MENU

Thursday, 25 de July de 2013 - 13:01One comment, Tecnologia

ONE COMMENT

Isso é inacreditável. Heitor Humberto mandou.

18 comentários

  1. Carlos Henrique says:

    Correndo o risco de cair no lugar comum, mas é a mais pura verdade: o engenho humano é capaz das mais belas e, também, repugnantes criações.

  2. Mauricio Camargo says:

    Genial!!!

  3. Os três autômatos de Jaquet-Droz, funcionando e mostrados em detalhes: http://www.youtube.com/watch?v=u8u93VQfHmw

  4. ed diogo says:

    poxa a 200 anos?que inteligencia e paciencia

  5. Czar says:

    Não consegui deixar de me emocionar com esta invenção, principalmente por ser de TI.

    Imagino que o inventor suíço tenha tido uma vida solitária, pois no século 18 não existia mais ninguém que pudesse conversar com ele sobre esta obra completamente deslocada no tempo.

    Fantástico.

  6. Williams Head says:

    Nao se fazem mais engenheiros como antigamente

    • guilherme says:

      Pelo seu comentário, parece que as máquinas modernas são incapazes de realizar façanhas como trocas de marcha em milésimos de segundo, exploração remota de Marte, triagem de milhares de encomendas postais por hora, viagens sobre trilhos a mais de 400 km/h, transmissão de quantidades descomunais de dados por cabos submarinos ou ondas de rádio, captura de imagens de altíssima resolução em dispositivos de bolso, produção de peças em escala nanométrica, impressão em 3D, telas sensíveis ao toque, diagnósticos médicos por imagem, produção de energia a partir da fissão atômica ou captação de energia solar, exploração de petróleo em águas profundas, medições de parâmetros atmosféricos detalhados, perfuração de túneis, localização milimétrica por GPS, sequenciamento de DNA…

      Saudosismo e admiração da engenhosidade antiga é uma coisa, e eu também fiquei boquiaberto com a genialidade do autômato produzido artesanalmente com tecnologia que hoje é coisa de museu. Mas menosprezar a capacidade dos engenheiros atuais é ignorar que vivemos em um mundo onde coisas banais pareceriam bruxaria há apenas algumas décadas.

  7. O inventor disso não devia ser desse planeta.

  8. Márcio Montechese says:

    Fantástico! Blog do Flavio Gomes é cultura!!

  9. Kuka Lienert says:

    Incrível!!! Imaginem o tempo e a dedicação aplicada a esta “maquina”!!

  10. Luciano says:

    Havia visto isso apenas no filme – A Invenção de Hugo Cabret. Mas não imaginava que houvessem autômatos de verdade e com tal complexidade. Fantástico !

  11. Al Unser Jr. says:

    Incrível!

    Tem um que acho que é inspirado (ou não! sic!!!) neste assunto na praça: http://pt.wikipedia.org/wiki/Hugo_%28filme%29, que é muito bom, diga-se de passagem.

    FG veja essa: http://www.youtube.com/watch?v=CjyKkTwvpn8, vi um documentário no Discovery sobre esta assunto. Muito interessante também.

  12. says:

    Brasileirando Made In Lapa City, a Tec-Toy tinha uma boneca, cara de Russa, com nome Nádia, em 1996 no mercado brasileiro.

  13. YPVS says:

    Assista Hugo Cabret. Vale a pena.

  14. Guilherme Soares Zahn says:

    Das coisas mais lindas que vi nos últimos tempos… me lembrou do filme Hugo (A Invenção de Hugo Cabret)…

  15. Jorge Santini says:

    Fica mais fácil de aceitar, por exemplo, a genialidade mecânica por trás de uma caixa de trocas moderna de um F1 ou uma seamless da MotoGP. O princípio dos mecanismos são muito parecidos com estes do menino robô escritor..

    Principalmente com os recursos computacionais para projeto e construção atualmente disponíveis.

  16. Diego - Floripa/SC says:

    Uma obra-prima. Simples assim.

    Aliás, nada simples…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *