NAS 24

N

Sobre o Autor

Flavio Gomes

Flavio Gomes é jornalista, mas gosta mesmo é de dirigir (e pilotar) carros antigos.

18 Comentários

  • Comentário do Barrichello ao final das 24 horas de Daytona,
    Esses caras não sabem correr, este esporte é perigoso, tem que ter calma. O carro não estava bom, a pista não é boa, tudo contribuiu para que não conseguíssemos um bom resultado (penúltimo lugar). rsrsrsrsrsr vai chorar de novo.

  • O Barrica é um cara de bem com a vida. Faz o que gosta e ainda recebe para isso. Muitos tido como melhores que ele pagam para correr. O grande problema é querer fazer dele um piloto excepcional, um mito, um fenomeno, coisa que realmente não é. Ele tem seu valor, afinal niguém corre 20 anos de formula um, trezentos e tantos GPs se não for acima da média.
    Para finalizar e deixar um questionamento em aberto. Porque falam de Barrica ? Na minha opinião é porque não existe nada de novo no automobilismo brasileiro. Nem promessa ( promessa real ) infelizmente. Vamos vivendo com Razia , Senna sobrinho ( corre pelo nome ) e por aqui Cacá, Zonta, Burti………. todos nível médio.
    Ia me esquecendo. Culpa de nossos péssimos dirigentes.

    • O Barrica pegou um hiato depois de Piquet/Senna, e com a morte deste último, a Globo quiz colocar nele o papel de mito nacional, sem necessidade.
      Fora as mil gozações do Casseta e Planeta. Só de o cara chegar na F-1 e ficar lá, sempre com patrocínio, já é mérito, fora os anos de Ferrari.

      • Concordo Bruno, ninguém fica tanto tempo na F1 por acaso. Acho que o mal do Barrichello foi não mandar a Globo à merda quando começaram com essa coisa de atribuir à ele a imagem de sucessor do Senna, de que ele ia continuar a conquistar campeonatos e bater recordes como ele. Tinha que ter feito como o Piquet

      • Mas o Piquet, foi e para mim sempre será “o cara”, que além de ótimo piloto, era ótimo mecânico, e estrategista.
        O Barrichello tb fez muita coisa boa, veja BAR.
        não tem que provar nada para ninguém.

      • Ricardo, o Barrica assumiu em 1994 ser o substituto do Senna.
        O problema é que o Barrica foi muito mal acessorado e fez contratos muitos ruins (como os da Jordan) onde ele pensou somente na grana.
        O Piquet já tinha arranjado para ele substituir o Senna na Williams e ele tinha um contrato de desempenho com a Mclaren em 1995. Negou os dois…
        Deu no que deu….

      • Pois é cara, a vaidade é lasca mesmo. São poucas a pessoas que se prendem ao que são realmente, e não ao que os outros acham dela (seja bom ou ruim).

        Se vários puxa-sacos dizem que um cara é um gênio, mesmo sendo um medíocre, provavelmente ele se achará um gênio, mesmo sabendo no seu íntimo que não é.

    • Falamos mal do Rudículo Barrichello porque ele é, antes de tudo, um chorão, Começou no kart com este perfil e não parou mais.
      Sempre o injustiçado, sempre o “brasileirinho contra o mundo”, uma figura patética.
      E sim, é um piloto mediano que, em um momento de epifânia achou que seria o substituto do Senna porque a “Vênus Platinada” assim o queria.,
      Um patético!

  • isso sim é um grande demostração que independente de categoria ou carro a velocidade está no sangue desses bravos brasileiros que estaram na mistica pista de daytona, sem esquecer de citar a equipe dener motorsport por essa iniciativa estão de parabens!!!!!!!!!!
    boa sorte para eles e estaremos na torcida por uma vitoria

  • Ô FG … Resolvi deixar o comentário (pra encher o seu saco) porquê, na hora em que vi a notícia no Grande Prêmio e mais o seu post no Blog, pensei: “Meu, foda-se o Barrichello! Porquê esse cara ainda é notícia?”. Sei bem que, nem você nem o Grande Prêmio tem qualquer interesse além da notícia em si. Mas você já parou pra se perguntar em “quem lê” essas notícias? Fala sério … Acompanho Fórmula 1 desde 1980. Sou viciado no negócio. Não consigo deixar de assistir as provas, mesmo as ruins. O Barrichello pra mim foi notícia pela última vez quando saiu da Williams e acertou pra correr nos EUA. Imaginei um novo Mansell, um novo Zanardi. Afinal, mesmo com a falta de resultados na Fórmula 1 (sim, falta de resultados consistentes … ganhar do alemão de vez em nunca – Áustria – não serve), tinha a impressão de que ele era um bom piloto e tal … Mas que tinha tido o azar de ser contemporâneo do alemão. Tudo podia acontecer na Indy. Inclusive, como aconteceu, NADA. Mesmo assim nós (leitores) somos bombardeados com notícias do tipo: “Barrichelo fará x provas na estoque” e agora “Barrichello vai correr não sei aonde”. Meu, de novo: “Foda-se o Barrichello!”.

    • Porque esse cara ainda é noticia?

      é tanto noticia como qualquer piloto que ja passou
      por uma “F1” que antes detinha na teoria os 25
      mellhores pilotos do mundo, e hoje detem os 25
      pilotos com patrocinadores mais ricos do mundo.

      se nao quer que ele seja noticia , basta nao ver
      os jornais , internet e por ai afora.

      “Barrichelo” como dizia o zagalo , voçes tem
      que me engolir , 19 anos de F1 e 1/3 deles
      na Ferrari . Dane se quem nao quer ver.
      Fui.

Por Flavio Gomes

Perfil


Flavio Gomes é jornalista, dublê de piloto, escritor e professor de Jornalismo. Por atuar em jornais, revistas, rádio, TV e internet, se encaixa no perfil do que se convencionou chamar de multimídia. “Um multimídia de araque”, diz ele. “Porque no fundo eu faço a mesma coisa em todo lugar: falo e escrevo.” Sua carreira começou em 1982 no extinto jornal esportivo “Popular da Tarde”. Passou pela “Folha de S.Paulo”, revistas “Placar”, "Quatro Rodas Clássicos" e “ESPN”, rádios Cultura, USP, Jovem Pan, Bandeirantes, Eldorado-ESPN e Estadão ESPN — as duas últimas entre 2007 e 2012, quando a emissora foi extinta. Foi colunista e repórter do “Lance!” de 1997 a 2010. Sua agência Warm Up fez a cobertura do Mundial de F-1 para mais de 120 jornais entre 1995 e 2011. De maio de 2005 a setembro de 2013 foi comentarista, apresentador e repórter da ESPN Brasil, apresentador e repórter da Rádio ESPN e da programação esportiva da rádio Capital AM de São Paulo. Em janeiro de 2014 passou a ser comentarista, repórter e apresentador dos canais Fox Sports no Brasil. Na internet, criou o site “Warm Up” em 1996, que passou a se chamar “Grande Prêmio” no final de 1999, quando iniciou parceria com o iG que terminou em 2012. Em março daquele ano, o site foi transferido para o portal MSN, da Microsoft, onde permaneceu até outubro de 2014. Na sequência, o "Grande Prêmio" passou a ser parceiro do UOL até maio de 2019, quando se uniu ao Terra por um ano para, depois, alçar voo solo. Em novembro de 2015, Gomes voltou ao rádio para apresentar o "Esporte de Primeira" na Transamérica, onde ficou até o início de março de 2016. Em 2005, publicou “O Boto do Reno” pela editora LetraDelta. No final do mesmo ano, colocou este blog no ar. Desde 1992, escreve o anuário "AutoMotor Esporte", editado pelo global Reginaldo Leme. Ganhou quatro vezes o Prêmio Aceesp nas categorias repórter e apresentador de rádio e melhor blog esportivo. Tem também um romance publicado, "Dois cigarros", pela Gulliver (2018), e o livro de crônicas "Gerd, der Trabi" (Gulliver, 2019). É torcedor da Portuguesa, daqueles de arquibancada, e quando fala de carros começa sempre por sua verdadeira paixão: os DKWs e Volkswagens de sua pequena coleção, além de outras coisinhas fabricadas no Leste Europeu. É com eles que roda pelas ruas de São Paulo e do Rio, para onde se mudou em junho de 2017. Nas pistas, pilotou de 2003 a 2008 o intrépido DKW #96, que tinha até fã-clube (o carro, não o piloto). Por fim, tem uma estranha obsessão por veículos soviéticos. “A Lada foi a melhor marca que já passou pelo Brasil”, garante. Por isso, trocou, nas pistas, o DKW por um Laika batizado pelos blogueiros de Meianov. O carrinho se aposentou temporariamente no início de 2015, dando o lugar a um moderníssimo Voyage 1989. Este, por sua vez, mudou de dono em 2019 para permitir a volta do Meianov à ativa no começo de 2020.
ASSINE O RSS

Categorias

Arquivos

TAGS MAIS USADAS

Facebook

DIÁRIO DO BLOG

janeiro 2013
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031