MENU

Saturday, 22 de June de 2013 - 20:57Automobilismo internacional, DKW & cia.

O MAIS LONGO DOS DIAS (4)

cd_dkw_1963LE MANS (tarde, hein?) – Os mais antigos neste blog já viram esse bichinho aí da foto. E nem adianta reclamar. Todos os anos, no fim de semana de Le Mans, vou colocá-lo aqui para que todos se lembrem dele.

Se a Audi daqui a mais ou menos 12 horas chegar à sua 12ª vitória nas últimas 15 edições da corrida, não pode se esquecer do único DKW, com as mesmas quatro argolas na frente, que participou da corrida.

Foi o pioneiro, uai. Por isso, merece ser reverenciado.

O CD Mantzel, cuja história está aqui, em post do ano passado, bem que poderia entrar na pauta dos projetos da Audi Tradition, que já conseguiu até reconstruir do zero uma réplica do carro de recorde no qual morreu Rosemeyer. Não sei se o material fotográfico é muito limitado, mas considerando que o Auto Union streamliner era da década de 30, é bem possível que essa coisa linda aí em cima tenha referências até nos arquivos de Ingolstadt, que participou do projeto.

Está fazendo 50 anos dessa prova. O CD Mantzel correu aqui em 16 de junho de 1963. Não durou muito, coitado, porque rodou no óleo já na primeira volta e acho que atolou na brita. Largáramos em 42°, com o tempo de 5min04s2. Nada mau. Que tal fazer uma réplica? Vou sugerir aos cabras daqui.

Agora deem uma olhadinha aí embaixo, no carro deste ano. Pensando bem, é cara de um focinho do outro.

dkw2013

7 comentários

  1. Toninho F1 says:

    #56 e #03: separados na maternidade!

  2. Claudio says:

    Nesta mesma edição (15 de junho de 1963) das 24 horas de Le Mans que o Brasil perdeu um de seus maiores pilotos (da época). Christian “Bino” Heins, pilotando um Renault Alpine M63 da equipe oficial côr azul, porém ele mandou pintar uma pequena faixa verde-amarela no sentido longitudinal do carro. Aproximadamente às 20:20 h quando Christian liderava na categoria de 700 a 1000cc, e na geral era 3º, quando o Aston-Martin de Bruce McLaren e Innes Ireland, pilotada na hora por Ireland, vazou óleo na pista e os três carros que vinham a seguir passaram a derrapar e saíram violentamente da pista, chocando-se. O carro de Heins após derrapar, bater num outro carro, dar várias cambalhotas, bateu num poste de iluminação e incendiou-se, ficando o piloto preso nas ferragens, provavelmente desfalecido, os bombeiros tiveram dificuldades em abrandar o fogo e retirá-lo, foi levado com urgência para o hospital onde os médicos constataram simplesmente que ele já estava morto, enquanto os destroços do Alpine de Christian continuavam ardendo intensamente junto à pista.

  3. Williams Head says:

    O CD Mantzel e o AUDI R-18 e-tron quattro são irmãos gêmeos univitelinos. Realmente, é cara de um focinho do outro.

  4. Janucio Vieira says:

    E ai pessoal ? O Audi #2 administrando a liderança – desde que o Mc Nish não faça bobeira como no ano passado , porém , tem muita corrida pela frente! Os toyota estão em segundo e terceiro lugar , mas creio que ainda teremos surpresas pela frente!
    O Bruno Senna e os seus colegas estão fazendo uma boa corrida e se nada de imprevisto acontecer , vai vencer na categoria GTE PRO. Mas uma corrida de 24 horas tudo pode acontecer.

    Ah ! sobre os dois carros do post , eu prefiro dizer: Evolução da espécie.

    Quem vc acha que vai vencer Flávio ? Algum palpite?

  5. Rafael Fuentes says:

    Olho só, não tinha reparado nisso… tirando todas as diferenças os carros são igualzinhos.

  6. Robertom says:

    É o primo alemão do GT Malzoni e do Puma DKW.

  7. nando figueiredo says:

    Flavio, vai rolar promoção esse ano.

    Na prova passada fui eu que ganhei o bloquinho e a caneta, quero brinde desse ano denovo.

    Como dica ficaremos felizes se sorteasse um daqueles chapeus em formato de cone que aparecem na transmissão.

    Seria de uso misto tanto na cabeça e deixaria no carro pra usar junto com o triangulo caso fure o pneu.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *