MENU

Friday, 8 de March de 2013 - 18:27Gira mondo

GIRA MONDO, GIRA

SÃO PAULO (leiam, aprendam) – Uma das três ou quatro frases feitas sobre Chávez, disseminadas de forma leviana, maldosa, mentirosa e irresponsável por enorme parte da mídia brasileira, aquela que um dia foi grande e hoje tem relevância apenas em alguns bairros de classe média das grandes cidades do país, é aquela que diz que ele “prende opositores e não permite a liberdade de expressão”. Outra, a de que “a economia da Venezuela está em cacos e o país não se desenvolveu”.

No caso da última, é exasperante tentar convencer a idiotizia brasileira de que a situação do povo venezuelano é infinitamente melhor do que era antes de Chávez, quando o país estava nas mãos de meia-dúzia de barões da mídia e da indústria locais, e a economia era subserviente aos caprichos de corporações americanas e/ou multinacionais. Essa gente que acha que a política neo-liberal dos anos 90, que empobreceu ainda mais os pobres e enriqueceu ainda mais os ricos, é modelo de desenvolvimento é a mesma que não se conforma de ver o porteiro do prédio no mesmo avião indo para a Disney (não é, Danuza?).

Pois bem. Números para eles. Aqui estão dezenas de indicadores sociais e econômicos da Venezuela antes e depois de Chávez. Aqueles que ficam nas críticas rasas e vomitam preconceitos babacas poderiam perder um tempinho de suas vidas inúteis olhando esses dados. E, depois, que se callen.

À primeira frase idiota, deveria bastar este vídeo postado no blog do jornalista Paulo Nogueira, em que Chávez responde a um imberbe pau-mandado da Globo numa coletiva não sei quando. Mas se a preguiça for muita, recomendo este outro aí embaixo, um pouco mais curto, de uma palestra do parlamentar britânico George Galloway no fim do ano passado em Oxford.

Felizmente, graças à internet, a informação hoje não tem mais dono. Aquilo que seus antigos proprietários escondiam por conveniência e interesse agora chega às pessoas, de um jeito ou de outro.

Vivemos em outros tempos. E, nestes tempos, é inadmissível fechar os olhos para a verdade. E é inadmissível não ter um lado alegando falta de informação. A informação está aí, ao alcance de um clique.

187 comentários

  1. renato says:

    Chaves, é um lider…
    Sul Americano..latino…reconhecido por mim..

  2. Esdras Pereira Alves Neto says:

    Isso que chamo de uma indagação elucidativa para o jovem que possuía informações distorcidas dos fatos, em dizem a respeito da Venezuela.

  3. Hamilton Rogério Cardoso says:

    Parabéns Flávio Gomes. Muito bom seu texto.
    E viva a Lusa!

    Abraços,

    Hamilton LusaMetal !..!

  4. Luis M. says:

    Bom dia!
    Mais informações, para aumentar o conhecimento.
    Ai vai o link de uma entrevista que foi feita com o Bob Fernandes(um dos maiores jornalistas da atualidade), que esteve várias vezes na Venezuela(voltou a poucos dias de lá).

    http://bandnewstv.band.uol.com.br/colunistas/coluna.asp?idc=209&idn=652481&tt=ponto-a-ponto—com-m%C3%B4nica-bergamo-e-antonio-lavareda&tc=a-morte-de-hugo-ch%C3%A1vez—entrevistado-bob-fernandes

    Assistam.

  5. Ricardo says:

    Flávio, qual a sua opinião sobre o embalsamamento de Hugo Chávez e outros embalsamamentos de líderes socialistas já realizados?

  6. Fernando says:

    Flavio,
    Sempre li seus posts, já há muito tempo. Admiro o que você escreve e concordo com 99%, exceto quando toca nesse assunto “Venezuela”. Acho que você se equivoca totalmente e não está respeitando quem tem opiniões contrárias.
    Morei por 2 anos na Venezuela a trabalho, e posso dizer que se o Brasil é terceiro mundo, lá é quarto ou quinto mundo. Pra começar é uma democracia de fachada: todas as instituições legais são controladas pelo governo (tribunais, conselhos de justiça, justiça eleitoral). Um exmplo prático que já vi algumas vezes por lá com meus próprios olhos: no dia de eleições, nas zonas eleitorais onde predomina a oposição, muitas filas são deliberadamente provocadas pelos representantes legais, pra dificultar a votação (que não é obrigatória). Após isso, as 5 da tarde as seções são fechadas não importando se tem gente na fila. Nas zonas eleitorais onde o chavismo prevalece, a votação se estende até o último da fila.
    Há muitas denúncias de pessoas que “votam duas vezes” e é possível ver vários ônibus oficiais do chavismo indo na casa dos eleitores buscá-los para votarem.
    O governo de Chavez é um golpe de estado inconstitucional, basta ver o tempo permitido para um presidente e o tempo que ele ficou lá desde que assumiu. Foram várias manobras para não deixar o poder (dizer que os primeiros anos de governo não valeram, etc, etc).
    Nos supermercados faltam muitos produtos, inclusive nos anos que morei lá (2005, 2006) tinha uma crise enorme de falta de leite.
    O país foi polarizado entre nós e eles, tudo foi estatizado e a qualidade dos serviços caiu muito. Na PDVSA, houve uma lista Tascon (se não me engano o nome era esse), onde as pessoas que eram contra o chavismo foram demitidas. Conheci alguns motoristas de táxi que eram engenheiros na PDVSA e foram demitidos dessa forma.
    Não tenho o menor interesse em discutir política, cada um tem sua opinião pessoal sobre isso (coisa que você parece não admitir), apenas estou postando para que saibam o depoimento de quem viveu lá por alguns anos.
    Abraços

    • Fabio says:

      O Fernando Henrique Cardoso também mudou a Constituição brasileira para se reeleger. O governo Alckmin ao contrário do governo Lula não escolheu os primeiros das listas tríplices (Reitor Rodas, Presidente do Tribunal de Justiça).
      Assim como você, não tenho o menor interesse em discutir política, só estou dando o depoimento de quem viveu e vive no Brasil por alguns anos.

