MENU

Sunday, 7 de April de 2013 - 12:47#69, Classic Cup

ONTEM

esperandolargadaSÃO PAULO (sempre vale) – A foto aí em cima é do Rodrigo Ruiz. Linda. Quando o cara conhece o que está fotografando, saem coisas assim.

Isso aí é instantes antes da largada da gente ontem na terceira etapa da Classic Cup. O grid era enorme, 37 carros, e o Meianov lá em 23°. Pode parecer pouco, mas não é. Meianov é um Lada, usa motor de Lada, tem aerodinâmica da Lada — desenvolvida em alguma fábrica de geladeiras na URSS. Deixar 14 carros para trás no grid foi uma façanha, que só consegui graças à voltinha redondinha do vídeo do post anterior. Eu vinha fazendo um treino muito irregular, tentando algumas coisas curva a curva, até encaixar essa volta quase ideal na última tentativa. Fiquei satisfeito com o resultado. Sempre que entro na casa de 2min14s com esse carro, é um bom resultado.

Largamos com muito calor mais de cinco horas depois da classificação. Foi um dia de muita atividade em Interlagos, com programação apertadíssima.

Não fiz uma corrida excepcional. Pela primeira vez, abdiquei de algumas possíveis brigas para me concentrar nos adversários da minha divisão, a TL, carros de Turismo com motor até 1.600 cc. Éramos seis, dois à frente, o Fiat do Erick Grosso e o Passat do José Lima, e três para trás (dois Opalas e um Passat). Quando se faz essa opção, a diversão é menor, mas o resultado, em geral, vem.

Larguei mal e não passei ninguém. E fiz uma primeira volta medíocre, em parte porque me assustei bastante quando passei pelo Lago e vi o Chevette do nosso presidente André Mello arrebentado. Ele bateu de frente e achei que iriam parar a corrida. Foi uma primeira volta muito tensa e ruim, mesmo. Felizmente o André não se machucou, e graças ao HANS.

Mas depois dessa primeira volta meia-boca, as coisas se estabilizaram. Não tinha como pegar o Fiat e o Passat na primeira parte da prova e os carros que estavam atrás estavam sob controle. Para mim, importante era garantir um pódio, o segundo em três corridas. Depois da entrada do safety-car, que neutraliza a prova na metade, fui ultrapassado pelo Dirceu, do Passat #51 do Dirceu, da minha equipe. Mas eu sabia que tinha carro para passá-lo de novo e resolvi dar uma cozinhada no galo e deixar para o final.

Quase não deu. Porque a três voltas do fim o Rogério Tranjan do Trovão Azul #44 rodou no óleo no Sol e bateu forte. Vínhamos na sequência, eu e o Dirceu, e quase fomos os dois juntos no mesmo óleo. Amanhã coloco o vídeo, é impressionante. Não sei como consegui segurar o russinho na pista. Mas mesmo assim, foi ali que passei o Dirceu e foi ótimo, porque entrou o safety-car de novo e quase a prova acaba sob bandeira amarela. Se não tivesse reconquistado o terceiro lugar naquele momento, talvez não tivesse tempo depois.

Na nova relargada, daria para brigar com mais alguns carros à frente, mas os dois da minha divisão estavam longe demais e preferi não fazer nenhuma bobagem. Terceiro lugar na TL, no final, com vitória do Erick porque o Lima teve uma punição de 10s. Se eu tivesse virado uma das últimas voltas 2s mais rápido, herdaria o segundo, que ficou com o Passat. Mas como é que eu iria adivinhar que ele seria punido? Acabei teminando a 1s6 do Lima. Paciência.

Na geral, ganhou o Antonio Chambel de novo, com Passat. Eu fiquei em 17°, razoável para quem largou em 23°. O bom é que o Meianov não quebra, vai se virando do jeito que dá e vamos em frente. Quem quiser ver o resultado completo, é só clicar aqui.

Abaixo, mais uma foto do RR, com a beleza do nosso grid. Agora vou aproveitar o domingo.

largadaetapa32013

56 comentários

  1. Fabio Bastida Martinez says:

    Porque o 69 estava caolho?

  2. Alexandre Emanuel says:

    Olá Flavio , tudo bem ? , gostaria de saber sobre o custo anual para participar de uma categoria como a TL ? vc mesmo é quem faz a preparação do 69 ?

  3. cardosofilho says:

    karmann ghia branco com faixas azul, lindo.

  4. Levi Davet says:

    O motor pode ser Lada, mas a aerodinâmica é Fiat! O Laika é um Fiat 124 remodelado. Culpa dos italianos, portanto.

    O grid é fantástico, você e os outros caras prestam um grande serviço ao automobilismo brasileiro.

