PARAGUAIO? | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012 - 14:55F-1

PARAGUAIO?

SÃO PAULO (comecemos) – Dia #2 de testes em Barcelona. Ontem o fato mais importante acabou sendo a desistência da Lotus e mal falamos dos resultados. Deu Vettel, para quem não sabe. E hoje deu Hülkenberg. Está certo que a Force India calçou o alemão com supermacios e o tempo da manhã, 1min22s608, não foi superado por ninguém de tarde. Certo também que Red Bull e McLaren ficaram a tarde toda fazendo simulação de corrida. Mas está certo, igualmente, que os forceindianos estão num caminho bem traçado, como mostrou o final da temporada passada. Têm bons pilotos, bom motor, trabalham direitinho, é time para entrar na primeira metade do pelotão com consistência. Ou vocês acham que é, como se diz, cavalo paraguaio?

Perez, o segundo hoje, também usou supermacios. Hamilton foi quem mais andou, 120 voltas. Senninha entregou o carro para Bottas, Petrov deu suas voltinhas com a Caterham e Pic andou com a Marussia do ano passado. Tem mais treino amanhã e depois. Aí, só no comecinho de março. Depois, Melbourne.

46 comentários

  1. Dr. Walter Obispo disse:

    CABALLO PARAGUAYO!!! ; )

  2. Jorge Valenzuela disse:

    Ah, tá !!! Estava frio só para o Brunno $enna….

    • Fernando Cruz disse:

      Bruno $enna, Romain Gro$jean, Pa$tor Maldonado, entre outros “pagantes”, são tão bons como muitos outros (bons) pilotos que estão na F1 e até apresentam melhores resultados nas categorias de acesso do que alguns campeões do passado, tais como Damon Hill ou Jenson Button.

      Metam na cabeça que este é um desporto caro! Ter bons apoios não torna um piloto menos credenciado, pelo contrário, muitas vezes é o valor mostrado pelo piloto que ajuda a angariar ainda mais dinheiro para o apoiar. Claro que há exceções, mas do plantel atual só Karthikeyan e Pic não têm resultados que justifiquem estar na F1 e só lá estão graças aos apoios financeiros que conseguiram. No caso do francês acho que foi mesma a fortuna dos familiares que o colocou onde agora está. Mas comparando com Lavaggi ou Ide (pagantes de antigamente), até Karthikeyan e Pic são pilotos relativamente competentes, embora fiquem a anos-luz de um Bruno Senna ou de um Romain Grosjean…

  3. Luiz Ronaldo disse:

    O staff da Force India aparenta ser competente. O problema é que a boa fase do time é toda fruto de parcerias com equipes maiores. A hora que ela começar a incomodar, a Mercedes e a McLaren cortam as asinhas dos indianos.

  4. Mauricio disse:

    É cedo, muito cedo para qualquer comentário conclusivo.
    Está querendo o que /FG?
    Exercicio de bola de cristal?
    Ou prefere quiromancia?

  5. Jacaré & Capivara do Tietê disse:

    Cavalo paraguaio não!
    A force India é Cavalo Vaca, se não for pro brejo vai pro céu !!!
    E pra torcida: Brahma n’a Varanda!!!

  6. Zito disse:

    Desculpem a ignorância, mas assim, mais ou menos, quantos % do sucesso de um carro depende de carro (chassis) e motor? Eu chutaria uns 70% carro e 30% motor. Chute mesmo, pois não tenho idéia. Alguem mais me diz algo sobre isso?

  7. Roberto Carvalho disse:

    Foi 8º também em JEREZ. O carro tem Motor Renault e já está mostrando que é FRACO, o mesmo acontece com os Pilotos…FATO. O pior é que não tem um cara que saiba desenvolver.

    • Fernando Cruz disse:

      Não tem quem saiba desenvolver???

      O Maldonado já tem o melhor tempo do dia, esta manhã em Barcelona, com 1.22.612. Parece que o trabalho do Bruno Senna (e do Valtteri ontem) já está a dar os seus frutos. Para já a Williams está a 4 milésimos do melhor tempo de ontem, obtido por Hulkenberg ao volante do Force India!

      Em Jerez o Williams não passou de oitavo mas o melhor tempo do Bruno ficou apenas a 1 décimo da equipa rival mais próxima. Mas Jerez não conta, foi lá que Barrichello fez o melhor tempo com o Williams do ano passado e depois foi o que se viu. Barcelona representa muito mais, pois quem anda bem nesta pista anda bem em quase todo o lado. Parecia preocupante o fato do Bruno (e do Valtteri) terem ficado ambos em oitavo, sempre a mais de 1 segundo da rival mais próxima do pelotão intermediário. Os tempos de hoje do Maldonado mostram que afinal o Williams tem muito mais potencial do que parecia e isso é fruto também do trabalho de desenvolvimento dos seus pilotos!

