MENU

quarta-feira, 11 de março de 2009 - 17:12Moda

NAFTALINA (3)

SÃO PAULO (fashion week) – Depois da Soft Machine e da Fiorucci, chega a Staroup no pedaço. Mas a bordo do carro de Elio de Angelis no GP do Brasil de 1979. É us Shadow. A foto, cortesia de Marcvs Avrelivs.

Abusada, a Staroup, não? Mas a grana, naqueles tempos, não era tão alta assim. Para enfiar uma marca desse tamanho num F-1 hoje, tem de vender muito jeans.

39 comentários

  1. Edson Alves do espirito santo disse:

    Trabalhei em confecção dos 15 aos 20 anos, na Mackeen, na Siracusa, Staroup, Confix, e na época eu trabalhava no corte, e usavamos o índigo da alpargatas, o mesmo usado para fazer a US top, TNT,e quem usava uma calça ou moleton da Gledson, estava bem vestido, bons tempos.

  2. nilberto disse:

    trabalhei 20 anos nesta empresa e ate hoje nao existe nada igual osdiretores trabalhar muito e muita gente creceu la dentro parabens aos diretores esta marca esta na memoria de muitos comerciantes a GLEDSON AINDA E UM ICONE INESQUECIVEL EM MODA JOVEM

    • Fernanda disse:

      Oi Niberto…..Vc comentou que conhece bem a Gledson,pois trabalhou lá….sempre quis ter alguma coisa dessa marca.Hoje,fuçando num brechó achei um macacão escrito gledson & gledson…..parece antigo…é um jeans meio antiquado.Como eu faço pra saber se é mesmo da Gledson?Te agradeço….abs Fe

    • Flávia disse:

      Nilberto poderia entrar em contato comigo, é sobre essa loja Gledson, Vc trabalhou na loja de Sto. Amaro?

  3. Luiz Alberto disse:

    Os jeans Gledson realmente marcaram época. Vejam no link abaixo o quanto o pai ou a mãe gostavam do jeans que fez a cabeça da moçada nos anos 70. Procure por gledson no Acrobat que vai abrir.

    http://www.magnusauditores.com.br/concurso/pmaracitaba/Listagem_candidatos_inscritos_PM_Aracitaba.pdf

  4. Expedito Paz disse:

    Lembrei da churrascaria Fogo de Chão patrocinando a Andrea Moda no GP Brasil de 1992. Se não me engano, foi uma troca simples: a marca no carro em troca do rango da equipe. Pelo menos o pessoal comeu bem…

  5. Zé Artur disse:

    Sim, o caso do Senna foi com a Staroup.
    Após um GP de Mônaco que o Senna ganhou (88, 89 por aí) o trânsito estava parado e o dono da Staroup foi cumprimentar o Senna no carro, no trânsito. O Senna reconheceu e não o cumprimentou…

  6. Eric disse:

    Ao Lg….tem toda a razão.Foi a Staroup que não o atendeu.

    Abraço!!!

  7. Pantaneiro disse:

    Vai ai uma foto do carro do Marco Grecco com patrocinio do SBT…. http://www.zandbak.net/classic/88f3000/012.jpg

  8. Lg disse:

    Ao Eric

    Acho que o problema do Senna não foi com a Ellus e sim com a Staroup que era ou ainda é do André Ranschburg. A empresa patrocinava algumas pessoas e Senna tentou patrocinio e não conseguiu. Anos depois Airton se encontrou com o dono da Staroup após uma vitória e o esnobou. Posso ate estar enganado mas já li matéria a este respeito na época. Busque no Google “senna e a staroup” que você encontra com certeza.

  9. ALEX B. disse:

    Prezado Rubem R. Gonzalez, obrigado pelo esclarescimento em que o destruidor era o De Cesaris mesmo. Mancada minha! confesso que ao ler o post do Flavinho, fiquei na duvida e embarquei no nome do falecido De Angelis. Perdão, mas parte da culpa da bobagem foi daquele duble de piloto russo, o tal de Flavin Gomov!!!

  10. Zé Artur disse:

    A Staroup tinha fábrica em Botucatu e Avaré. No ano passado, entrou com pedido de recuperação judicial (antiga concordata) e fechou a fábrica de Avaré. Em Botucatu continua, mas acho que hoje não teria “bala” nem pros valores daquela época…

  11. Emerson disse:

    # 12/03/2009 – 10:29 Enviado por: Rogerio Goncalves

    Curiosa a aplicação da marca invertida em comparação com as atuais…

    Por que estaria voltada para a parte traseira do carro? Para o piloto ler ?(rs)…

    Hoje em dia faria sentido com as cameras ”on-board”, embora o Sr Ecclestone proiba colocação de marcas assintosamente ”em posição de camera”.

    Será que era somente para chamar atenção?

    ROGÉÉÉRIOOOO……olhe com calma o carro….rs…e veja que é o contrario do que vc disse…rsrsrs

    A Questão é….qual o motivo de tanta bandeira de país no nome do De Angelis???

    Eu sou acostumado a ver só a bandeira do país do piloto..

    O Que é isso Flavio e Amigos?

  12. gustavo giroti disse:

    teve também o patrocinio da Varig no gp brasil de 1978 para a arrows

    alias, quantas empresas brasucas patrocinaram carros de f-1?

  13. Andrews disse:

    Gomes, e a Historic F1 em Interlagos?
    Não seria pra Março?

    Abraço

  14. Alcaide disse:

    FG, na década de 90, a Staroup lançou uma linha chamada de roupas e acessórios chamada Soviet. Eu tive uma calça e um relógio, que por sinal foi surrupiado num assalto a ônibus em Salvador. Adorava aquele relógio, principalmente pela exclusividade dele

  15. Paulo Hüvös disse:

    Prezado Flávio Gomes,

    A Staroup foi fundada por uma família hungára de nome Ranshburg, quem a administrava na década de oitenta era o Sr. André Ranshburg.

    Atenciosamente

    Paulo Hüvös (se diz Rivesh) nome hungáro com muito orgulho.

  16. Verde disse:

    A Staroup estava também na Fórmula 3000 Internacional no fim dos anos 80 patrocinando o Marco Greco.

    Aliás, o carro dele era bizarramente patrocinado: além da Staroup, o SBT (!) também o patrocinava.

    Vi uma foto desse carro uma vez, mas pena que a perdi.

  17. Rogerio Goncalves disse:

    Curiosa a aplicação da marca invertida em comparação com as atuais…

    Por que estaria voltada para a parte traseira do carro? Para o piloto ler ?(rs)…

    Hoje em dia faria sentido com as cameras ”on-board”, embora o Sr Ecclestone proiba colocação de marcas assintosamente ”em posição de camera”.

    Será que era somente para chamar atenção?

  18. Roberto disse:

    Por favor não confundam Elio de Angelis, com o Andrea de Cesaris, não seria justo com o Elio …….

  19. Roberto Martinez disse:

    A Staroup, como a Gledson( que tb patrocinou o Senna no Kart), patrocinou FVW1600 e Divisão 3. Não sei hoje , acho que não, mas naquela época era normal as equipes arrumarem algum$$ nos locais dos GPs.
    Hoje, um anúncio na lateral da asa traseira, de uns 8cm X30cm, custaria algo perto de US$6.000.000,00 anuais, o mesmo valor que custava uma temporada inteira de uma equipe tipo a Tyrrel, em 1972 ou 1973.

  20. Jayme Fonseca disse:

    A Gledson patrocinou muita gente, Nelson Piquet que o diga, aliás seus capacetes dizem isso até hoje, até no do Nelsinho.

  21. Olá Flavio!

    Não é que eu tenho uma calça Staroup? Nao sei se é da mesma franquia, mas na etiqueta está escrito “Since 1956”.

    A Adquiri no ano passado, na cor preta. Se quiser, mando uma foto da etiqueta!

    Abraço

  22. Bianchini disse:

    Lembro dessas marcas todas mas nunca fui capitalizado o suficiente para as ter no meu guarda roupas…

  23. Beto Traballi disse:

    FG, não sei quantas fabricas ela tem, mas uma fica lá em Botucatu capital do planeta, aonde você for vai achar um “botucudo”.
    Abraço.

  24. Varlei disse:

    Nesta época estas marcas amarravam cachorro com linguiça, por causa da ditadura o povo precisava de 100 milhoes de calças, as poucas fabricas faziam 80 milhoes (praticamente todas as materias primas importantes eram controladas, inclusive o jeans ) , o resto do povo andava de cueca, basta lembrar da Gledson Amador que patrocinava super v, formula2,divisão 3,motocross,motovelocidade,asa delta,surf, campeonato de esconde-esconde, figurinha e porrinha,rs, não sinto falta nenhuma daqueles tempos, faltava de tudo, a lembrando o slogan da Staroup era ,JEANS PARA QUEM PODE,rs

  25. rubem r. gonzalez disse:

    ALEX B. você deve estar confundindo Elio de Angelis com Andrea de Cesaris, era esse o verdadeiro esmeril voador italiano, o Elio era um piloto muito bom, não era um extra-série mas era sem dúvida um piloto de respeito, morreu testando uma brabham se não me engano em Paul Ricard em 1986.
    Quanto aos posts “saudade não tem idade” sugiro que vire assunto permanente pois é bom demais…..
    A foto nos remete a uma época em que a F1 era mais humana e acessível, não era raro você ver as equipes arrumar uns caraminguás com empresas de pouca ou nenhuma repercussão mundial estamparem sua logo nos GP’s nativos, principalmente nas Williams, Ensingn, Surtees e nos vários March que habitavam os grids na década de 70 ( no caso da March misturando os oficiais, os paralelos e os híbridos chegavam a compor um grid paralelo) isso até aparecerem no cenário dominante Bernie “siriguejo” Ecclestone e sua trupe graneira e esfolar todos com suas taxas e custos astronomicos, só restou saudade……..

  26. Ricardo Leite Lopes disse:

    Agora que começou, coloca aí uns fuscas da Gledson.

  27. Alan Bandeira Preta! disse:

    O gênio criativo do nome simplesmente escreveu num papel ” esta roupa” e cortou a primeira e a última letra. Criando esse incrível nome! -foi o que eu aprendi na faculdade…

  28. Lucas Carioli disse:

    Ninguém lembra também dos Jeans “Flammers” que faziam aquelas propagandas estilosamente ridículas no começo dos anos 80? Tenho uma corrida transmitida pela Bandeirantes com um comercial deles no meio!

  29. ALEX B. disse:

    Elio de Angelis, putz, baita barbeiro e destruidor de carros e equipes! Mas o cheiro de naftalina tá ficando insuportavel!

  30. Ricardo III disse:

    Curioso é que , de relance, a marca se confunde com o mais famnoso patrocinador sa Shadow nos anos 70, a UOP (univeral Oil Petrol) …até a fonte usada pela Staroup é , digamos, quase idêntica.
    Faltou somente o degrade amarelo laranja.

  31. disse:

    O Luizinho conta que em 73, correram atrás de mais ou menos U$$ 50 mil para alugar a Surtees para o GP Brasil.

  32. Ludimar Menezes disse:

    Gomes, patrocínio num F1 hoje, além de vender as calças tem vender também as cuécas…

  33. Luiz Mariano disse:

    Caro FG:

    Antes da Shadow do De Angelis, a Staroup botou grana em “Dancing Days” com a Sônia Braga.

    Ah, Sônia Braga…old times…

  34. pedro bresson disse:

    agora falta a Dijon do Sued com a espetacular Brunet… so de jeans.

  35. Eric disse:

    Se marcar a Gledson gastava uma grana igual na época de Divisão 3,Formula 1600 e afins….o que vc acha???

  36. Eric disse:

    A Ellus esnobou o Senna no começo de carreira hein…..o Nacional foi e plau….carimbou o famoso bonézinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *