MENU

quinta-feira, 30 de setembro de 2010 - 3:42F-1

DEMITIDO!

SÃO PAULO (sei) – É mesmo um fanfarrão, esse Eddie Jordan. O irlandês, que deu a Schumacher sua primeira chance, em 1991, disse que se fosse chefe da Mercedes, hoje, demitiria o alemão. Falou que o heptacampeão só se segura no time prateado pelo currículo que tem.

Eu não duvidaria tanto assim de Schumacher. Acho que vamos vê-lo bem em 2011. Neste ano, de fato, está decepcionando. Mas sejamos sinceros: a Mercedes também não está lá essas coisas.

67 comentários

  1. tiago disse:

    Flavio, isso faz parte de uma competiçao de raciocinio logico.
    E preciso de alguem q entenda de automobilismo pra me ajudar !!!
    ta ai o enigma, por favor me ajude!!!!!!!!!!
    ou qualquer um q ver!!!!!!!!
    obrigado

  2. tiago disse:

    aaaaa depois tem uma foto do:
    Button-Hamilton-Alonso. Hamilton-Rosberg-Button. Rosberg-Alonso. Alonso (?) esse ultimo q faz par com alonso eu tenho q descobrir.
    As fotos estao separadas pelos pontos. Sendo o primeiro grupo de 3 pilotos, o segundo grupo de 3, o terceiro de 2, e o quarto de 2 , sendo um o q tenho de descobrir!!

  3. Otto Jenkel disse:

    Essa foto é do G.P. da Bélgica de 1991, primeira corrida de Schumacher na F-1 e única na Jordan. O Titio Eddie aliás tem que aprender que pra gozar um campeão ( no caso hepta ) tem que ter um baita de um currículo. Em mais de 10 anos de F-1 a equipe Jordan venceu apenas 3 GPs… Na verdade isso revela uma certa mágoa do Titio Eddie pelo Schumacher ter trocado sua equipe pela Benetton.

  4. Gustavo Silveira disse:

    schumy, saudade.

  5. Leonardo Araújo disse:

    É, sim. O Eddie Jordan é um fanfarrão. Hahahahahahaha

  6. Leonardo Araújo disse:

    Esses fans e anti-fans… que tal pensar.
    Schumacher foi campeão de Benneton (que nunca tinha ganho campeonato) antes de ir para a Ferrari (que fazia tempo não ganhava nada). Já era vigarista naquela época também.
    Tem talento e faz qualquer coisa para vencer, é isso.
    “Ah, não andou bem nesse retorno”, dizem. Dane-se, não invalida nada. Tem gente que não aprecia o passado, nem o presente, na medida certa.
    É tudo NEGÓCIO. Schumacher correr aumenta o interesse pela categoria, que vende mais. Foi essa a lógica no início do ano e ninguém reclamava.
    Se ele, que não precisa mais provar nada pra ninguém, ainda se diverte, que pilote. Se dermos a sorte de ele andar mais forte ano que vem, teremos mais um para embolar o campeonato. Só isso.
    Eu que estou mal-humorado ou tem gente que merece o Galvão mesmo?

  7. Nilton disse:

    Eita.
    Todas as desculpas estão em cima deste pneu que
    shummy não conhecia e tem apanhado muito.
    Ano que vem, pneus novos, vamos ver se ele vai conseguir voltar ao topo.

  8. Breno Peixoto disse:

    Não sou de defender o Schumacher, mas em 1991 ele abandonou a equipe de Eddie Jordan no meio do campeonato, para ocupar a vaga do Roberto Pupo Moreno na Benetton.

    Esse comentário do Jordan me parece recalque.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *