MENU

quinta-feira, 28 de novembro de 2013 - 11:01F-1

BYE, BRAWN

brawnmercaforaSÃO PAULO (pra onde?) – E a notícia do dia hoje é a saída de Ross Brawn da Mercedes. Equipe onde ele chegou como Honda, que virou Brawn GP e conquistou o título, que trouxe Schumacher de volta e que ganhou corridas.

Aparentemente, missão cumprida.

Na verdade, muito cacique para pouco índio. Ross não quer ter de dar satisfações a Niki Lauda e Toto Wolff. Não tem mais idade para isso.

Ótimo nome no mercado. Mas será que ele quer continuar nesse mundo? Quem está precisando de um bom chefe?

Ferrari e Williams, por exemplo. E até McLaren.

38 comentários

  1. Sandro Oliveira disse:

    Como ele disse que vai tirar um ano sabático, ou pelo menos um tempo pra viver a sua própria vida, e a com a honda, empresa da qual ele adquiriu e gerenciou por um ano a sua própria escuderia, e de onde ele deve ter diversos contatos, creio que ele retornará a medida que o carro de 2015 da Mclaren for ser pensado e projetado para os motores Honda que entrarão no time a partir de 2015. Em resumo, creio que ele vá retornar pela Mclaren ainda em 2014 mas com foco no carro e motores de 2015.
    Abraço Flávio.

  2. John Player disse:

    Ferrari eu não acredito. McLaren, muito menos. Mas ele encaixaria como uma luva na Williams. Uma equipe grande, sem um grande líder mas com planos ambiciosos de se reerguer em 2014. Sim, esse deve ser o destino de Ross, provavelmente.

  3. Paulo Passamani disse:

    Flavio,

    Me parece que o problema é a Mercedes. Se não começar a ganhar dentro de 02//03 anos, cai fora da F1. Sinto a Mercedes cogitar: “Com o Brawn não dá mais! Vamos o tentar sem ele. Se não vierem os resultados a gente se manda”

    paulo passamani

  4. cassio disse:

    Flávião!!!!! Pelo seu fillin pra onde o Ross vai!!! Ele poderia pegar a marussia que esta mal aos bocados! E assim atrair uma montadora para reerguer a equipe. ..

  5. Eduardo Schmidt disse:

    O Brawn não tem expressão facial, me dá impressão sempre que ele vai sofrer do mal de Alzheimer…acho que ele não quer mais saber da F-1, posso estar errado, mas é o que me parece!!!

  6. Rafael Schelb disse:

    É hora de fazer aquela vaquinha pra ele ir pra Williams, hein… Ia ser bom demais…

  7. Dyego disse:

    Duvido que ele vá para Ferrari ou McLaren.

    Na Ferrari, vai esbarrar no grande idiota e incompetente Domenicalli, que não parece ser nada maleável, e certamente Ross quer soberania.
    Na McLaren, ia ter de bater cabeça com Martin Whitmarsh. Tb não faz mto sentido.

    Na minha opinião, ele não vai querer continuar.
    Mas, caso queira, vejo a Williams como uma boa opção, embora a equipe não tenha muita grana. Afinal, se a equipe quer mesmo se reestruturar, como vem dizendo, não há nome melhor. Cairia como uma luva!

    Peter Symons já está lá, embora não seja flor que se cheire e não entenda nada de construção de carro, é um cara que sabe arrumar bem a casa, e ajudaria muito.

    Torço para que seja este o seu destino. Seria bom ver a velha Williams de novo andando bem.

  8. Antonio disse:

    Pelo visto vai pra Williams.
    Então a Williams com motor Mercedes e Ross Brawn , deve dar uma bola melhorada ano que vem.

  9. Paulo Pinto disse:

    Ross Brawn deixou seu nome, para sempre gravado na categoria, com a Brawn GP. Uma equipe renascida dos escombros da Honda, e vitoriosa no seu primeiro e único ano de existência.
    Isso, sem falar nas inúmeras temporadas onde brilhou com sua inteligência e estratégia, levando equipes e pilotos ao sucesso.

    Pode voltar a pescar tranquilamente. Já cumpriu a sua parte.
    Caso continue, melhor ainda!

  10. Ricardo disse:

    Trocar Ross Brawn por Paddy Lowe? B U R R I C E…

  11. Adepto disse:

    Mas o Totó não tem participação na Williams??? Acho difícil ele cair para as bandas de lá!

  12. Juca Vasconcelos disse:

    vai pra williams. vamos apostar?!

  13. E os fortes rumores sobre a negociação com Toto Wolf para troca das acoes dele na Mercedes pelas de Wolf na Williams? Esta esquentando? Da uma dica ai Flavio Gomes, ta frio, ta quente, morno, gelado??? Por mais que as coisas nao estejam definidas pelo que ja li apostaria nisso no momento, mas pra vc nao comentar nada a respeito talvez as coisas nao estejam fluindo neste sentido…

  14. boutsen disse:

    Quero ver Galvão ficar dizendo que os bons resultados devem-se ao Niki Lauda.Sem o Ross Brawn é provável que Lauda repita a administração semelhante a que ele teve na extinta Jaguar.

