MENU

quarta-feira, 29 de maio de 2013 - 16:43Automobilismo brasileiro

TURISMO EM BSB

SÃO PAULO (do jeito que veio) – Reproduzo parte do release sobre o Campeonato Brasileiro de Turismo, que começa neste fim de semana em Brasília com carros que não são de Turismo, mas sim protótipos semelhantes aos Stock Cars. Por alguma razão, a Vicar aposentou a terminologia “Light”. Ao menos são protótipos bem mais modernos que os da Copa Montana/ex-Light que deixaram de ser utilizados. É a nova categoria de acesso estoquiana.

Nesta prova de abertura estão confirmados 18 pilotos. Entre os nomes mais conhecidos, pilotos que já passaram pela Stock Car, como Pedro Boesel, Fábio Carreira e Norberto Gresse. Todos participam do treino extra marcado para sexta-feira das 15h45 às 16h45.

O carro tem motor dianteiro V8 com 350 cavalos de potência (5.700 rpm e 5,7 litros), tração traseira, cerca de 1.280 kg de peso e é movido a etanol V-Power da Shell. Os pneus são da Pirelli, feitos exclusivamente para a categoria. O sistema de freios tem discos ventilados da Fremax. O câmbio sequencial tem cinco marchas para frente e uma à ré.

O tanque de combustível é especial para competição, composto por um recipiente de borracha preenchido com espuma de baixa densidade. A estrutura é feita com tubos da molibdênio com paredes mais espessas do que os utilizados na Stock Car. Também são utilizadas chapas de alumínio e tinta antichama. Na parte dianteira, na traseira e nas duas laterais, o carro possui absorvedores de impacto. Como a preocupação com a segurança foi muito grande, a JL Racing, empresa do ex-campeão da Stock Car Zeca Giaffone, instalou bancos similares aos construídos para a Stock Car. Outro ponto importante no quesito segurança é o vidro dianteiro fabricado pela Fanavid que absorve impactos externos principalmente devido a uma lâmina de policarbonato especial.

Calendário do Campeonato Brasileiro de Turismo

2 de junho – Brasília – DF
16 de junho – Cascavel – PR
11 de agosto – Ribeirão Preto – SP
1º de setembro – Brasília – DF
15 de setembro – Velopark – RS
20 de outubro – Curitiba – PR
10 de novembro – Goiânia – GO (alternativa)
15 de dezembro – Interlagos – SP

senajr

32 comentários

  1. Niltão Amaral disse:

    Ô “grande” jornalista,

    Estava tentando resolver a questão educadamente, mas já que tu queres baixar o nível, vamos lá, cidadão!

    Apareça aqui no Rio Grande do Sul de novo, que eu te lembro quem eu sou e te cobro pessoalmente. Se tiver culhões para isso, é claro. Quem é “macho atrás do computador” é tu, que xinga e esculacha todo mundo, mas ao vivo fica bem “pianinho” pra não tomar uma sova de laço.

    Tá com a memória fraca, rapazinho, te dei umas quantas voltas na corrida da Classic no Velopark, enquanto tu tentava engatar – sem sucesso – alguma marcha naquela tua trapizonga que só tu acha que é um carro de corrida…

    Passar bem, comunista que vai pra Europa andar de Audi.

  2. Luciano disse:

    Feio! Campeonato sem imaginação ! Ridículo! De marcas nao tem nada, chassi igual, motor igual, marcas aonde!!??

  3. A foto que veio no release da Vicar, com crédito “divulgação”, é de um carro todo branco, sem adesivos. A minha, que está no final do teu post, é do carro do Sena Jr., eu fui o único que acompanhou e fotografou os treinos em Tarumã, dia 23/05, quinta passada.

    • Flavio Gomes disse:

      Recebi release da assessoria desse piloto com essa foto. Se alguém usou a imagem indevidamente, foi a assessoria dele. Se você quiser, entre em contato com a assessoria e peça para eles entrarem com contato comigo solicitando a retirada do ar. Até lá, a foto continua sendo de divulgação. Você é muito machão atrás de um computador, rapaz.

  4. Guto Martins disse:

    Eu acho tudo muito legal, tudo muito bacana, e a Vicar está de parabéns por viabilizar mais uma categoria no Brasil. Tenho um amigo pelo qual vou torcer, esse aí da foto, o Seninha. Minha única crítica negativa fica com o nome inapropriado, já que de Turismo não tem nada.

  5. Olá Flávio,

    Poderia colocar o crédito nesta foto? Foi tirada por mim. Grato.

  6. Jaime Boueri disse:

    Mais uma merda pra durar um punhado de meses e acabar…

  7. Robertom disse:

    Conheci um cara que trabalha na JL que está feliz e satisfeito com este carro.
    OK, a opinião dele é suspeita por trabalhar lá…
    Me disse que este chassi é o resultado de tudo que aprenderam com o 1º ( lançado em 2000 e usado na copa Montana até 2012, uma verdadeira cadeira elétrica) e com o atualmente em uso na Stock.
    Disse que não apresentou nenhum problema nos testes e que todos os pilotos gostaram muito.
    O grande absurdo é chamar o campeonato de “turismo”, ele nem tenta imitar um carro normal de série.
    Outro problema é o grid com 18 carros, precisa crescer para uns 25 no mínimo.

    • Jáder, O Pitoresco disse:

      É um absurdo esse nome turismo, mas não é a primeira vez que acontece. Aqui no Ceará temos o Super Turismo (categoria que substituiu a finada Copa Corsa) que é feito EXATAMENTE nos mesmos moldes.

  8. Fabio disse:

    Putz!! Tá a cara do Angry Birds.

  9. Paulo disse:

    FG, vc tem implicância com os “carros de turismo” né? Lembre-se que DTM (Deutsche Tourenwagen Masters) é silhouette!!!
    Antes vc implicava com a stock, dizendo que era bolha….mas e a NASCAR?

    • Levi Davet disse:

      Compare um protótipo DTM com um Stock Car. O DTM está pelo menos uns dez anos na frente em engenharia e tecnologia.

      E o NASCAR é um tanque que só anda bem em ovais, nos mistos é uma tristeza. Até 2011 ainda usava carburadores na alimentação. Pífio.

      • Endrigo de Castro disse:

        Nascar é corrida de carros! o resto é central de lavagem de dinheiro ou hobby para quem gosta de carro de corrida! mas corrida, corrida mesmo, onde o bicho pega do começo ao fim, é Nascar! e SIM, são uns tanques mesmo! mas fazer o que né!

      • Guilherme disse:

        Mas a questão nem é o avanço tecnológico, mas sim o fato de chamar de turismo essas categorias bolhas. Para mim, turismo são só os WTCC, BTCC e afins, mas praticamente todas as categorias que não são monoposto se chamam turismo.
        E falar que NASCAR é pífio… sem comentários.

  10. iRineu disse:

    A potência específica desse V8 aí é pior que qualquer carro 1.0 vendido hoje. Impressionante.

  11. Helton Fernandes disse:

    Isso aí era aquele campeonato de marcas em que todos os carros eram iguais??

  12. Allez Alonso! disse:

    Nao daria pra fazer um campeonato com carros, tipo wrc? Será que é muito difícil equalizar motores 1.8 ou 2.0, manter um peso mínimo e fazer um campeonato brasileiro aberto as montadoras e fabricantes e com mais etapas sem ter que repetir lugar? Nao vejo o motivo de se fazer corridas com carros bolha, ou pior, categorias escola com carros bolha. Nos EUA dá certo, é cheio de autodromo, cheio de oficina mecânica, muitos fabricantes de componentes, mas no Brasil eu acho que deveria ser diferente, muito mais fácil pegar um carro, soldar uma gaiola e colocar pra correr… O mesmo vale para os monopostos, seria legal se tivesse um campeonato monomarca de chassi e pneus com motores liberados, desde que 1.6 e original, aí poderiam regionalizar com corridas no sul-sudeste, centro-oeste e norte-nordeste. Os 05 melhores de cada regional fariam um campeonato com cunho de brasileirão…

  13. José Augusto Rocha F° disse:

    Mesma coisa que a stock, porque vidros tampados???

  14. Ricardo Sarmento disse:

    Muito feio! Parece uma daquelas miniaturas da Hot Wheels

  15. Tiago disse:

    Esses “faróis” deixaram com cara do filme Carros.

  16. Thiago disse:

    Porra, pela descrição os carros são mais seguros que o da Sotck. Nunca vi disso, a categoria de acesso ser mais segura que a principal. (?!)

  17. Tomitão disse:

    Parece reciclagem dos antigos Astras da Stock Car

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>