      • Diego Queiroz disse:

        e dos pneus supermacios

      • Fernando Cruz disse:

        O Force India ontem também usou os supermacios…

        Aguardemos pelos tempos dos Red Bull, McLaren, Ferrari, entre outros, com esse composto e com muita pouca gasolina e depois falamos… Mas parece-me que o Williams também tem algum potencial, uma coisa é Jerez, onde Barrichello fez o melhor tempo o ano passado, outra coisa é Barcelona…

  8. max disse:

    nem assim a ferrari anda na frente….. mas é ótimo ver a cara de mais um ano perdido do Alonso…..

  9. Andre Almeida disse:

    Se a Force India pode ser um cavalo paraguaio, a vaca ferrarista já tá indo pro brejo pros idos de Maranello, com a ‘primadona’ Alonso já cuspindo marimbondos em relação ao carro.

  10. Rodrigo disse:

    Torço muito pra nao ser blefe. Equipes pequenas andando na frente trazem otimas lembranças do passado.

    Mas como disseram aqui, a Williams ano passado tambem “aregaçou” na pre-temporada… Entao…

    PS: Lembro de uma pre-temporada que a Arrows do Vesterppen, patrocinada pela Orange conquistou resultados extraordinários.

    • Edu Rodrigues disse:

      No caso da Arrows, os carros estavam fora do regulamento da pré-temporada na época – abaixo do peso mínimo, entre outros fatores (se não me falha a memória), mas aquele carro realmente andava muito em circuitos de alta velocidade. O Bernoldi mesmo falou que o que eles faziam beirava a insanidade, porque tiravam toda a carga aerodinâmica do carro pra ganhar velocidade nas retas e o piloto que se virasse pra segurar nas curvas.
      A Williams, parece que estava abaixo do peso no ano passado também (sem o Kers completo, que é pesado) e, por isso, foi bem.
      A Force India, por sua vez, parece apenas ter colocado o carro em condição de classificação (pouquíssimo combustível e pneus supermacios), enquanto os outros se concentraram mais em simulações de corrida.

  11. Pequim disse:

    Depois da Williams no ano passado, a qual arrasou nos testes e depois foi um fiasco, prefiro aguardar.
    De verdade até agora tenho que ou a Ferrari está escondendo o jogo ou o carro desse ano é uma draga que nem o El Fodón das Astúrias conseguirá dar jeito.
    A Wiliams… morro abaixo…

  12. Marcelo disse:

    Esse pelotão do meio vai ser sensacional, imagina a “muvuca”, to louco pra ver Schumacher e Kimi juntos brigando pela mesma posição, já vou dar risada quando ver eles juntos fora do carro, imagina brigando do meio do pelotão pra frente. Essa dupla Di Resta e Hülkenberg promete, Sauber se o carro for bom tem dois pilotos atrevidos, Perez e Koba-mito. Toro é dúvida, a equipe esta apostando no talento precoce. No conjunto, acho que esse é um dos grid mais fortes que apareceu no circo. A Formula 1 melhorou, agora são 3 equipes fortes brigando por vitórias, e tem mais duas(Mercedes e Lotus) com chance de chegar mais a frente.

    Já to no ritmo normal da Formula 1, so faltam algumas semanas para o primeiro GP.

  13. Thiago Canola disse:

    Desculpem pessoal, mas está mais que provado que testes de pré temporada não comprovam nada. Quem não se lembra do ano passado em que a Williams andou na frente nos testes? Deu no que deu…..a pior temporada de todos os tempos para a escuderia. Mclaren e RBR não errariam tanto a mão de um ano para o outro. Já a Ferrari anda meio perdida.
    Acho que a Force Índia pelo retrospecto pode brigar para ficar entre as 5 melhores este ano.

  14. João disse:

    Nessa temporada teremos provavelmente no primeiro pelotão: RBR – McLaren – Ferrari – Force India – Mercedes, com os dois últimos, alternando as posições.

  15. Cranio disse:

    E o moleque da Williams “sentou Bottas” com pneu super macio e mesmo assim não ficou muito longe da Caterham. Tenho um palpite que veremos o Kovalainen andando na frente da Williams em algumas corridas.

    As surpresas até agora são mesmo a Force India, Toro Rosso e Lotus. A Lotus com o problema do chassi e a Toro com pouca confiabilidade. Ferrari deve ficar na mesma do ano passado.

    Parece que não teremos o pelotão da frente andando mais junto, como você imaginou Gomes. Mas o pelotão do meio vai ser legal…

  16. Renato disse:

    Acho sensacional,o cara esta a quinze mil quilometros do evento,e mata a xarada num instante.Devia ser projetista da Nasa.

  17. Luiz disse:

    Para orgulho da Índia, esse é o ano, é agora ou nunca mais. O carro é bem nascido, e os pilotos também. Também tem uma bravíssima Sauber, pra atormentar a Ferrari, e deixar o Massa muito infelipe.Maranello vai depender do valor de Fernando pra não passar vexame.
    A Williams, tem é uma dupla muito fraquinha,Rubinho vai fazer falta lá, até que se prove o contrário, igual à Renault do ano passado, que hoje tem quem acelere de fato.Será que o Petrv faz alguma coisa diante do Kova?E será que a Mercedes está descendo o pelotão? O Nico já está de saco cheio!E a Mclaren hein, que será?

    • Fernando Cruz disse:

      Rubinho teve dois nonos lugares como melhores resultados o ano passado. Mesmo que o carro deste ano não seja melhor, acho que Bruno Senna não fará pior do que fez o veterano. Mas esperemos que o carro seja pelo menos um pouco melhor…

      A dupla da Williams é fraquinha porquê? Nas fórmulas de promoção apresentam melhores resultados do que dois ex-campeões que passaram pela Williams, Jenson Button e Damon Hill, sendo que este último nem sequer foi capaz de ganhar uma única corrida na F3000, a GP2 da altura. Na F1 o Maldonado foi estreante o ano passado e fez logo jogo igual com o Rubinho, batendo-o muitas vezes e levando o fraco Williams ao Q3 das qualificações. Quanto ao Bruno, esta será a sua primeira temporada completa com um carro decente.

  18. Acredito que a turma dos comedores de curry vem em um crescimento consistente e estão prontos para deixar Lotus e Sauber para trás. Se a Mercedes marcar bobeira toma pau da turma de Bollywood também. Só não sei se a Force India tem força para se sustentar durante o campeonato inteiro indo bem, afinal tem concorrentes com muita grana para continuar a evolução do carro.
    Já a Williams me parece caminhar a passos largos com o objetivo de repetir a história da Tyrrell: passar de grande equipe para uma lembrança na história da Fórmula 1.
    Para a Lotus o negócio ficou esquisito, veio bem nos primeiros testes e de repente o carro entortou. Será que estão usando o famoso chassi de Voyage 86 que racha no meio?
    O resto me parece que vai ser igual ano passado. Na turma que interessa devemos ter Red Bull na frente, McLaren incomodando, Ferrari batendo cabeça sem saber porque não alcança os ponteiros. Na turma do “ninguém lembra” acho que teremos Carteham sem condições de alcançar o pelotão da frente, mas também distante da Marussia, que só vai aparecer na TV quando seus pilotos baterem, e da HRT que continuará com seus tempos de GP2.

    • aldo gomes disse:

      Só tem mecânicos e engenheiros comentendo aqui né? Ano passado a Williams foi dona dos melhores tempos dos treinos livres, no final da competição brigava com as nanicas. Vocês não entendem de nada!

      • Por que esse ódio contra o meu comentário, rs? Em todos as frases usei “eu acho” ou “eu acredito”, deixando claro que é uma opinião pessoal, não cravei nada como verdade absoluta. Além disso, falei em crescimento consistente na Force India, que pode ser observado durante a competição, não estou falando de teste coletivo. E se todos nós que estamos aqui comentando não entendemos nada, por favor, deixa a sua opinião, já que você entende de tudo.

        Bom, no fim das contas acabei alimentando o troll, algo que não gosto de fazer.

    • Renato F1 disse:

      Você matou a charada, Alexandre! Algum projetista da Lotus, vasculhando um computador antigo, achou um arquivo chamado vw-voyage-86.doc. Achou interessante e fez um carro de corrida baseado naquele chassi. O resultado é esse aí!!!

  19. enko disse:

    uma equipe de corridas, (qualquer categoria que seja), não precisa apenas de dinheiro e bons pilotos, precisa ter competência, e isso a willians está devendo já faz tempo.

  20. Glauber Cordeiro disse:

    Para o que???

    • Erick Breder disse:

      Paraguaio!

      Mas eles são indianos né… pode até ser que o carro tenha nascido bem.

      Triste mesmo é a Williams. Não pode ser que eles vão vir ainda piores que o ano passado. Pô, esse ano pelo menos um motor melhor eles tem, o Renaut. E aquele “câmbio problemático” que eles estreiaram no ano passado (mais reduzido e tal), já tá desenvolvido, e não deve ocasionar problemas como no ano passado (nas primeiras corridas).

      E olha que no ano passado, na pré-temporada, a Williams conseguiu fazer uns tempinhos bons hein… lembra do Barrichello com o melhor tempo de Jerez (quando ele falou, no dia anterior, que com menos combustível eles fariam o melhor tempo.. e bimba).. Logico que depois foi aquele fiasco durante o restante do ano…. com a equipe piorando a cada corrida.

      Mas será que eles não conseguem nem dar uma melhorada básica? Se você olhar, o carro é bem parecido com o do ano passado. Dizem que é uma evolução. Mas uma evolução daquela carroça?

      Porque não desenvolver um carro, se não completamente novo, pelo menos bem diferente ao do ano passado? Qual o medo? De fazer um carro muito ruim?

      A idéia de gênio então é evoluir um carro horrível, como o FW-33? Já que a anos a Williams não dita as regras, podiam pelo menos ter tentado “copiar o conceito” de um carro vencedor. Tentar entender o carro da RBR de 2011, por exemplo (tiveram 19 corridas para ver o carro) e procurar fazer algo similar.

      A estrutura da Williams é boa, tem simuladores, e tal, coisa que muitas outras equipes do grid não tem (com excessão das grandes, claro), mas parece que tem umas antas lá, que não conseguem pensar pra frente.

      Vamo vê se pelo menos conseguem “trabalhar direito” na pre-temporada, e descubram onde e como podem melhorar o carro, para que pelo menos consigam brigar com Toro Rosso, Sauber, etc…

      • william disse:

        Olha o problema já foi detectado pelo tio Eclestone. Ele disse que deveria haver uma mudança na cúpula diretiva da William’s, diga-se Frank Williams. O coroa é mais teimoso que mula quando empaca e já tá mais do que na hora de largar o osso e passar a bandeira pra uma cabeça melhor.

      • Fernando Cruz disse:

        O Maldonado já está com o melhor tempo, apenas a 4 milésimos do melhor tempo de ontem do Hulkenberg. Parece que o Williams afinal não é nada mau e o trabalho de desenvolvimento feito por Bruno Senna e pelo Valtteri (ontem) já começa a dar os seus frutos, para já nas mãos do venezuelano! Esperemos que nas mãos do Bruno também no próximo teste já em Março!

      • Erick Breder disse:

        torcemos para isso… pois com a estrutura que tem.. só trabalhando muito mal para a Williams não conseguir brigar com Force India, Toro Rosso e Sauber…

  21. Roberto Carvalho disse:

    Desculpar-se com o Frio é lamentável…só estava frio pra WILLIAMS? Começou a temporada de desculpas mais cedo que o previsto…se olharem aqui mesmo no Site, o Rapaz disse em Jerez que em Barcelona seria mostrado o verdadeiro potencial do Carro…já vimos…Carro e Piloto…

    • Fernando Cruz disse:

      Faltam dois dias e faltam os 4 dias de testes entre 1 e 4 de Março. Ainda é cedo para tirar conclusões definitivas sobre o potencial dos carros. O Williams parece limitado mas ainda pode melhorar. Quanto ao piloto, anda aquilo que o carro pode dar. Na F1 o carro representa cerca de 95% da performance.

    • Jorge Valenzuela disse:

      O problema era o “frio na barriga” do piloto. Começou bem o Brunno $enna…

      • Fernando Cruz disse:

        Bruno $enna, Romain Gro$jean, Pa$tor Maldonado, entre outros “pagantes”, são tão bons como muitos outros (bons) pilotos que estão na F1 e até apresentam melhores resultados nas categorias de acesso do que alguns campeões do passado, tais como Damon Hill ou Jenson Button.

        Metam na cabeça que este é um desporto caro! Ter bons apoios não torna um piloto menos credenciado, pelo contrário, muitas vezes é o valor mostrado pelo piloto que ajuda a angariar ainda mais dinheiro para o apoiar. Claro que há exceções, mas do plantel atual só Karthikeyan e Pic não têm resultados que justifiquem estar na F1 e só lá estão graças aos apoios financeiros que conseguiram. No caso do francês acho que foi mesma a fortuna dos familiares que o colocou onde agora está. Mas comparando com Lavaggi ou Ide (pagantes de antigamente), até Karthikeyan e Pic são pilotos relativamente competentes, embora fiquem a anos-luz de um Bruno Senna ou de um Romain Grosjean…

  22. sandro karam disse:

    Agora o problema da willians é o frio, palhaçada!!! O carro é ruim e pronto, não tem dowforce!!

    • Fernando Cruz disse:

      Em Jerez esteve menos frio e o carro andou melhor. Mas claro que a diferença maior deve ser a pista, pois Jerez não é o sítio ideal para se ver o potencial dos carros. Andar bem em Barcelona representa muito mais e normalmente quem anda bem na pista catalã anda bem em quase todo o lado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>