NA LINHA

SÃO PAULO (e nada) – Informa o amigo Américo Teixeira que amanhã, dia 16, Cleyton Pinteiro completa um ano na presidência da CBA. Alguém notou alguma mudança no automobilismo brasileiro, fora a extinção da boa revista feita pelo brother? Vejamos. A Stock Light acabou e virou corrida de bolha de picape. A Stock Jr. acabou e abriram-se as portas para uma categoria de Mini, que não sei direito quantos carros vai ter, nem quando vai começar. Nos monopostos, continuamos zerados, exceção feita à categoria criada pelo Felipe Massa, que ainda não começou. Em Turismo, espera-se pelo início do Trofeo Linea. Como se vê, as duas novidades são iniciativas do Felipe e da Fiat, não da CBA. Os autódromos continuam uma piada, cada vez piores. O de Goiânia, por exemplo, virou palco de baladas ilegais regadas a drogas, bebida e palhaços queimando pneus. É só dar uma busca no VocêTubo.

Vamos bem.

Sobre o Trofeo Linea, reproduzo texto e foto recebidos do pessoal que faz assessoria para a MetalMoro, que está trabalhando na montagem dos carros:

Atualmente na MetalMoro, mais de 20 profissionais trabalham em média 60 horas semanais para atingir o prazo de entrega dos 25 carros que irão participar do Trofeo Linea, da Fiat, a partir de abril. Desde dezembro a empresa trabalha na preparação destes carros, projetando todos os componentes e sistemas necessários para tornar o Fiat Linea um legítimo carro de Turismo. Com este propósito vem desenvolvendo uma nova geometria de suspensão para os eixos dianteiro e traseiro e um inovador sistema de freios. Muitos componentes de aço e ferro fundido são substituídos por ligas especiais de alumínio, fibra de vidro e fibra de carbono, para redução de massa e garantia de segurança e durabilidade em condições severas de uso. Também está sendo projetada uma estrutura de segurança (santantônio) com uma liga especial de aço, além de modificadas as posições do motor e do câmbio para adaptação à nova geometria da suspensão. Os carros serão equipados com motor 1.4 turbo FPT (Fiat Powertrain), câmbio sequencial Sadev de seis marchas com mudanças feitas através de toques na alavanca e pneus Pirelli P ZERO 235/625 R16. O sistema de freios recebe novos discos, pinças, pastilhas Brembo e cilindros mestres Doppler. Já a suspensão terá molas Feeder e amortecedores Koni com regulagens de altura e coeficiente de amortecimento. O cockpit possuirá painel e console em fibra de carbono, bancos concha Sparco com proteção para a cabeça, painel de aquisição de dados Magneti Marelli e comandos dispostos ao alcance do piloto. O projeto, que conta com mais de 30 fornecedores atuando diretamente nos carros, envolve, ainda, o desenvolvimento e fabricação de peças, testes de pista, compra de matéria prima e peças, importação de materiais e montagem dos automóveis.

Tudo parece estar caminhando, ao menos para este campeonato. E a descrição do carro é promissora. Pelo jeito, vai ser coisa de primeira. Tomara.

Subscribe
Notify of
guest
50 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Breno Osnato
Breno Osnato
12 anos atrás

“A Triskle Funilaria pensando em ampliar seu trabalho assume a responsabilidade na manutenção e nos cuidados com o nosso mais novo patrocinado: o Meianov.Clique aqui e saiba um pouco mais sobre o nosso piloto.”

Confesso: fiquei emocionado!!!

Americo Teixeira Jr.
12 anos atrás

O querido amigo Flávio Gomes novamente me presenteia com suas referências amáveis a meu respeito. De fato, a revista Motorsport Brasil, para mim, era muito cara e resultado de muita dedicação. Não tenho dúvidas de que o encerramento de sua publicação, pela gestão Cleyton Pinteiro, foi uma perda. Espero que o atual presidente a reedite. Mesmo que com outro nome e outros profissionais no seu comando, seria a retomada de algo que dava muito certo na gestão Paulo Scaglione na divulgação do automobilismo brasileiro, notadamente das categorias menos conhecidas. Tive a alegria de criá-la e editar todas as suas edições 33 edições. Para mim, trata-se de uma página virada, mas bem que a CBA poderia retomar esse caminho.

Abraço grande e, mais uma vez, muito obrigado pelo carinho, Flávio!

