OPEL, 150

SÃO PAULO (survivors) – A Opel completa 150 anos neste mês, no dia 21. Nasceu fazendo máquinas de costura. Desde 1929 faz parte do guarda-chuva da GM. ter sobrevivido à GM por tanto tempo é uma façanha. Boa parte dos carros feitos pela GM no Brasil foi projetada pela Opel na Europa.

Subscribe
Notify of
guest
17 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
edkaefer
10 anos atrás

Agora a nova GM do Brasil utiliza a base de produtos Daewoo, projetada na Coréia na década passada…. Quem te viu, quem te vê….

Araçatubense
Araçatubense
10 anos atrás

Existe um abismo tecnológico e de confiabilidade entre os japoneses, demais germânicos e a opel. Um opel usado no Japão vale menos do que alface em fim de feira. Desvaloriza muito mais do que um VW e multiplas vezes mais do que uma BMW ou Mercedes.

Bruno
Bruno
10 anos atrás

Concordo com os quatro primeiros comentários. Acredito que a Opel fabrica excelentes produtos em sua matriz. Pena que o Brasil perdeu o emparelhamento na qualidade dos carros fabricados aqui em meados dos anos 90…Agora um modelo que me veio à cabeça de que gosto muito foi o Opel Kadett C (nosso Chevette) que foi projetado em parceria da Opel com a Chevrolet brasileira.

Alex
Alex
10 anos atrás

Kadett, Corsa, Chevette, Astra, Vectra, Meriva, Monza….

A GM do Brasil é muito mais Opel do que Chevrolet! Pena os veículos daqui não terem o mesmo acabamento dos de lá

edkaefer
Reply to  Alex
10 anos atrás

na verdade a base é Coreana, da antiga Daewoo.

Charlinho Atleticano-MG
Charlinho Atleticano-MG
10 anos atrás

quem dera a GMB passasse a ser Opel fidedigna á alemã; e deixasse a Chevy só pra utilitários; os melhores tempos e os melhores carros da GMB, foram quando esta estava em sintonia com a Opel, nos anos 90, Kadett, Omega, Vectra A e Vectra B, Astra B, Calibra e Astra A importados, Tigra. Grandes carros e grandes tempos; o portfólio atual da GMB é um lixo do lixo, comparado áquela época.

Hoje há um portfólio muito maior de marcas, mas eu, particulamente, acho os carros oferecidos pelas montadoras, inferiores em qualidade, aos dos anos 90, durante os anos 90, houve um tempo de paridade entre o que era oferecido nas matrizes européias, e aqui, ao contrário de hoje.

Danilo Candido
Danilo Candido
10 anos atrás

Os Opel atuais perderam alma e ganharam sangue sul-coreano: quase todos nascem no centro de estilo da Daewoo. Que lástima.

edkaefer
Reply to  Danilo Candido
10 anos atrás

os Opel Atuais continuam Opel, os modelos Europeus da Daewoo são vendidos sob a marca Chevrolet.

Franz
Franz
10 anos atrás

A Opel é muito competente. É a GM que precisa deles para aprender e ganhar dinheiro.

Foi… Infelizmente hoje a GMB está totalmente (e acho irremediavelmente) longe da Opel…

Temos as trapizongas (Celta, Agile, Cobalt) e produtos antigos (Corsa, Astra, Zafira, Meriva).

Mas para as trapizongas, o discurso é bonito, pois foi desenvolvido aqui! Mas em plataformas antiquadas. Na época do Andre Beer e do José Carlos Pinheiro Neto tínhamos mais proximidade com a Opel.

Infelizmente neste país, que tem um mercado de mais de 3 milhões/ano, engolimos produtos antiquados, inseguros… Até na Argentina e Chile existem produtos mais interessantes que nem aqui temos.

Já viram crash test dos nossos produtos com similares no exterior?

jorge diehl
jorge diehl
10 anos atrás

Viva a Opel pelos nossos Opalas!!

enko
enko
Reply to  jorge diehl
10 anos atrás

alguém uma vez postou awui que viu o konrad, (dono,de equipe porche, que aqui estava para uma milmilhas), chamar os membros da equipe e entrar num box onde havia um opala de corrida dizendo vejam,ese era o carro de meu vovô no alemanha..
quando os carros vinham de lá para serem produzidos em nossas terras, eles já, vinham com uma bagagem de testes, condizente com nosso clima e nossas ruas e estradas,
ou seja, já vinham prontos para uso, mudava-se detalhes de carrocerias e pronto.

Nick B.
Nick B.
10 anos atrás

Oi, Fla!
Chuchu beleza?
Ó o Nick aqui já no comecinho de 2012.
Nada de férias à la Jô Soares, viu?!
Quero ficar o ano inteirinho ao lado do Fla.
Mas… e o estômago? Tá legal?
Se tiver, dá um bico nisso:

http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/bbc/matei-255-pessoas-e-nao-me-arrependo-diz-exatirador-americano-no/n1597518208836.html

Não precisa me xingar!
Eu sei que você tem razão: Nick poderia ter começado o ano bem melhor.
Mas é que eu não consigo entender essa raça, sabe.

Bitocas.

Nick B.
(ouvindo Ira!, O Girassol).

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Nick B.
10 anos atrás

Pelo jeito voce gosta do assunto, procure por:

– Lyudimila Pavlichenki (309 mortes)
– Vassili Zaitsev (468 mortes)
– Simo Häyhä (475 mortes – dizem ser o recordista)
– JUBA (diversos filmes na Internet deste franco atirador Iraquiano a executar soldados americanos no Iraque na frente de crianças (iraquianas… claro), fico apenas a imaginar o meu filho vendo um cidadão com a sua cabeça explodida por uma bala a cair em seus pés) – mais de 100 soldados da coalizão mortos no Iraque).

Voce vera que essa idiotice não é uma primazia apenas dos americanos, se procurar na internet poderá achar também cenas de franco atiradores da Policia Carioca a matar traficantes no Rio de Janeiro… vi uma em que o sniper da policia carioca dá um “belo” tiro a uma distancia mais do que consideravel… o vagabundo cai no chão e deixa um rastro de sangue quando é arrastado por seus comparsas .

Como bem disse o Flavio, nossa raça é um fiasco.

Imperador

Araçatubano
Araçatubano
10 anos atrás

Se sumisse, também não faria falta alguma.

Eduardo
Eduardo
10 anos atrás

Dirigi um opel astra sw esses dias em Portugal: que carro!!! Motor 1.3 a diesel e na A1 ele fazia miséria. Sem comparação com um brasileiro, mesmo com os Cruze daqui.

Ernesto Longhi
Ernesto Longhi
10 anos atrás

Bem, agora a conversa mudou né… Opel é outra conversa.