MENU

domingo, 26 de setembro de 2010 - 11:06F-1

CINGAPURITANAS (3)

LONDRINA (e está chovendo!!!) – Alonso, Alonso. Vais buscar o título, cabrón. Grande vitória, numa corrida mais interessante do que boa. Como fui escrevendo ao longo da prova, porque já estou quase dentro do meu carro para a corrida de daqui a pouco, vamos ao relato.

- Massa, que largou em último, parou na primeira volta e se deu bem, porque teve um safety-car na volta 3 (Liuzzi se estranhou com Heidfeld e ficou com o carro parado na pista). Felipe ganhou as posições de alguns que pararam. Webber também aproveitou o SC e foi trocar os pneus. Era algo que viria a compensar depois, quando a turma da ponta, os oito primeiros, fosse para os boxes. Webber voltou em 11º de seu pit stop. Massa surgiu em 15º.

- Lá na frente, Alonso, Vettel, Hamilton, Button, Rosberg, Kubica e Barrichello. Sem grandes alterações. El Fodón mantendo 2, 3 segundos para Tião Alemão. Webber ia abrindo caminho. Na 12ª volta, era oitavo, a 21s do líder. Mais atrás, Glock era o  grande destaque da prova. Em 11º, segurava uma longa composição ferroviária com Sutil, Hülkenberg, Massa, Petrov, os dois da Toro Rosso e o resto do mundo. Sutil levou um ano para passar. Hülkenberg foi na marra, deu um chega-pra-lá no carro da Virgin, passou o boi, passou a boiada.

- E lá na frente, Alonso desfilando e nada de ultrapassagens. Vettel ficou na espreita, sempre a uma distância segura. Hamilton, em terceiro, já estava a mais de 20s na altura da volta 25. A vitória estava restrita ao duelo de Fernandinho e Tiãozinho. Webber lutava para fazer voltas rápidas para, quem sabe, aparecer em terceiro quando os caras à frente parassem para trocar pneus.

- No fundo, virou um porre a corrida. Cenário bonito, feérico, luzes, arranha-céus espelhados, navio no topo do prédio, estádio boiando, a puta que o pariu desses países de faz-de-conta. Mas pista de corrida, mesmo, nada. Desfile de carros rápidos para endinheirados assistirem de noite tomando espumante e exibindo seus Jaeger LeCoultre de 200 mil euros.

- Na volta 29, Hamilton foi aos boxes. Voltou em oitavo, atrás de Webber. Ops, alguma coisa vai acontecer aí. Na 30, Alonso e Vettel nos boxes. Não deu para entender a Red Bull. Poderia ter deixado Tião mais um pouco na pista para tentar ganhar a posição no pit stop. Ajudaram a Ferrari.

- Na volta 32, safety-car de novo. Kobayashi bateu na parede, depois de mandar Schumacher numa outra. O alemão sobreviveu. O japa, na sua batida, não. Bruno veio atrás, não viu e bateu junto. Quem ainda não tinha feito pit stop, aproveitou para fazer. E Webber apareceu em terceiro. Viu como é bom ter paciência? Terceiro, atrás de Alonso e Vettel, e sem diferença nenhuma de tempo graças ao safety-car.

- Na 35, relargada. E Hamilton tentou dar o bote. Estava mais rápido, foi para cima de Webber, mas o australiano não aliviou. E na curvinha para a esquerda Mark manteve sua trajetória e acabou tocando em Lewis, que quebrou. Dois abandonos em duas corridas nesta fase do Mundial… Um campeonato tão apertado não perdoa dois abandonos seguidos na reta final, creio. Ficou muito difícil para Lewis, quase impossível. Se nos pontos a diferença nem é tão grande, é bom lembrar que a McLaren não tem o melhor carro. E Hamilton poderia estar na liderança, hoje, o que seria uma façanha. Não está. Haverá quem acuse Hamilton de ter errado bisonhamente hoje. Não estou entre eles. Tentou. Deu errado. Na vida é assim. A gente vive tentando. E quase sempre dá errado. Talvez ele tenha sido otimista demais quanto às intenções de Webber. Poderia ter feito aquela chicane um pouquinho mais por fora. Mas já foi, babau.

