ESQUISITICES | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

domingo, 14 de abril de 2013 - 3:01Esquisitices

ESQUISITICES

SÃO PAULO (fazendo hora) – A gente já mostrou tratores Porsche aqui. Mas esse, acho que não. O Ricardo Divila mandou esse aí. Consta que foi encontrado numa fazenda brasileira e levado para a Inglaterra em 2000, onde ficou dois anos em restauração. Seria o último sobrevivente de um lote de 300 unidades exportadas para o Brasil que a Porsche fez especialmente para trabalho nas lavouras de café.

O motor de 1.800 cc de cilindrada tinha 24 hp e era a gasolina porque os fazendeiros não queriam a fumaça do diesel nas plantações.

tractorporsche

24 comentários

  1. Esta é uma postagem no meu blog sobre o trator Porsche. http://tratoresantigos.blogspot.com.br/2013/01/reliquias-do-brasil-parte-iv-porsche.html

    Este trator foi desenvolvido exclusivamente para o café e para o Brasil. Tanto que não existia e não foi vendido na Europa. Os que existem lá hoje foram comprados aqui no Brasil e levados de volta.

  2. Por favor pessoal, parem de comparar uma máquina com um carro.

    Essa “aerodinâmica” a que vocês se referem é EXCLUSIVAMENTE desenvolvida para a cultura de café no BRASIL nos anos 50. A Allgeier (fabricante do trator) em conjunto com a Porsche (motor e outros) desenvolveram esse trator.

    Já viram uma plantação de café adensada antigamente?? Só pessoas circulavam em meio a plantação. Então para uso de um trator ele tinha que ser totalmente liso, para que nenhum “grão” de café fosse derrubado do pé.

    Procurem por “orchard tractor” no google images. É o nome americano para tratores usados em pomares, também são todos “aerodinâmicos” como dizem.

    Muito bom saber da existência desse em Brasília. Não sei afirmar ao certo se foram 300 produzidos. Tenho um artigo com fotos deles encaixotados na vinda para o Brasil, e do protótipo que foi desenvolvido. Por sorte alguns colecionadores preservam esse modelo em nosso país, mas muitos já voltaram para a Europa comprado aqui por colecionadores espertos.

  3. vitão disse:

    bacana né? . Aquele extrator traseiro tem semelhança com o 917 K não tem ?

  4. Thiago Azevedo disse:

    Que coisa linda!

  5. jovino disse:

    Flávio,aqui em Brasília existe um de um amigo exatamente igual a este e funciona muito bem. Aliás, da mesma cor. Jovino

  6. Clenio Azevedo Vilela disse:

    As proteções laterais, sobre os pneus e sobre o volante, tem a função de proteção para as plantações e para o operador da máquina, como exemplo em vinhedos e em algumas plantações de café no inicio dos anos 50 / 60 no Brasil. Estas máquinas foram construidas para vinhedos na europa. Tenho conhecimento de uma desta, em fazenda centenária de café no sul de Minas Gerais. Nada de estudo aerodinâmico, sendo que uma máquina desta, não atinge 40 km./h. O estudo aerodinâmico valida para minimo de 80 km. / h.

    • nelson disse:

      É verdade Clenio. Realmente foram projetados para os vinhedos europeus e as proteções laterais eram tambem para evitar que as pedras abundantes nos “terroirs” subissem e acertassem os condutores. Mas são lindos.

  7. Thiago Sabino disse:

    Hahaha….

    Sensacional!

    O mais legal, é a relativa preocupação aerodinâmica num TRATOR. Sensacional mesmo.

  8. Allez Alonso! disse:

    Primeiro trator com preocupação aerodinâmica que eu vejo, sensacional…

  9. Jayme disse:

    Acho incrível essas restaurações, tanto que assisto mestres das restaurações sempre. Essas empresas européias surpreendem, Porshe fazendo tratores, se bem que a Ford sempre fez, agora não entendi o porque de algumas proteções que parecem aerodinâmicas, para o motorista e rodas. Há um tempo atrás você desceu a boca em mim por eu ter criticado uma restauração feita pelo exército, eu divergia de você não pela restauração e sim por achar que o exército tem coisas mais importantes para fazer pelo país, afinal não somos um país rico como os EUA, onde seu exército pode se dar ao luxo de patrocinar carros de corrida, mas cada um pensa o que quer. Eu tive um Jeep 1965 e meu mecânico o sr. Jesus(ele até era milagroso, mas não era “autêntico”) comprava peças de reposição de um desmanche alí na BR116 no Taboão, cheio de veículos do exército, jogados lá para apodrecer!

  10. nelson disse:

    Maravilhoso! Um trator pequeno, jeitoso para circular entre as plantações e ainda mais incrivel: Com uma carroceria super aerodinâmica para a epoca. Nunca tinha visto trator todo carenado.

  11. Luiz disse:

    Extremamente aerodinâmico!

  12. Fernando disse:

    Ja vi um desses em brasilia, na casa do colecionador Luiz Fernando Cunha.

  13. braulio stafora disse:

    e não é que é bonito o tratorzinho? Mas, tirando a estética, que não é lá muito relevante quando se vai comprar trator, pra que será que precisavam de um trator “carenado” desses?

    • Klaus disse:

      Se realmente era pra lavouras de café, essa carenagem protegia o tratorista dos galhos da planta. Naquele tempo só usava óculos quem tinha vista fraca e um galhozinho de café no olho é estrago certo. Além do mais, o grosso da produção do cafeeiro está nas pontas dos galhos e a roda carenada evitava a quebra desta parte mais produtiva da planta. Aparentemente é isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>