MENU

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008 - 21:17Sem categoria

LADALAND (QUINTA)

SÃO PAULO (tudo kontinua) – Recebo mensagem do alto de famoso blogueiro, que parece ter-se cansado do Leste, mas envia boas notícias, o que é bom.

Kamarada Gomes, como vão as coisas aí embaixo? Foram dias estranhos, estes últimos. Tive um sonho incomum, em que um sedã branco estacionava à minha porta e me chamava insistentemente para uma longa viagem. Apaixonado que sou por sedãs, especialmente esses sedãs, entrei e resolvi ver aonde ele ia me levar. Era tudo um sonho, nos sonhos somos livres, fazemos tudo que queremos, então fui. A viagem foi tranquila e confortável, mas o cenário não me era familiar. Até que, em determinado momento, o sedã parou, minha porta se abriu, eu saí. Ao longe notei um grupo de pessoas, essas sim familiares, e me aproximei sem medo, apenas curiosidade. Era uma espécie de comitê de recepção, mas eles nem notaram minha presença, acho que cheguei atrasado. O que é estranho, pois aquele sedã nunca se atrasa. Aos poucos fui reconhecendo Tazio, Bernd, Jim, Gilles, Ayrton, Adú, Jacaré… Ora, ora, todos velhos conhecidos de minhas revistas e fotografias, então foi aqui que se meteram? Conversavam animadamente, até que um deles, acho que Clay, notou minha chegada e gritou buon giorno!, e todos se viraram e bateram palmas. Achei que eram aplausos para o carro, você sabe que esse carrinho é aplaudido por onde passa, mas que nada, um deles, Elio, deu um passo à frente, estendeu sua mão direita e me disse benvenuto, ragazzo. Você sabe que sonhos são esquisitos, então não me pergunte por que escolheram o italiano como língua corrente, pois não saberei explicar. Um por um, todos vieram me cumprimentar, e aí o idioma mudou, cada um falava numa língua diferente e eu compreendia todas elas. Então Elio tomou meu braço e começou a me mostrar o lugar. Identifiquei algumas curvas de minha infância, escutei sons e roncos que estavam em algum canto da minha memória, senti cheiros que não sentia havia muito tempo, e percebi que o sedã tinha me levado para um tipo de colônia de férias. Reparei nas lindas moças de minissaia, me ofereceram uma Cuba Libre, e eu que não bebo experimentei e gostei muito. Havia música no ar, também, e tudo parecia muito perfeito e bonito, como é nos sonhos. Bem, kamarada, você me conhece, a mim tanto faz como tanto fez se é um sonho ou vida real, e entre este e aquela, preferi este. É por aqui que ficarei. Mandarei notícias, claro. Todos os dias, se possível. Mas pode ser que não tenha tanto tempo assim, porque já percebi que aqui terei muito o que falar com amigos que chegaram antes, não faltará assunto. E enquanto você e todos não vêm, enquanto esperam pelo sedã branco na janela, que um dia virá, sigam acelerando. Acelerem sempre, o tempo todo. O fim será aqui, e vocês todos verão que terá valido a pena. Abraços, Leandrov Alfonsov.

Estamos aqui, kamarada, esperando o sedã branco.

192 comentários

  1. Paulo Trigueiro disse:

    Homenagem originalissima!!

  2. Ainda estamos aqui. Esperando o sedã branco…

  3. Shot Gun disse:

    Será que quando a gente acha que acabou o que acontece na verdade é um grande recomeço??
    Se a minha viagem for assim igual ao do HP….morro feliz!!

  4. roger v. disse:

    Por isto, você tem esta assitência comprovada pelo número de visitantes!
    have a ball buddy!

  5. Paulo R. Filomeno disse:

    Muito bonito mesmo, parabéns pelo texto. Eu que sou fã de ferrovias esperarei pela locomotiva pintada de azul e branco com o CP na frente.

