MENU

Tuesday, 5 de November de 2013 - 13:30F-1

TOONED, MIKA



SÃO PAULO
(e merece) – Hakkinen é um dos queridinhos da McLaren em toda sua história, não há dúvidas quanto a isso. E ficou muito simpático o “Tooned” com ele, penúltimo da série que comemora os 50 anos da equipe. Um piloto de outro planeta, assim é tratado Mika, bicampeão em 1998 e 1999, o piloto que deixou Senna espantado em 1993 quando assumiu, em Portugal, o carro abandonado por Michael Andretti. Foi mais rápido que o brasileiro logo de cara no Estoril, justificando a aposta que a McLaren fez nele para os anos seguintes, mesmo após o grave acidente de Adelaide.

Hakkinen foi o maior adversário de Schumacher e bateu o alemão duas vezes. Acho que as pessoas não dão a ele seu real valor. Era um monstro.

62 comentários

  1. Robertom says:

    Gostei deste episódio, está a altura do excelente piloto que o Mika foi.
    O único cara da geração do Schumacher que realmente podia encara-lo…

  2. Manuel says:

    Grande! FG,

    Está série (Tooned McLaren 50 Years homenageia os pilotos que foram campeões pela McLaren, Por quê a ausência de Niki Lauda?

  3. Alguém sabe o porque a Mclaren pulou a história do Niki Lauda?

  4. Valmir Passos says:

    Concordo. Realmente era excelente piloto. Sempre fui fã dele. Não dão mesmo, o valor que ele merece. Vencer Schumacher não é tarefa pra qualquer um, ser mais rápido que o Senna tb não. Além do mais, é protagonista, na minha opinião,da mais bela e louca ultrapassagem da F1, em Spa, em cima do Schumi. E o cara tem fama de ser boa gente.

  5. Mauricio Camargo says:

    Sou fã do Mika baita piloto.

  6. Pedro Paiva says:

    Grande campeão. O canal inglês Sky tem uma série de entrevistas muito boa chamada F1 Legends. Recomendo todos os episódios, mas hoje, por acaso, assisti o do Mika. São 45 minutos dele contando a respeito de sua carreira, em detalhes. Tem a chegada a F1, sua relação com o Keke, os anos finais da Lotus, o acerto com a McLaren e a decepção de ser colocado como piloto de testes quando havia assinado pra correr (deu lugar ao Andretti), Estoril 93 e sua relação complicada com Senna, os anos ruins na McLaren, o acidente em Adelaide, os anos bons na McLaren e os títulos, sua rivalidade com o Schumacher e, no final, detalhes de sua ultrapassagem em Spa, usando o Zonta. Interessante que ele conta o que vinha pensando nas voltas anteriores e toda a análise de risco que fez antes de se lançar flat out na Eau Rouge. A parte que mais me marcou foi quando contou que escolheu a McLaren pela história da equipe e, mesmo tendo sido colocado de lado após chegar, ele acreditou no Ron Dennis e decidiu ficar na equipe. Nos anos ruins, quando eles trocavam de patrocínio, de motor, de pneu etc, ele também escolheu confiar no Ron Dennis e esperar as coisas se encaixarem. Me pareceu um cara muito íntegro e confiante.
    Link: http://youtu.be/QNCXOznFI_8

  7. Ed Kaefer says:

    realmente, o melhor de todos os episódios ( o do Fittipaldi ficou bem perto..). O pior, de longe, foi o do Senna…..

  8. Kleiton says:

    Gostei do planeta enviando o nome ET Kimi,kkkkkkk.

    As respostas do Mika também são demais.

  9. Fernando says:

    Simplesmente o maior adversário que Schumacher enfrentou durante seus tempos de Ferrari. Mika está entre os maiores a que tive o privilégio de assistir. Não fossem as quebras que teve em Melbourne e Indianapolis ’00 poderia ter sido tri. Soube esperar sua vez (que anos difíceis foram 95 e 96!) e soube se aposentar no momento certo. Considero-o no mesmo nível de Prost e Alonso.

  10. Hullington says:

    Voltaram a forma, pena que o do Senna foi tão fraco.

  11. Fernando says:

    Um bom piloto. Nada mais do que isso. Está longe de figurar entre os grandes da história.

  12. Marluws says:

    Sou fã do Hakkinen, mas, pelo menos em disputas diretas por campeonatos, ninguém bateu Schumacher duas vezes. Nem Hakkinen, tampouco Alonso.

    • Tom says:

      viuva do alemão detectada…Hill bateu em 94(quando o alemão jogou o carro em cima mas não foi punido e depois em 96).kkkkkkkkk

      • Marluws Costa says:

        E ignorante sobre F1 detectado. Sinceramente, tentei dar crédito para essa informação, mas não achei no Google resultados sobre o título de Hill em 94. Além disso, seguindo o teu “raciocínio”, Massa foi batido por Vettel quatro vezes. É isso? Você realmente acha que os pilotos da Marussia se sentem derrotados por Vettel? E claro, Schumacher foi um grande incompetente ao perder um campeonato cuja sua primeira vitória (sob chuva!) foi quando o líder do campeonato já tinha vencido quatro provas… Para falar a verdade, acredito que só três pessoas acham que Schumacher foi “batido” em 96: Hill, Villeneuve e você.

      • Acho que acreditar, só esse Tom, mesmo.

      • Por que viúva do Alemão? É a pura verdade.

  13. Luciano says:

    A liderança do Hakkinen sobre o Senna em Portugal durou exatas duas curvas. Daí em diante, até o final do ano, Mika não viu mais Ayrton nem de perto, já que este venceu as duas provas seguintes enquanto o finlandês largou em terceiro no Japão, terminando na mesma posição, e abandonou na Australia após largar em quinto.

    Mika era bom, mas vamos com calma.

  14. Juarez says:

    Grande Mika. Está na minha lista dos 10. Após o título de 99 chegou a se discutir na europa se ele era melhor que o Schummy. Na época eles tinham quase as mesmas vitórias e poles. Pena que desmotivou cedo pois poderia ter mais anos daquela bela disputa. Me parece que em volta de classificação era mais veloz que o alemão

  15. Marcos says:

    Legalzinho o video, melhor que o do Senna.
    E, mais uma vez, o personagem do Sérgio Perez não disse nada, porque ele não participou da gravação.
    Sei não…

  16. Marcus Lima says:

    Muito especial o vídeo não só por isso. Veja o que é a Mclaren: de repente o ” extraterrestre ” Mika tem de voltar ao seu planeta. E diz: mandarei outro em meu lugar. O planeta, SISU, é ótimo kkkkk. Mas ótimo mesmo, é citarem quem vinha em seu lugar: mostram um tal de Kimi sendo preparado pelos ets.

    Além de simpática homenagem a Mika, homenagearam um cara que é concorrente, não ganhou títulos na Mclaren. Mas foi campeão depois de passar por ela.

    Enfim, muito mas muito legal esses vídeos. pS: será que esse roteirista aí estava de férias quando fizeram o chatíssimo do Senna? Po, num podia comparar o cara com um peixe por ele correr bem debaixo da água, exaltar a competitividade dele de um jeito bem humorado, tirar sarro do ” túnel” de mônaco? Resvalaram na carolice dele ( ele aparece meio concentrado/meio rezando), mas não brincaram…e depois, no aspecto mais chato: na poesia, no bla bla bla….dava pra ter zoado…..Acho que o roteirista aí tirou uns dias de folga, e botaram o autor da novela das 8! kkkkk

    • Alameda says:

      Além dos carolas sennistas que sairiam disparando seu mimimi costumeiro, acho que a imagem do Ayrton é bem mais complicada de usar (por ser mais comercializável); uma zoação desse nível deixaria os marqueteiros da Vila Olímpia (e a parte da família que detém os direitos) de cabelo em pé.

      • Marcus Lima says:

        Alameda, você realmente viu os outros tooned? Primeiro que seu argumento é um contrassenso. Todos os retratos feitos por tooned, bem humorados, criaram exageros cômicos de coisas legais ou positivas. Hunt é 007, Emerson um lobisomem ( só dentro das pistas), Prost um francês fino e inteligente, Hakkinen um super herói…Aí está o problema do seu argumento: como é que um pode ser preferível por alguém de marketing que o cidadão tenha a imagem de chato, encrenqueiro e insubordinado….sem nenhum humor? Isso é realmente melhor do que uma brincadeira que ressaltasse suas qualidades? Talvez tenha sido isso mesmo: mas nesse caso, temos que constatar que o pessoal do marketing do Senna só pode ser o mesmo que cuida da imagem do metropastor Feliciano….

    • Paulo says:

      Não entendi a piada do Planeta SISU. Explica aí, por favor

      • Marcus Lima says:

        Sisu não é um planeta, é uma expressão em finlandês que reflete o modo finlandês de ser, que se traduz como força de vontade, determinação e tal. Na verdade, seria, tortamente traduzindo, como se fizessem criassem um planeta ” jeitinho brasileiro”…

  17. Concordo plenamente. Pra a mim, o melhor piloto da McLaren depois da “era Senna”…

  18. Gus says:

    Era velocíssimo, mas em pista seca. Apesar que me lembro de uma recuperada dele quando saiu da pista com chuva que foi de ajoelhar…

  19. Ernesto Longhi says:

    Muito legal!!! Melhor que o do Senna (o episódio. Apesar de ter ficado claro, é bom enfatizar do que se trata pra evitar que as viúvas saiam de casa com suas bandeirinhas do Brasil, com uma tarja preta em diagonal…). Pra quem acha que em 1999 o título foi barbada, em 1998 foi 100 a 86. Uma atochada, o finlandês ganhou 8x contra 6x do alemão, 5 pole-position contra 2.

  20. Abdo says:

    Pena que ele tinha um certo “trauma” qdo chovia…o mesmo que o Prost tbm teve.

    • Thiago Moyses says:

      eu torcia para ele vencer o Schumacher, e eu me desesperava quando chovia, porque o Hakkinen se arrastava debaixo de água. Só faltava parar. Era o grande ponto fraco dele.

  21. Allez Alonso! says:

    Mika era um pilotaço. Encheu o saco e se mandou, assim como Kimi acho que ele não gostava muito do circo, veja no vídeo o entusiasmo finlandês típico, rsrs!. Acho que as únicas coisa que prestam na f1 são o carro e as mulheres, todo o resto deve ser um saco.
    http://youtu.be/rRIq3UhoB-M

  22. Sim, era um monstro, mesmo. Teve uma pole dele, que foi inacreditável. Nem o Schumacher parecia crer.
    Não lembro nem onde foi, mas ele errou, pôs roda na grama e mesmo assim, cravou o melhor tempo.

    Ainda acho quem em 1999 daria Schumacher, se não fosse o acidente. Mas faz parte, era do Mika, o Super Mika Hakkinen. Que parou muito cedo, na minha opinião.

  23. Daniel says:

    Na minha opnião, somente um bom piloto, que ganhou do MS com um carro muito superior; Queria ver o alemão enfrentar um Alain Prost com o mesmo carro e 10 anos de F1, Nelson Piquet ou Niguel Mansell. O fato é que ele só enfrentou pilotos medianos, numas das fases mais ruins da F1, por isso somou tanto!

    • Apache says:

      Rapaz, eu estava pronto para escrever mais ou menos isso que vc escreveu. Faço minhas as suas palavras lembrando que na Austrália na primeira corrida de 97 ou 98 não me recordo direito, as Mclarens enfiaram mais de 2 segundos na classificação sobre o terceiro lugar. Coulthard também…(e era mediano, diga-se)

  24. Richard HermannConcordo says:

    Foi um ótimo piloto, mas não o coloco no nível de um “monstro”

  25. Thiago Moyses says:

    Excelente piloto, só que na chuva se rastejava, quase parando. Você lembra, Flávio Gomes? Eu torcia para ele vencer o Schumacher, mas toda vez que chovia eu me desesperava, parecia que estava passeando. Pelo menos é o que lembro, apesar de acompanhar a F1 desde molequinho, não lembro dele em 1993 ou 1994, só depois. De 88 até 94 só do Senna, Prost, Mansel, Piquet, Berger – eu até lembro dos outros pilotos, mas não lembro deles na pista. É até bom eu rever algumas corridas. Depois de 94, da morte do Senna, quando já tinha uns 13 anos, eu já lembro até de pilotos mediocres. Lembro do Irwine estreando fazendo ultrapassagens jogando seus adversários para fora da pista, eu achava o máximo, queria ver o circo pegar fogo, hehehehe. abraço.

  26. Fabio Amparo says:

    Achei muito bom o vídeo, mas acho que a McLaren deveria ter usado o mesmo capricho na história no vídeo sobre Senna. Neste, o foco é mais o chefe de equipe careca do que o piloto…. ficou até meio chato, inclusive.

    Abs

  27. victor freire says:

    me lembrei do vídeo dele com james may. aquela 190e 2.3, de rally, era linda!

  28. Lembro dele chorando escondido no meio de umas árvores depois de abandonar um grande prêmio, não da pra saber se ele errou ou se o carro quebrou pq ele derrapa para e joga o volante, sem bater e nem tenta tirar o carro, e dizem que os finlandeses são frios.

    http://www.youtube.com/watch?v=bLagAh3UCfs

    a partir dos 10 min da pra ver ele chorando.

  29. Rafael Chinini says:

    muito bom vídeo!!
    todos foram legais, só cagaram no do Senna.

  30. Jader says:

    Ótimo, melhor de todos, deixou o do Emerson em segundo lugar. Toda a falta de criatividade no episódio do Senna compensaram com o Hakkinen.

    “Planet earth need you…

    …Kimi”.

    hahahahahha, sensacional.

  31. Renato says:

    Eu concordo que o Mika foi especial, mas não consigo concordar que bateu o alemão duas vezes, pois em 1999 ele nem precisou enfrentar o Schumacher, que quebrou a perna em Silverstone. Mesmo assim, foi tão irregular que ganhou o título do sofrível Irvine por pouco, num campeonato de nível tão baixo que tinha até Frentzen (Jordan) com chances de título no final da temporada.

  32. Acho ele um pilotaço, e parece ser um cara tranquilão tb, sem alonsismos!

  33. Aqueles que subestimam Mika Hakkinen são os mesmos que acusam Michael Schumacher de “não ter enfrentado adversários à altura”…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *