MENU

terça-feira, 2 de março de 2010 - 7:04Rali

ESTRESSE NO RALI

SÃO PAULO (mínima de 16) – Está rolando um stress (ou “estresse”, já que aportuguesaram essa palavra e ficou horrível, que nem “estafe”) no rali brasileiro. A nova administração da CBA, há alguns dias, comunicou aos pilotos que todos deverão usar pneus Pirelli (mesma marca usada no Mundial, diga-se). Mas alguns pilotos contestam a escolha. Dizem que a adoção de uma única marca foi, sim, algo cogitado em reuniões com os dirigentes, mas que deveria haver uma contrapartida — benefícios como preços mais camaradas, talvez, verba de patrocínio, algum tipo de vantagem para os competidores, o que é normal nessas negociações que levam a fornecedores exclusivos.

Ocorre que, pelo jeito, a nova CBA simplesmente baixou o decreto e não ofereceu nada às equipes, nem mesmo pareceres técnicos. Estão quebrando o pau.

Pneus à parte, essa nova CBA não me parece muito diferente da antiga. Como sempre aconteceu, decisões são tomadas sem a participação de pilotos (e, no caso do rali, navegadores), de forma pouco transparente, sem embasamento técnico, sem nada. É evidente que a Pirelli tem todas as condições de fornecer bons pneus a quem corre de rali. Não é essa a questão. A questão é a maneira como os dirigentes fazem as coisas por aqui. Tudo na base da canetada, de cima para baixo. Por isso que o automobilismo brasileiro não anda.

35 comentários

  1. Leonardo disse:

    Retiro o que disse, a CBA não presta. Só trocou o nome da corja.
    O que vale são os favore$$$$ e nada mais.
    NO PR estão denunciando a Federação ao ministério público. Adoraria ver alguém fazer o mesmo em relação à CBA, porém creio que seriam as velhas desculpas de “quem fez isso foi administração anterior”.

  2. Flavio Almeida disse:

    É triste ver isso acontecer, ainda mais, nessa categoria do automobilismo nacional onde os competidores são realmente amigos. Pena que a CBA ainda não exergue isso como deveria. Quando fazia parte desse mundo de rallyes os pneus tomavam grande parte do orçamento das equipes ainda mais para as pequenas equipes onde o orçamento é pequeno e o dinheiro sai do bolso, muitas vezes rasga até as calças do pessoal, Acredito sim que o tal fornecedor tem sim um pingo de culpa, pois se caso quisesse mesmo somar ao rallye nacional teria como ajudar as equipes com descontos proporcionais para a aquisição de jogos de pneus claro que o interesse maior é financeiro, é uma pena. Precisariamos sim ter alguem forte do rally dentro da CBA com poder de negociação e voz ativa junto a cartolagem. O Rallye Brasileiro é explendido…temos lugares maravilhosos onde ocorrem as provas existem excelentes pilotos, fenomenais Navegadores e brilhantes equipes e ainda contamos com apaixonados que organizam, e fazem acontecer.
    Abraços a todos e que isso se resolva de forma positiva ao pessoal do rallye.

  3. marcão disse:

    De novo uma conversa estranha, sobre um fato já conhecido…

    Favorecimento de alguem para alguem!!!!

    Só que se trata da CBA de novo!! O coisa feia isso! Será que os dirigentes dessa entidade não tem vergonha na cara? Deve ter um jeito de isso que se tonou a CBA, voltar para as mãos de pessoas interessadas no esporte.. Não é possível, estár acontecendo de novo!
    Que coisa, no Rio não tem autodromo mas tem “CANETODROMO”

    E o problema não é só de cima pra baixo, é também de baixo pra cima! Aparentemente estão todos comprometidos com essas mazelas!!!!

    Vcs pilotos, chefes de equipes, patrocinadores e todos os envolvidos diretamente com o esporte, ou tomam uma atitude decente não contra a entidade CBA, mas, sim contra esses que hoje estão lá usurpando em nome dela!! Ou amanhã ou depois serão chamados de coniventes com as atitudes tomadas lá!!
    Um caso típico de maquiagem que essa entidade está tomando!

    Tiram os spider do regional e prometem para os envolvidos um campeonato Brasileiro! Legal!! Jóia!!! Só que as custas da própria categoria, e custos de Brasileiro é coisa séria! Ai vai que não da certo, mais uma categoria que vai pro vinagre! Como a antiga formula Renault e ex: Formula Brasil 2000! Quem tem um formula renault hoje ou põe pra correr junto com a Formula SP ou quarda em casa ou, deixa apodrecer! Sinceramente espero que nada disso aconteça com a Spider, pois é uma das melhores categorias que tivemos.. Tomara que de certo!
    Cartolagem e esporte nunca deu certo, e nunca vai dar, coitados dos esportistas….

  4. Victor Hugo disse:

    No dakar a Bfgoodrich é campeã. Os fabricantes de pneus deveriam ser competidores. Se o pneu faz tanta diferença assim, pode ser que uma equipe média ganhe com pneu bom, enquanto uma equipe boa perca com pneu ruim… Padronizar um item tão importante diminui o esporte, diminui a competitividade. Que tal botar todo mundo pra correr em carro igual também?

  5. guto disse:

    Ahhh… é a Pirelli, então é poupada das cíticas ácidas do Blogueiro… Igualzinho o Gavião Bueno… hahaha

  6. fernando disse:

    É Flavio, realmente fica horrível essas palavras aportuguesadas, mas nenhuma é pior que “LEIAUTE”

  7. Armin Koehler (Ibx Cor. de Seg. e Prev.) disse:

    E assim anda quase tudo neste país… Por muito menos deixei de correr Rally de Regularidade…

  8. viscondi disse:

    Caro Gomes,

    É um caso de patrocínio, não é mesmo? Levando em consideração que envolve recursos, não seria o caso de haver uma investigação sobre quais as vantagens a CBA estaria levando para colocar a marca como fornecedora exclusiva no Campeonato Brasileiro de Rali? Se é que você me entende? Aqui em Brasilia nós entendemos.

    abraços.

  9. Fabiano Rennó disse:

    A indignação do pessoal do Rally é que a decisao foi tomada no final da semana passada e nesta Sexta Feira 05/03 larga o IRC, Sulamericano, Camp. Brasileiro e Copa Peugeot em Curitiba 50 carros inscritos ou seja a decisao foi tomada a uma semana da prova.

    O Pessoal tambem nao sabe nada sobre o pneu só sabem que é um ATR Scorpion 175/70 14″… esse pneu é o mesmo das Palio´s Adventure e Strada dizem que a Pirelli vai fazer um reforço especial para Rally porém até onde eu sei nao foram testados.

    Andei em Curitiba em 2008 e digo que é um rally rápido e perigoso… imagine largar na primeira especial sem saber o que voce usa de pneu.

    Sobre a Yokohama ela saiu da Copa Peugeot e tirou o subsídio dos Pneus de Rally e custaram por volta de 800,00 cada pneu.

  10. Edilson Vieira disse:

    Li essa informação ontem no mundo rally e não enviei para o FG porque achava que ele não iria publicar, visto que corre com os pneus Pireli no 69. Nada a ver. Desculpe a ignorância. Mesmo porque, como o próprio FG diz, a bronca aqui é contra a CBA e não contra a Pirelli. O fato é que muitas equipes que competem no brasileiro de velocidade já tinham seus estoques de pneus de outras marcas e a decisão, digo, imposição da famigerada Comissão Nacional de Rallye, chegou às vesperas da abertura do campeonato.

  11. Leonardo disse:

    Muita calma nesta hora. Pelo que sei e falaram aí acima a Yoko nao ia mais fornecer, nao tinham interesse. A Pirelli foi a única que se prontificou.
    Fornecer pneus para qualquer categoria nao é muito lucro, ainda mais para uma que não tem TV aberta ou outra mídia mais popular.
    Os dois lados tem que ser analisados. Falar essas coisas ao vento qualqueer um pode.

  12. Gostaria de saber pq meu comentário foi retirado.

    Grato.

  13. Lucas Mx disse:

    Aconteceu a mesma coisa no Brasileiro de Motocross 2009
    São nosso dirigentes !!

    Abraço

  14. disse:

    Ano passado a CBM fez o mesmo no Brasileiro de Cross c/ a Pirelli.
    Se não fosse a Rinaldi e a ProTork este ano, nem campeonato a CBM iria realizar….

  15. Orlando Salomone disse:

    Acho que o que falta aos dirigentes, de um modo geral, é justificar suas decisões, e mais, discuti-las com os interessados, no caso os pilotos e equipes, antes de adota-las. Satisfação, -às vezes- paga dívida.

  16. J.Augusto disse:

    Flávio, ficamos inconformados com canetadas, mas deveríamos não ficar. O que esperar dessas entidades que regem nossos esportes, já que muitos integrantes não sabem trocar um pneu e em outros terrenos, nunca chutaram uma bola. É uma vergonha.

  17. Sei lah se o Flávio lê isso aqui mesmo, mas o fato é o seguinte:
    Os pneus propostos pela Pirelli estão distantes, e muito, daqueles que são oferecidos nas competições lá fora. O que estão empurrando guela abaixo são os pneus do Ideia com reforço na lateral pra guentar um pouco mais as porradas. O pneu é uma porcaria, mesmo, bem diferente dos Pirelli que são usados no Sul Americano, que são tão bons quanto outros pneus de rally, como Hancook ou Yokohama. Falando nos japoneses, eles apenas tiraram os subsídios que davam para a representante no Brasil nos pneus aro 14. Para os pneus aro 15, que equipam os N4 e alguns N3 (agora denominada Super N), a representante ainda tem pneus e a preços bem competitivos.
    Resumindo: se querem enfiar guela abaixo um pneu de corrida, se rolar contrapartida até pode ser, mas colocar pneu de rua em carro de corrida é comprometer seriamente a segurança de todos, pilotos, navegadores e espectadores, sem falar no mal que um tragédia pode acarretar para a imagem de um esporte.
    Pronto, Falei!!

    • Flavio Gomes disse:

      Não sei se você percebeu, o motivo deste post é discutir uma decisão da CBA tomada, pelo jeito, de supetão. Agradeceria se, aqui, ninguém saísse defendendo ou atacando marcas de pneus sem ter base técnica para isso, apenas para defender interesses pessoais e/ou de equipes/empresas.

    • Gostaria de deixar claro que não defendo ou ataco nenhuma marca, pois nem correr este ano vou. Esta informação acerca da marca japonesa obtive em consulta com os próprios. A informação acerca dos “italianos” (entre aspas pq os pneus que a CBA exige são nacionais), foi proveniente de competidores que utilizaram este pneu anteriormente.
      Enfim, se fiz os comentários acima é pq tenho um conhecimento da situação, ainda que pequeno, mas o suficiente para tentar clarear uma situação que ainda é bastante obscura.
      Para atualizar, as últimas notícias do parque de apoio são de que existe uma brecha no regulamento técnico que vai permitir o uso de pneus de outra marca, pois adendos ao reg. técnico só entram em vigor com trinta dias de sua publicação. Essa é uma boa noitícia, pois os Lancer Evo 9 vão poder pontuar nas duas competições que disputam, CBR e CODASUR, mesmo os regulamentos exigindo pneus de dimensões diferentes mas da mesma marca (CODASUR exige os italianos, sem aspas).
      Enfim, desculpe-me se meu comentário pareceu ser parcial, e parabéns pela imparcialidade na análise de todos os lados da situação. Por isso continuo seu fã.

  18. Fabio disse:

    Pelo que sei, foi a Yokohama que se retirou, que não vai mais fornecer pneus. Quem souber mais detalhes que esclareça.

  19. Atenágoras Souza Silva disse:

    Gostei da atitude, parebéns.
    Queria que os pilotos profissionais seguissem o exemplo.
    Você possui patrocínio da Pirelli para correr com o Meianov, não é verdade?
    Nem por isso deixou de mostrar a sua opnião em uma situação em que a marca é politicamente favorecida. Ao mesmo tempo, conseguiu esboçar a sua opnião sem que fosse ofensiva.
    Os pilotos de F1 poderiam aprender a fazer isso. É possível mostrar a sua opnião de maneira elegante, mesmo que seja um pouco contrária a do patrocinador, e que viva a liberdade de expressão.

