DICA DO DIA

SÃO PAULO (é só querer) – Muito bacana a entrevista com esse rapaz português, João Paulo, na TV lusa. Ele conhece TODOS os países do mundo. Sem afetações, sem dar uma de aventureiro das galáxias. E os últimos minutos são ótimos, quando ele fala da Coreia do Norte e das falsas impressões sobre povos e países que temos, no Ocidente.

Quem mandou o vídeo foi meu amigo Rogério Gonçalves, que vende mochilas falsas de grife, mas muito boas, na feira de Acari.

Comentários

  • Eu acho que o Flavio Gomes devia convencer a ESPN a mandá-lo em uma Caravana do Esporte pela Coreia do Norte, Cuba, Venezuela e Irã, pra mostrar sem retoques ou preconceitos como a coisa de fato funciona nesses países, não só no esporte mas na sociedade em geral. Seria um programa e tanto. Alô, Trajano!

  • Flavio, você provavelmente não sabe: é crime usar celular na Coreia do Norte. Mas qual o problema né? É so usar telefone fixo.
    Ps: Mais automobilismo, menos politica.

  • Flavio,
    Ele comentou sobre o povo norte coreano que é fantástico e deve ser mesmo. Todo povo tem sua cultura e sua história.
    Mas isso não significa que ele disse que lá é uma maravilha. Ele mesmo disse que é um povo orgulhoso mas que não tem acesso a informação. Ele mesmo disse que só pode andar lá com um guia ao lado dele. Ou seja, a Coréia do Norte é uma porra de uma ditadura e toda ditadura é uma merda!
    Vc pode defender qualquer comunismo e eu não discordo. Não estou falando do regime, mas sim da porra da ditadura….vs não consegue separar uma coisa da outra?

  • Entre a Coreia do Sul e a do Norte fico com a do Sul.
    Muitos brasileiros morreram lutando combatendo o fim da ditadura.
    Assim como muitos Coreanos também morreram
    É fácil defender a ditadura dos outros. Difícil é dar a vida pelo país.

  • Valeu pelo link Flavio, mesmo com 2 entrevistando o cara conseguiu falar mais do que se tivesse ido no Jô Soares. Só acho que ele ”derrapa” quando fala que a relação homem x mulher é sempre igual nos países.

  • Ele é o “melhor dos melhores”.

    Segue o jogo… republiquetas ou melhor… ditadurecas como a da Coreia do Norte não merecem a minima atenção de todos nós.

    Abraços

    Imperador

  • Flavio, trabalhei e continuo trabalhando, em varios paises, como voce, e aprendi uma coisa muito importante, aonde quer que vc. va, o povo e sempre o mesmo, trate bem as pessoas e sera bem tratado em qualquer parte do mundo, Abraços.

  • País onde não se tem liberdade é uma merda!
    País governado por ditador é uma merda!
    País onde não se pode desligar nem por 1 segundo, o rádio do governo que é instalado em sua casa, só é permitido abaixar o volume, é uma merda.
    Viver num país onde não se pode andar nas ruas devido a violência, como aqui no Brasil, é uma merda.
    Mas merda por merda, prefiro a nossa que temos mais liberdade que lá.
    Só lembrando que lá vc seria fuzilado rapidinho xará, já que vc adora ser do contra.

  • Dois pontos a comentar:
    1- a portuguesinha ruiva é uma simpatia, muito bonita, com um sotauqe delicioso e eu levava para casa fácil.
    2- ele diz que as ompressões são falsas pq imaginamos países perigosos por conta da mídia. Na ´Coréia do Norte ele encontrou um povo orgulhoso de lutar contra tudo e todos, porém, concordado por ele mesmo, porque os norte coreanos não têm liberdade de comunicar-se com o exterior e porque não conhecem o que se passa fora da fronteira. Isso nem de longe é legal, isso é uma espécie de autismo, as pessoas vivem em um mundo paralelo ao real.
    Não consigo achar qualquer país, que tira o direito das pessoas de terem opiniões ou mesmo de mobilidade e liberdade, tão legal assim.

    • Não pode dizer não. Estive no Oriente Médio e achei uma bosta tanto Omã quanto os Emirados árabes, a Glória Maria fez um programa para a Globo dizendo que tudo era fantástico. Portanto, basta ver o ponto de vista e o que as pessoas querem enxergar nos lugares.
      Brasileiro turistão acha que todo lugar é ótimo e melhor que o Brasil até chegar no avião. Aí os caras dizem que estão morrendo de vontade de comer feijão e pão de queijo e que a melhor terra do mundo é o Brasil. Voltam para casa e o país onde estiveram é a última maravilha do mundo, mesmo que seja o Iêmen ou o Afeganistão ou mesmo a Síria.
      Qualquer um pode falar que até os aborígenes são o povo mais culto, civilizado e simpático e que o francês é burro e arrogante, depende de qem essa pessoa quer agradar.