PRENDE EU

SÃO PAULO(vixe) – Fico imaginando como era dura a vida dos meliantes detidos no porta-malas (portamalas, portammalas, portamallas, não sei mais como se escreve isso) da caixinha de fósforos. Se bem que a Rodoviária não costumava carregar meliantes.

Esse 147 certamente andava bem mais que o do Marcelo Giordano, ex-piloto da Classic Cup, atualmente trabalhando como auxiliar de pedreiro em Vinhedo.

Comentários