TIROLESAS (4)

tyrol004SÃO PAULO(só por algumas horas) – Começo de onde terminei ontem. O mais provável era Rosberg vencer, e qualquer resultado que não fosse um pódio para a Williams seria um enorme fracasso. Rosberg venceu, Bottas foi para o pódio. Portanto, deu a lógica e a Williams saiu satisfeita da Áustria.

Quem não saiu tanto assim foi Massa. Da pole, era possível esperar o pódio para ele, não para Sapattos. Mas o finlandês, como se diz, fez por onde. E o brasileiro não teve, de novo, um bom ritmo de corrida. Quando precisou apertar para não perder posição no verdadeiro jogo de xadrez entre Mercedes e Williams nas paradas, foi o que menos apertou. Terminou em quarto. Seu melhor resultado no ano, verdade; mas o pior possível, pelas circunstâncias.

A prova começou bem para Felipe, que manteve a ponta com uma largada segura, sem ser atacado por Bottas. Este, por sua vez, foi ultrapassado por Rosberguinho, terceiro no grid, e recuperou a posição no meio da volta com uma ótima ultrapassagem. É bota, esse Bottas. Muito boa, essa.

Mas quem fez uma largada espantosa, mesmo, foi Hamilton. De nono no grid, passou em quinto no meio da pista e fechou a primeira volta em quarto, colocando-se na corrida logo de cara. Se ficasse morgando lá atrás muito tempo, teria grandes dificuldades para escalar o pelotão. Resolveu tudo nos primeiros 4 km de GP.

E aí ficamos com o quarteto que decidiria a prova num joguinho de estratégia, economia de pneus, bom uso dos sistemas de recuperação de energia, alguma sorte com a posição na pista após os pit stops e, sobretudo, capacidade de fazer boas voltas nas janelas breves em que seus adversários estavam nos boxes.

Na sexta volta, a ordem era Massa-Bottas-Rosberg-Hamilton. Entre cada um deles, menos de 1s de vantagem. O resto lá atrás. Na décima volta começaram as paradas. Os pneus supermacios não aguentavam muito. Da turma da frente, pela ordem, pararam Rosberg, Hamilton, Massa e Bottas. Felipe perdeu a posição para Rosberguinho no box e para Hamilton na pista. Ali suas chances de pódio evaporaram. Bottas, por sua vez, voltou à frente de Lewis e Massa. Nas três voltas entre a parada de Nico e a sua, o finlandês da Williams enfiou o sapato e conquistou terreno. Assim, o que era Massa-Bottas-Rosberg-Hamilton antes das trocas de pneus virou Rosberg-Bottas-Hamilton-Massa. Fica muito claro perceber quem ganhou e quem perdeu na primeira bateria de pit stops.

Àquela altura, a liderança era de Pérez, que tinha largado lá no fundão, em 15°, dando pinta de que faria uma única parada. E foi só na volta 27 que Rosberguinho e Sapattos passaram o mexicano da Force India. Hamilton, na volta seguinte. Massa? Só quando Maria do Bairro foi para o box, na volta 30. Mais tempo perdido.

Nico teve um momento de pânico nessa hora. Seu carro perdeu velocidade de reta e Bottas percebeu. Mas o ataque foi pífio. Logo depois o alemão recuperou o que tinha perdido e ficou na boa. Volta 40, e a sequência de paradas dos quatro primeiros começou com Hamilton (40), Rosberg (41), Bottas (42) e Massa (43). Nessa brincadeira, foi Hamilton quem se deu bem. Passou Valtteri e recolocou as coisas em seus devidos lugares: Mercedes em primeiro e segundo. Para Felipe, a coisa piorou ainda mais porque ele voltou atrás de Pérez, seu algoz do Canadá. OK, o mexicano teria de parar de novo, a estratégia de um pit stop era blefe, mas foi o suficiente para ficar ainda mais distante de qualquer possibilidade de pódio. Ah, Alonso liderava. Liderança tão sólida quanto gelatina Royal. Era parar de novo para cair de novo.

E Pérez de fato parou, na volta 56, Alonso também, caindo para quinto, e o quarteto inicial se acomodou com Rosberg-Hamilton-Bottas-Massa. Nada mais aconteceria até o fim. Fecharam nas quatro primeiras colocações, seguidos por El Fodón de La Quinta Posición, Maria do Bairro (que fez ótima corrida, ao fim e ao cabo), Magnólia (outro que merece elogios, com uma McLaren errática), Ricardão (lutou até o fim, de parabéns, com um carro esquisito na pista da Red Bull), Hulk e Kimi Dera Fosse Feriado Para Ficar em Casa. Essa, a zona de pontos. E Vettel? Que fase, coitado. No começo da corrida ficou sem marchas. Estava abandonando, quando tudo voltou a funcionar. Mas perdera uma volta. Aí, mais tarde, teve de trocar o bico. Depois, abandonou.

Rosberguinho consegue sua terceira vitória no ano e abre 29 pontos para Hamilton, que estava de cara fechada no pódio, mas não tinha ninguém para culpar. Bottas era só felicidade, daquele jeito finlandês de ser, com seu primeiro troféu (esquisito, o troféu; parecia aquele negócio de cortar pizza). Foi o primeiro pódio da Williams, também, desde a vitória de Maldonado em Barcelona/2012.

No fim das contas, a Williams aproveitou a pista favorável com um terceiro e um quarto. Não vai ter essa moleza em Silverstone, próxima etapa do campeonato. Lá o circuito exige uma aerodinâmica mais refinada e pode ser que a Red Bull se apresente melhor. E a Force India, também. A briga pelo título segue muito aberta, mas o momento continua sendo bastante favorável a Rosberg. Ele pode até ser menos piloto que Hamilton. Mas tem uma cabeça bem mais fixada ao pescoço, pelo que se viu até agora.

Voltemos à Copa? Obrigado.

Comentários

  • Mercedes e Williams, ao que parece, tem seus pilotos favoritos ao menos em relação aos pit stops: Massa e Hamilton de vez em quando tem um ligeiro atraso em comparação aos parceiros de equipe.
    O tempo perdido pelo Hamilton na primeira parada faltou no final da corrida para tentar um bote no Rosberg (se conseguiria, é uma outra estória). Já para o Massa foi apenas mais um detalhe, pois ele mesmo complicou a própria situação com a perda de ritmo e de tempo atrás do Pérez, permitindo até uma aproximação do Alonso (que o narrador substituto da emissora oficial demorou demais a perceber – as câmeras estavam já há umas voltas buscando enquadrar o espanhol na mesma imagem).
    Esse ano parece que o Vettel está pagando os pecados. Apesar do Ricciardo não ter feito grande coisa hoje, só o carro do alemão quebra. Pode até ser que não, mas lembra muito aquelas estórias de segundo piloto, equipamento inferior etc. Se no ano que vem continuar a acontecer isso, eu vou ficar seriamente inclinado a pensar que a Red Bull está “convidando” o Vettel a sair da equipe e que o Ricciardo é o novo “garoto-propaganda”.
    PS. Hoje até que gostei dos comentários do Barrichello e do Burti (sem o controle do Galvão?). Por outro lado, achei a narração meio fraca (estou acostumado demais com o Galvão?!) e a ausência do Reginaldo.

    • Engraçado, todomundo dizia ano passado q o Vetel era o queridinho da Red Bull e o Weber era o coitadinho. E agora, será q a Red Bull mudou tão rápido de opinião? Trocando em miúdos, vamos para c essa bobagem de dizer q a Williams apoia o Bottas por causa desse tal de Toto Wolff, como diria Gerson: “santa paciência!!!”

      • Eu escrevi uma vez que a Red Bull é uma equipe ligada ao público jovem. Quem sabe se a imagem do Vettel já não serve mais ao tipo de propaganda deles (ficou “careta” ou “datada”)? Por que o Vettel diria aquela estória no final do ano passado sobre “aproveitar os bons tempos porque poderiam se acabar”?
        E por que seria diferente se o Bottas era empresariado pelo Toto, que era sócio da Williams?
        Sabe de nada, inocente.

  • Sábado: ” Quero ver os entendidos de F1 massacrarem o massacrado hoje! Canalhas! Bobos!”

    Domingo: ” Cri cri cri..”

    E outra, se o Massa está sendo preterido de novo na sua equipe, é a prova que é medíocre fora da pista também. Se não consegue se impor nos bastidores contra Valteri BOTTAS, admite que é segundo piloto e pronto, ué.

    Massa nasceu pra ser escudeiro, no que sempre foi muito bom. Quem acredita em muitas vitórias e títulos é aquele que votou nele como favoritaço ao titulo esse ano. O tipo de ‘fã’ que vocês conhecem bem. rs

  • Com exceção de Rubens Barrichello (provável mestre e mentor do Felipe Passa), nunca vi um piloto tão chorão e bunda mole na F1. Ficou obvio que a responsabilidade pelo 4º lugar foi somente dele e seu desempenho (ou falta dele) nos momentos decisivos. Chega a dar raiva ver suas entrevistas pós GP onde ele justifica seus resultados colocando a culpa na equipe, no pit stop, no clima, no companheiro de equipe, na nova ordem mundial, nos illuminati, etc… Grande corrida do Alonso com a “Carroça Italiana” e grande corrida também do Perez, que dessa vez não foi alvejado por uma tentativa imbecil de ultrapassagem.

