MENU

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009 - 15:53Antigos em geral, Turismo

FINO & DANILO

SÃO PAULO (ô inveja 2, a missão!) – Acho que vocês lembram da história que pinguei aqui, via Rodrigo Borges, no começo de setembro. A história de Fino & Danilo, os doidos que foram a Salvador buscar um Gurgel BR-800 por conta da obsessão de Danilo pela marca. A aventura está no blog que eles criaram e pôde ser acompanhada pelo Twitter. Foram dois motores fundidos até agora, muitas risadas e um mergulho no interior do Brasil que a dupla jamais vai esquecer. Nem os leitores d’”O Globo”. O caderno “Carro etc”, editado pelo nosso Jason Vôngoli, colocou os dois na capa e em uma página interna (o link está aqui, enviado pelos blogueiros).

A última parada do Gurgelzinho foi em São José dos Campos. A chegada a SP está prevista para sábado. Com festa, claro!

Photo0029

18 comentários

  1. VARLEI disse:

    Para completar ele podiam fazer o caminho tomando umas chibatadas nas costas, vai gostar de sofrer assim no inferno,tivem um destes parecia um forno crematorio no calor e olha que tinha um teto solar grande.

  2. disse:

    Literalmente são dois promovidos a Canalhas!!!!
    O Janson deu uma puuuuuuta força pra moçada.
    E agora pouco, parando para comprar cigarro, o Casal do boteco de 30 anos aqui perto estava lendo, http://twitpic.com/rzack

  3. Paulo Hüvös disse:

    Fizeram a última parada no lugar certo, moro em São José dos Campos, e oque tem de BR-800 aqui……
    Peça é o que não vai faltar para eles consertarem o carro.

  4. Rogério Magalhães disse:

    O dia que tomar tenência e finalmente tirar carta e ter um carro, vai ser um BR-800… só não sei se seria doido como a dupla aí de buscar tão longe, mas uns bons rolês com o danado do BR-800 certamente rolarão… quem dera eu tivesse grana na agulha para comprar esse BR-800 do LPB, eu vi umas fotos que o Dú Cardim mandou uma vez e tá um brinco, parece que acabou de sair da fábrica e entregue pelo próprio Sr. Gurgel, hehehehe…

    Tomara mesmo que essa louca viagem tenha o final feliz que promete… merecia até matéria no Limite, hein FG…

  5. Depois de ler novamente o blog desses dois figuras, chego a seguinte conclusão: eu sou um bunda mole!!!

    Parabens Srs!!! A história não se lembra dos covardes, já dizia um amigo do RJ, vcs serão lembrados sempre!!!

  6. Eduardo - SC disse:

    Esse não aguentou o tranco. Pelo menos um motor de fusca faz dois motores de BR800.

  7. nilton disse:

    um bom assunto a compartilhar, aventuras e desventuras automobilisticas !!!

  8. Mario Mesquita disse:

    Irmãos Coragem… Mas é uma loucura danada de boa… Aplausos pra esses dois doidos!

  9. Ricardo Bigliazzi disse:

    To vendo varios desses Gurgel aqui no ABC.

    Abraços

    Imperador

  10. Regi Nat Rock disse:

    Quem tem um, tratado a pão de ló é o Peroba. Ele me disse que é o carro da esposa que raramente usa e que está estalando de novo.
    Parece que está a venda.
    Quem conhece os detalhes é o Dú Cardim e o Ronaldão.

    Na feira de domingo aqui perto de casa tem um bordô de uma senhora que vende roupas. Tá lindão e segundo ela, não vende, não troca, não empresta…

    Qto a aventura dos rapazes aí, só aplaudir.
    Poucos tem cojones para uma empreitada dessas, com um carro velho e em condições mecanicas desconhecidas, não importando a marca.
    Deve ter sido uma farra a aventura.

    Eu já trouxe da fazenda um fafa que “só” gastou 18 litros de óleo em 1.900 km e 42 horas de estrada, contra todos os prognósticos inclusive do meca que achava uma loucura e que o motor não iria aguentar.
    Pra chegar nos 70km/h só nas descidas e com vento a favor.
    Dei sorte, só isso.

    Engraçado da história é que, depois que cheguei, mandei lavar e marquei com o meca fazer o motor. O carro ficava parado na rua e numa madrugada fui na janela e o danado tinha sido surrupiado.
    Fui acordar minha mulher as gargalhadas para avisar que ia até a delegacia dar queixa. “tá rindo porque?” ora, respondi, o ladrão não anda mais que um kilometro.
    Foi encontrado as 6 da manhã a uns 600 metros de casa, com o quebra vento quebrado e um “aviso” do gatuno, feito com o “traseiro”, bem no banco do motorista.
    Nem os PM’s que o encontraram não estavam acreditando no que viam e depois que expliquei o estado mecanico , também se divertiram a valer.
    Lavar o banco bem lavado na mangueira de jardim caridosamente emprestada pela senhora que morava em frente de onde tinha sido abandonado,, embrulhar com plastico e largar na oficina na segunda feira.
    Fiz o motor e vendi lá na oficina mesmo.
    Quando lembro dessa história custo a crer que foi verdade.

  11. Luca Bastos disse:

    Perto da minha casa em Paraty tem um azul clarinho meio calcinha meio trabant. E ainda anda. Só está sem o vidro de trás.

  12. Marcelo Borges Araujo disse:

    São dois loucos sentimentais.

    Isso tudo é o que dá sentido à vida.

    Deus os abençõe!!!

  13. nilton disse:

    tem doido prá tudo, vida longa prá voces e p BR800 !!!

  14. petrafan disse:

    putz… motor fundido é dor de cabeça grande. uma pena.
    mas pelo menos eles estão conseguindo.

  15. No nosso blog, tem lá a matéria que termina contando a história do Engenheiro Amaral Gurgel. Valeu Flavinho pela força!

    Abraço

    Danilo

  16. paulo disse:

    Grande João Paulo, baita aventura, gostaria me permitir esses impulsos aventureiros, deve ter sido uma aventura e tanto a bordo deste “bolido” genuinamente nacional.
    Vou pra essa festa ai com certeza, admirar os “gurgéis” e outras preciosidades também. Alias, uma das coisas que mais gosto aki ( e do Flavio Indiana Gomes) sao todos os posts relacionados aos carros antigos.

    INDIANA GOMES DEVIA TER UM PROGRAMA PROPRIO DE 1 HORA, adoro o Limite, mas melhor seria uma hora so dos carros do passado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>