  15. Marcelo disse:

    Willams não tem grana pra bancar salário de R.Brawn na equipe, teoricamente o destino seria Ferrari, mas Mclaren esta investindo alto, mas se Brawn entrar qual poderoso iria sair da Mclaren? Na Ferrari Brawn cairia como uma luva no lugar de Domenicalli, esse receberia a função de pegar os troféus no pódio.

    Grande perda para a Mercedes, Rosberg e Hamilton tem bons motivos para ficarem preocupados. Quando o regulamento mudou radicalmente em 94, Schumacher, Brawn e Byrne já estavam avançados no segredo guardados a “7 chaves”, o fantástico assoalho do carro Benetton. Com a mudança radical do regulamento Ross Brawn achou “algo a mais”, Schumacher quebraria recordes de pista na pré-temporada. O trabalho apostando no “bico de tubarão” desde 1992 começava a dar resultados, enfim a Benetton estava pronta para disputar títulos. Quando todos na F-1 descobriram onde estava o segredo daquela Benetton, era tarde demais, só restava aos rivais copiarem o bico alto pra temporada 95. E foi justamente que Newey fez na Williams. Mclaren também copiou mas foi um fiasco…

    Coisa semelhante aconteceu com Branw-GP em 2009, o carro foi ajustado em cima de um regulamento complexo, Ross Brawn novamente achou algo, o BGP 001 começava a pré-temporada quebrando recordes de pista.

    Com a saída de Brawn, a Mercedes perdeu chance de “achar algo” com o novo regulamento 2014, sorte de quem contratar Brawn. Imaginem Brawn e Byrne na Ferrari com Alonso e Raikkonen?

    Acredito que o melhor motor turbo não vai ser aquele mais potente e sim o mais resistente. Não se iludam a RBR vem forte, e Vettel vem pra brigar pelo penta.

    Carro mais veloz na F-1 muitas vezes não quer dizer muito se que quebra uma barbaridade, vimos isso na temporada 91 com a Williams, ainda teve os erros da equipe nos boxes, foras as pixotadas de Mansell na pista. A Mclaren ainda era a equipe a ser batida na Formula 1, foi disparada a melhor equipe com melhor carro dos anos 80. Muito graças a Prost que ajudou a organizar o time e desenvolver os carros ao lado de Barnard, Murray e Nichols. Aliás, Prost deu “aula” em duas temporadas na Formula 1, em 86 levando o título com carro inferior perante as fantásticas Williams, e em 89 dando um “banho” de regularidade em cima de Senna com mesmo equipamento. Prost já tinha feito o mesmo em 88, mas o regulamento de descartes favoreceu Senna. Um título com gosto “artificial” porque na pista e nos resultados não bateu Prost…

  16. healica disse:

    Se ele gosta de desafios… a Willians seria um enorme para enfrentar.. Vai que dá certo, ai seria mais paparicado que o Adrian Newey

  17. Nelson Barreiros Neto disse:

    Essa seria uma puxa aquisição para Williams hein???

    Esse cara é foda. Em tudo que põe a mão acaba tendo sucesso…

  18. Ulisses disse:

    Acho que a Ferrari não vai deixar ele passar “batido”.
    Acredito que ele vá para lá.

  19. rodrigo disse:

    Poderia ir pra McLaren. Ele deve conhecer muito bem a Honda e seria um baita elo de transição em 2015. Martin parece ser um cara legal e só isso mesmo.
    Será?
    Abre o olho ae, tio Ron.

  20. josé disse:

    Na Ferrari nem Ross Brawn resolve.

  21. Honeymud disse:

    Juro que até gora não consegui entender o que capacita Lauda e Wolff a serem diretores da equipe.

  22. gera disse:

    Seria uma boa para a Willians.

  23. Renato Moraes disse:

    E aquele papo da super equipe Mclaren em 2015?
    Ross + Alonso + Honda… será que tem a ver ?

  24. Fernando Augusto Hessel disse:

    O que é mas vantajoso, comprar 15% de uma equipe que está por baixo a preço de banana, investir talento, valorizar a mesma, e depois vender em alta ou se beneficiar dos lucros vindouros. Já vi este filme na extinta Braw. Ou ser funcionário em outras duas só pra cumprir tabela.

  25. Fabio Amparo disse:

    A Ferrari não vai tirar Stefano, pelo menos por enquanto. McLaren também acho que não forçaria a barra.

    Acho que se ele quiser ficar, será na Williams. Se isso se confirmar, Claire estará provando que está realmente planejando com pés no chão e à longo prazo, trazendo a Williams de volta para o pelotão da frente em 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>