MENU

sábado, 20 de abril de 2013 - 19:40Arquitetura & urbanismo, Dica do dia

DICA DO DIA

Para quem é de São Paulo, estes 10 minutos de imagens dos anos 60 mostrando o cotidiano da cidade são preciosos. Para quem não é daqui, também.

24 comentários

  1. Tiozão disse:

    Vivi o centro naquela época, estudava contabilidade na Alvares Penteado no Largo de S.Francisco, de terno e gravata (obrigatórios), tempos ingênuos, era uma cidade tranquila, valeu a lembrança.

  2. JOANNIS LYKOUROPOULOS disse:

    SENSACIONAL!! ME FEZ LEMBRAR DA ÉPOCA EM QUE EU MOREI NO RIO DE JANEIRO,QUANDO VI A MOLECADA TOMANDO BANHO PELADINHOS,LEMBREI QUE A MINHA VÓ,QUANDO EU VOLTAVA DO CAMPINHO,ME DAVA BANHO DE MANGUEIRA E SABÃO DE CÔCO.
    BELOS TEMPOS

    ABS

  3. Ricardo disse:

    Viu o Thunderbird no Jô Soares? Achei que ele iria ter uma parada cardiaca ali mesmo. Você tambem é chegado é?

  4. Tadeu Ferreira disse:

    Aos 8:10 , Monobloco O 321 da U.T.I.L, Belcar e Kombi.
    Deutschland Über Alles !!!

  5. Martim disse:

    Ótimo vídeo. Aos 2:40 min. aparecem duas bicicletas com baú dianteiro, creio que eram do Toalheiro Brasil. Valeu, Flavio!

  6. Alex disse:

    Flavio, não sei se já te mandaram, mas segue assim mesmo. O Estadão foi atrás do japonês que fez aquelas imagens de São Paulo nos anos 80. So acho que poderiam ter feito uma matéria maior, com certeza nosso amigo tinha mais histórias para contar…

    http://tv.estadao.com.br/videos,SP-DE-1988-E-DE-HOJE-UMA-VIAGEM-NO-TEMPO,199777,250,0.htm

  7. Carlos Cwb disse:

    Deu saudade. Bons tempos de moleque…

  8. cardosofilho disse:

    Bom para quem, como eu, viveu lá nessa época. Era menino. Café no bule, feito na hora , uma delícia ( não gosto de café expresso ). Muitos DKW, fusca e passou até um Gordini, quem sabe não era o de meu pai ( rsrsrsrs).

  9. Sérgio GP disse:

    A cada tempo passado torna-se mais difícil não ser saudosista. Na época morávamos em São Caetano do Sul e íamos constantemente a São Paulo. Meu falecido pai era funcionário do BB e uma vez por mês íamos, minha mãe e eu, até a Mooca fazer compras na Cooperativa dos funcionários do BB.
    Como já foi dito acima, não havia pressa; o trânsito não era bom mas sim atraente, com uma variedade impressionante de automóveis, motocicletas com sidecar, bondes, papa-filas, puxados por FNM’s, enfim, inesquecível. Quantos DKW’s, JK’s, Bell Airs, Nash’s… ah! era uma maravilha ir a São Paulo. Hoje não mais.

    • Ferdinandes disse:

      A Cooperativa eseu delicioso feijão… qtas vezes nao voltei entre as caixas de mantimentos, na Brasília dos meus pais – tempos de inflação e alta e compras do mês, e de inocente imprudência no transporte de crianças. Na ida, parávamos na Av Franscico Matarazzo, para comer pastel de vento com fanta uva (eu colecionava as tampinhas, so nao lembro do que eram…). Ouvindo, claro, no toca-fitas, o show do Canecão de Tom, Vinícius, Miúcha e Toquinho, recém-lançados!