      • Minoru says:

        Quem nomeou Rodas foi o ex-governador José Serra, seu amigo pessoal, de uma lista tríplice em que ele era o último colocado da lista e que tradicionalmente sempre era nomeado o primeiro da lista, mas foi Rodas o escolhido.

        Ninguém antes, nem Maluf, tinha feito tal absurdo.

      • Minoru says:

        E parece que a moda pegou pois depois ocorreu o mesmo na PUC-SP, onde Anna Maria Cintra, a última da lista tríplice, foi nomeada reitora por D.Odilo Pedro Scherer, o mesmo que hoje é candidado virtual à sucessão do Papa Bento XVI e ligado ao atual governador Alckmin.

        Como diz o velho ditado: me diga com quem andas e direi quem tú eres…

      • wilson simionato says:

        Caro amigo
        O Rodas, ao contrario do bla bla bla do sintusp, ou da adusp, o reitor deu vários beneficios para toda a USP, temos cartão para compras , cartão refeição, que nunca tivemos, a soma desses cartões valem mais de 1000 reais por mes, isso é aplicado para docentes funcionärios
        de qualquer nivel “bem democrätico”
        Portanto quem está fora não fale bobagens

  7. Alemão says:

    Flavio, vamos analisar todos os lados para termos mais consciência dos fatos!
    Segue notícia de fev/13.

    Brasil – Venezuela
    O Chanceler Antonio Patriota fez escala em Caracas, dias 8 e 9FEV13, na sua ida a Nova York para participar da no Debate do Conselho de Segurança das Nações Unidas sobre Proteção de Civis em Conflitos Armados.

    A sua chegada à Caracas, na noite do dia 08FEV13 foi discreta, porém no Sábado o governo Bolivariano da Venezuela, fez de Patriota o avalista, como se o governo brasileiro assinava à esquerda da duplicata, em que os atuais líderes bolivarianos tentam impingir um governo Chavista Virtual.

    A Venezuela está em difícil situação financeira e procura além de apoio político créditos em moeda forte para viabilizar a virtualização do seu governo chavista.

    Some-se a isto o evento realizado pelo Instituto Lula, hoje sabe-se, com claro objetivo de coordenar o apoio do governo brasileiro à virtualização Bolivariana.

    Patriota: Uma Estranha Visita a Caracas Link

    LULA – Discute Política Externa com MD e Intelectuais 2013 Link

    Fonte: Site Defesanet

  8. Ricardo Lisboa says:

    Flavio, veja que interessante a notícia do Uol: “Preço de um iogurte equivale a 3 tanques de gasolina no país”( http://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2013/03/11/na-venezuela-preco-de-um-iogurte-equivale-a-tres-tanques-de-gasolina.htm ). Ao acessar a matéria nota-se que isso ocorre pelo fato de a gasolina ser muito barata em relação ao iogurte e não o contrário. Além disso, a foto utilizada para ilustrar o texto é de 27 de abril de 2007(!), apesar de o correspondente, segundo o cabeçalho, estar em Caracas. O pior é a enxurrada de comentários criticando Chávez por ele ter feito lá o que gostaríamos que fosse feito aqui, ou seja, reduzir o preço do combustível.