- Nas voltas finais, Vettel ensaiou ameaçar Alonso, que como é El Fodón, não deu muita bola e acelerou quando precisava. Ganhou de novo, está definitivamente na briga, é o cara mais forte, mentalmente, para as últimas quatro corridas da temporada. Teve ainda o espetáculo pirotécnico de Kovalainen, muito bonito e perigoso, para fechar a noite, na falta de fogos de artifício.

- Massa teve uma prova apagada depois do salto de posições graças ao pit stop da primeira volta. Ficou nisso, no fim ainda foi ultrapassado por Kubica, que fez uma segunda troca e nas últimas voltas deu um show danado. Aliás, mostrou a todo mundo como se passa numa pista onde ninguém passa. OK, estava com pneu novo e tal, mas mesmo com pneus novos e tal, tem gente que não consegue. E o polaco é um bicho bom da peste. Barrichello fez uma corrida honesta e pontuou de novo em sexto, uma ótima colocação.

- A Ferrari fez bem em contratar El Fodón.

173 comentários

  1. Daniel Pescadinha disse:

    Ah e já que não precisa ter currículo para ser presidente da Petrobrás, basta o Tio Lula (ou quem sabe a Tia Dilma) nomear, peço que votem em mim para comandar a estatal. Prometo investir um “tufo” em uma grande equipe da F1 e torná-la 100% brazuca! Pescadinha neles!!!! rsrsrs

  2. Daniel Pescadinha disse:

    Acho que os dois melhores pilotos da F1 atual são Alonso e Hamilton. Não creio que já possam ser chamados dê geniais, mas estão acima do resto. Sem dúvida um piloto acima da média angaria mais patrocínios e se destaca cada vez mais, criando um círculo que o coloca cada vez mais para cima. Mas sem Money, nem o Senna seria campeão. O que falta para os pilotos brasileiros são patrocinadores de peso que possam bancar o lugar de nº 1 transformar bons pilotos em ótimos pilotos… Que seria do Alonso sem a Renault? E do Hamilton sem a McLaren? Bom lembrar que o Alonso, na McLaren, perdeu o título e empatou com um estreante (talentoso, mas estreante) porque não tinha tudo girando em torno de seu umbigo. Voltou para Renault com o rabinho entre as pernas até conseguir um lugar na Ferrai, que se rendeu não apenas ao seu talento, mas principalmente aos seu patrocinador. Ou alguém acredita que o Santander iria investir milhões para ver seu piloto perder pro ZACA? Eu queria ver uma Williams com um mega patrocínio da Petrobrás (que nem a supernova na F3000) com, Newey, Massa e Barrichello. E mais uns brazucas (Valerio, Razia, Senna e Digrassi) como test driver brigando para ver quem consegue aposentar o “fast older driver” da F1. Sonho meu…