  6. Pedro Paiva disse:

    Sabia que tinha que ter um dedo do Arqui nesse Flavio Gomes. Também sou da Vila Mariana e estudei no Liceu Pasteur. Mas não é por causa do Arqui não, é porque FG tem talento mesmo. E chega de puxação de saco de minha parte! Abraços, Pedro.

  7. Episcopo disse:

    Lindo texto, linda homenagem !
    Fazia tempo que um texto não mexia tanto comigo… Confesso que fui um dos que acabou cobrindo o teclado de lágrimas.
    Uma homenagem merecida para alguém que, com suas palavras, sempre acrescentou muita cultura, humor e experiências para quem as leu.
    Parabéns FG ! Com certeza foi para mim um de seus melhores e mais tocantes textos !

  8. Renato C. Garcia disse:

    Flávio,
    O Mesquita, nosso mestre dos tempos de Arqui, e que também habita o andar de cima, está, certamente, orgulhoso de seu aluno…
    Parabéns pelo texto.

  9. Erick disse:

    Gomes-san,
    belissima homenagem! Foi de arrepiar mesmo!
    .
    Acelera Veloz-HP!!

  10. Emmanuel FSpeed 73 disse:

    Ao ler o texto e os comentários postados, tive a certeza de que a melhor coisa do mundo é ter AMIGOS.
    Boa Flávio !!!

  11. Pedro Paiva disse:

    Quebrou as pernas, Flavito… Tenho certeza de que se ele pudesse escrever o texto, seria muito melhor, porém o verdadeiro mérito do bom jornalista é saber mexer com as pessoas que lêem seus textos. Nessa homenagem, você nos trouxe de volta toda a irreverência do grande e já saudoso Veloz. Fez bonito. Parabéns. Você é um %[email protected]$&@#escriba. A luta kontinua. Abraços, Pedro.

  12. Pedro Paiva disse:

    Flavio, que tal fazer uma compilação dos posts do Veloz e disponibilizados para download? Assim você eterniza a participação dele neste espaço e possibilita que novos visitantes, que não leram os textos à época, possam conhecer o grande cara que era Leandrov…

  13. Umberto disse:

    Boa Flávio. Ótima Veloz.

  14. Virgo disse:

    Grande Jackie!

    Grande texto FG.

    Mas, com todo o respeito a você, a todos os blogueiros que postaram, e ao Nick B. vou sugerir uma música para acompanhar a leitura do texto: Yanni ao piano, em “The end of summer”. É um bálsamo para corações doloridos.
    Mais uma vez parabéns, Patrão!

  15. José Leão disse:

    Flavio, o Veloz deve estar muito feliz, você revelou o sonho de cada um de nós que somos apaixonados por esta coisa de automobilismo.

    Grande abraço

  16. Speed Arosi disse:

    Kamarada

    One comment.

    Simplesmente maravilhoso.

    Anselmo / SBC

  17. Thiago Azevedo disse:

    Leandrov Alfonsov

    Você está indo para um lugar muito melhor e com ótimas companhias! Temos certeza que ficará bem!

    Mande lembranças à turma aí de cima!

    Ah, em relação às corridas que disputará aí em cima, lembre-se que estará correndo com a nata da história do automobilismo mundial, portanto, para você que não está muito acostumado a beber, devagar com as Cubas logo antes das provas! E continue acelerando!

    Nossa, e serão corridas sem CBA, sem Fasp, sem FIA… Só curtição!

    Gomes

    Quando eu crescer, quero escrever como você! Lindo texto, linda homenagem! De chorar e de sorrir ao mesmo tempo!

  18. Zé Maria disse:

    Para não me tornar repetitivo, apenas uma exclamação:
    Obrigado por ter a chance de compartilhar desse nobre espaço!
    Sinto-me uma pessoa especial apenas por ter tido a oportunidade de conhecer figuras tão especiais!

  19. fernando bessan disse:

    Um texto para ser emoldurado. Uma dezena de adjetivos não poderiam expressar o quanto foi maravilhoso. Pessoas com ambições de se tornarem jornalistas deveriam ter a obrigação de ler o que voce escreveu Flavio.
    Meus sinceros sentimentos a familia nesse momento dificil.
    Flavio, dificil perder uma pessoa amada, porém, mais dificil ainda é homenageá-la a altura como voce o fez.
    Um prazer imenso ler seu blog diariamente.

    Abraços e sentimentos

    Fernando

  20. Jonas disse:

    Estive fora uns dias e apenas hoje tomei conhecimento da perda do Veloz HP, que nunca conheci pessoalmente, mas que obteve o meu respeito e admiração pelas suas costumeiras demonstrações de sabedoria e paixão pelas corridas.

    Meus sentimentos à família, parabéns pela homenagem, FG, e que esta incrível figura se divirta com os grandes que sempre admirou.

    Sempre que virmos alguém dividindo uma curva, freando no limite, poderemos sentir um pouco da alma do nosso inesquecível amigo

  21. Doan Bregantino disse:

    ……. Sem palavras para essa bela homenagem. Digo parabéns com os olhos marejados.

  22. Adal Avin disse:

    Parabéns, Flávio, bonita homenagem ao camarada Veloz-HP, tem toda a cara dele!

    [ ]s

  23. Conde disse:

    Tb só li o post hoje . Emocionante , FG . Só vc mesmo . A imagem do Lada diz tudo . Linda homenagem para um amigo especial . Choramos todos .

  24. Alexandre Reis disse:

    Gomes, sem palavras e com os olhos cheios de lagrimas.

    Abs

  25. Rodrigo de Freitas disse:

    Flávio, você é O Cara, assim como o Veloz.
    Não tenho palavras …

  26. Rodrigo disse:

    Maravilhoso, de emocionar mesmo…parabéns!!

  27. Osmar disse:

    Poxa, realmente muito, mas muito lindo!
    Estou com os olhos marejados.

    realmente um texto digno do VELOZ-HP

  28. Gabriel Marcondes disse:

    Lindo! Formidável!

  29. Paulo Henrique disse:

    Puxa, segunda vez que meus olhos se enchem de lágrimas essa semana, dessa vez não foi só de tristeza, mas de emoção.

  30. Zé Eduardo disse:

    Aplaudo de pé esta homenagem.
    Parabéns FG. O Veloz merece.

  31. Fábio Aguilera disse:

    Fantástico, fantástico….

  32. Mário Gasparotto disse:

    Afinal de contas é pra isto que vivemos. Chorar, viver os amigos e os bons momentos e morrer.

  33. Mario Cesar Buzian disse:

    FG,

    As lágrimas que agora correm do meu rosto dizem tudo.Parabéns pela mais do justa homenagem.

  34. Victor Costa disse:

    Gomes, esse texto sem dúvida está entre os melhores que você já foi capaz de escrever. Belíssima homenagem.

  35. Rizzo disse:

    [2] Li o texto com os olhos cheios de lágrimas e com um sorriso no rosto.

    Belíssima homenagem, FG. Ele merece

  36. Robinson disse:

    Obrigado obrigado obrigaduuuuuu..
    Sempre será lembrado.

  37. Belair disse:

    Ave Vitão; carpe diem. Domingo não tem farnel, mas tem missa. Vai lá. Todos irão gostar. Nós e o VELOZ.
    Abrac,o.

  38. Jonatas disse:

    Parabens Flavinho, parabens… emocionante realmente, confesso que lágrimas ameaçaram rolar.

    Que Deus tenha lhe dado um bom lugar Leandrov Alfonsov, e que Ele tbm dê o conforto necessário a sua família e seus admiradores.

    Esteje bem, e olhe por todos nós ai de cima.

    E como disse o Gomes (lágrimas), estamos inevitavelmente a espera do sedã branco…

  39. np disse:

    parabéns flãvio.. chorei!!!!

  40. 1GT disse:

    Surpreendido mais uma vez…
    Homenagem mais que merecida.
    Parabéns.

  41. J Pena disse:

    Depois dessa com certeza vale apena viver. Aonde?? Aqui . Lá. !!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *