MENU

quarta-feira, 10 de setembro de 2008 - 18:18Bus Stop

BUS STOP

SÃO PAULO (achei!) - Lembram outro dia quando falamos aqui sobre os ônibus de dois andares da época do Jânio? Pois na minha pasta “Penduras de Pequim”, hoje definitivamente encerrada, estava o e-mail de Michell Santos, contando que um deles está hoje em Osasco. A CMTO, Companhia Municipal de Transportes da cidade, restaurou um, cortou o teto e colocou na rua o bichão, num programa que se chama “Redescobrindo nossa história” — um city-tour pelos pontos históricos e turísticos da cidade, voltado aos alunos da rede pública de ensino.

Mais detalhes no blog do Michell e no site que ele indicou.

15 comentários

  1. Fábio Santos disse:

    Nossa, andei muito neles quando faziam a linha terminal Santo Amaro / Sé via Brigadeiro Luiz Antonio no final dos anos 80. Era uma grande novidade e de muito bom gosto que o prefeito Jânio Quadros colocou em circulação. Pena que por questões de logística e infra-estrutura viária não deram continuidade a sua utilização.

    Esse foi do fundo do baú heim, grande abraço e parabéns pelo blog.

  2. thiago venzke martins disse:

    aqui em osasco na epoca do prefeito francisco rossi tinha tambem os onibus fofao da cmto e eugostava de andar na parte de cima depois quemudou a entrada de todos os onibus daqui deosasco pela porta da frente tiaram devia tambem de colocar neles a entrada pela porta da frente e nao ter tirado de circulacao

  3. Edward Botelho Fernandes disse:

    Flavio,

    Em Salvador (BA) tem destes onibus, para turismo, circulam por5 trajetos.

    Sds

    Edward

  4. Rogério Magalhães disse:

    Hamilton, a foto mostra… eles sempre tiveram um “coração” Scania… só não me lembro exatamente se era o 112 ou o 113… mas o roncão Scania estava lá para sustentá-lo…

  5. Hamilton disse:

    esse modelo era um Thamco Fofão. Acho que era encarroçado sobre um MBB O-365.

    O andar de cima era péssimo. Não tinha controle de acesso nem ninguém, só passageiros. Cobrador ficava embaixo. Então tinha muito assalto lá em cima, gente perdendo carteira, dinheiro, correntinha… Sem falar que o teto era baixo. Além disso batia em muito galho de árvore pelo caminho.

    Mas era divertido.

  6. Alexandre Alves disse:

    Esse ônibus não era um de São Paulo que foi parar em Osasco e sim uma que era usado em Osasco mesmo há quase 20 anos. Lembro que quando eu era criança a CMTO adquiriu 8 unidades desse ônibus para servir algumas linhas da cidade. Aparentemente não deu certo, eles desapareceram por muito tempo e há uns 3 anos um deles reapareceu na cidade. Primeiramente ele levava grupos da 3ª idade para passear, mas ainda tinha o teto. Depois foi reformado novamente, ficou “conversível” e começou a servir ao nobre propósito.

  7. Marcos Lauro disse:

    Pô, eu andei na viagem inaugural desse ônibus. Era “Pq. Dom Pedro – Jardim Japão”.

  8. mario aquino disse:

    Não era como os Londrinos, que são leves práticos e rápidos, era vagabundo fabricado pelo Pachoal Thomeu, um daqueles politicos da pior espécie(Afundou Guarulhos), deve ter rolado muita safadeza na licitação, era pesado e de má qualidade, quando descia a brigadeiro em direção ao Ibira, parecia que ia cair de cara no chão, o povo não tinha coragem de subir porque balançava muito, a suspensão não aguentava aquele peso todo, o motor era antiquado e barulhento e por dentro era abafado, coisa bem de politico ruim para politico ruim, o povo que se lascasse.
    Não adianta elogiar, só quem andou sabe o que era.

  9. A foto foi no largo de Osasco, próximo à estação Osasco da CPTM.
    O chassi desse ônibus é Scania.
    Segundo um ex-funcionário da CMTO, há mais um ônibus desses na empresa. Só não sei se foi reformado.

  10. Acarloz disse:

    Esses eram chamados de DOSE DUPLA …

  11. Eric disse:

    Eu andei uma vez nessa bagaça,mas quando era CMTC….acho que passamos ali pela Brigadeiro.
    Dava um cagaço…..

  12. Gustavo disse:

    Em Santos também tem uns ônibus assim que percorrem a orla e o centro histórico (saem da esquina da Ana Costa com a Av. Pres. Wilson). Só não sei se são provenientes dessa “frota” do Jânio.

  13. Rogério Magalhães disse:

    Aliás, ia me esquecendo… certa vez, ouvi dizer que havia um plano para restaurar os ônibus elétricos daqueles bem antigos, dos anos 60, para que eles também fizessem meio que linhas turísticas pelo centro velho de São Paulo, ao menos…

    Pena que coisas assim fiquem sempre no blá blá blá…

  14. Rogério Magalhães disse:

    É, eu tinha ouvido falar desse Fofão restaurado em Osasco e já tinha até entrado no da Caprioli ano passado… enquanto isso, o Museu dos Transportes continua desfalcado do que resta da CMTC nesses ônibus que podem até ter sido um fracasso operacionalmente falando, mas que eram muito loucos de se andar neles…

    Aliás, no blog ele lembra bem de algo alvissareiro: os ônibus elétricos sobrevivem! E ainda vão voltar com mais força do que os heróis da resistência que ainda circulam, alguns passando aqui perto de casa…

  15. Carlão disse:

    É isso aí, Sampa já teve seus dias de realeza londrina. Não sabia que esses veículos haviam circulado por aí. Valeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>