Rodrigo Mattar
12 anos atrás

Mudou o presidente. O resto… continua igual, senão pior. O automobilismo brasileiro é um doente terminal e se ninguém olhar por ele e trouxer soluções no mínimo palpáveis para resolver seus problemas – que começam principalmente na própria gerência do esporte – vai acabar indo pro espaço. O Scaglione se jactava de que a entidade nunca recebeu dinheiro do governo federal. Não seria a hora de despir-se desse orgulho besta e arrancar de Brasília a garantia de uma lei de incentivo ao esporte com dinheiro advindo das montadoras, como é na Argentina?

Nilson campos
Nilson campos
12 anos atrás

Cuidado que você, pode ser suspenso pela CBA por suas palavras contrárias a ela, como ocorreu na gestão passada com alguns pilotos!!

claudio aun
claudio aun
12 anos atrás

Mudou sim , estão bem obesos nas atividades e decisões,
a CBA tem um mar de rosas pela frente, afinal o automobilismo nacional vai deixar de existir mesmo,e quando a F1 deixar de vir pra cá vamos chorar o leite derramado

Rafael Rosa
12 anos atrás

Leia o que Dárcio dos Santos da F3 escreveu no meu blog após meus comentários sobre a CBA

http://blig.ig.com.br/motortotalblog/2010/02/07/acorda-cba/

“O Automobilismo precisa de gente com coragem como você. Contem comigo. Deixei vários recados para o Presidente me ligar, assuntos importantes e até agora nada. Ou ele abre o olho e faz aquilo que deve ou deixa para quem entende do assunto. Invisto na minha equipoe e em corridas há mais de 30 anos e nao vai ser por desleixo dele que vou colocar tudo por água abaixo. Eu acho que mereço respeito.”

Se quiser trocar figurinhas comigo sobre o assunto, estou sempre no twitter – @rafael_rosa81

Um abraço Flavinho!

Rodrigo Garcia
Rodrigo Garcia
12 anos atrás

Flávio, andei conversando com algumas pessoas que me falaram que como a FASP era oposição da chapa de Cleyton Pinteiro, o presidente da CBA está de certa forma boicotando a Federação de Automobilismo de São Paulo. E a realidade do automobilismo nacional está bem diferente da entrevista que ele deu na televisão esse domingo.

Matias
Matias
12 anos atrás

Na verdade o que mais notamos neste primeiro ano do Sr. Pinteiro foram os seus anceios pessoais aflorarem de uma maneira intensa e concreta, talvez por ter sentido o gosto do poder pela primeira vez, ou quem sabe, por qquer motivo q so ele mesmo possa nos dz um dia.. O lado profissional fica bem evidente pelas condiçoes mediocres que se encontram nossos autodromos, gdes categorias sendo extintas, etc..
E o pior, proibir que profissionais , amantes do automobilismo atuem nas gdes categorias nacionais ( F1 e Indy ), privilegiando alguns que nao teem nada a ver com isto pois tb sao amantes como nos, e sim, se valendo da autoridade para manipular o automobilismo nacional da maneira que bem entende. So espero que os proximos 3 anos a coisa mude e pelo menos eu e todos meus amigos voltem a poder trabalhar na F1 e Indy, pois somente uma equipe hj pode fz isto.
Vale o meu recado, talvez seja o mais insignificante em uma gestao q começou pessima e com certeza, se assim continuar, vai terminar horrivel.

Almir Morales
Almir Morales
12 anos atrás

É amigos se o dirigente maior do automobilismo brasileiro é inoperante, o que podemos esperar das federações………
Vai ver que em um ano de mandato ele ainda está se inteirando…das coisas…..nossa quanta inoperância !

O exemplo tem que vir de cima, mas aqui no Brasil é o contrário, quem faz a coisa acontecer são pilotos, preparadores, alguns poucos mas fiéis patrocinadores, e pouquissímos promotores ( responsáveis e honestos ).

Percebam: onde os órgãos oficiais colocam o dedo a categoria não demora …acaba ou vira bagunça.
Que pena! Pessoas medíocres ! Só querem aparecer como ” OTORIDADES “.

Rodrigo
Rodrigo
12 anos atrás

Tanto não fez porra nehuma, que o Brasileiro de Marcas vai ter 3 etapas esse ano.
Um país como Brasil, não ter um campeonato nacional de marcas descente, é pura incompetência da entidade máxima, ainda não foi desta vez que poderemos ver a CBA montando um campeonato nacional com equipes de fábrica e 40 carros no mesmo segundo.

ags
ags
12 anos atrás

FG…vce ficaria com vergonha de ver a situação do autodromo de gyn…além de palco de show caipira e musica brega baiana….serve como moco de boca de fumo…e de desmanche de carros….é de dar vergonha…e tudo isso pq o sr senador goiano do psdb..ficou 7 anos.. roubando desviando possiveis verbas para a manuntenção do circuito….realidade mesmo é……………..melhor nem vir e ver….pois vce iria pedir asilo em outro pais…esse aqui tá uma katinga…e para ficar mais fedorento o sapo não engole o menino maluquinho nem a pau….(sapo é o lulla..e menino maluquinho é o senador perillo) o maior vagal da historia do pais………quer um ex………………………ele coloca o maluf e oreste quercia no bolso..e ainda dá de lambuja o arruda……………….quer mais…..abrçs;

Marcos Malfatti
Marcos Malfatti
12 anos atrás

Com esta potência não haveria a necessidade de encarecer muito freios, suspensão, pneus, etc.

Tomara que tenha pilotos ricos suficientes para manter esta categoria com grids completos. Vai ser bem cara.

Jader Lima
Jader Lima
12 anos atrás

Flavio Gomes voce leu uma reportagem ontem na UOL sobre o Fernando Meligeni criticando a Confederação de Tenis?
Em 2004 o novo Presidente da Confederação de Tenis assumiu prometendo inovar e já estamos em 2010 e nada mudou, podemos só mudar de CBT pra CBA em 2015.

alexandre
alexandre
12 anos atrás

Flávio… estou empenhado em adquirir um DKW Belcar para reforma… gostaria de saber quais as motorizações possíveis neste modelo? Moro em Campo Grande/MS e aqui não há peças disponíveis para o motor motor original. Desculpe estar utilizando este meio de contato. Obrigado!

Flavio Gomes
Flavio Gomes
Reply to  alexandre
12 anos atrás

O único motor aceitável num DKW é DKW. Se você quer colocar outro, desculpe a sinceridade, não merece um DKW. Compra outra coisa.

Benicio
Benicio
12 anos atrás

Acho bem louvável a criação desta categoria e outras, mas já estão fazendo um marketing negativo quando dizem que estão substituindo várias partes do carro “para redução de massa e garantia de segurança e durabilidade em condições severas de uso”. Estes Fiat´s são feitos do que? de plástico???

samir
samir
Reply to  Benicio
12 anos atrás

Cara, você não entende nada mesmo de carros de corrida!
Dê duas voltinhas ferradas com seu carro em interlagos. Depois você vai saber a resposta! Ou não!

Valmir Passos
Valmir Passos
12 anos atrás

A CBA continua a mesma porcaria de sempre. Se não atrapalhar já está de bom tamanho. E o Trofeo Linea, só está saindo por tem gente séria pondo a mão na massa. E não graças à CBA

weider carvalho
weider carvalho
12 anos atrás

ñ adianta eu fala nada sobre o automobilismo brasileiro,sendo q a CBA ñ quer resolver,e tbm ñ se tem um incentivo do governo.
mas tinha q ter um canal brasileiro q falasse afundo do automobilismo ARGENTINO como forma de protesto e incentivo para aquele brasileiro q vivem do automobilismo Brasileiro

Rodrigo Dias
12 anos atrás

Até que enfim, uma categoria de Turismo decente. Vai ter ela contra a de protótipos da Stock Car.

Jarba
Jarba
12 anos atrás

Estao comentendo o memso erro, de outras categoria inflacionadas, ccomo stock cars, que mudou o chassi, o cambio, o painel as rodas, e tudo mais. O carro ja andou um ano e nao anda melhor, do que um Stock de 10 anos atras, que custava 10% do runing, e tinha peneus nacionais, cambio e diferencial de serie.
este Linea é a mesma coisa, pra que inventar tanto para uma categoria monomarca? quem vai prestar attençao em composites, painel, motor recuado, e outras maracutaias que nao foram testadas. So servem para encarecer.
Bastava seguir a receita utilizada na Copa Clio, nos primeiros 5 anos. Paridade, baixo custo, e alto controle de equivalencia. Começos com 40 carros e terminou, na ultima faze patrocinada pela Renaul com mais de 30, disputando centimetros da pista. Esta é a formula do sucesso.

Nicholas
Nicholas
12 anos atrás

REALAMENTE POUCO ACONTECEU. Muita promessa e pouca atividade, inclusive no que tange a drireçao de provas, comissarios tecnicos e desportivos. sao os mesmo e repetindo os mesmos erros.

