Ide foi

SÃO PAULO (melhora no decorrer do período) – E a FIA cassou a superlicença de Yuji Ide. Uma humilhação pública absolutamente desnecessária. O erro primordial foi da própria FIA, de conceder a superlicença a um piloto que tinha 200 km guiados num F-1. Critério zero, apenas para bajular a Honda.

Ide foi um mau piloto de F-1, nem poderia chegar lá sem treino, como chegou, mas é o menos culpado nessa situação toda. Ide merece uma ONG.

Comentários