  9. Paulo Leite says:

    Flavio, tem hora que tem que dizer basta pra tanta sandice que os abestalhados da social-democracia de araque pregam sem enxergar 1 palmo na frente da venta. Tem tanta coisa pra falar e esse teclado nao tem acento funcionando, que vai assim mesmo, sem acento.
    Sao os mesmo tapados que levantam aos ceus o legado de FHC, o crapula que vendeu por 2 tostoes furados nossas estatais, pras estatais do outros. Lembrem da LightRio , que os abrutes de FHC mandaram o BNDS enprestar dinheiro pra EDF, Electricidad de France, estatal francesa de eletricidade comprar com nosso dinheiro. Nunca, no mundo dos negocios em governo nenhum do planeta, houve caso mais nojento que este, um governo emprestar dinheiro para empresa de outro governo comprar empresa de fundamental estrategia, como as do setor eletrico. Voces batem palma por isso, nao eh, seus abestalhados sociais-democratas. Voces, seus tapados, se vangloriam por estes desmandos e hojem que pagam a energia mais cara do planeta, no pais que tem mais hidreletricas do mundo.
    Estes mesmo sem-nocao, que viram FHC fazer em 8 anos, o que nenhum governo do mundo consegue fazer um 80, desmantelar toda a infraestrutura de um pais, energia, telecomunicacoes, estradas, educacao. Passou todo o file-mignon pra exploracao da corja do grande capital, deixando voces com isso ai, a maior tarifa de energia eletrica do mundo, os piores telefones fixo e celulares de todo o mundo, isso sem falar que sao disparados os mais caros do universo, eh claro neh. Disso voces se vangloriam, seus abestalhados.
    Que tem a cara-de-pau de acusar Lula de nao ter feito nada para corrigir isso, mas como, se ao final do governo FHC nao havia um centavo furado das negociatas das privatizacoes, o que foi feito eh outra vengonha, nem a capacidade de investir tudo em educacao FHC teve, na verdade, acabou com o minimo de educacao publica que existia. Hoje, seu babacas, voces nao veem nada demais e se vangloriam de pagar mil reais por mes para mandar uma crianca de 2 anos aprender a lingua portuguesa. Ninguem ver isso, porque nao querem, preferem se vangloriar de gastar esta vergonha em escolar particulares. Preferem se vangloriar ^meu filho estuda em escola particular, pago mil por mes, ate papel higienico pra limpar o coco dele na escola, eu pago, nao sou lindo e inteligente ?^.
    Sem falar da saude, FHC acabou de vez e fez explodir a industria famigerada de planos de saude privados, esta praga que come 20% do orcamento familiar. Por que voces nao vem isso, ta cara de voces e nao vem, porque nao mentalmente incapazes de racionar, , deixem de ser alesados, bando de tapados. Li outro dia um casal de idosos que foram contemplados com conta de 70 mil reais por 1 dia de internacao no albert einstein, porque o plano nao cobriu, apesar de pagarem 6 mil reais por mes. Pode isso, seus bando de gente burra e tapada. Eh isso que esperam voces que vangloriam os 8 anos do pior governo da historia deste pais, quando tudo foi dado de mao beijada pros amigos do rei. Voces mesmo que pagam pedagio em sp ate pra ir comprar pao na padaria, eh isso que voces levam e nao veem, nao veem porquenao quer. Como diz o Rei RC, eles nao estao surdos, eles estao cegos.
    Voces sao aqueles mesmo que mostraram a cara cheia de dentes esmerilhados em dentista privado quando rapariga-bloqueira inutil cubana, que nunca fez nada que preste na vida, teve educacao gratis e saude gratis, mamou no governo ate na suiça, onde passa 3 anos, enche o saco vazio e volta para casa com a venta no meio do rabo, cria um bloq que nao fala nada com nada, a nao ser reclamar do governo que a sustenta inutilmente, chora pitanga que nao pode sair quando ela mesmo voltou porque quis. Que levou um tapa da policia quando Tim Lopes leva eh massacrado porque fala o que nao gostam e nenhum destes inuteis fala nada. Ora porra, vao todos pra merda, voces merecem.
    Por isto pergunto a todos estes retardados, quem sao voces para para criticar quem quer que seja, incluindo Hugo Chaves, apenas porque ele tirou o povo da miseria ? Qual o problem disso, bando de tapados ?
    Quero distancia de gente tapada que nao ver um palmo na frente da venta suja !
    Vou dormir que to com sono !

  10. Geraldo Chaves says:

    Flavio.
    Voce é o CARA!!!
    Aliás, na semana passada no BB1, foi um grande prazer acompanhar sua tabelinha com o Lúcio.
    Uma garantia de “coisas boas” a serem vistas na TV.

  11. samuel.aju says:

    Valeu demais pelos vídeos… parabéns pela iniciativa. .. O lamentável eh que no país mais importante da América Latina, tenhamos que conviver com profissionais da imprensa orquestrados, sem culhões, sem referências, sem alma, indignos da profissão. Viva a internet…!!!

  12. Roberto says:

    Caro Flávio Gomes,
    Me rendo aos fatos.
    Há pouco tempo falei aqui que tinha restrições ao senhor Hugo Chaves.
    Fui estudar os índices econômicos e sociais.
    É obtuso não aceitar a realidade. Como você fiquei indignado com o editorial do Jornal da Globo.
    Meus amigos no BC da Venezuela me deram muitos números e não há como contestá-los.
    Retiro as minhas restrições. O que me dói é que reconheci isso depois desse cidadão que amou muito seu povo. Eu disse o povo.
    A riqueza tem que ser distribuída. É engraçado que todos aplaudem o Bill Gates por distribuir sua fortuna. O Chaves distribuía a riqueza do seu povo para seu povo.
    Existe algo mais nobre do que isso.
    Passaram-se mais de 40 anos para que eu começasse a enxergar o mundo com uma visão diferente.
    Agradeço a você. E ainda falam que você tem que escrever somente sobre automobilismo.
    Escreva o que quiser. O espaço é seu.
    Um abraço.
    Roberto.

    • Paulo_maffi says:

      É isso ai parceiro! É só abrir o olhos e o mundo estará diante de você, admire e tire suas próprias conclusões. Não deixe que pensem por você.
      A sua autonomia é algo muito valioso para ficar sub-utilizado.
      Abraço!

  13. Mauricio says:

    Um pouquinho de Brecht pra você, amigão:
    “Primeiro levaram os negros, Mas não me importei com isso. Eu não era negro. Em seguida levaram alguns operários, Mas não me importei com isso. Eu também não era operário. Depois prenderam os miseráveis, Mas não me importei com isso, porque eu não sou miserável. Agora estão me levando. Mas já é tarde. Como eu não me importei com ninguém, ninguém se importa comigo.”

  14. Mesquita says:

    Muito tem se falado na minha região, principalmente sobre a suposta Censura que o suposto Ditador fez aos jornalistas opositores. O mais irônico é que vivemos num estado onde o governador mandou recolher uma Carta Capital que falava de seu envolvimento com um contraventor cujo apelido lembra uma queda d’água. Isso virou reportagem da própria revista quando uma infinidade de leitores começaram a reportar o fato. Proibiu a circulação de um jornalista esportivo e livro Dossiê K (isso não é oficial, embora muitos saibam da história à boca pequena). Hoje é quase um crime portar esse livro nas ruas. Semana passada foi noticiado que o dito governador conseguiu uma liminar proibindo uma jornalista e blogueira de mencionar seu nome, sob pena de multa diária.

  15. Marcus Lima says:

    FG, de fato conhecia superficialmente os méritos de Chaves. Acho que ambos os vídeos ajudam a os entender. Mas o definitivo, que acho que vc poderia recomendar, é este aqui:
    http://www.youtube.com/watch?v=nfSGCS40fJg
    Expõe como o golpe foi montado, numa conspiração da mídia, militares e oposicionistas. Expõe também o cúmulo da dissimulação, crueldade de uma elite que: conclamou o povo oposicionista a marchar sabendo dos riscos, escondeu informações sobre mortes em meio aos protestos, editou imagens culpando partidários de Chaves por um massacre PREMEDITADO POR MILITARES, feito por civis, atiradores de elite e pela guarda metropolitana. Conta ainda a história do sequestro de Chaves, e de como tudo terminou.
    Enfim, achei importante assistir. Isso me deu duas dimensões:
    1) do que é a elite venezuelana, que pelo poder, ILUDIU E MATOU SEUS PRÓPRIOS SEGUIDORES.
    2) o que realmente era a popularidade de Chaves, e o porque dele ser heróico. Contra o que ele lutava.

    Achava que essas coisas só aconteciam nos idos anos 50, ou nos livros do Garcia Marquez.
    Deus do céu…..

  16. junior says:

    Belo vídeo! Confesso que fiquei com certa “vergonha alheia” ao ver o rapazinho e sua empáfia serem engolidos por argumentos sólidos e verdadeiros de um Sr. altamente politizado e que possui um amplo e profundo conhecimento social e do mundo. É um professor de Oxford, oras!

    Quanto ao rapazinho, creio que restou pedir desculpas, ou se enfiar nos livros ou em uma viagem pelo mundo a fim de “conhecê-lo” verdadeiramente, ou então , numa atitude um pouco mais digna, se retirar, ir ao banheiro e dar um tiro na cabeça!

    • junior says:

      não é um professor, mas im um parlamentar. Mas como tratou-se de uma aula de um velho lobo para um cordeirinho efeminado metido a intelectual, creio que segue valendo meu texto acima.

    • Minoru says:

      Pela postura do garoto, duvido que ele tenha feito algo do que você disse, aliás os trejeitos dele me leva a crer que ele simplesmente ignorou solenemente a resposta à pergunta que ele formulou e por isso sempre me pergunto:

      Para que então foi lá encher o saco?

      Cobra a democracia e o direito disso ou daquilo mas faz exatamente o que condena, não cumpre o seu dever de ouvir a réplica…

      Se quer aparecer, pendure uma melancia no pescoço e sai à Carmen Miranda!

  17. Guilherme Kichel de Almeida says:

    Flávio, mais do que o texto e os vídeos (que são muito bons), admiro sua iniciativa. Aos que acham que jornalismo ou jornalistas esportivos não devem se envolver com política, pessoas como você, Lúcio de Castro, Juca Kfouri e Trajano mostram o contrário. O poder da palavra e da consciência sempre deve ser utilizado em prol dos seres humanos. Para ilustrar as situações expostas acima, essa semana que passou estava assistindo o Redação Sportv e também o pontapé inicial da ESPN. Enquanto no primeiro a discussão girava em torno do alagamento do Maracanã, com a preocupação dele não ficar pronto a tempo para a Copa das Confederações (sim, era essa a maior preocupação dos jornalistas globais). No outro canal, José Trajano lia os discursos feito por Marín na época da Ditadura em que ele claramente pré-condena Vladimir Herzog; e em outro, diz que o torturador Fleury era um orgulho para São Paulo. Foi tamanho o contraste que fiquei martirizado por tão poucas pessoas no Brasil terem aquela oportunidade que eu estava tendo. Afinal, quantas podem pagar pelo Sportv? Ou quantas menos ainda podem ter a ESPN BRASIL? Vou além, quantas tiveram uma educação mínima para saber o que foi a Ditadura?

    De um lado, um jornalismo serviente e de interesses, do outro, um que preza pela verdade e pela justiça (com seus limites de uma empresa capitalista, evidente). Grande abraço e continue fazendo o que você faz, por favor.

  18. pc says:

    Querido Flavio, penso que os avanços inegáveis que Chaves formulou e conseguiu, se manterão num ambiente de alta contínua do preço do petróleo. Caso haja uma nova recessão ou o agravamento do quadro economico, o petróleo, com menos produção, vai baixar de preço e seu consumo vai cair juntamente com o preço.
    Os EUA, grande comprador de petroleo venezuelano, tá cuidando de seus interesses. Devido ao desenvolvimento de novas tecnologias como o fraturamento hidráulico, recuperou campos de petroleo e gás e caminha rapidamente para a autosuficiencia.
    A idade da pedra acabou, não por falta de pedra, mas pelo desenvolvimento de novas tecnologias e mais dia, menos dia, o petróleo deixará de ser um indicador de riqueza como as obsidianas no Império Maia.
    A chave para um desenvolvimento sustentável a longo prazo é o maciço investimento em educação, ciencia e tecnologia.
    A grana que Chaves gastou para comprar trocentos fuzis e caças da Russia, daria pra formar nos EUA, em Stanford, na Caltech, MIT, ou Minnesotta, trocentos PHDs para desenvolver tecnologia e aumentar a eficiencia de exploração e retirada do petroleo do solo e sua transformação em derivados, agregando mais valor e gerando mais empregos com salarios melhores.
    Dei o exemplo de universidades americanas mas na Europa tambem se consegue treinamento de auto nivel na França , UK e Alemanha.
    Acho o comportamento predador e imperial dos EUA lamentavel, vide o apoio dado `as ditaduras sulamericanas.
    Mas só iremos avançar, se nos educarmos, nos organizarmos para tal, e pagarmos o preço de conseguir isto através de muita dedicação e trabalho.
    Afora isto, é produzir banana, soja, minerio de ferro, petroleo e assim por diante, pra comprar tvs, celulares, ferraris e outras bugigangas.
    Peron e Evita agiram de forma semelhante lá atras na Argentina e veja no que deu. Encheram a barriga dos descamisados mas não trouxeram um sistema educacional à altura das necessidades do país. Em qualquer lugar deste planeta, em qualquer país , não há soluções duradouras sem educação. O resto é ilusão. E a conta vem depois que as esperanças são destroçadas.
    Concordo que as elites da Venezuela, assim como a maior parte das nossas, são uma merda, mas isto não quer dizer que a solução é o Chavismo. Talvez passe pelo Chavismo. Mas o mesmo deve ser superado para se construir e manter instituições democráticas e livres, que são os valores do ocidente, e que conduziram países na direçao do bem estar de suas populações.
    Caudilhos não gostam de liberdade de imprensa, de opinião, de internet, de bikini, de rinha de galo, de jogo, de bebida, e de inteligencia.
    Caudilho gosta de ser adulado e ver sua imagem nos cartazes e outdoors quando sai de seu palacio a caminho do palacio del gobierno. Se isso funcionasse a Coreia do Norte seria um paraíso.
    Um grande abraço a todos.

    • Paulo_maffi says:

      Dai eles defendem o território deles com o que?
      Bananas e boa vontade?
      Defesa, assim como saúde, educação, pesquisa, etc, são coisas diferentes e merecem um capítulo a parte para cada uma. Valorizar uma em detrimento da outra é tapar a cabeça e descobrir os pés(ali no caso a retaguarda)!

    • Minoru says:

      Caro PC,

      Você já parou para pensar que esses países que você citou são produtores de armas e eles mesmos estão armados até os dentes e você sabe porquê?

      Pelo visto, não.

      Você leu os outros post que mostram que o investimento na Venezuela em educação e melhorias no ensino superam em muito ao que foi feito anteriormente?

      Pelo visto, não.

      Você parou para pensar que a um pais mais fraco e que tem um vizinho que qualquer motivo que o ameace um bom motivo para chutar a porta e entrar quando se trata de proteger o interesse próprio, as suas únicas alternativas para dissuadir dele não fazê-lo é:

      1. Não dar motivo para ele falar que é uma ditadura e por isso Chaves SEMPRE fez eleições dentro da constituição e SEMPRE foram monitoradas de perto em especial pelos americanos que NUNCA encotraram irregularidades para usar como desculpa e,

      2. Tentar mostrar que o provável preço a se pagar por uma invasão será caro.

      É por isso que ele se armou e é algo que nós, brasileiros, também poderiamos fazer pois é muito legal falar “olha, as nossas fronteiras parecem uma peneira, por onde entram droga e armas por qualquer lugar” e o Exército só tem fuzis com 50 anos de idade e soldados mal pagos que são enviados a postos de fronteira tão distantes que a única idéia de onde ficam que você tem é apenas ” ficam no cú do mundo”.

      Há outros que brincam que para que navios, para a Marinha ficar brincando de guerra mas se esquecem de um certo fato ocorrido há muito tempo atrás, conhecida como a “Guerra das Lagostas” mas hoje não falamos mais de lagostas mas sim de algo que aguça a fome alheia a tal ponto dos Estados Unidos reativarem a Quarta Frota de sua marinha de guerra e neste caso, qual seria o nosso poder de dissuação? Estilingue?

      O mesmo vale para a nossa Força Aérea, sucateada a tal ponto que o primeiro caça F5 constrído em

      “…É graças aos soldados, e não aos sacerdotes, que podemos ter a religião que desejamos. É graças aos soldados, e não aos jornalistas, que temos liberdade de imprensa. É graças aos soldados, e não aos poetas, que podemos falar em público. É graças aos soldados, e não aos professores, que existe liberdade de ensino. É graças aos soldados, e não aos advogados, que existe o direito a um julgamento justo. É graças aos soldados, e não aos políticos, que podemos votar…”
      Barack Obama, discurso do Memorial Day 2011.

      “A Nação que confia mais nos seus direitos do que em seus soldados, engana a si mesma e cava sua ruína.”
      Rui Barbosa

      Si vis pacem, para bellum

      • Minoru says:

        apenas complementando o meu pensamento (cliquei sem querer…)

        O mesmo vale para a nossa Força Aérea, sucateada a tal ponto que o primeiro caça F5 constrído em agosto de 1972 ainda voa na linha de frente, modernizado e em breve nem isso teremos.

        O que mais me entristece é que se e quando o tempo fechar para valer, essas mesmas pessoas que não dão bola, vão ficar reclamando e cobrando uma solução e tudo isso me faz lembrar uma fábula chamada Ös Três Porquinhos”.

    • Anibal Neto says:

      Mandou bem PC. Concordo em tudo com o que vc publicou. Chavez poderia ter investido em qualificação ao invés de comprar aviões de caça. Sumemo!

  19. Cesar German Garcia says:

    Flávio, você tem algum parente na Venezuela?
    Eu tenho. Tia e Primos. Minha irmã esteve lá a seis meses atrás. Não se anda na rua em alguns locais em determinadas horas. Rouba-se qualquer coisa a qualquer hora, descrição da minha irmã e minha sobrinha que estiveram lá, e são aqui de São Paulo, é de amedrontar.
    Nos supermercados falta de tudo, quando chega alguma mercadoria tem disputa, fila para ver quem compra as coisas.
    Meu primo tinha uma loja de tintas que foi simplesmente fechada pelos chavistas pois “não era necessária”, nas palavras deles.
    Os jovens não tem vida social noturna em bares, danceterias e essas diversões, pois são assaltados e sujeitos a brigas de gangues por disputas de territórios.(pelo visto bem mais grave do que por aqui). Eles se reúnem somente dentro das casas dos amigos.
    Mais um, na casa da minha tia que tinha muros baixos como os que a gente vê na tv, ou quase sem muro, já foram jogados dois cadaveres….., com o que fez que ela levanta-se muros de 2 metros em torno da casa dela.
    A situação é bem diferente da exposta pelo inflamado discurso populista do senhor do vídeo.

    • Flavio Gomes says:

      Puxa, que triste! Então a multidão que foi aos funerais de Chávez estava lá, provavelmente, para se queixar ao cadáver. Obrigado por suas informações muito esclarecedoras. Sugira a seus primos e sua tia que se mudem para Miami, lá é superlegal e divertido e tem tudo nos supermercados.

      • Jailson Silva says:

        Esse tipo de resposta demonstra bem o tipo de preocupação social que essa gente tem. O que importa é ter razão. E para tanto, ignoram, ridicularizam, opiniões e vivências alheias. Pura vaidade. Quanta estupidez!

      • Cesar German Garcia says:

        Te tinha como um cara em bom nível,. Ridícula sua resposta. Já que você acha Venezuela tão boa, por que você não se muda para lá.

      • Flavio Gomes says:

        Pois é, por quê? Nunca pensei nisso, é a primeira pessoa que me sugere algo assim.

      • Alessandro says:

        Não sou de ficar emitindo opiniões sobre política, na verdade, falo bem pouco porque não entendo muito da maioria das coisas e, quando resolvo defender alguma idéia, invariavelmente sou apedrejado por ser minoria, mas concordo em gênero, número e grau contigo.
        Outra coisa, se todas essas barbaridades que são publicadas não são as piores que você recebe, entendo perfeitamente suas respostas, as quais, para mim, são uma das melhores partes dos comentários, mesmo já tendo levado algumas “nos dedos”.
        Abraço e parabéns pela firmeza na defesa de suas convicções.

    • Paulo_maffi says:

      Caramba! Como super estimam a violência na Venezuela, como se no Brasil ou em qualquer outro lugar da A.L não fosse assim. A violência é um efeito colateral crônico e histórico de anos de indiferença com os de baixo.
      Ps: Talvez falem tanto da violência poque não encontram outro problema para espezinhar!

    • Minoru says:

      Parece muito bem com a cidade onde vivo…

    • Anibal Neto says:

      vc mora onde? em Paris? Londres? Já ouviu falar de Diadema, S.Bernardo do Campo, S. André? Já ouviu falar de S.Paulo? São lugares mais seguros que Caracas?

    • Jailson Silva says:

      Quem faz verdadeiras revoluções sociais todos dias é o trabalho. São os trabalhadores e a iniciativa livre que transformam as sociedades. Não governos populistas que cerceam o direito de propriedade como vc descreveu no seu post.

      • Flavio Gomes says:

        Falou, TFP.

      • Jailson Silva says:

        Não sou eu quem fica sugirindo que as pessoas saiam de seu país. Você gosta de uma ditadura, pelo jeito.
        É bom lembrar que o trabalho e a livre iniciativa são fundamentos da nossa Constituição. Uma escolha legal e material, já que é posta em prática, todos os dias, por quase duas centenas de milhões de pessoas.

  20. Rovilson says:

    Obrigado pelas indicações amigo. Os dados vão me ajudar muito a esclarecer alguns amigos que ainda se informam pela veja…

    • wilson cunha junior says:

      Esse texto mostra que quem hj segue globos/vejas o faz pq quer e não por alienação ou desinformação. Não cabe mais, a não ser para os bem jovens, dizer que o cara é manipulado e tal. Com a internet é impossível não ter acesso ao outro lado de uma história. Então, se algum amigo chegar com um “li na veja q…, vi no jn q…”, já trato de falar de futebol ou reclamar do calor.

  21. Adrian Newey says:

    Memorável. E interessante em vários níveis.

    Primeiro: como é perigoso “saber um pouco de tudo”. Basta ver o exemplo do menino, que provavelmente é bem-intencionado.

    Segundo: como a manipulação da mídia continua eficaz, mesmo na era da internet. A informação está a um clique – mas é preciso saber dar esse clique. Coisa que o garoto não soube fazer.

    Terceiro: como é bom ver um moleque despreparado e arrogante levar uma piaba. Porque isso, quem sabe, o tornará preparado. Ou, no mínimo, o fará pensar duas vezes antes de falar merda.

    Quando eu era moleque, nos anos 90, ser jovem era uma desvantagem intelectual. Reduzia (justamente) a credibilidade, e a gente se esforçava dez vezes mais para tentar compensar isso. Hoje é o contrário. Os geração Y se acham gênios porque já nasceram com Facebook – e suas aspirações se resumem a consumo (ter um iPhone 5, morar um ano em Barcelona).

    Enquanto isso, o mondo gira – e muda. Nos EUA e na Europa, a elite surfa a crise econômica que ela mesma produziu para tentar espoliar a classe média. É uma contra-reforma sobre a qual os historiadores certamente falarão. Mas que, agora, ninguém vê.

    • Minoru says:

      É como o próprio Hugo Chaves falou em seu discurso da Cop15 sobre o clima, pena que o clima não é um banco para ser socorrido, pois daí todo mundo se mobilizaria para ajudá-lo…

  22. João de Oliveira says:

    Eu Cohen, legal de você emitir a sua opnião, por mais que seja egoista que seja.

    Só espero que você e seus familiares nunca precisem de pessoas desconhecidas, nem mamem na teta dos outros, e principalmente, não use de artifícios ilícitos para “subir” na vida, pois pessoas que pensam como você, é capaz de pisar até em seus entes queridos para subir na vida.

  23. seu kalunga says:

    vi a capa da Veja atual hoje e comprei e nao acredito que uma revista desse naipe distorceria os dados daquele modo. a capa ja traduz o que pensam e tem certeza.sao pessoas serias, estudadas e que nao meteriam a mao em cumbuca…

    • Minoru says:

      Demorou…

      Eles fazem isso já há muito tempo e não se esqueça de que a grobo e a abril convenceram o então ministro da Fazenda, Fernando Henrique Cardoso, a não pagarem CPMF (pois é, eu tive que pagar…) e ainda por cima tomaram empréstimos vultosos durante o governo FHC de “pai para filho” e a perder de vista junto ao BNDES, o tal “Proer da mídia”, que custou em 2000 algo entre US$3 bilhões e US$6 bilhões aos cofres públicos, obtido graças ao “affaire”, que a grobo e demais órgãos da mídia convenientemente abafaram, e que deu origem à “Bolsa Pimpolho”, que financiava a vida de Miriam Dutra, repórter da grobo, grávida de seu filho no continente europeu, que ao final das contas, nunca o foi de fato.

      Mas agora o bicho pegou de vez e eles, desesperados, não tem para onde correr a não ser apelar, com a Fóia, que mandou mais da metade de sua redação embora, a grobo mal das pernas e a Abril mandando revista grátis por mais de seis meses só para justificar a circulação aos seus anunciantes.

      Alguém leu alguma vez isso na revista “‘óia”???

  24. Jailson Silva says:

    É papel do Estado “sim” diminuir as desigualdades sociais, taxando os mais ricos; isentando os mais pobres; investindo em setores em que a iniciativa privada não tem interesse e que crie empregos e gere renda; regulando o setor produtivo; e até subsidiando, em alguns casos, aqueles que não têm condições, medidas como seguro desemprego, bolsa escola, algumas aposentadorias especiais são exemplo disso (não o bolsa-família, dar dinheiro, simplesmente, indefinidamente, sem um “plano de saída”, não passa de uma medida eleitoreira, um golpe a democracia). Enfim, é papel do Estado tomar medidas que, pelo menos, tentem amenizar esse mundo cão.
    A tempo, governos como de Chaves e Fidel estão longe de cumprir esse papel.

  25. Wagner says:

    Cara você é simplesmente desprezível,custei a ler até o final o seu comentário.
    Me deu asco.

  26. SIMÃO says:

    Sensacional FG… simplesmente sensacional… um estupro acadêmico do babaquinha (como tantos que estão ai) metido a sabichão!!!!!

    Chavez vai fazer muita falta!!!!!!
    Abraço

  27. Mello says:

    Por falar em heroi, hoje e aniversario de Yuri Gagarin!

    • Virgo says:

      Esse sim, Herói (com agá maiusculo) da humanidade. Pra fazer o que fez, nas condições em que fez, precisava ser muito macho.

      • Minoru says:

        Ele foi o primeiro ser humano a ir em órbita e volta vivo… mas diz uma lenda que quem foi primeiro quase um ano antes e que quase morreu por falha na reentrada foi Vladimir Ilyushin, filho de Sergei Ilyushin o famoso projetista de aviões, que ficou em coma entre a vida e a morte por um longo período, sendo acobertado pelos russos como vítima de um acidente de carro e corrigidas as falhas, mandaram Gagarin na Vostok I e o resto é história…

  28. Mário Sérgio says:

    Mais uma vez. Muito brigado FG. Sempre lembrarei destes textos.

  29. Juan says:

    Só loguei pra dizer que você é um tremendo otário, provavelmente nunca teve que lutar por nada na vida pra ter uma visão tão deturpada do mundo, tenho pena de você amigo.

  30. José Leão says:

    Pena que não podemos medir o teor alcoólico de quem escreve por aqui, porque nesta caso só estando “bebado” para escrever tanta besteira.

  31. Fabiano says:

    De qual Venezuela voce esta falando???? estive la a seis meses atras e nada o que voce esta falando faz sentindo Caracas esta horrivel e violento,e olha que dirigi mais de 8 horas ate Punto Fijo!!! a midia, voce e o que presenciei nao eh a mesma coisa!!!

  32. Rael says:

    Flávio, gosto bastante de seus posts, e concordo quando critica que nossa mídia (dita de direita) distorce bastante os fatos.

    Votei no Lula no primeiro mandato (embora, óbvio, desaprove algumas coisas que ele fez).

    Mas dizer que a política praticada pelo FHC foi de empobrecer a população… que eu me lembre, a inflação atinge justamente os pobres. E também lembro que naquela época, antes dos serviços públicos serem privatizados, o quanto custava um telefone.

    Acho que tanto o FHC fez coisas muito boas como o combate a inflação (eu cresci vendo a inflação destruir os salários das famílias pobres), a privatização de serviços que não funcionavam, a criação de agências reguladoras, a lei de responsabilidade fiscal para as prefeituras, etc.

    Assim como o Lula também fez (o combate a desigualdade, o mérito em continuar coisas boas feitas no governo FHC, a ampliação do comércio com a China e outros países).

    Eu sei que o comum é quem é do partido A diga que o B destruiu o país.

    • Flavio Gomes says:

      Sério que ainda tem gente desinformada o bastante para achar que foi a privatização que “distribuiu” telefones? Será que vocês são tão retardados assim?

      • Minoru says:

        Ele vai lembrar disso quando ele for assaltado e levarem o celular… daí ele vai procurar um orelhão para chamar a polícia e vai descobrir, entre outras coisas, de que como há no pais mais celulares do que habitantes, não há a necessidade de se manter orelhão pois isso custa dinheiro para as empresas de telefonia que dizem para usar mais o celular…

        Putz, é mesmo, o teu celular foi roubado, né???

        Pena…

      • Humberto says:

        Sobre os telefones, acho que este artigo do – é clichê dizer isso, mas… – saudoso Aloysio Biondi vem bem a calhar: “O povo que adorava comer telefone celular” e versa sobre investimentos na telefonia ANTES DE e EXATAMENTE PARA, entregá-la à iniciativa privada.

        http://www.aloysiobiondi.com.br/spip.php?article941

    • Paulo_maffi says:

      Colega. O sucateamento, a ineficiência e ideia de obsolescência das empresas estatais sempre foi e sempre será difundido em uma economia/governo Neoliberal. É simplesmente proposital, e de ‘praxe’ em processos de privatizações, a depreciação dos bens públicos valendo-se das prerrogativas que citei acima.
      Desta forma o estado/governo reúne argumentos de sobra em conjunto com a mídia(entenda P.I.G.) para desestimular a crendice popular na coisa pública como atributo inerente ao estado. Logo assim, a sua apreciação vai para o beleléu, são vendidas a preço de banana (vide CVDR), os magnatas dão tiros para o alto de alegria e o povo continua assistindo o seu JN.

  33. Christian Alves (@chrisalves88) says:

    o muleke levou um senhor esporro… nossa…
    E de universidade sinistra hein… existe doente até em oxford…
    E ainda falam mal do PROUNI!

  34. Mauricio says:

    Infelizmente sua imparcialidade ideológica é semelhante a do Reinaldo da Veja. fecham os olhos para aquilo que não lhes convém e trombeteam detalhes que sempre estão fora de contexto.
    Chávez foi sim um excelente líder no que tange as obras sociais, mas no que fala ao verdadeiro dia a dia da administração pública de um país, foi um retumbante fracasso. Bastam os números da criminalidade. Indicam apenas uma verdade, distribuiu-se sim melhor a riqueza de um pais, mas de forma miserável, sem ganho real.
    Não sou um neo liberal, tampouco um nazista de direita, mas sei muito bem analisar um relatório e as notícias que correm mundo.
    A verdade, aquela que é realmente a verdade, está nas ruas, nas pessoas. No seu dia a dia para ganhar o pão.

    • Flavio Gomes says:

      Eu vi as ruas de Caracas nos funerais.

    • Minoru says:

      E como você mesmo diz “A verdade, aquela que é realmente a verdade, está nas ruas, nas pessoas. No seu dia a dia para ganhar o pão”,é o motivo pelo qual o povo venezuelano foi às ruas, esse mesmo povo que diante de um golpe de estado que derrubou Chaves e mesmo sendo martelada incessantemente por uma mídia comunada com os golpistas, foi lá e o recolocou no poder e o reelegeu, eleição após eleição porque foi assim que eles, povo venezuelano, assim o quiz.

    • Mauricio says:

      Tanto a esquerda, como a direita acredita apenas nas realidades que lhe convêm.
      Vi o funeral de Chávez pela TV. É a realidade daquilo que comentei, ele foi forte na inclusão social mas derrubou o resto.
      Trabalho como engenheiro e planejador de obras de grande porte. O fenômeno não ocorre apenas lá, mas aqui no Brasil também.Está ocorrendo uma fortíssima desindustrialização. Os investimentos caíram quase a zero aqui no Brasil desde meados do segundo semestre do ano passado. Na Venezuela pararam já ha alguns anos.
      Resultado de politicas de intervenção no mercado e falta de uma linha de incentivo clara e sem sustos. Sem medo de intervenções atabalhoadas. Nacionalizações inesperadas e coisas do gênero.
      O resultado final disso tudo é o seguinte:
      -Aqui somos exportadores de produtos agrícolas e minério de ferro em bruto (produtos primários);
      -Lá só exportam petróleo em bruto (novamente produto primário) e gasolina (não é primário mas tem baixo valor agregado).

      Ambos os países estão se tornando fortíssimos importadores de produtos prontos de alto valor agregado e tecnologias em regime de caixa preta.

      O resultado final não vai ser muito legal…

  35. Alessandro ciotta Goulart says:

    minha nossa até eu fiquei com vergonha pelo cara! Depois dessa eu não saía de casa tão cedo!!!

  36. OSKAR says:

    Flávio, vc anda lavando a alma de milhões, meus parabéns, continue assim, precisamos de vc, essa é a verdade, com teus cometários vc mostra que não estou tão só. Obrigado!!

  37. Cohen, se o mundo fosse realmente como você diz, alguém mais forte que você estaria te enrabando. Graças aos que se importam você tem o que você tem. Espero que o Karma te pegue.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *