intuito de exaltar o piloto atual, talvez imaginando com isso uma motivação adicional (coisa que não me parece que Verstappen precisa).

Mas realmente, as pessoas esquecem rápido o quão grande e bom é Vettel. O quão disputado foram pelo menos 2 dos 4 títulos que possui e quanta gente boa tinha no grid no início dos anos 2010. Diminuir os feitos do Vettel daquela época baseado apenas no desempenho desinteressado dos últimos anos é ter memória curta ou preguiça mesmo.

Pedro Sena
4 meses atrás

Lembro quando vc escreveu a comparação entre Vettel e Senna. E vi depois que vc tinha razão. E o Marko só abre a boca para falar merda. Vettel é top demais. Max tem que comer muito feijão para chegar ao nível do Vettel.

THIAGO SONNEWEND DE CARVALHO
THIAGO SONNEWEND DE CARVALHO
4 meses atrás

Esse Marko caga palavras demais e ainda pior, escarra no prato que comeu!!!

Vitor Viegas
Vitor Viegas
4 meses atrás

Não dá pra levar a sério o que sai sa boca do Marko. O mesmo não podem dizer os pobres pilotos do programa de desenvolvimento da Red Bull.

Max PS
Max PS
4 meses atrás

Aproveitando a fala do colega aí em baixo.
Esses dias, durante uma semana de folga, uma das coisas mais divertidas do passeio foi ver os “tik-tokers” não conseguindo arrancar (e até mesmo ligar) um bugue alugado na praia :-D . Eu que aprendi dirigir em uma Brasília, e a minha esposa que aprendeu em um Corcel, rimos muito.
———————
Alexandre Neves
terça-feira, 4 de janeiro de 2022 às 21:33

Descobri recentemente que boa parte dessa geração Tik-Tok não sabe dirigir carro com câmbio manual. Sinal dos tempos…

Cléber Fabbri
Cléber Fabbri
4 meses atrás

Vettel na Mercedes da era híbrida teria levado 8 títulos.

Fred
Fred
4 meses atrás

Concordo em gênero, número e grau.

Jose Carlos
Jose Carlos
4 meses atrás

Feliz Ano Novo, Flávio Gomes! E você disse tudo!

Ricardo Vaz Ribeiro
Ricardo Vaz Ribeiro
4 meses atrás

Bravíssimo, Flávio Gomes!! Sem contar quem diminui a importância do que ele fez na e pela Ferrari, nos primeiros anos da era híbrida, com os brigados vices de 17 e 18, já contra uma Mercedes em pleno domínio do grid, mais o calvário de 19. Como grande torcedor e fã do Seb5, desde sempre, só me resta aplaudir e assinar embaixo.

RICARDO BIGLIAZZI
RICARDO BIGLIAZZI
4 meses atrás

Marko sendo Marko, partindo dele não é nada de mais.

Tipica a pergunta “saia justa”. Não sei se é verdade, más me parece que o Max estava do lado dele na entrevista. É como perguntar para um homem recém casado se a sua ex-noiva é melhor na cama que sua esposa atual.

Parabéns ao Vettel (gosto muito dele e sempre torço para ele), parabéns para o repórter por encaixar essa pergunta explosiva e parabéns ao Marko que coloca mais uma vez o Max em evidência em plena entressafra da F-1.

Resumindo: Vettel e Max são espetaculares. Seria legal perguntar ao Alonso (sempre sem trava na língua) se ele concorda com o Marko.

Vai Vettel!
Vai Vettel!
4 meses atrás

Vettel passou Senna em quase tudo. Falta apenas passar o brasileiro nas poles. Nove poles.
Uma temporada na Mercedes e tchau!

André
André
4 meses atrás

Preciso.

Regis Ferreira
Regis Ferreira
4 meses atrás

Falou e disse. Vettel é o cara. E fora da pista é extremamente humilde e amigável com todos.

muilo
muilo
4 meses atrás

A forma como escreve sobre o Vettel deixa explícita sua simpatia pelo germânico. Embora os números o coloquem no top 3, passa longe dos 10 melhores na minha lista.

Markonikov
Markonikov
4 meses atrás

Realmente nunca será melhor que o Vettel, pelo simples fato que o Vettel nunca foi um piloto sujo. Nunca precisou defender posição pondo os outros para fora. Nunca precisou que mudassem as regras, porque ele mudava a posição quando freava. E nunca precisou ficar fazendo zigue-zague em reta para se defender. E, por fim, nunca precisou que o Masi mudasse as regras na última volta da última prova do ano para ser campeão. Verstappen é um sujo e sempre será.

Alexandre Neves
Alexandre Neves
4 meses atrás

Descobri recentemente que boa parte dessa geração Tik-Tok não sabe dirigir carro com câmbio manual. Sinal dos tempos…

Francisco Valentim
Francisco Valentim
4 meses atrás

Flávio, você foi perfeito.

Raphael Lima
Raphael Lima
4 meses atrás

Vc gosta mesmo do alemão, hein?

Julio Felix
Julio Felix
4 meses atrás

Sebastian ao lado de Flavio é um dos ídolos que eu tenho.

Realizei o sonho de falar com Flavio num dia desses, numa live.

Não sei se vou chegar a falar com Sebastian.

O que eu sei é que Marko é um idiota, um asno.
Mas a mulher do Flavio, Jesus, Maria, José.

Com todo respeito.

Rouland Braña
Rouland Braña
4 meses atrás

Sebastian Vettel é muito injustiçado entre as novas gerações

Rafael Rego
Rafael Rego
4 meses atrás

Vettel foi o Verstappen do final dos anos 2000. Chegou muito novo, precoce de tudo, e começou a obter resultados maravilhosos.
Duas coisas que eu acho legais:
1) A primeira vitoria do grupo Red Bull na F1 não foi com a equipe principal, e sim com o Vettel na Toro Rosso. E ele tambem ganhou a primeira da equipe principal. Os caras deviam ter uma estatua dele lá em Milton Keynes…

2) O carro era maravilhoso, mas o Webber não foi vice nenhuma vez nos anos Vettel. Carro, como todo mundo sabe, não faz nada sozinho.

Antonio Seabra Netto
Antonio Seabra Netto
4 meses atrás

Marko, associado a Briatore, forma uma dupla dos maiores idiotas e dos mais sem carater que a F1 já conheceu.
Isso tudo deve vir da frustração de ter sido um piloto medíocre. Como alias o foram Horner e Wolff….

Antonio

Felipe Lopes Tamelini
Felipe Lopes Tamelini
4 meses atrás

Perfeito, Flávio!

Endrigo Cenzi
Endrigo Cenzi
4 meses atrás

Perfeito. E mais, é uma chatice esse negócio de ter que ficar o tempo todo escolhendo quem é melhor em absolutamente tudo. Pô, da pra admirar vários pilotos, vários jogadores de futebol, vários tudo, ao mesmo tempo. Que bom que pudemos assistir (no meu caso, que já passei dos 40), a Piquet, Senna, Prost, Mansell, Schumacher, Hakkinen, Alonso, Raikkonen, Hamilton, Vettel, Verstappen e tantos outros. A comparação é uma chatice e o Helmut Marko é um estúpido.

Pedro Leonardo
Pedro Leonardo
4 meses atrás

Marko é um cretino. Claro que Max merece todos os elogios por ter batido Lewis, numa temporada incrível. Mas quem colocou a equipe (ou equipes) das latinhas na vitrine da F1 foi Vettel, que também era um prodígio.

Igor Dusse
Igor Dusse
4 meses atrás

O azar do Vettel é que ele foi contemporâneo de Hamilton. Se não fosse o Hamilton, Vettel teria ganhado os campeonatos de 2017 e 2018.