  3. Daniel Vasconcelos disse:

    Prezado Marcelo Z.,

    Concordo em parte com seu comentário. O que dizer no momento da F1 em que o próprio Schummy afirmou que em determinado momento do campeonato, só não me lembro o ano, o Barrichello estava com um acerto de carro que ele não conseguia igualar, e a Ferrari mandou os pilotos trocarem os carros, porque o do Rubinho estava mais veloz? Gosto muito dos comentários do Luciano Burti enquanto conhecedor do equipamento de F1, em que comentou algumas corridas atrás que “… se pudesse ser feito um cálculo, 70% depende do carro e 30% do piloto e que não adianta ser um excelente piloto, se a máquina não corresponde”. As máquinas provavelmente não devem ser iguais, o mundo da F1 é deplorável, como afirma Nelsinho Piquet, por conta do que corre por trás das cortinas. Se for o caso, talvez nem Massa saiba que seu carro é “um pouco mais lento” levando consigo a crença de que seu carro está em iguais condições que o de Alonso, em termos de engenharia. A equipe não o revelaria, pois tudo ocorre de forma implicita com sorrisos amarelos tentando passar veracidade aos fatos. O que manda é a injeção de dinheiro. E os rescursos para isto, diga-se de passagem, são espanhois, que já compraram um grande banco nacional.
    Outra consideração deve ser feita sobre seu exemplo citado. Temia-se muito o retorno do heptacampão. Cobrou-se muito de Schumacher no início, com discursos dissimulados de atribução de culpa à equipe, até chegarem no carro. Simples, na Ferrari ele tinha os 70% de equipamento ao qual Burti faz referência. Por analogia, digamos que ele tem uns 55% na Mercedes. Perdeu suas habilidades? Penso que muito pouco. Coloque-o no cockpit de um carro altamente equilibrado, com ótima aerodinâmica, que permita retardar a freada sem escapar, atacando as curvas, como os de Alonso, de Webber, e vejamos se ele está tão lento quanto parece. Lembremos que mal o safety car saiu da pista na última volta em Mônaco, o velho e apagado Schummy ultrapassou o tão temido Alonso, num momento oportuno e, que se tivesse mais algumas voltas, teria valido e o ferrarista teria perdido uma posição e pontos no campeonato. Guardadas as devidas proporções Alonso, Massa, Vettel, Webber, Hamilton, Button, Kubica e Schumacher pilotam da mesma forma. Uns mais arrojados, outros cautelosos, e também ousados. O resto fica por conta do equipamento. Deixo ainda uma curiosidade: imaginemos que teríamos a possilidade de trocar os carros dos pilotos da Ferrari e pudéssemos fazer um teste… não tenho como provar, mas não me surpreenderia se Massa andasse 0,5s mais rápido que Alonso. Até mesmo 0,2s, como tem sido a diferença atualmente. Ou Massa era melhor piloto que Kimi em 2008? O equipamento constantemente apresenta seus resultados empíricos.

  4. Daniel Vasconcelos disse:

    Considerando os comentários de Daniel Pescadinha, tenho lá minhas dúvidas se não há algo de diferente nos carros. É dito que os carros nascem iguais, com mesma potência de motor e possibilidades de regulagens e configurações. Até aqui tudo bem, cada piloto acerta o carro da forma que melhor resultado obtém nas voltas de testes e treinos. Meu comentário pode até parecer tendencioso, mas, por que o carro do Massa andou a maior parte do ano 0,5s mais lento que o de Alonso? Independente da pista que fosse, eram exatos 0,5s de diferença entre os bólidos. Esta constância, esta regularidade me leva a pensar que ambos guiam de forma semelhante, atacando as pistas de forma semelhante, tirando o máximo que os carros podem oferecer. Porém, se o carro de Alonso anda “X”, matematicamente o de Massa anda “X-0,5s”. E por que Massa cometeu algumas escapadas, alguns ligeiros erros? Sem dúvida o aspecto emocional tem grande peso no desempenho, mas tomo a liberdade de atribuir que os erros que partem de um piloto na qualidade do Felipe Massa tem origem na tentativa de poder igualar o seu desempenho com o companheiro e ao mesmo tempo rival a um carro que está visivelmente um pouco superior que o seu. Uma vez que ele exige do carro aquilo que este não pode oferecer, surgem as escapadas. Tudo leva a crer que falta uma Petrobras como patrocinadora para que seu carro tenha as mesmas condições aerodinâmicas que o do príncipe das Asturias. É o circo da F1.

    • Marcelo Z. disse:

      Não não amiguinho, não se iluda. Lembra do problema do “esquenta pneu”? Papo furado de quem tá levando pau. A única diferença entre os carros é o piloto, e Alonso é facilmente 0,5 s mais rápido que o Massa. É a mesmíssima estorinha BARxMSC. Patrocínio faz muita diferença, mas para ter patrocínio, tem que mostrar o que faz! Frase mais correta que já li: “Não existe contrato que faça um piloto ficar lento”, Schumacher em relação ao Barrichello. As sacanagens todo mundo sabe que tem, mas não podemos ignorar que tanto o Alonso, como o Schumacher, são mais rápidos (o segundo nem tanto agora) que seus companheiros.

    • RCRG72 disse:

      O carro foi feito para o estilo do Alonso de pilotar. Não tem segredo.

      O último piloto brasileiro e bom de braço mesmo faleceu na pista de Imola em 1994.

      O Senna pegou o carro feito para Mansell com a eletrônica milagrosa. Tiraram a eletrônica e o cockpit era feito para o Mansell. Daí a necessidade de mexer na altura da direção, modificando a barra de direção.

      Mas Senna aprendia a pilotar o carro que tinha nas mãos. Vide o trabalho que ele deu ao Alain Prost em 1988. Senna era novo na equipe, não tinha desenvolvido o carro, e deu muito trabalho ao Prost.

  5. Penelope Charmosa disse:

    Kubica um piloto que me surpreendeu desde o começo, continua subindo no meu conceito…Enquanto Vettel, perdeu a mão…o título fica entre Alonso e Webber, na minha opinião.

  6. Mário Campos disse:

    Ainda por cima, vai fazer todo mundo perceber que aqueles 7 pontos fizeram a diferença e engolir comentários.

  7. Daniel Pescadinha disse:

    O Massa é um grande piloto, mas tenho minhas dúvidas sobre sua atual motivação. Desde o começo do ano já me pareceu um piloto diferente de 2008. Talvez pelo acidente (duvido que alguém fique 100% igual após quase morrer na pista) ou talvez por um contrato que ele sabia, iria desfavorecê-lo. Afinal o Santander é espanhol e os outros patrocinadores todos europeus. E não vem dizer que não existe discriminação. Sem levar patrocínio e sem ser um Senna da vida, fica difícil um piloto “apenas” muito bom, ser prioridade em qualquer equipe. Gênios são raros, mas muito bons existem muitos por aí. E muitos deles trazendo muitos Euros consigo. Sem ilusão. O Brasil só vai ter um piloto na ponta outra vez se surgir alguém realmente genial ou se alguma Petrobrás da vida bancar a conta de um “apenas” muito bom… De resto, Alonso é tão ou mais Dick Vigarista que o velho Schummy (alguém acredita que ele não sabia na maracutaia Briatore Little Piquet?). Vettel é um mimadinho (tem muito o que aprender mas se acha hepta). Webber é simpático, mas será uma campeão estilo Hill (ok ganhou, mas no resumo da obra, não merecia). Button idem (boa praça, já é campeão, mas só com tudo 100% à favor, se não fica ali na normalidade de ser mediano). De todos o Hamilton me parece o mais talentoso e merecedor… E se o GB torce contra, mais um motivo prá torcer a favor…

  8. roxxon valdez disse:

    “Vais buscar o título, cabrón. ”

    vai buscar o título de cabron????ehehehehe

  9. Homer disse:

    Bom mesmo foi:
    1 – Galvâo dizer que o carro do Massa estava com problemas. Ora, não era o mesmo do P1?
    2 – Galvão dizer que Petrov “deixar” Kubica passar ao final da corrida é normal. Ah, agora é normal?
    3 – Galvão torcer contra o Alonso na caruda…só faltava gritar VAI VETTEL…

  10. RCRG72 disse:

    felipe_hulken

    Webber fez o que que ele devia para manter sua posição. Ficou na linha de dentro. Hamilton puxou o carro para dentro e acertou a roda de Webber por que não tinha sido rápido o suficiente para completar a ultrapassagem. Se Hamilton tivesse ficado na linha de fora, faria a ultrapassagem numa boa.

    Foi acidente de corrida. De cabeça fria depois Hamilton inocentou Webber. Ridículo é achar que o Webber iria colocar a integridade do carro em risco para deixar hamilton bater.

    A fornecedora de pneus disse que Webber teve sorte de ter completado a corrida com a roda avariada.

    Corrida de automáveis não é video game ou autorama.
    Os dois estavam corretos. Hamilton de tentar ganhar a posição. Webber de defendê-la.

  11. João disse:

    Alguém aí sabe onde podemos encontrar um piloto brazuca que possa realmente despontar na F1? O Lula podia patrocinar alguém né. Afinal de contas só ele resolve todos os problemas do Brasil.