DIVINO CESAR MARINARI
DIVINO CESAR MARINARI
12 anos atrás

É Flavio Gomes você tem razão,um ano se passou e nada aconteceu.Numa entrevista do presidente da CBA assim que ele assumiu o cargo, que eu lí,eu acho que foi no GP,entre várias promessas uma sou testemunha que não aconteceu.O presidente afirmou que iria apoiar o automobilismo regional.Aqui em Goiânia ele nunca deu as caras.E o nosso autódromo está mesmo abandonado e entregue aos vandalos.Porém este vandalismo está acontecendo na parte de fora da pista e do padook,onde nós pilotos estamos dando manutenção por conta própria.Trocamos lampadas nos boxs,fazemos manutenção e troca de registros no sistema de ar comprimido,trocamos fechaduras das portas dos boxs,e não permitimos esta bagança nesta área.Estamos realizando um campeonato reginal de marca e pilotos na marra com 25 carros no grid,pois não temos apoio oficial nenhum.

lucas
lucas
12 anos atrás

Ótimo! Mas porque cambio sequencial, carbono e equipamentos sofisticados?
Estamos saindo, se é que estamos realmente saindo, de uma época de crise economica.
Espero que tudo saia muito bem, mas me pergunto: porque não fazer carros de corridas simples? Porque não levar em conta que patrocinios aqui não caem do céu e fazer um carro seguro, e simples?
Sorte pra todo mundo, porque se sair caro essa brincadeira, não vai muito longe, como muitas outras que já se foram.

Adriano Darzé
Adriano Darzé
12 anos atrás

A CBA tem que se preocupar em baratear as categorias existentes, ou criar novas, com o custo mais barato.
Mas, isso parece que está mais parado do que um Pit-stop!

Paulo Freitas
Paulo Freitas
12 anos atrás

Ai que saudade da Formula Uno. Eu ia em Interlagos ver aqueles quase 60 carros correndo… O grid ia até quase a Junção. Era 100% do tempo carro passando na reta… E o Nonô Figueiredo, com um Uno patrocinado pela concessionária Gênova ganhava tudo… Bons tempos…

petrafan
petrafan
12 anos atrás

legal, mas… quanto tempo vai durar?

Italo
Italo
12 anos atrás

Toda essa preparação pra um 1.4 turbo de quantos cv ? Não tá superdimensionado esse conjunto ?

Ou vão colocar um Chevy V8 mais adiante? :-)

samir
samir
Reply to  Italo
12 anos atrás

Esse 1.4 16V turbo que equipa o T-jet, tanto o Punto quanto o Linea tem 152 cv de fábrica.

Trabalhado para as competições……….acho que vai bem longe a cavalaria.

Edilson Vieira
Edilson Vieira
12 anos atrás

Simples. O que Clayton Pinteiro fez pelo automobilismo pernambucano nos últimos anos como presidente da FPA? A sede da entidade é um lixo. Tá, temos aqui a Fórmula Truck….o quê mais? Um autodromo que só não está ocioso porque um grupo de garotos organiza um campeonato de arrancadas bem legal.O Campeonato estadual mesmo não existe há vários anos. O de rally acabou depois que a federação começou a exigir filiação (e anuidade) de todos os inscritos sem dar absolutamente nada em troca (ah, davam um crachazinho vermellho para pilotos e navegadores, é verdade…). Enfim, se esse senhor fez pouco pelo automobilismo em seu próprio estado, se superou à frente do automobilismo nacional. Não fez nada.

Ricardo Bigliazzi
12 anos atrás

Que os Deuses do Automobilismo continuem a ilumiar o FIAT e o Felipe.

Segue o jogo… bem que a Volks e a Ford (com a sua incrivel Formula -Ford) podiam fazer a mesma coisa.

OBS.: Como será que a RG vai chamar esses campeonatos??? Formula – F e Trofeo L?
Abraços

Imperador

Ronaldo Santos
Ronaldo Santos
12 anos atrás

Caro Ffávio,

Condordo plenamente com você ” Um ano de adminstração e nenhuma mudança, continua a mesma coisa – Venda de Carteiras de Pilotos, nenhum apoio e apenas o tal de Clayton fazendo média, colocaram o Paulo Gomes que também não fez nada pelas categorias e pilotos, então por que não larga o osso.

Ah, esqueceu de uma coisa a Copa Clio teóricamente acabou e em momento algum a CBA apareceu para tentar ajudar na busca de uma solução, são nada mais que 20 carros, pilotos e equipes paradas.

abçs.

Caio
Caio
12 anos atrás

Acrescente a sua relação o fato do presidente da CBA dar exclusividade a apenas uma equipe de sinalização nas corridas mais importantes como F1 e Indy, será que teremos mais 3 anos de exclusividade para uma única equipe ? Fazer o que né….

Franco
Franco
12 anos atrás

Por que não usar o projeto do Linea que disputa o TC2000? Acredito que ficaria mais barato e seria mais rápido.

Roberto Martinez
Roberto Martinez
12 anos atrás

Deu água na boca a descrição desses carros.
Realmente de primeira.

Tohmé
12 anos atrás

Os caras querem inventar a roda.
Na Argentina a copa Línea existe há dois anos, com grande sucesso. Basta ver o que fazem por lá…

Diogo
Diogo
Reply to  Tohmé
12 anos atrás

A Copa Linea da Argentina funciona nos moldes do Mini Challenge no Brasil. Carros iguais, fornecidos pela organização, com motor 1.9 16v e “gentlemen drivers” pilotando os carros em provas preliminares do TC2000.

Pedro Fetter
12 anos atrás

Como eu faço para trabalhar na Moro, meu deus?

Mário Buzian
Mário Buzian
12 anos atrás

Vindo da oficina do Ademar Moro, eu fico muito contente, e ainda assino embaixo…Já visitei o local das fotos e o pessoal de lá é extremamente profissional e competente, ponto para a Fiat ao apostar nesse projeto e deixar a execução com eles !!!

Pedro Jungbluth
Pedro Jungbluth
12 anos atrás

Olha, em geral quando se reformula via cface lift um carro de linha, não é nada difícil adaptar os bólidos para ficarem com essa cara.
O Tedesco do rally, por exemplo, ficou anos com o mesmo chassis acertado por ele, e sempre quea FIAT remodelava o Palio, ele só trocava a frente.
Isso não é difícil.
Sobre a categoria, fantástico trabalho, todos os méritos para a FIAT, a fábrica mais inovadora do Brasil, e para o Massa, que soube usar sua influência e criou aqui duas categoria que o Brasil precisava muito: uma de monoposto para jovens e uma de Turismo de verdade para pilotos experientes.

Paulo Franco
Paulo Franco
12 anos atrás

E as motos?
Ninguem fala nada, sobre o formato das provas, regulamento, nada se sabe sobre o calendário… como é que um piloto vai conseguir patrocínio, qualquer apoio assim, se nem sabe aonde vai correr e quando?
Tá meio desorganizado isso aí!

deschamps
deschamps
Reply to  Paulo Franco
12 anos atrás

Paulo

Os dados que vc questionou estavam, inclusive o calendário, estavam no site Racing Festival, que é o nome escolhido para as 3 modalidades, mas, infelizmente, neste treco chamado Brasil, já detonaram o site dos caras, só dá para entrar lá por conta e risco.

“Malicious software includes 5 exploit(s), 3 scripting exploit(s). Successful infection resulted in an average of 2 new process(es) on the target machine.”

Fica difícil alguem fazer algo sério por aqui.

Gustavo Oliveira
Gustavo Oliveira
12 anos atrás

Com um investimento desse daria pra ter as mudanças de marcha no volante, só deixaria a categoria mais rápida.

André Scud
André Scud
Reply to  Gustavo Oliveira
12 anos atrás

Mais rápido nem sempre é melhor.

Rodrigo Moraes
Rodrigo Moraes
12 anos atrás

Muito legal o trabalho. Só me parece uma pena que o carro parece que vai ter vida curta no mercado, já que é um sedan compacto com preço de médio.

Orlando Salomone
Orlando Salomone
12 anos atrás

Olha, não dá p’ra reclamar, não. Se vai mudar com o modelo ou não, não importa. Importa, sim que existe a preocupação em adequar realmente os carros para competição, o que por sí só já é altamente louvável. Agora, se alguém souber, por favor, me diga. Os pneus Pirelli R16 são produzidos aqui ou importados? As rodas do meu Opala ainda são 16″, e se for possível não trocá-las por aro 18″, melhor.

Ricardo Bigliazzi
Reply to  Orlando Salomone
12 anos atrás

Concordo em genero, numero e grau… que a Volks e a Ford façam pelo menos metade do que a FIAT esta fazendo.

Abraços

Imperador

André Scud
André Scud
Reply to  Orlando Salomone
12 anos atrás

Exagero não é eficiência, senão Bigfoot seria usado em provas de velocidade.

Rodrigo Lombardi
12 anos atrás

Tudo bem, mas os carros serão os mesmos quando
mudarem os modelos?

Faz o que?
Joga fora?
Faz de novo?

Só encarece a categoria.

Júlio Amorim
Júlio Amorim
12 anos atrás

se for caro dura pouco por aqui…….