  10. Eduardo Britto disse:

    Show! Nasci bem nessa época, e bem no local das primeiras cenas do vídeo: Parque Dom Pedro II, que ainda tinha flores na Primavera… A cidade tinha um caos suave… Hoje tem um caos embrutecido, boçal… Tem coisas muito melhores, sim, mas… poderia ser um paraíso… como foi dito abaixo, os fdps acabaram com nossa cidade. Valeu FG! (ET. No Estadão de hoje tem uma matéria sobre o japonês que filmou em 1988… Devem ter buscado a pauta neste excelente blog).

  11. Tanto SP como RJ eram lugares muito bacanas de se viver nos anos 50/60, é impressionante ver como ambas mudaram em 40 anos. Minha Curitiba é a mesma coisa, era uma cidade média, calma, quase rural de algumas maneiras.

    OFF-TOPIC O Gomes gosta de foto de ônibus, fiquei estupefato ao descobrir que existe um AIRLINERS.NET brasileiro com fotos de ônibus, o “Ônubus Brasil˜:
    http://onibusbrasil.com/

  12. Bruno disse:

    A vida é muito curta pra morar em São Paulo..

  13. disse:

    Tem umas raridades no canal, como Marin 70.

  14. Humberto disse:

    É nos deixamos os fdp acabarem com nossa cidade….

  15. Maria Lúcia disse:

    ADOREI!
    Fichários da MA (quer coisa mais antiga?).
    MEC-Usaid – essa eu peguei nos anos 70!
    E que café mais mal servido!
    Os meninos pelados (não do Graciliano).
    E a trilha, tão perfeita (de quem?).
    Maria Lúcia

  16. Fábio Aguilera disse:

    A cada minuto do vídeo eu pensei numa coisa diferente! Por exemplo:
    Em alguns momentos eu acho que as coisas não mudaram tanto. Eu disse “as coisas”. Já as pessoas me pareceram diferente: parecem todos normais, mesmo aquelas que estão entrando no estádio pra ver Santos e Corinthians.

    Hoje, eu tenho medo de passar perto do Pacaembu em dias de jogo. Quem não fica?

    Outra: pensa no cheiro destes engarrafamentos! Gasolina, fumaça! Um antiguinho pipocando é lindo, mas imagine milhares deles ao mesmo tempo!

    O centro continua muito parecido. Os engraxates, iguais. Até os movimentos com o pano. Há coisas que não precisam mudar.

    E a faixa de pedestres?? São Paulo devia ter um atropelamento por segundo!

    Espetacular o vídeo!

  17. Minoru disse:

    Sou desse tempo, em que eu e a minha irmã brincávamos em colocar a mão no mapa do “Marco Zero” para dizer que estávamos no centro da cidade, quando passávamos por lá com o meu pai para pegarmos o ônibus naqueles terminais em frente a Catedral, na praça da Sé, que ainda era separada da praça Clóvis Bevilacqua.

    Hoje eu trabalho no Centro Velho e é interessante ver que algumas coisas mudaram radicalmente, como o Othon Palace que era naqueles tempos o melhor hotel de S.Paulo e hoje está ocupado por sem-teto; outras não mudaram nada como o Mosteiro de S.Bento, os carros desrespeitando os pedestres ou as crianças de rua tomando banho nas praças públicas; outras mudaram pouco, como a Biblioteca Mário de Andrade hoje reformada; e ainda outras que parecem coisa de outro planeta, como o Palácio dos Bandeirantes e o Hospital Albert Einstein que foram construídos em locais “retirados”; e finalmente aquelas que deixam saudade como ir ver aviões naquele antigo mirante do aeroporto de Congonhas.

  18. Marcelo disse:

    Minha mãe sempre diz que anos 60 tudo era maravilhoso! Também acho…

    Alfaiate nessa época devia ganhar muito bem!!! Curioso a falta de pressa das pessoas, hoje tudo é na base da correria e selvageria.

    Vídeo abaixo mostra o estrago feito pelo piloto Jaime Mello Junior.
    http://cgn.uol.com.br/noticia/50346/piloto-e-preso-ao-bater-carro-durante-fuga

    Não esqueça de pular o anúncio no início do vídeo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>