  5. v for vendetta says:

    Fui lá no sabado, fantastico, teve carro acelerando das 8 30 da manha ate as 17 30. entrei nos boxes, fiquei amigo de um gordinho da Classic Cup que toca um fusca que tem um adesivo de elefante atrás. ficou nos pegas com o Flavio por umas 2 voltas, pelo menos ali no S onde eu estava…
    Parei meu carro na saida do S do senna, tudo de graça inclusive estacionamento, vazio demais depois do almoco cheguei a deitar no paddock e dormir perto dos pneus… e eu perdi 10 anos da minha vida andando em kartodromo do interior, gastei mais do q vale aqueles fusquinhas num shifter.. vou vender tudo, me aguarde na Classic Cup Flavio, que tesao de experiencia!!! Que descoberta maravilhosa , isso não pode minguar da maneira como está , e o pessoal paga mais de 50, 60 reais pra ver jogo do paulista …

  6. Flávio, Muito legal as suas aventuras a bordo do Meianov, coloque mais fotos no blog. aquela com o Grid de largada é show.

  7. Tiago says:

    Os carros da Classic Cup são mais seguros do que os do Brasileiro de Marcas ? Porque eles correm com a chicane e vocês não ?

  8. André França says:

    Flávio, vi no site que a 5ª Etapa vai ser dia 25/05. Vai ser em interlagos (não consegui ver isso no site)? Vou estar em São Paulo com meus filhos (moro em Belém-PA) e gostaria de aproveitar a oportunidade pra levar meu moleque de 2 anos que é doido por carro pra ir lá ver…

    • Flavio Gomes says:

      24, na verdade, sábado. Apareça lá! Mas criança de dois anos acho que não entra no box.

      • André França says:

        Beleza, vou me programar! Se ele não puder entrar, acho que só de ver os carros passando ele já vai curtir =)
        Qualquer coisa entro em contato pra pegar dicas, já que não conheço nada por lá =D
        Valeu!

  9. Armitage says:

    Parabéns Flávio!

    Aproveitando, trailer do filme Rush sobre Lauda e Hunt:

    http://www.youtube.com/watch?v=yYiZbWyYey0

  10. Andersson Catani says:

    Será que alguém filmou as pancas?

  11. Parabens pela foto adoro boas fotos ..Mas hojeé dia de dar os PARABENS ao FLAVIO …ou para Nós…como disse no Fantastico PARABENS hoje é ” DIA DO JORNALISTA “

  12. Tevez says:

    Que Piloto….Candidato a vaga do Webber na Red Bull

  13. Robertom says:

    Flávio,
    Como que um Opala pode correr na categoria TL, Turismo até 1.600 cc ?

  14. Dino Dragone says:

    A primeira taça deu sorte para trazer a segunda. rs Parabéns, tiu.

  15. Júlio Previero says:

    Flávio, parabéns ! só uma pergunta, vc faz parte de uma categoria de motores até 1600 cc….e largaram atrás de vc 2(dois ) opalas ?

  16. Luc Monteiro says:

    Gomes preferindo um resultado à porralouquice que uma corrida proporciona? Depois do Corinthians campeão da Libertadores, era o que me faltava ler.

  17. Mario says:

    Corrida com carros de verdade. Deveria se sempre assim.

  18. Jayme says:

    Só uma curiosidade, esses caras correm de Puma com a carroceria original de fibra?

  19. Humberto says:

    Pede “recontagem de votos” entao. Dois Opalas na categoria “ateh 1600cc” ? ( e teclado sem acento aqui).

  20. Paulo says:

    Aerodinâmica de geladeira foi boa. Certamente os engenheiros da Lada não se preocuparam com a otimização da passagem de ar.

  21. Edu Harmel says:

    O Zebra, o Bianco e o Puma do Saltini sequer chegaram a largar, e como retirei as minhas inscrições em sinal de protesto pela zona que estava a divisão dos boxes, teríamos tido um grid de 39 carrosna largada. Mas depois dos acidentes, acho que não eramesmo meu dia paar correr. Dia 4 de maio estaremos lá…

  22. fernando borduna says:

    tá bonito esse grid, hein?
    faz décadas q não vejo provas do paulista , preciso ir nalguma este ano.

  23. Hector Brenta says:

    Muito linda essa foto !!!! Legal!!!

  24. says:

    Está na hora da FASP assumir uma responsabilidade. Carro de corrida vazar óleo acontece. Mas vazar em treino, completarem e na corrida novamente, e piloto não ver a pressão cair e não encostar, querer chegar ao box, é folgado. O Chambel liderando na relargada foi passear na área de escape, e depois o Gerhard Tranjan estampou legal, virou passageiro.
    No treino classificatório da Classic, Gerhard e Chambel se atrapalharam no S. O Bandeira não passou rádio para o posto do final da reta dos boxes, estava com a Sra. Berger e tive de gritar para o bandeira sinalizar. Erro igual aconteceu na classificação da FVee, que foi mais sério.
    Como piada também, após fazer vistória de madrugada, ter treino reduzido, na hora de entrar para definir o grid, trapalhada de mandar carros encostarem, por pura falta de comunicação. Tipo comando da Lei Seca, encosta e atrapalha todos que estavam para tomar tempo. Erros grotescos. Escrevo aqui, pois falar como os amigos da Federação parece não adiantar.

  25. André Mello says:

    Para os pilotos que investem em seus motores, cambios e afins aconselho investirem tambem em sua propria segurança, a porrada ontem foi forte e tenho certeza que se não fosse pelo Hans hoje eu estaria no mínimo usando aquele protetor de pescoço pois o tranco é bem pesado nessas pancadas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *