Renault por Nissan

SÃO PAULO (seis por meia-dúzia) – Está no Grande Prêmio: a Renault pode usar o nome Nissan daqui a alguns anos. A Nissan, no Japão, tem entre seus funcionários o genial Ricardo Divila, projetista dos primeiros Copersucar.

Nesta era de montadoras, tanto faz. A Toyota pode virar Lexus, a Honda pode virar Acura (nem sei se existe, ainda), a BMW pode virar Rolls-Royce ou Mini…

Comentários

  • Saudades da época em que haviam equipes como:

    McLaren
    Williams
    Benetton
    Lotus
    Brabham
    Ligier
    Tyrrell
    Sauber
    Jordan
    Larrousse
    Pacific
    Simtek
    Forti Corse
    Toleman
    Arrows
    Stewart
    Minardi

    Mesmo que a maioria sempre andasse na parte de trás

    Hoje é:
    Renault
    Honda
    BMW
    Mercedes
    Audi
    Jaguar
    Ferrari
    Alfa Romeo
    Lexus
    Acura
    Nissan
    Infiniti

    Lamentavel….

  • O que nos falta é a CBA criar categorias de fórmulas de base…sem aerofólios nem nada…pra que o povo que vem do kart não vá direto pra stock e fique por lá mesmo…falta depurar e peneirar melhor os talentos…criando degraus como já foi citado aqui pra que se tenham ótimos pilotos…hoje em dia até sai piloto…mas o quesito qualidade e virtuosidade é algo ainda falho…

  • O nome Acura tanto existe que será usado no projeto da Honda na American Le Mans Series. A dúvida é quanto à equipe oficial: Andretti-Green ou Rahal-Letterman Racing. O chassi será o Courage LC75 e o carro vai competir na classe LMP2.

  • É freudy, você tem razão, pois na época do Copersucar Fittipaldi, os programa de humor mandavam o pau na equipe brasileira e não vi eles elogiarem quando o Emerson chegou em 2º lugar em interlagos, atras do Pace. Mas não custa sonhar, seria um trampolim para os pilotos brasileiros que estão na europa terem para poder entrar na formula 1.

    Jovino/Brasília

  • Máximo, eu acredito que seria a salvação para o nosso automobilismo, ter uma equipe para a F1 e equipes de base para a formação de novos pilotos.

    Não vejo utopia nisso, pois acredito que existam empresários dispostos a investir nisso. O nosso grande defeito é que nos primeiros problemas que ocorrerem, os humoristas de plantão (casseta e o cassete a quatro) vão cair de pau em cima……..querendo desmerecer o empenhos de todos…..infelizmente essa é a nossa cultura, ou falta de. Vale mais a pena tirar um sarro do que tentar contribuir para resolver os problemas, lamentável.

    Não custa sonhar.

  • è óbvio que isso é estratégia de marketing. A Renault nem ganhando títulos assegura sua permanencia, imaginem em 2007, todas as equipes com Brigestone………o Briatore já começou a espernear……….a Renault não vai aceitar ficar atrás……..mas tb. naum quer largar o osso, pq. está em ótima fase. Fazer oq? Vender todo o espólio? E se quiser voltar? Começar do zero?
    A melhor alternativa é por outro nome, assim caso a equipe vá mal – que pra Renault nem sendo campeã serve!!! – ela não queima o filme da Marca…………Já a Nissan, é pouca conhecida, mesmo não ganhando vai dar retorno de Marca.
    Se a equipe for bem…….ha, aposto, a Renault volta!
    Nissan, é boi de piranha!

  • o Askjao tá falando em equipe brasileira… eu tb sonho com isso sempre…

    alguém que se dispusesse a fazer algo em favor do nosso automobilismo…

    montar uma equipe nem que seja pra andar no fundão – tipo Minardi… mas que tivesse um trabalho de base…

    Tipo montar uma Fórmula-Fulano com motores 1000 e uma Formula-Super-Fulano com motores 2000 (já postei sobre isso antes) e que tivesse uma equipe na GP2 (não pro filho correr)…

    sei lá… utopia