ULTRAMEGAPLUS

SÃO PAULO (chega logo, sábado) – Desde ontem tenho recebido dezenas de mensagens de blogueiros chamando a atenção para o lançamento de um certo Amoritz GT DR7, o supercarro brasileiro, com motor de Viper e não sei mais o quê, que será lançado em outubro, uma espécie de McLaren de rua tupiniquim, Lamborghini dos trópicos etc e tal.

Não dou muita bola para essas histórias, porque acho inviáveis essas coisas no Brasil hoje em dia. Está aí a Lobini que não me deixa mentir, apesar do esforço dos envolvidos. Aqui mesmo no blog já anunciei entusiasmado a volta do Uirapuru, os planos do Obvio !, o novo Interlagos… Nada saiu do campo das intenções e/ou dos anúncios falaciosos.

Então chega, só acredito vendo e, mesmo assim, se sair do lugar. De qualquer forma, a notícia bateu na Inglaterra e os caras ficaram a fim de vir ao Brasil para ver o carro de perto. Mas não levam muita fé. Está aqui. Em português, outros detalhes aqui. Quem souber mais, que conte.

Subscribe
Notify of
guest
69 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Renan Raul
12 anos atrás

O título orwelliano é ótimo!

Rafa
Rafa
12 anos atrás

Cara, uma coisa me impressiona…. “brasileiro” que não se orgulha dos próprios Brasileiros que tem a coragem de “enfrentar” as grandes montadoras multinacionais, fabricantes de super carros exclusivos europeus, entre outros fabricantes que tem uma longa história automobilística. Esses caras estão revivendo a era de fabricantes de carros FORA DE SÉRIE, estão elevando o Brasil a um nível internacional, e não é através das desgraças que estamos acostumados a ver na televisão como políticos corruptos, enchentes, estradas esburacadas como muitos citaram, assassinato entre familiares, fome, pobreza e todas essas desgraças que normalmente nos rodeiam.
O carro não tem 100% de peças nacionais, qual é o problema?!?!?! Duvido que alguém conheça algum veículo automotor que possua 100% de tecnologia nacional, desde peças, máquinas da fábrica aonde são montados, mão de obra, desenvolvimento, tecnologia e até mesmo design, cara quem é da indústria automobilística sabe que isso não existe.
Quem elogia esses caras (ainda bem que é a maioria) está de parabéns, esse é caminho, agora quem critica jogando os caras pra baixo deveria rever os conceitos, pois pessoas assim não acrescentam nada para o Brasil. As pessoas tem todo o direito de criticar o projeto (pra ser sincero tem algumas críticas que são até engraçadas), pois ninguém precisa concordar com todo mundo todo o tempo, mas vamos fazer críticas construtivas para tentar ajudar.
Esses caras já são vencedores, pois estão inovando e construindo um puta carro bacana. Muito sucesso para a galera da Amoritz GT.

Orlando Salomone
Orlando Salomone
12 anos atrás

Aquele é o esboço do carro? Se for, é lindo. Agora, três bancos, com o do motorista à frente? Já era horrível no MacLaren. Além do que, o motor do Viper mede uma semana, como vai caber, suponho, traseiro central? Sei não, acho que o entre-eixos vai ficar muito grande. Vamos ver, tomara.

Cristiano, o ruivo
12 anos atrás

Já que o Viper teve lançada essa semana a sua última série, que motores serão esses? Refugos como os do Emme Lotus? E ainda por cima adaptados para a garapa destilada?
Enquanto não estiver na loja, vai ficar a desconfiança, já que em princípio a história parece se repetir.

João Vasconcelos
João Vasconcelos
12 anos atrás

Eu já vi um dos protótipos do garoto, o outro carro já pronto e somente faltando colocar o trem de força.
A carroceria foi toda moldada em clay.
O projeto é sério sim. Se vai ter grana pra isso é outra história.
A oficina onde estava o carro é aqui em Sampa, na Av. Imirim logo depois de cruzar a Av. Eng. Caetano Alvares em direção a Santana.
Ao invés de duvidar vamos é torcer pra dar certo.

Mario Souto Maior
Mario Souto Maior
12 anos atrás

Hummm….Belo carro, mas sempre nos falta confiança…

marcos
marcos
12 anos atrás

Existem carros nacionais que nasceram do nada e deram certo…
o troller T4…fez tanto sucesso que a Forddecidiu comprar afábrica…fiquei triste com isso. Queria que a Troller fosse aTroller brasileira que poderia investir em novos modemos…mas sendo daFord, vai ficar fabricando apenas o T4, mesmo…
Uma montadora outra montadora nacional que mostrou qualidade é a TAC, fabricante do jipe Stark( acho q o nicho das montadoras nacionais é esse).
Pesquisa mais sobre ele, Flávio…acho até que renderia uma matéria no Limite.
Afinal revistas especializadas como quatro rodas até se surpreenderam…
abraços

jose luiz ribeiro da silva
12 anos atrás

voce que conhece me diz uma coisa: por que o brasil não consegue ter uma industria automobilistica como a corea, por exemplo?

RCRG72
RCRG72
12 anos atrás

Pô, Amoritz? Esse nome…

As imagens do carro. Nos links que o Ricardo colocou aí em cima.

Não estou empolgado não. Infelizmente.

Sérgio Lima
Sérgio Lima
12 anos atrás

Se ainda fosse o Asterix…até que eu acreditaria.

victor
victor
12 anos atrás

eu boto fé sim…alias…o morita é ativo num blog de design… esse aqui: http://www.broba.blogspot.com sempre manda desenhos pra lá…seria um jeito de informarem-se antes de falar besteira contra…pelo que sei está sendo tratado com absoluto sigilo simplesmente pela surpresa e nao por falta de investidor…

bi
bi
12 anos atrás

Não boto fé nenhuma… o Viper tá saindo fora do mercado…

André Scud
André Scud
12 anos atrás

A única que ainda dá certo é a Chamonix! E olha lá…

Moncho
Moncho
12 anos atrás

Se sair, vai andar em que asfalto?…

Carlos "Takuma" Sato
12 anos atrás

Vocês só lembram de coisas ruins né???
E a Troller? A Kasinzki?

E tomara que o Amoritz apareça numa corrida de GT´s da vida…!!!

Leandro 440 Magnum
Leandro 440 Magnum
12 anos atrás

Alguem avisou para eles que o glorioso e honrosamente banido pela FIA Dodge Viper vai sair de linha?

Paulo Franco
Paulo Franco
Reply to  Leandro 440 Magnum
12 anos atrás

Por que a FIA o baniu?

André
André
12 anos atrás

Acho até q seja um projeto plausivel.
O preço do motor do Viper deve ter caido bem após a Chrysler ter decretado falencia.Além disso eles precisam de grana tb…
Não liguem para o humor ingles,eles são folgados e se acham mesmo o ó do borogodó!Invariavelmente lhes falta humildade,porem,infelizmente,eles podem se dar a esse luxo!
Mas td bem,deram motivo tb ao apresentarem um desenho em 2D e mais nada.Vejamos…

Italo
Italo
12 anos atrás

São Tomé, só acredito vendo (e andando na pista).

Evandro
Evandro
12 anos atrás

Aliás, alguns de vocês devem se lembrar do rebuliço que o uso do “‘alcool estrangeiro” (metanol), misturado na gsolina,causou no país há uns 20 anos

Mr. Fernandes
Mr. Fernandes
12 anos atrás

Mais uma vez botaram a carroça na frente dos cavalos, poderiam ao menos mostar algo mais palpável, se é que existe realmente, depois não querem ser objeto de chacota de Ingrês, eita brasilzão véio, pessoal não aprende mesmo. Qual o nome, quem está produzindo, onde é feito, quem é que tá investindo nisso? Nunca sequer ouvimos ou vimos nada a respeito deste projeto e já tão garantindo lançamento para outubro? Duvido!!

Duque
Duque
12 anos atrás

É mais fácil o Bruno Senna ser campeão do mundo pilotando uma Hispania do que esse Amoritz sair da prancheta ! Viabilidade econômica e de competitividade: ZERO ! Amoritz lá é nome de carro brasileiro ??? Tenha dó, né ? Lembro-me de que quando o Wilsinho e o Emerson resolverarm fabricar seu próprio Fórmula 1, o objetivo era, numa segunda etapa, lançar um carro de rua com a grife FITTIPALDI. Aí sim, seria sensacional poder dirigir um FITTIPALDI pelas ruas do Brasil e do mundo !!! Agora, Amoritz ??? Sem condições !!!

Banana Joe
Banana Joe
Reply to  Duque
12 anos atrás

hehehe olha que daqui a pouco algum Eike Batista resolve botar a mão no bolso e patrocinar essa bagaça e o treco levanta vôo amigo… já o Senninha de Hispania nem se o saudoso Ayrton voltar e assumir o volante.

Pedro Jungbluth
Pedro Jungbluth
12 anos atrás

Eu lembro bem o caso do Uirapuru. O rapaz que tocou o projeto, o André Soler, me mostrava os projetos, etc, mas pra mim aquilo nunca ia vender. Se eu criticasse qualquer coisa ele ficava indignado, mas o carro era apenas uma idéia, e nada genial.
Pelo que sei, fizeram modelo em escala, etc, tinha todo um projeto, mas o fato era que o carro não tinha financiamento nem nenhum atrativo que atraísse financiamento, era um carro com chassis tubular e bolha de fibra, ou seja, um Stock nacional, não conseguia entender nem como seria a porta do carro… Não dava pra entender como queriam aquilo na rua…

Acho que uma idéia para um carro nacional especial tem que passar por isso: o que as pessoas querem, que imagem terá, da onde tira peças, qual seria o preço… se não passar por essas etapas antes, é completamente inútil sair por aí fazendo desenhos e promessas.

Muchiba
Muchiba
Reply to  Pedro Jungbluth
12 anos atrás

Pedro Jungbluth,

O André Soler briga com a própria sombra e taca pedra em avião.

Certa vez falou em um fórum que ia usar um motor rotativo de wakel (!!!) na joça, depois ele criou mais juízo e disse que ia usar um Judd v10 de 700cv.

Ou seja louco de pedra, e só na cabeça dele é que aquilo ia dar certo !

JT
JT
12 anos atrás

Por trás de cada modelo a ser lançado na base do “vamos-ver” existem legítimos sonhadores e entusiastas por carros. Tratá-los com certa ironia não chega a ser a melhor alternativa. Prefiro ficar na torcida – uma hora algum modelo emplaca, como já aconteceu algumas vezes anteriormente.

Se eu estivesse envolvido com protótipos de automóveis, meu foco não seriam os esportivos, mas os utilitários que poderiam rodar em nosso vasto interior. Vide os jipes que estão chamando atenção das grandes montadoras.

Alta falta ao brasileiro criar um legítimo carro latino-americano…

Ricardo Hilgenberg
Ricardo Hilgenberg
12 anos atrás

Concordo que o projeto é, provavelmente, inviável, que provavelmente não sairá do ambiente de idéias, mas não concordo com a imagem que alguns internacionais babacas, por pura ignorância, demonstram em relação ao nosso país e continente… no texto, esse Sam Philip diz que um dos grandes acontecimentos (ou o grande acontecimento) foi a descoberta de um balde de KFC pelo Maradona… é revoltante.

LBM
LBM
12 anos atrás

Outra USF1 …

Danilo Candido
Danilo Candido
12 anos atrás

Emme Lotus 2: A Missão …

Para quem não lembra:
http://colunistas.ig.com.br/flaviogomes/2009/11/27/o-lotus-brasileiro/

Leonardo Azevedo
Leonardo Azevedo
12 anos atrás

Todo mundo faz piadas com nosso país mas, não há quem não goste…

“TopGear nobly volunteers to undertake the arduous journey to Rio for a thorough test drive. We fear it may take weeks, even months. But we shall selflessly persist until we have reached a verdict.”

Einstein
Einstein
12 anos atrás

http://musakcc.blogspot.com/ Neste cite aparece uma foto (3 foto de cima para baixo carro de cor preta)e ao que tudo indica deve ser o prototipo do carro.No Brasil temos pessoas muito bem intencionadas. Se ja fizemos um F1 por que não um super esportivo.Talvez o maior impecilio para dar certo seja, Ganancia (lucro exorbitante) e a alta taxa de tributos a ser pago , que juntos poderão fazer o preço ficar proximo ao dos super carros importados. Ai ja éra. Pra dar certo tem que ter preço competitivo.Acho que preço é o principal obstaculo para o lobini vender bem.Acho que muita gente gostaria de ter um super carro em que não precise depender de peças que para chegar aqui demoram meses.TORÇO PARA QUE DE CERTO.Neste pais se controi de tudo de foquete a aviões. Se construimos uma obra como Itaipu, o resto é bem mais facil.Parabens aos idealisadores do projeto.E boa sorte a vcs.

Edu H@rmel
12 anos atrás

Posso estar enganado, mas esse projetista é um “menino” que frequentava a oficina do meu irmão. Ele venceu um concurso de designs ainda na faculdade e fez estágio em projetos na Alemanha por dois anos. Ele é realmente um excelente desenhista/projetista, ainda meio que no estilo “Velozes e Furiosos”… Torço a favor, mas tenho de concordar com a maioria de que é muito difícil sair do papel, principalmente em vista da carga fiscal aplicada nas Terras Brasilis…

Felipe Luz CWB
Felipe Luz CWB
12 anos atrás

Já devo ter feito alguns rabiscos como esse daí. Aliás, qualquer hora publico alguns. Com uma dose de talento e observação ao que está acontecendo, as chamadas tendências, é possível deduzir um conceito. Porém, o mais difícil é materializar a idéia.

Lion
Lion
12 anos atrás

Esse sketch é só um teaser… o carro já existe e está praticamente pronto. E é muito mais bonito do que no desenho!

Fabiano
Fabiano
12 anos atrás

Não vou ser ridícolo ao ponto de criticar, mesmo porque ja fiz uma trapizonga também…

Andei dando uma procurada no trabalho dos caras “Amortiz GT” é o nome da “empresa”, o Design é muito bonito, pelo menos do carro que ja produziu, bonito mesmo. Mas fica o “Belo Antônio” a carroceira é bonita, mas por baixo tem um monte de tudo de “metalon” soldado com solda elétrica e peça de opala. Só faço um parênteses, O que ja se foi usado de agregado dianteiro de opala em “carros especiais” é coisa do outro mundo !!!! só perde para os de fusca !!! hehehehehe…

Marcio Vieira
Marcio Vieira
12 anos atrás

isso me fez lembrar aquele Aurora, inspirado na F-40. Alguém lembra do Aurora??

Caio
Caio
12 anos atrás

Que não seja como a USF1…

Luiz Salomao
12 anos atrás

To torcendo p ser verdade!!!

Flavio Bragatto
Flavio Bragatto
12 anos atrás

“e ele poderá ser alimentado com ETHANOL”

Não entendo como é que o brasileiro se deixa “pagar pau” para estes gringos.

O produto chama-se “ALCOOL”, se os gringos gostam de chamar deste nome dificil de escrever e pronunciar aqui, dane-se.

Outro dia, fui abastecer meu carro e o frentista perguntou “Gasolina ou Ethanol?”, eu respondi “Alcool não tem?” e o frentista “tem, só que agora é Ethanol”

Pô… o produto é NOSSO, a tecnologia também… se ele é exportado como Ethanol, beleza, mas mudar as bombas de combustível e tudo o mais aqui no Brasil, eu acho demais.

Sei que não tem quase nada a ver com o assunto, mas esta palavra, cada vez mais enfiada guela abaixo da gente me incomoda. Pra mim vai ser sempre Alcool.

Victor
Victor
Reply to  Flavio Bragatto
12 anos atrás

alcool é designação genérica, não significa nada e não define nada.

existem vários tipos de álcois, o álcool etílico ou etanol, o álcool metílico ou metanol.

tem que mudar mesmo para a designação correta que é etanol.

petrafan
petrafan
Reply to  Flavio Bragatto
12 anos atrás

amigo, carros flex existem nos EUA deste o início da década de 80.

entretanto, Henry Ford já testava o metanol nos anos de 1910, e os alemães usaram metanol durante a guerra.

álcool é denominação genérica do composto orgânico. existe etanol, metanol, propanol, benzol, álcool isopropílico, etc.

utiliza-se etanol justamente porque este é o álcool carburante à venda no Brasil.

não se trata de uma expressão gringa, nem de desconsideração a um patrimônio brasileiro.

se fôssemos tomar o frentista do posto da esquina como parâmetro, com todo o respeito às pessoas e à categoria profissional delas, não iríamos muito longe.

Squa
Squa
Reply to  Flavio Bragatto
12 anos atrás

Concordo. O lance aqui é Alcool, no carro e na caipirinha.

Gustavo Homrich
Gustavo Homrich
Reply to  Flavio Bragatto
12 anos atrás

Cara, vc já chegou ao segundo grau??

Alcoois são compostos orgânicos formados por uma cadeia carbônica e um grupo hidroxila (-OH), o nome depende de sua composição:

Etanol (Alcool Etílico – CH3CH2OH) e Metanol (metílico – CH3OH) são os dois tipos mais utilizados como combustível. Em inglês Ethanol e methanol. Nada de pagar pau pra gringo nenhum, estão apenas corrigindo um erro histórico….

P.S. Nem sou químico, apenas detesto esse bando de metidos a inteligentes, surgidos graças a nossa exemplar inclusão digital.

Moncho
Moncho
Reply to  Flavio Bragatto
12 anos atrás

Ridículo! Desde quando etanol é um “produto nosso”?! Etanol é um álcool sobejamente conhecido no mundo todo e, ache você o que achar, o mundo – e o Brasil nele se insere -, produtores e distribuidores, designarão o produto pelo nome tecnicamente mais apropriado. A sua vontade não representa absolutamente nada…

Sanzio
Sanzio
Reply to  Flavio Bragatto
12 anos atrás

Somos 2…

Duque
Duque
Reply to  Flavio Bragatto
12 anos atrás

Calma, meu caro Flavio Bragatto ! Há vários tipos de álcool ! Não sou químico, mas de cara já me lembro de dois: o Etanol e o Metanol, que são bem diferentes um do outro !!!

Pedro Jungbluth
Pedro Jungbluth
Reply to  Flavio Bragatto
12 anos atrás

Em primeiro lugar, deixe de ser nacionalista!
Outra, Etanol é o nome correto. Álcool é muito genérico, existem vários tipos de álcool, como o álcool metílico que também é usado em motores, mas no seu caso você usa álcool etílico.
Tanto etanol quanto o termo álcool tem versões em outras líguas, nenhum dos termos é nosso.
A tecnologia de produção de etanol nacional não é muito boa, tem como parte podre a produção de cana, que usa trabalho semi-escravo e emprego de absolutamente nenhuma tecnologia moderna, fazendo o álcool combustível aqui nesse país ser algo que mais prejudica do que ajuda. Ao invés de ter orgulho, deveríamos ter vergonha, daí quem sabe muda, ter orgulho de procaria é o que resume a cultura nacional.

Evandro
Evandro
Reply to  Flavio Bragatto
12 anos atrás

Alcool é um termo genérico para compostos orgânicos que possuem uma ou mais hidroxilas (-OH) ligados a um radical (os químicos de plantão me corrijam se errei), compreendendo o Etanol, Metanol,e outros alcoóis (é assim o plural? rsrsrs)
Daí o uso do termo etanol, uma vez que esse é nosso alcool combustível
abs

Banana Joe
Banana Joe
Reply to  Flavio Bragatto
12 anos atrás

Alcool é o nome dado a um grupo substâncias com determinadas qualidades químicas.
Etanol é o nome do alcool que usamos para abastecer carros.
Assim como o etanol existem muitos outros tipos de alcool ( por exemplo lembram do metanol que foi usado como combustível no início da década de 90? ).
Se tiver algum químico ou engenheiro químico aí pelo blog por favor esclareça com mais detalhes… eu só lembro das aulas de química do segundo grau!

anselmo rochinha
anselmo rochinha
Reply to  Flavio Bragatto
12 anos atrás

Amigo concordo com vc que nos acostumamos a chamar de alcool mas seguem os dados da wikipedia.

O etanol (CH3 CH2OH), também chamado álcool etílico e, na linguagem popular, simplesmente álcool, é uma substância orgânica obtida da fermentação de açúcares, hidratação do etileno ou redução a acetaldeído[1][2], encontrado em bebidas como cerveja, vinho e aguardente, bem como na indústria de perfumaria. No Brasil, tal substância é também muito utilizada como combustível de motores de explosão, constituindo assim um mercado em ascensão para um combustível obtido de maneira renovável e o estabelecimento de uma indústria de química de base, sustentada na utilização de biomassa de origem agrícola e renovável.

O etanol é o mais comum dos álcoois. Os álcoois são compostos que têm grupos hidroxilo ligados a átomos de carbono sp3. Podem ser vistos como derivados orgânicos da água em que um dos hidrogênios foi substituído por um grupo orgânico.

No Brasil os índios produziam o cauim, uma fermentação da mandioca cozida ou de sucos de frutas, mastigados e depois fervidos.[3]

As técnicas de produção do álcool, na Antiguidade apenas restritas à fermentação natural ou espontânea de alguns produtos vegetais, como açúcares, começaram a se expandir a partir da descoberta da destilação – procedimento que se deve aos árabes. Mais tarde, já no século XIX, fenômenos como a industrialização expandem ainda mais este mercado, que alcança um protagonismo definitivo, ao mesmo ritmo em que se vai desenvolvendo a sociedade de consumo no século XX. O seu uso é vasto: em bebidas alcoólicas, na indústria farmacêutica, como solvente químico, como combustível ou ainda com antídoto.

petrafan
petrafan
Reply to  Flavio Bragatto
12 anos atrás

lembrei de mais um: o pentanol.

abaixo o nacionalismo barato e promotor do atraso.

Carlos "Takuma" Sato
Reply to  Flavio Bragatto
12 anos atrás

O único Alcool que me interessa é a Vodka… Um saquê cai bem tb…

Leo
Leo
12 anos atrás

Nós merecemos as ironias. Mais um projeto lançado com um simples rabisco de papel. Muito blá blá blá e pouca realização.

E se realizar, chegará custando o preço de um lamborghini.

Mais um a se juntar às eternas promessas do Obvio!, do Lobini e do Novo Miura…

Esse tipo de coisa sempre me cheira a falcatrua.

Edmilson Fidelis
Edmilson Fidelis
12 anos atrás

Pode ser um McLaren de rua tupiniquim, Lamborghini dos trópicos etc e tal, mas com certeza não será feito para rodar em terras tupiniquins.

Se for feito, é claro!

O que não será novidade, pois há muitas coisas feitas por aqui que não servem para a gente daqui.

Ainda não são para nosso bico.

Não vejo inviabilidade na coisa. Basta que empresários brasileiros saiam do marasmo e tenham coragem de encarar o mercado lá fora.

Se houvesse medo de competir e inovar ainda estaríamos dirigindo somente carros da Ford.

Bugre
Bugre
12 anos atrás

A potência da depilação intima foi boa. E a idéia de passar meses testando o carro no Rio (eca!), até chegar a um veredito, para os europeus deve ser uma delícia.

ALEX B.
ALEX B.
12 anos atrás

Será que vão pra F1 tambem?

Franklin Perna
Franklin Perna
12 anos atrás

Concordo com a opinião do FG. Inviável esse tipo de projeto no Brasil.

Só acredito depois das 50 unidades prontas e entregues aos seus ricos futuros donos.

Mesmo se existir, será um mito!

Mário Mesquita
Mário Mesquita
12 anos atrás

Oba! Será que vão vender em carnês de 240 prestações?

Luis Albertyn
Luis Albertyn
12 anos atrás

Texto babaca desse Sam Philip. Estou longe de ser patriota (e bota longe nisso), mas alguém podia avisar a esse cara que a gente manda bem em um monte de outras coisas além de futebol e depilação íntima feminina. Quem vendeu Land Rover e Jaguar pros indianos e MG Rover pros chineses não está em condição de tirar muita onda não…

Asshole.

petrafan
petrafan
Reply to  Luis Albertyn
12 anos atrás

mode Brasileirinho Contra Todo Esse Mundão detected.

Moncho
Moncho
Reply to  Luis Albertyn
12 anos atrás

Então Luis…, assim como certas caracteríticas tornam-se marca de algumas nacionalidades – por exemplo: ingles = fleumático, pontual; alemão = organizado, minucioso; espanhol = turrão, irascível – também os brasileiros estão sujeitos a isso.

E afinal, o que sempre vendemos como imagem, mesmo órgão oficiais de governo, em folders promocionais turísticos, é isso mesmo, como você bem disse: campeões de futebol e de depilação íntima…

LBM
LBM
Reply to  Luis Albertyn
12 anos atrás

big nuts too…

LHC
LHC
Reply to  Luis Albertyn
12 anos atrás

Concordo integralmente com suas palavras. F*ck them.

Luis Albertyn
Luis Albertyn
Reply to  Luis Albertyn
12 anos atrás

É, talvez eu estivesse mesmo de mau humor quando li. Humor britânico é assim mesmo. Desativei o tal “brasileirinho” mode, que na verdade nunca esteve ativado (detesto isso, Petrafan. E já que você entendeu tudo, explique a piada do Maradona com o balde da KFC. Essa eu não entendi mesmo!).

Mas agora falando sério: sobrou alguma coisa da indústria automobilística britânica… com os britânicos?

petrafan
petrafan
Reply to  Luis Albertyn
12 anos atrás

mode Brasileirinho Contra Todo Esse Mundão deactivated.

eu, explicar? não explico nada não.

felipe antunis
felipe antunis
12 anos atrás

a notinha escrita no Top Gear é genial… genial…

petrafan
petrafan
Reply to  felipe antunis
12 anos atrás

(2)
é tão bem humorada que tem gente que não entendeu, não vai entender, e não quer entender.

Joca
Joca
12 anos atrás

É apenas mais um desenho bonito. Para o Salão do Automovel talvez mandem um poster bem grande.