  12. Mario disse:

    Galera, o Massa tá apagado, deprimido, o espanhol é “fódon” eu concordo com vocês, mas nesse momento ele precisa de apoio dos brasileiros. Na minha opinião o Massa também é fodão, cara tem talento, tá precisando é de motivação, mandar a cúpula ferrarista pra casa do caralu e sentar a bota. Esse domenicali cortou a asa dele em nome do Alonso. E se o Alonso for campeão , o Massa tá ferrado, tem que reagir agora!

  13. Rodrigo Duarte disse:

    Flavio, tudo certo. Mas eu tenho uma antipatia desse Alonso, ele se supera. Pode ser coisa de corrida, disputa, defesa de posição, mas acho esse espanhol tão bom quanto antipatico, azedo, enjoado.

  14. Ubaldir Jr. disse:

    Eu realmente gostaria de saber qual é o grilo do Galvão Bueno com o Hamilton… será que é só porque o cara ganhou o título de 2008 por um ponto em cima do Massa? É de torrar o saco o narrador pentelho criticando qualquer coisa que o inglês faça na pista, mesmo que seja dar show…
    Triste essa nossa televisão…

  15. Nilton disse:

    “A equipe com menor chance de chegar ao título mundial de Fórmula 1 entre as três que seguem na disputa acabou sendo o foco das notícias e especulações da terça-feira que antecede o GP de Cingapura, 15ª etapa da temporada. Nem tanto pela promessa de um novo difusor e de mudanças na traseira do F10 capazes de manter Fernando Alonso vivo na competição, mas pela confirmação oficial do que já se sabia nos bastidores. Obrigada a trocar os motores dos dois carros já na primeira prova do ano, no Barein, e com quebra na Malásia, a Ferrari corre o sério risco de ser obrigada a estourar o limite permitido pelo regulamento e ser punido com a perda de 10 posições no grid. A lista revelada pela FIA mostra que tanto Alonso quanto Felipe Massa já usaram as oito unidades autorizadas. Qualquer nova troca comprometerá, e muito, as chances do time de Maranello.

    Na McLaren, tanto Jenson Button quanto Lewis Hamilton ainda têm um motor novo cada para as cinco corridas restantes. Situação ainda mais confortável é a do líder do campeonato Mark Webber, que conta com dois propulsores novos – seu companheiro na Red Bull Sebastian Vettel ainda tem um. Neste caso, as regras impedem qualquer tipo de jogo de equipe, já que o motor de um piloto não pode ser montado no carro do outro. A pior situação é do alemão Nick Heidfeld, que reestreia no campeonato e herda o passivo de 10 motores usados pelo antecessor Pedro de La Rosa.”

    Lendo este texto acho muito difícil que Alonso possa vencer este Campeonato, e Webber teóricamente tem uma vantagem importante, se precisar pode mudar o mapeamento do motor para aumentar a potência e diminuir a resistência como vimos nas últimas corridas dos anos anteriores. Por isso acho que Fernando Alonso não está tão empolgado e Webber se mantem tranquilo.
    Numa destas corridas fatalmente o Espanhol vai perder 10 posições ou ser obrigado a administrar a potência do seu motor.
    Em especial Singapura exigiu muito do motor Ferrari de Alonso.

  16. Alexandre "Garrincha" - Florianópolis/SC disse:

    Estão crucificando o Massa, dizendo que tem que se aposentar, e coisa e tal. Bom, ele realmente está pilotando bem abaixo do Alonso, mas em 2008 ele brigou pelo título mesmo sendo companheiro de equipe do então campeão. Então vamos ver no ano que vem como ele reage. Tem outro brasileiro que estão elogiando por aqui que nunca teve cacife pra brigar por título. Sobre o campeonato: Webber, com sorte e estilo de campeão. Soube ir pra cima e buscar pequenos espaços quando necessário, e não entrega fácil a posição. Deu sorte contra Hamilton? Sim, mas ele fez merecer essa sorte (de campeão, será?). Outros pilotos teriam tirado o pé…

    • Paulo disse:

      O único problema nisso é que o Alonso não é o Kimi.

      O Massa teve a chance dele em 2008 porque o Kimi nunca foi piloto de exigir preferencia, era totalmente desligado mesmo… mesmo sendo campeao, o Massa continuou com o espaço dele.

      O Alonso tem um perfil totalmente diferente, vai exigir tudo para si, e a Ferrari não vai negar.

      Talvez tenha sido um erro do Massa essa renovação de contrato, ele vinha numa trajetória boa, evoluindo como piloto, esse ano sabe-se lá por qual ou quais motivos a coisa desandou..

  17. Mussum disse:

    Toda vez que alguém defende o Massa em 2008 (Inclusive o Chatão Bueno), fala dos erros da Ferrari (Como o da mangueira em Cingapura) e credita isso ao fato do Massa não ter levado o título naquele ano. O problema é que esses “Super-Entendedores”, sofrem de Alzheimer e se esquecem dos 2 primeiros GPs em que o Zaca fez baita “Caca” (Até seu pai disse isso no Linha de Chegada) e também da punição ao Hamilton por ter usado a “gincane” pra ultrapassar o Kimi (Em que ele devolveu sem ter obrigação pois não havia isso no regulamento) assim como a perda dos pontos do Buemi que favoreceram o Zaca. Apesar disso tudo, o Massa é um “Bom” piloto e só.

  18. RCRG72 disse:

    O próprio Hamilton inocenta Webber. Ele mesmo admitiu. Disse que Webber estava em um ponto cego.

    Mas a teoria de conspiração em relação ao acidente informa.

    Webber de propósito bloqueou Hamilton. Entrou mais rápido que o usual na curva e apontou o carro para o muro.
    Assim Hamilton bateu na roda dianteira direira de Webber, que, lógico, já imaginava que não haveria nenhuma possibilidade de danificar a roda ou a suspensão.

    Webber é mesmo um gênio dentro do carro da Red Bull, não é a toa que é o líder do campeonato.

    Link do video do acidente no VocêTubo:
    http://www.youtube.com/watch?v=c9axIUdilA8

  19. Douglas disse:

    Alonso tem o estilo NELSON PIQUET, não é o mais rápido e sim o mais inteligente. CHUPA ZAKARIAS!!!! Alonso Campeão!!!

  20. beto disse:

    Fez bem em contratar o Alonso,sim.
    Só falta agora tirar Felipe Massa,que está em péssima fase,e contratar Kubica.
    Ou dá briga ou dá briga.
    El fodón não gosta de pilotos tão bom quanto ele na mesma equipe.

  21. Mozart Coelho disse:

    Massa já deu o que tinha que dar na Ferrari! A única coisa que falta é ele mesmo reconhecer que é o “escudeiro” de Alonso e e se contentar com essa missão. Essa é uma verdade que todos sabem, até mesmo a equipe de Massa na Ferrari.

  22. Flavio Bragatto disse:

    Do jeito que as coisas estão, o Alonso vai ganhar o campeonato do mesmo jeito que a McLaren deu de presente ao Kimi em 2007 e a Ferrari deu ao Hamilton em 2008.

    A Red Bull é o grande Papai Noel deste ano!!! Lucrou o ano inteiro e vai dar um belo e caro presente para alguém. Entre Alonso e Hamilton, acho que dará Alonso, pois tem cabeça.

    E o Hamilton, heim??? Alguém precisa dar um pirulito para esse moleque! Está faltando pra ele umas cintadas na bunda!

  23. felipe_hulken disse:

    Falem o que quiserem, mas Webber tirou Hamilton da corrida, e não levou punição alguma pelo que fez. Vi e revi as imagens na câmera onboard de Hamilton e não tenho mais dúvidas. O pessoal da Globo na corrida insistia na ideia absurda de que “trajetória era de Webber”. Mentira. Hamilton já tinha mais de meio carro à frente de Webber. Este, por sua vez, tinha sim de ter aliviado o pé e evitado o choque. Não fez. E Lewis tinha toda a razão do mundo para estar furioso após a batida.
    E Alonso? De mero coadjuvante até há pouco tempo a real postulante ao título. Mesmo com a presepada de Hockenheim, vem mandando muito bem. É certo que o carro melhorou bastante, mas o espanhol pilota com muita garra. É um sujeito que tem a cara da Ferrari, gostem ou não dele, completamente diferente do lacônico e frio Kimi Raikkonen.

  24. MNG disse:

    Ontem percebemos que é piloto é que o filhinho de papai (Vetel) que tem um super carro e acha que é só pisar no acelerador e quando encontra um obstáculo na frente do caminho, não sabe o que fazer e mais, parabéns ao Kubica por mostrar quem é piloto. Massa foi muito apático, Alonso teve uma corrida tranqüila, pq tinha um cara atrás que achou que o titulo se ganha em segundo, contudo levanto a minhas suspeitas, quanto a classificação, já que na Ferrari tudo pode acontecer, quem sabe não deram ao Alonso o carro do Massinha, pois o do Alonso esteve com problemas no treino anterior…

  25. felipe_hulken disse:

    Falem o que quiserem, mas Webber tirou Hamilton da corrida, e não levou punição alguma pelo q. Vi e revi as imagens na câmera onboard de Hamilton e não tenho mais dúvidas. O pessoal da Globo na corrida insistia na ideia absurda de que “trajetória era de Webber”. Mentira. Hamilton já tinha mais de meio carro à frente de Webber. Este, por sua vez, tinha sim de ter aliviado o pé e evitado o choque. Não fez. E Lewis tinha toda a razão do mundo para estar furioso após a batida.

    • RCRG72 disse:

      Camera onboard não mostra a posição exata do outro carro (Webber).

      Se tivesse uma camera virada para trás, ou aquelas usadas na F-Indy, você talvez mudasse de opinião.

    • Mirax disse:

      Pois é Felipe. Eu tbm vi isso. O Lewis já tinha passado o Webber e freiou para fazer a curva, enquanto o que freiou o carro do Webber foi o carro de Lewis que foi catapultado.

      Basta ver as imagens que mostram isso claramente. O Webber não tinha mais pneus pra segurar o carro da McLaren, além dele ter se atrapalhado com os retardatários.

  26. ricardo de interlagos disse:

    A QUESTÃO ALONSO X MASSA

    não existe opinião independente, talvez o mais perto seria um espaço independente(talvez neste blog), por isso todos que colocam aqui suas opiniões tem lá no fundo as suas parcialidades…
    quanto ao Galvão Bueno o que condeno é aqueles comentários que são exagerados e totalmente parciais para a posição que ele ocupa, aqui os blogueiro até podem ser parciais e falam o que querem, e isso faz parte, mas como voz oficial da maior emissora do país o G.B. não deveria jogar confete pra aquele cara que é mal exemplo pra os esportes(o ex chefe da renault)(não vale nem mais fara o noime dele) que na minha opinião esse cara não deveria voltar numca a f1, e a Ferrari não precisa dele.

    nossas opiniões negativas e positivas quanto ao Massa são parte do que ele como pessoa de imagem pública deve enfrentar, na minha opinião no final do dia ele deve cagar e andar pra gente aqui, mesmo assim espero que ele recarregue todas as energias positivas e tente com trabalho coragem e energia em 2011, vai precisar de sorte do lado dele, mais tudo é possível, se sentir massacrado em 2011 dentro da equipe, não fique em 2012, vá para uma equipe menor como a Willians e recomece humildemente com o as possibilidades reais… mas essa é só a minha opinião repito.

    ALONSO acredito sim que Alonso é protegido e representa muito não só para a Ferrari, como pra o Santander(o maior patrocinador de Alonso e da f1) mais também pra os cofres de Bernie e compania, pois ele representa um melhor campeonato!!!… dá para os cartolas relevarem sua atitude muitas vezes anti esportivas mais imaginem a f1 sem Alonso!!!! é como a copa do mundo sem o Brasil! e dentro desse contexto numa comparação “quase infiel”, Hamilton seria a Argentina(seus tropeços seriam “maradona”), Vettel seria a Holanda(talento mais não chega lá), Webber seria a Espanha(desta vez “panela” veia que faz comida boa”) e o Massa seria a Inglaterra(viúvas de um passado promessa só num futuro)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>