    Um grande abraço do fundo do meu coração vermelho de outubro de 1917,
    Atenágoras Souza Silva.

  20. @DiotonEdson disse:

    A vida inteira, tudo bem que não sou velho 32 anos …mais a vida toda eu ouvi tudo que e piloto reclamando da CBA…mais o que mais me irrita Gomes e a classe de pilotos serem tão desunidos…sem vcs não tem show, não em patrocinio, nao tem porra nenhuma….por que essa desunião???parece ate a classe de caminhoneiros…

  21. João Luís disse:

    Por isso que o Brasil não anda Flávio, aqui em Pindorama é tudo na base da canetada e ninguém está preocupado com a realização mesmo. Cara, isso é pensamento mágico, deu a canetada e pronto, tá tudo resolvido!!!!!!

  22. Beto Carpini disse:

    Não sou muito afeto aos ralis, mas gosto muito de corridas de carro. Porém no automobilismo brasileiro, a única coisa que vai para frente é o atraso!!!

  23. claudio aun disse:

    FLAVIO
    UM SHOW DE PILOTAGEM DO ARI VATANEM.
    FICA A SUGESTÃO PARA UM FUTURO POST
    ABRAÇO
    CLAUDIO AUN
    http://www.youtube.com/watch?v=hJ_sYzHIRZk

  24. José Agart disse:

    Eu só queria entender ! nas categorias da FIA ela consulta os pilotos sobre o regulamento, os pneus etc e tal ?????

  25. Qual será o montante do royalty que irá direto para os bolsos (ou cuecas, meias, sei lá, onde couber mais) sei lá de quem?

    Decisões unilaterais quase sempre vem acompanhadas de benefício$ unilaterais.

  26. ROGÉRIO CARVALHO disse:

    Fala FG, e na maior cidade do mundo o frio continua, olha o grande problema do automobilismo brasileiro e esta coisa de federação, confederação e coisas afim, não tinha que ter nada disso, o melhor campeonato de carros no brasil eles não apitam nada que é a galera que corre de carros de marcas do sul em autodromos de terra, mas é sempre assim quando estes cartolas se metem em algo é só pra ganhar um em cima e atrapalhar tudo, sou contra estas entidades, acho mais legal se fosse tudo autonomo e pronto. Abraço.

  27. Roberto Borges disse:

    Vai continuar tudo a mesma porcaria!
    Infelizmente.
    Tudo que depende da CBA não funciona direito. Não sei o que ocorreu de uns anos para cá, mas ninguém decente assume a entidade? Os patrocinadores, donos de equipe e pilotos (esses últimos menos) não se mobilizam, não falam nada?
    Vamos depender de alguns visionários, como o pessoal da Truk e a família Massa?
    Caro Flávio, não caberia no Limite uma nova abordagem desses problemas?

    Abraços

  28. claudio aun disse:

    AGORA NÃO ADIANTA RECLAMAR !!!!!!!!!!!
    ENQUANTO ESTADOS QUE NEM SE QUER TEM AUTODROMOS MAS TEM FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO ELEGEREM DIRIGENTES VAI ACONTECER ESTE TIPO DE SITUAÇÃO.
    É O FAMOSA ADMINISTRAÇÃO MELANCIA,VERDE E AMARELO POR FORA E VERMELHO POR DENTRO.
    E O NOSSO AUTOMOBILISMO AGONIZA NA SARJETA.

  29. Flávio Bragatto disse:

    Ainda estivessem amadurecido a categoria, feito dinheiro dela para poder exigir a “marca tal” de pneu, aí sim!

    Mas… vão entubando isto no rabo de quem faz esporte de qq jeito.

    Vai acabar neguinho pulando fora por R$100 por pneu. Não precisavam disto.

  30. Ranieri Nery disse:

    Semana passada eu entrei no site da CBA e enviei um email no canal direto com o Presidente.

    E não é que o cara me respondeu?

    Talvez seja cedo pra dizer que essa ADM é igual a antiga, ou tarde pra eu reparar que nada mudou, foi só um email respondido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *