MENU

quarta-feira, 29 de setembro de 2010 - 16:33Enigmas & desafios

MAIS UM MISTERIOSO…

SÃO PAULO (vixemaria) – “Nautiplas” parece ser a única pista. A foto foi enviada pelo Augusto Freire, brother vemagueiro. É de um Salão do Automóvel no início dos anos 60. Não é um Moldex-DKW. Não tenho a menor ideia do que seja. Nautiplas tem nome de firma que fazia barcos de plástico. Parece um pouco o tal de Brasília de alguns posts abaixo, mas não é. As rodas e calotas são de Fusca, aparentemente. Se vocês não descobrirem, ninguém mais descobre…

59 comentários

  1. luis alfredo disse:

    olhando assim de longe ta parecendo um karmann guia modificado

  2. Luiz disse:

    É um KG modificado, Tinha um que era com frente Alfa Romeo também.

  3. marino disse:

    Parece um Institec Justicialista Sport modificado

  4. Michel disse:

    Parece algum modificação num ” Karmann Ghia” ???!!

  5. ALEX B. disse:

    Sorry, but COISORROROSA (174)!!!

  6. Mauro Rodrigues Junior disse:

    Será que era uma espécie de “tunagem” brasileira nos anos 60?

    Quanto mais perguntamos, novas perguntas surgem…

    Gostei deste post!!

  7. Flávio Bragatto disse:

    Belo conceito!

  8. Fabio Amparo disse:

    Se assemelha muito à um modelo da Chrysler do final dos anos 50, que dizem ter servido de inspiração para os Karmann Ghia, mas me falha a memória agora…

    Abraços

  9. Cristiano disse:

    Reunindo as informações postadas, não passou de protótipo apresentado em 1960, diferente do Brasilia, que ao que parece teve unidades montadas. Se viram semelhança com o Karmann-Ghia, deve ter sido alguma “inspiração” do desenhista, porque o carro da VW só foi lançado em 1962 por aqui (fora alguns raros importados).

    • Crotti disse:

      Caramba, 600 mil cruzeiros ? Imagina só quanto o jardineiro cobrou pra decorar o estande todo com aquelas espadas de São Jorge ??
      Sensacional a matéria !
      Abraços

    • Mauro Rodrigues Junior disse:

      Putz!! Você achou cara!!!
      Tá explicado!

      ==========================================================
      Na revista Quatro Rodas – Fevereiro/1961:

      “Uma firma nacional já está em condições de montar sobre o chassi de dois carros “made inBrazil” (Volksvagen sedan e DKW-Vemag) Carroçaria de Fibroglas, utilizando como matéria-prima resina poliéster. O fibroglas há tempo já está sendo usado na construção de cascos de lanchas e outros barcos e nos Estados Unidos também na de carroçarias. Na foto central vemos uma carroçaria de fibroglas apresentada no Salão. O produto ainda não foi industrializado. Só a carroçaria agora custaria 600 mil cruzeiros, incluindo estofamento, painel, etc (…)”
      ==========================================================

      Matou a pau agora. Parabéns pelo achado, Dú!!

  10. Orlando Salomone disse:

    Réplica nacional do Borgward Isabella. (Essa foi fraca). Lanchinha de burguês? Síndrome de vira lata é foda.

  11. Orlando Salomone disse:

    Réplica nacional do Borgward Isabella. (Essa foi fraca).

  12. Eugênio Tramontini disse:

    Este carro é um Karmann-Ghia modificado.

  13. Beto Carpini disse:

    Está mais com cara de um Karmann Ghia tunado

  14. Daniel Amorim disse:

    uma vez vi, não sei se neste site mesmo, um Karmann Ghia com rabo de peixe…não sei se em algum país ele foi produzido daquela maneira ou se foi só uma protótipo ou série especial…dá de lembrar o de cima, aí…

  15. Sergio Gallo disse:

    Idem. Não consigo deixar de ver um Karman Ghia ao olhar os vidros…

  16. Rodrigo Monassa disse:

    corrigindo: mundo dos automóveis. “formula um” já é querer demais..kk

  17. Rodrigo Monassa disse:

    não tenho provas, Flavio, mas realmente a Nautiplas, que nao existe mais, fabrivaca pequenos barcos a motor, comos e chama aquelas lanchinhas de burguês que leva 4 pessoas? então, eles faziam aquilo até anos 70..80…por aí.
    como lá no estande dá rpa ler “carroceria esporte fibroglass, pode ter sido sim uma aventura deste fabricante de lanchas no mundo da formula um.

  18. claude bes disse:

    este carro e um DKW, provavelmente o primeiro no brasil de carroceria de fibra de vidro…

  19. Felipe Olivani disse:

    Nada mais é que um Karmann-Ghia com grade e rabo-de-peixe. Bonito, até.

  20. eduardo disse:

    O conhecido MB Modex, conversível, só foi apresentado dois anos mais tarde, no Salão de 1962. Além da Quatro Rodas, o MB Moldex também aparece numa Mecânica Popular, mas já nas “grandinhas”

  21. KG disse:

    Moldar um Karman Guia em fibra de vidro,aparentemente a especialidade da Nautiplas,e enfeitar a frente com 2×2/3 de grade de DKW,que dispensa refrigerar qualquer coisa,pois a mecanica esta na traseira,tudo VW. Simples.

  22. fred disse:

    Parece um KG remasterizado.

  23. Roberto Hackmann disse:

    Flavio,

    a revista A Biela em uma de suas ultimas edições fez uma reportagem de varios destes “Filhos Unicos”, especialmente o pessoal la do sul. Talvez voce se interesse por este material, ainda tem edições disponiveis nas bancas.

    Abraço !

  24. luiz carlos silva dos santos disse:

    Localizei a imagem, na Revista Arruela, digo, A Biela (#46).

    A imagem traz algumas dicas (Sorry, estou sem scanner). Na parede do fundo do estande há os dizeres “carroceria esporte conversível” e “Fibroglass”.

    Conversível? Ao que parece, trata-se de um conversível com capota dura removível.

    Fibroglass? A literatura da época chamava o material de tudo: fibroglass, fibreglass, fiber glass (separado), fiberglass (junto), glass fibre… Para todos os efeitos, é fibra de vidro mesmo, ‘tá?

    Na outra parede do estande, há outra placa, mas só dá para ler o nome da empresa, “Nautiplas”, e sua logomarca, um tridente dentro de um círculo (“chupado” da Maserati?).

    Nautiplas? Provavelmente um fabricante nacional de barcos e outros produtos em fibra de vidro que aproveitou o evento do I Salão para divulgar a idéia da utilização daquela matéria prima na fabricação de carrocerias de automóveis. Ou seja, o mesmo que ocorreu nos Estados Unidos cerca de uma década antes, e que culminou com o lançamento do Corvette (depois Tio Nasser conta essa história direitinho)

    Bem, fica aí a surpresa de que o primeiro carro brasileiro com carroceria de “faiberglés” não foi nem MB Moldex, nem Willys Interlagos. Quem souber mais nos conte, ‘tá?

    Abraços.

    TL

    “FONTE”: http://www.forumnow.com.br/vip/mensagens.asp?forum=41872&grupo=98616&topico=2774602&pag=30&v=1

    .: FICHA DE EMPRESA: NAUTIPLAS CONSTRUÇÃO DE EMBARCAÇÕES EM PLASTICO REFORÇADO, LDA

    .: NOME: NAUTIPLAS – CONSTRUÇÃO DE EMBARCAÇÕES EM PLASTICO REFORÇADO, LDA

    .: MORADA: COMPLEXO PAÇO DO LUMIAR, 7
    .: CÓDIGO POSTAL 1600-000
    .: LOCALIDADE/DISTRITO: LISBOA

    .: NIF: NIF de NAUTIPLAS – CONSTRUÇÃO DE EMBARCAÇÕES EM PLASTICO REFORÇADO, LDA
    .: FORMA JURÍDICA LDA

    .: ACTIVIDADE Fabricação de fibras sintéticas ou artificiais

    .: CAPITAL SOCIAL: Informação Disponível

    .: EMPRESAS PARTICIPADAS: Informação Disponível

    .: MARCAS REGISTADAS Informação Disponível

    .: GESTORES & EXECUTIVOS: Informação Disponível

    .: ACCIONISTAS: Informação Disponível

    “FONTE”: http://www.infoempresas.com.pt/Empresa_NAUTIPLAS-CONSTRUCAO-EMBARCACOES-PLASTICO-REFORCADO.html

  25. gustavojunka disse:

    tem o tridente da maserati na logo…

  26. Lucas Carioli disse:

    Não é aquele nome que aparece à esquerda? Nautiplas?

  27. Ale disse:

    Pelo que pude ler atrás, são “carrocerias esporte conversível Fibraglass”. Concordo com o Crotti, acho que são carrocerias de fibra para serem instaladas no chassi de um Karmann Ghia (se é que alguém teve coragem).

  28. Joaquim disse:

    Retificando a informação anterior: não é um Lepper sim um desconhecido protótipo com motor DKW e carroceria em fibra de vido, exposto no Salão do Automóvel de 1960.

  29. Paulo F. disse:

    Nautiplas não fazia piscinas? Lembra uma Lancia Appia Zagato, mas é claro que debaixo dissi tudo há uma mecânica Vemag ou VW.

  30. Marcelo Foresti disse:

    Essa Nautiplas não foi aquela que depois fabricou aqueles capôs de volks “imitando” a frente dos Rolls Royce?
    Semana passada ví uma “coisa” daquelas em Mauá (grande sp) , estou até agora com azia!!!!

  31. CLAUDIO AUN disse:

    FLAVIO ESTOU ENVIANDO AO SEU E MAIL UMA SEGUNDA IMAGEM DO VEIULO IMAGEM

  32. Joaquim disse:

    Parece ser um Lepper, construido no inicio dos anos 60 pelo paranaense Raul Lepper.

  33. CLAUDIO AUN disse:

    O CARTAZ ATRAZ DO CARRO DIZ QUE É UM CARRO ESPORTE CONVERSIVEL ( NA TERRINHA CAPOTÁVEL) ,E FIBER GLASS

  34. Henrique disse:

    Isso não passa de um Karman-Ghia tunado …………só isso.

  35. Eu ia dizer que era o tal Brasilia… Se não for ele, não faço mais a menor idéia de “quem” seja.

    Aliás, a única coisa que tenho certeza é que quanto mais a gente aprende (não apenas sobre carros), menos a gente sabe…

  36. Tá parecendo uma cópia do Volvo S1800

  37. Paulo Abreu disse:

    Flavio, achei mais alguns (poucos) detalhes nesse site (http://www.forumnow.com.br/vip/mensagens.asp?forum=41872&grupo=98616&topico=2774602&pag=30&v=1) inclusive uma outra foto desse “Karman Ghia Cover”. Abs

  38. Nautiplas Fibroglass, Salão do Automóvel 1960, apenas um protótipo, com mecânica DKW. — Realmente, poucas informações, difíceis de encontrar. Só as achei após relacionar o “Nautiplas” com o que está escrito atrás do carro (forcei a vista pra “decifrar” [Fibroglass]). Apenas essas infos que encontrei, num fórum: http://bit.ly/9QRId6

    Espero que tenha ajudado :)

    Abs.

  39. Marcos Antonio disse:

    Vou dar um chute, tatraplan.

  40. Crotti disse:

    Parece um Karmann Ghia reestilizado !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>