MENU

segunda-feira, 8 de março de 2010 - 0:52F-1

SENNA, 50 (3)

SÃO PAULO (eu lembro disso) – É passagem razoavelmente documentada, essa da foto enviada pelo Cláudio Luccisano. Nem precisa dizer que Senna está no carrinho ao fundo e, em primeiro plano, Emerson Fittipaldi. Isso mesmo. Anos antes daquele encontro em Phoenix, os dois dividiram a mesma pista. No Rio. O resto vocês contam.

60 comentários

  1. Macs Alves disse:

    Emerson Fittipaldi foi um dos grandes sim, enquanto correu. Isso inclui a sua vitoriosa carreira na Indy, com carros igualmente velozes em comparação a um F1 e muitos pilotos idem. Achei inclusive injusta a classificação que ele recebeu na Autosport, com ele e o Piquet atrás de Gilles Vilenueve (este sim, que não teve tempo de mostrar se seria um dos grandes mesmo). Emerson ganhou o campeonato mundial em 74 vencendo Nicky Lauda, o sétimo da lista, enquanto o brasileiro é 12º , e em 72 vencendo Jack Stewart, o 6º.

  2. Edilson disse:

    Prost: “Minha história na F1 morreu junto com o Senna”

    Em entrevista publicada nesta terça-feira (30), pelo jornal espanhol “El País”, o Tetracampeão Alan Prost revelou que sua história dentro da Fórmula 1 morreu no dia primeiro de maio de 1994, quando Ayrton Senna bateu sua Williams na curva Tamburello, Ímola.

    “Ayrton e eu temos um vínculo. Ninguém pode falar de Ayrton sem mencionar meu nome, e ninguém pode falar de mim sem mencionar o dele. Sua morte foi o final da minha história com a F1”, disse o francês.

    Na oportunidade, Prost revelou que Senna no Grande Prêmio de San Marino fez coisas não habituais para o brasileiro. “Lembro que, antes da corrida, ele veio às cabines de televisão para falar comigo, o que não era algo habitual e, por isso mesmo, todos que estavam ali ficaram calados. O mais surpreendente é que não queria falar de nada muito importante”, revelou.

    “Depois de comer, pouco antes da largada, fui aos boxes da Williams e conversamos por uns dois minutos antes dele entrar no carro. Esta foi a última vez”, relembrou.

    Momentos antes da prova, ao abrir a transmissão de uma TV francesa onde Prost trabalhava como comentarista, Senna, dentro do cockpit da Williams, disse ‘olá’ ao seu ex-companheiro e, em seguida, disse que estava com saudades de seu rival.

    Confira o vídeo da mensagem de Senna à Prost:
    http://www.youtube.com/watch?v=M56-m-zuFsw&feature=player_embedded

  3. Wilson Gomes disse:

    Atras, com barriga e’ o Flavio Gomes…

  4. Sabia que o Emerson havia testado a Spirit em 1983, mas não que o Senna tinha participado do mesmo teste. É isso aí, tantas histórias que aos poucos vão se perdendo e as vezes até se resgatando…

  5. Orlando Salomone disse:

    Meu Deus, que viadagem! O cara tá em outro plano, gente, deixa ele em paz!

  6. Renato Rolim disse:

    Não me conformo no que o Emmo fez com a carreira dele… Era pra ter conquistado mais titulos e só dps ter ido pra Indy… seria sim, um dos grandes! E eu acho que ele é… Na F1 parece que não o valorizam tanto!

    Essa foto eu tenho aqui no pc, tinha que ter algum video… Soh faltava o Nelson na foto.

  7. Antonio disse:

    O grande campeão Emerson passando a bola para o futuro grande campeão Ayrton Senna.

  8. abay disse:

    Topolino e Goffy patrocinando o carro? era uma equipe italiana ou coisa do tipo?

  9. Guy Ligier disse:

    É impressionante como a memória nos trai… Tá certo que eu só tinha 7-8 anos na época, mas os meus registros cerebrais me juravam-de-pé-junto que o Emerson tinha testado a Spirit com motor Honda, às vésperas da temporada de 83! Taí a foto pra mandar a minha memória pastar: se tinha o Senna, era 84, e se era 84, era Spirit-Hart, e não Honda, que já estava na Williams!

  10. Eric disse:

    Putz…eu tinha só 7 anos…mas sei que esse dia era treino e o Emmo só testou o carro.

  11. Roberto Martinez disse:

    Teste de pneus em 1984 e Emerson fez um teste nessa “cadeira elétrica”

  12. gustavobala disse:

    eu disse que o “emerson ficou de fora em 5 gp´s com a copersucar…..”

    na verdade, faltou uma virgula alí, e assim ficaria correto:
    “emerson ficou de fora em 5gp´s, com a copersucar….”

  13. Oswald Martins disse:

    Pelo que eu sei, a Honda colocou seus motores na Spirit em 1983, com o Stefan Johansson pilotando.
    Em 1984, a Honda já tinha pulado para a Williams e o motor do teste do Emerson era Hart.
    Hart assim como os da Toleman do Senna.

  14. Galvão disse:

    Flávio Gomes, você já comentou sobre a prova do Rio e, pela foto, dá a impressão de ser um clima realmente diferenciado – uma zona.

  15. pedro afonso scucuglia disse:

    O viado do mecânico do Emmerson esqueceu a estopa na entrada de ar esquerda…RARARARARARARARARARA!

  16. Thiago Azevedo disse:

    Também não sabia disso.
    Curti os patrocínios do Emerson! hehehehe

  17. Sergio Milani disse:

    A Honda já havia feito a reentrada em 83…A Spirit contava que os japoneses continuassem com eles, mas preferiram ir para a Williams. Este carro já era um terrível Spirit-Hart…muito bem feita a saída do “Rato” desta ratoeira….

  18. Vinicius Vianna disse:

    Em se falando de aspectos dentro da pista, quanta competência em uma só foto!

  19. Danilo Nardini disse:

    Nunuca houve uma corrida com Emerson, Senna e Piquet juntos né?

  20. jopa disse:

    Flávio, não esquenta muito não, fazer lambança tambem faz parte! Na foto : Senna e Emerson nos testes de pneus em jacarepaguá em janeiro de 84, primeiros momentos do Senna na sua temporada de estréia com o Toleman, e o Emerson já percebendo que o carro era uma droga pulou fora, embora fosse a reentrada da Honda{motor} na F1 com o chassi Spirit. Até mais. Jopa

  21. Thiago Schauenberg Pereira disse:

    Dessa eu não sabia. Mas que carro é esse do Emerson? Seria um Spirit Hart?

    Bonito esse capacete do rato…

  22. André Buriti disse:

    Engraçado o Émerson sempre nessas passagens de tempo, primeiro foi com o Piquet, dividindo um pódio, acho que em Miami no início dos anos 80, e depois nessa foto, ao lado do Senna, muito legal.

  23. Zamuner disse:

    Lembro que o Emerson falou que o carro era lento, mas que o Mickey fechavas os olhos no final da reta.

  24. Fabrício disse:

    Nem sabia que o Emerson testou F1 em 84

  25. Danilo Fujise disse:

    Emerson no final de sua passagem na F1 e Senna no início da sua!
    Mais detalhes:
    – esse carro que Senna está utilizando não é o mesmo carro que ele usou em Monaco e sim o TG 183B, modelo do ano anterior e que foi utilizado nos 4 primeiros GPs da temporada
    – até mesmo a marca dos pneus era diferente (pirelli nos 4 primeiros GPS e Michelin quando estreou o novo carro).
    – o projetista da Toleman era um tal de Rory Byrne, que viria trabalhar com outro piloto muito talentoso anos à frente

  26. Hamilton_k disse:

    Não dá pra acreditar num carro com o nome do Mickey e do Pateta em italiano. É o tipo de patrocinador maravilhosamente surreal que existia na Fórmula 1 dos velhos tempos.

    E o Emerson foi muito brindado com essas marcas inusitadas.. Aquele carro da Fittipaldi pós-Copersucar com o logotipo do óleo Maria, do Sal Cisne e da Caloi é de uma brasilidade maravilhosa. Só faltou o logotipo dos biscoitos Globo e dos chocolates Pan.

    Bom, mas também ninguém imaginava ver o logotipo da Itaipava num carro, né?…

  27. gustavobala disse:

    guilherme, eram treinos pre-temporada, se não me engano eles testavam muitos compostos de pneus.

    O Emerson não se classificou em 5 gp´s com o copersucar, em 76 (1 vez belgica) e 77 (2 vezes alemanha, italia), com a mclaren na espanha em 75 por causa da pouca segurança e uma vez em 1970 -italia por causa da morte de rindt
    ….
    eu tenho os tempos destes treinos em casa, depois eu posto aqui

  28. Gordo disse:

    Senna…
    Saudades eternas, ele que me faz acordar cedo todos os domingos…ainda mora em meu coração.
    hahaha

  29. Rafael disse:

    Muito interessante a foto. Não sabia que o Emerson tinha testado F1 nos anos 80.

    Eu já vi uma reportagem de uma revista inglesa em que o Senna testa carros de Rally. É sensacional.

    “Saudades Eternas!” kkkkk

  30. FG esta foto é uma verdadeira aula de sei lá o que!
    …a primavera de um e o outono de outro…Credo, mas que frescura tô falando rapaz!!??

  31. Cléber Porto disse:

    (legenda)… e em pé ao lado do Ayrton, sem camisa, o estagiário Flávio Gomes…

  32. Luis Albertyn disse:

    Esse patrocínio “Pateta dos Esportes” combinaria melhor com certos pilotos de hoje em dia…

  33. José Brabham disse:

    Eu estava lá nestes testes de pneus. E pensar que apenas dois anos depois o motor desse Topolino estava “arrepiando” e por pouco não leva o título.

    Igualzinho ao seu compatriota Toyota….

  34. John Player disse:

    Bons tempos que a F1 testava aqui no Rio… mas esse Spirit era uma piada…

  35. Fernando disse:

    Segue a matéria que li nesse link :

    http://www.motorpasion.com.br/competicao/a-quase-volta-dos-campeoes/

    O nosso bi-campeão mundial bem que tentou voltar à F1 depois que sua equipe fechou as portas. Em Janeiro de 1984, Emmo teve a oportunidade de testar a equipe Spirit, que naquele ano, passava a contar com os motores Hart Turbo.

    Emerson tinha como companheiro de teste o obscuro e desconhecido Fúlvio Ballabio. Este italiano oriundo da F2 trazia consigo estranhos patrocínios para a equipe. Eram nada mais do que o Mickey e o Pateta! Seu pai era detentor dos direitos autorais da distribuição das revistas da Walt Disney na Itália, por isso os patrocínios.

    E ja começou as coroas. Parem com isso viuvas.
    Emerson achou o carro péssimo, e não quis mais saber de F1, neste mesmo ano ele partiria para os Estados Unidos e se uniria a recém criada Cart. Fittipaldi ficou na categoria até meados dos anos 90.

  36. Guilherme Oliveira disse:

    Salvo engano, foi a única vez que o Emo não se classificou pra um GP.

  37. João Vitor disse:

    Senso de humor camarada Mestre dos Magos, senso de humor!

  38. João Vitor disse:

    Saudades eternas do único que vivia em nossos corações, nos fazendo acordar cedo aos domingos!

    Hahaha, sacanagem Mestre, que categoria é essa aí? è a F1?
    a Toleman não era branca?

    sei lá

    muito bom ver esses caras na mesma pista.

    Volta o Mansell em 2011, pode voltar também o Piquet e o Emerson, a média de idade dos três vai superar a dos outros juntos, mas o talento amadurece com a experiência.

  39. Silvio Arantes disse:

    SAUDADES ETERNAS.
    Silvio e Familia

  40. O Emerson testou para a Spirit… que na verdade era uma Equipe com o pessoal da Honda que colocava os seus motores (que se tornariam lendarios) Turbo para andarem pela primeira vez em um teste.

    Segundo o Emerson o carro era horroroso.

    Obs.: éramos bem mais magros antigamente… rs rs rs!!!

    Abraços

    Imperador

  41. Mauro José Santana Júnior disse:

    Bons tempos dos testes de pneus em Jacarepaguá, com muito sol, calor, mulherada e F1 na pista!!!!!!!!!

  42. Marcelo Liberatori disse:

    Emerson Disneypaldi

  43. Fernando Zimmermann disse:

    Só faltou o Mickey..kkkkk

  44. Carlos Galto disse:

    Estive nesses testes!! A Toleman era rápida mas quebrava o tempo todo e a Spirit do Emmo era lenta e quebrava direto!
    Queria ter visto a Brabham do Piquet e as Ferrari, que não apareceram nesse teste.

  45. Etyel disse:

    Jan, 84. Peguei o autógrafo de ambos e o de capacete amarelo assinou apenas: “Ayrton”. Emerson andou até o motor quebrar na saída dos boxes, voltou a pé.

  46. guilherme costa disse:

    dessa eu não sabia… aguardemos os matuzas para maiores detalhes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *