COMO FUNCIONA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 - 9:56F-1

COMO FUNCIONA

SÃO PAULO (parece fácil) – Pelo Twitter, recebo este vídeo da Sauber de hoje em Valência, que mostra claramente como funciona o dispositivo de asas móveis instituído nesta temporada. Deem uma olhada, é bem interessante.

47 comentários

  1. Paulo Emilio disse:

    Grande novidade ! O aerofolio traseiro movel , criado em outras categorias na decada de 60 já era utilizado , em segredo, no Lotus 72 D de Emerson Fittipaldi na 2º parte da temporada de 1972 , com base na flexibilidade dos cabos de sustentação do mesmo ! Obviamente nada da sofisticação de hoje ! Mas funcionou do mesmo jeito e com ele Emerson foi campeão !

  2. ADGJ disse:

    Novidade?????

    Já nos anos 60, Jim Hall utilizava aerofólios fixos e móveis nos lendários Chaparral.

    Alguém lembra de contar isso aos novatos?

    Viva nossa perda de memória!!!

  3. pegolo disse:

    Tudo balela, bom mesmo era na epoca do Senna, que pilotava o caro sem nada disso, adoro tecnologia, mais tem coisas que não devem ser automatizadas, tem que ter talento, braço, e principalmente personalidade, estou cansado da mesmice da F1, cansado do Brasil de segundos pilotos, que saudades do Senna.

  4. Antonio Roberto Queiroga disse:

    Flávio, unjhns mvjmdng mjkchk,nfotn jshmmkv,dfkvj mfksdjfk cjlçwwiemcc mjdksmf.
    Bgsjdfjfoofr, nfjkmmnrmsk,pl,fjguyujt, mdfksd,ggidgngkdgj fkjgfkfjtyohmaoioer jfjç dksd nfgk
    shfkdjkg ngvn nmgm fff vkg ld gfj,ll,xd fkkkdhjgd kdkkds da formula-1.
    é isso que eu acho e você o que achou??

    Abç

    A.R.Q

  5. ricardo storino disse:

    Coloquei um papelão no meu chevete e a medida que eu ia acelerando na reta, a Maria minha dona, ia deslocando o papelão para cima e para baixo, tipo abanando. Funciona muito, o carro ganha mais estabilidade e propulção nas retas. Vale a pena tentar.

  6. Ricardo Bigliazzi disse:

    Sei lá… pressenti um perigo a vista…

    Gosto de aviação e sei que essas superficies moveis em asas são um conceito bem antigo ha muito tempo aplicado e muito testados, mas não sei como isso será na F-1.

    Na F-1 o bicho pega… tudo é levado ao extremo… tudo é muito leve… dificilmente encontramos itens nos carros que possam passar sem grandes revisões num intervalo de centenas de horas.

    Claro que não quero que nada aconteça de errado… mas acho que vai dar merda. Quero estar redondamente enganado sobre esse meu pressentimento.

    Abraços

    Imperador

  7. Thiago Sabino disse:

    Dispositivo legal, bacana, interessante mesmo.
    Tomara que não dê nenhuma merda, pois já vimos de tudo né….
    Conjunto inteiro indo pro espaço não é propriamente uma novidade.
    Mas, vamos ver o que vai dar.

  8. TOM SEM FREIO disse:

    Esses caras nao tem o que invertar, mais um botao ou alavanca pros caras mexerem. Tem tambem que punir o piloto, que saiu antes do termino da faixa branca dos boxes. Ah.ah.ah.

  9. Ernesto Longhi disse:

    Nossa, moviementa horrores. Estava esperando um curso menor e mais progressivo.

    Parece um “coice”.

  10. Rafael Apache disse:

    Essa história de que é dificil isso e aquilo…blá, blá, blá….etc….parece um FLAP de avião…..qualquer piloto de avião lida com muito mais comandos e não recebem salários tão altos……

    E antes que alguém fale que piloto de avião não tem que fazer curva, nem correr em pistas estreitas e blá blá blá e etc…qualquer piloto da Air Race lida com muito mais comandos…….qualquer piloto de aviões caça/combate lidam com muito mais comandos e informações, com muito mais em jogo do que uma simples corrida, em velocidades e niveis de gravidade muito maiores e não têm salários tão altos para isso….

  11. Cleston disse:

    E você que dizia que a F1 não tinha novidades esse ano.

  12. Flavio Chinini disse:

    Sensacional! Mas não era proibído qualquer aparato aerodinâmico móvel na Fórmula 1? Acho que devem ter modificado esta regra…
    De qualquer forma, mostra como é fantástica a Fórmula 1, sempre inovando.

  13. Ao Rodrigo disse:

    Pô, vc comentou o que eu ia escrever, o Rubinho vai mesmo…rs

  14. Marco Vilhena disse:

    Mesma idéia do duto tampax: estolar a asa.

    Impediram o duto provavelmente pela preocupação com segurança (uma mão no volante…) e liberaram um recurso equivalente.

    Falei besteira?

  15. roger v disse:

    PQP…ja estou imaginando o paspalho MOR das coberturas da F1….”ele abriuuuuuuuuu a asaaaa”….lá vai ele…. aiiiii caraeeee!!!

  16. Jeambro disse:

    É ativada pelo freio?

  17. 2SIX disse:

    Olha, não me parece seguro : o ponto de pivotamento será o ponto fraco.
    Me parece muito mais confiável, estruturalmente falando, a opção por elementos deformáveis. As equipes tem uma boa e longa experiência com este tipo de elemento (eheheh). Ademais o histórico da “asa móvel’ é nada bom, como os blogueiros já relataram …

  18. julio disse:

    Vai ter piloto falando que rodou porque o dispositivo não retornou ao lugar na hora que ele mandou! Simples e acho que funciona. Ponto pra quem inventou!

  19. Major disse:

    É auomático ou operado pelo piloto?
    É interessante, sim.
    Mas acho que vai provocar acidentes.

  20. vitão disse:

    não ele não, foi o Jim Hall com o Chaparral 2E na década de 60. vide :
    http://en.wikipedia.org/wiki/Chaparral_Cars#2E

    Aliás, o acidente da Lotus 49 de Graham Hill no GP da Espanha em 69 foi causado pela quebra da asa móvel, e os 917 que foram fazer os testes em Le MAns em 69 também tinham spoliers móveis atrás. Existem videos no youtube.

  21. Mario Souto-Maior disse:

    Não me parece algo muito seguro…

  22. Bruno Abila disse:

    Bem simples esse dispositivo.

  23. José Morelli disse:

    Em momentos como é que a imprensa tinha que resgatar um pouco a memória também que é pra dar uma ilustrada de como nada “surge” do nada….quem foi o precursor de toda essa geringonçada toda aí, Nelsão Piquet claro….inventor de muitos artifícios pra extrair do carro o máximo possível ainda na década de 80…..falam tanto aí de asa móvel, que é isso e aquilo, poxa, o Nelsão fazia isso há mais de 20 anos atrás…vamos resgatar a memória!

    • galileu disse:

      como a caixa d¹agua fajuta que ele e o gordon murray inventaram para “refrigerar” os freios? o pit stop com abastecimento copiados da indy? afinal, o que ele inventou de util para a formula 1 alem de maracutaias? ele só ganhou o titulo erm cima do mansel porque omesmono sabado deu aquele puta porrão, foi andar de lotus camel e não fez nada, sem contarf que quase ganha a aposentadoria do shummi, fez coisas boas, sim, mas…, a ultima dele foim se envolver com um tal de Hybernon Cisne, alguem lembra?

    • Luiz disse:

      Galileu, se vc estivesse, na época do piquet, em uma escuderia que apesar de ter dado um título mundial, paga pouco e tem um clima péssimo internamente, uma escuderia com o melhor motor da época e boa estrutura – a lotus – e ainda os caras estivessem a fim de te pagar mais de um milhão de dólares por mês – o Piquet foi o primeiro na história – vc não iria pra Lotus?
      O problema é que o Piquet assinou com a Lotus e depois de poucos dias o Senna assinou com a McLaren com uma clausula que definiria que a Honda devria fornecer motores só para a McLaren. A Lotus teve de usar o motores comprados da Judd. Aí nem mesmo Deus para andar naquela carroça! As invenções do Piquet são usada até hj, inclusive os aquecedores de pneus.
      O Piquet também ajudou a desenvolver o carro da Brabham de 1883 para adaptar o “canhão” da BMW com mais de 1250cv e dificílimo de se controlar, fora o que esquentava.

  24. Leandro Aragão disse:

    Quer dizer que botaram asa de avião em F-1…

  25. Benicio disse:

    Se o volante já tem botões demais, mais um para o piloto se preocupar, além do kers.

    Abraço.

  26. Rodrigo Garcia disse:

    Do site oficial:

    Adjustable rear wings
    Under new moveable bodywork regulations, drivers of suitably equipped cars can adjust the rear wing from the cockpit, altering its angle of incidence through a set range. (The moveable front wing, used in 2010, has been dropped.) The system’s availability is electronically governed – it can be used at any time in practice and qualifying, but during the race can only be activated when a driver is less than one second behind another car at pre-determined points on the track. The system is then deactivated once the driver brakes. In combination with KERS, it is designed to boost overtaking. Also like KERS, it isn’t compulsory.

  27. Ricardo Rossi disse:

    É a peça que falta para o #69…

  28. disse:

    Deveriam fazer um F1 c/ toda eletrônica embarcada tipo suspensão ativa, troca automática e essas inovações atuais e deixar a molecada acelerar só.

  29. Uelito Ferreira disse:

    Flávio, Bom dia…

    Acho que esta “opção” a mais de ajuste pode ser mais complicada pela regra em si do que pela dificuldade de operação, pois até onde eu sei este uso devera ser feito em situações específicas durante uma volta se o oponente estiver proximo. Isto será analisado pelos fiscais de pista……..enfim…..

    Outra dúvida, e as asas dianteiras? continuam também com os ajustes ? ninguem mais falou delas……

    Agradeço desde já e parabéns pelo espaço informativo e de opnião sempre útil e interessante a todos

    Abraços

    Uelito Ferreira
    São Paulo SP

  30. Alex Ueda disse:

    A asa da Hispania não vai durar uma volta

  31. roberto disse:

    Mais uma peça que corre o risco de soltar e causar acidentes, sem falar se ela travar aberta….. vai dar m….

  32. Rodrigo disse:

    Parece que é automático, não? Mais um equipamento pro Rubinho botar a culpa. Vai dar merda….

  33. maxwell disse:

    Parece fácil? Depois da matéria sobre os botões no volante dos carros de F1, não acho mais nada fácil neste esporte.

  34. Lotus Renato disse:

    Sauber Buggati Veyron?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>