  • No fundo está faltando “pegada” ao Massa.
    Independentemente dele ter tido alguns abandonos involuntários (Austrália e Canadá) e no geral ter andar bem durante as corridas; falta aquela garra que vejo em outros pilotos. Também tenho percebido que na maioria das vezes seu pit stop é um pouco mais lento que o de Bottas. Mas ele é um piloto experiente e tem que andar na frente do companheiro (Bottas) para ganhar respeito na equipe. Tem que ter a postura que Senna, Schumacher, Piquet e Alonso (para citar alguns) tiveram com seus companheiros de equipe (se impunham como 1ºs. pilotos) e ganhavam o respeito de todos. O Massa tem que ser mais duro e decidido, principalmente nas ultrapassagens. Tenho a impressão também que o Massa judia muito dos pneus em relação aos seus companheiros de equipe (sempre foi assim, na Sauber, Ferrari (seus companheiros, Schumacher, Kimi e Alonso) e agora na Williams é a mesma coisa, o Bottas me parece que tem o dom de preservar melhor os pneus e mesmo assim ser rápido. Resumindo: O Massa tem que ser mais decidido e constante, principalmente nas corridas. Não adianta depois ficar procurando justificativas. Mesmo na adversidade (não nas situações desastrosas) os grandes pilotos se sobressaem. Vamos lá Massa, acelera. Mas vamos reconhecer que este garoto (Bottas) é muito rápido, como qualquer piloto que vem da Finlãndia.

  • Zeltweg até 1987 tinha o traçado mais animal da F-1, com as descidas e subidas e uma média de velocidade insana. Não à toa era uma das pistas favoritas de Piquet.
    Até que uma empresa estúpida como a Red Bull e um sujeito idem como Tilke destruíram-na e fizeram dela isso aí onde teve corrida hoje.
    Era de se esperar que o Massa não fizesse muito mais do que o que fez. A pole ficou de bom tamanho. Rosberg merece ser campeão. E Vettel prova mais e mais que excepcional mesmo, de 2010 a 2013, era o carro que ele guiava.

  • É, o Massa não pode culpar ninguém senão ele mesmo. Menção para a transmissão com Sérgio Maurício e Rubens que deu muito certo. A impressão é que o Galvão devia cortar muito Rubens, pois os comentários foram de alto nível, justificando tecnicamente o que ocorria na pista sem a conversa mole de antes.

    • Respeito sua opinião, mas não concordo, hoje a Williams foi superada facilmente na estratégia, deixaram Rosberg parar primeiro, e demoraram duas voltas pra chamar seus pilotos ao boxe, e quando o fizeram, ainda demoraram 1s a mais pra trocar os pneus de Massa, todos sabemos que na F1 de hoje, a vantagem é de quem para primeiro, eles deixaram só o melhor carro da temporada andar 2 voltas a mais com pneus novos, aí não tem piloto que resista a tamanha incompetência na estratégia da Equipe.

      • A diferença de pits houve sim, mas não foi de 1s e sim de o,8s.
        Outro detalhe: na volta dos pit a volta do Massa foi de 1m33s305, A do Bottas, também do pit, foi de 1m30s399.
        Resumindo: o Massa fez uma volta 3s mais lenta do que a do Bottas. Esse tempo é sem noção e só pode ser explicado por um erro crasso.

        Mas não é só. Na 2a volta depois do pit o Massa fez em 1m14s640. O Bottas fez a mesma 2a volta em 1m14s318. Aqui perdeu mais 0,32s. Sem noção também.

        Como eu disse, no post anterior, isso é Massa, gente! Sempre foi isso. Por que alguém esperaria mais? Em se tratando de Massa, ter largado na pole, sido superado (na pista) pelo imberbe Bottas e ainda ter chegado em 4o está excelente.

        Devia comemorar com fogos em Copacabana.

        Abs.

      • Giuliano,
        o pior é que a vantagem de ter parado primeiro seria anulada, se Massa esperasse mais 2 ou 3 voltas, pois Pérez segurava todo mundo. Teria deixado Pérez e com ele Rosberg e Hamilton para trás. Bottas ainda se beneficiou um pouco. O moço da Sportv ainda “avisou” ao Rob Smedley. Eu tinha visto na mesma hora os tempos de volta do Hamilton. Será que dentro dos boxes da Williams ninguém sabe matemática?

    • Ah, por favor… comentários de alto nível? Quando ele explicou á Mariana Becker ainda no grid, antes da largada que “o mecânico é quem tem que soltar o cinto do piloto, pois o cockpit é tão apertado que o piloto não tem espaço para se soltar sozinho” eu parei de ouvir o que ele falava. Isso é “desjornalismo”, é chamar o telespectador de idiota em rede nacional. Quer dizer que se o cara bate e o carro pega fogo , tem que esperar o mecânico chegar pro piloto sair do carro? Rubinho de boca aberta é pior que o Pelé.

  • 1.2 segundos de tempo a mais no primeiro pit do Massa foi o primeiro responsável por colocá-lo em quarto. Dalí seria difícil recuperar o terreno. Se estivesse na posição de Massa, talvez tentasse algo diferente: fazer um stint maior com os pneus macios e voltar de super-macios para o final da corrida.

    • Opaaaa…

      A diferença de pits houve sim, mas não foi de 1s e sim de o,8s.
      Outro detalhe: na volta dos pit a volta do Massa foi de 1m33s305, A do Bottas, também do pit, foi de 1m30s399.
      Resumindo: o Massa fez uma volta 3s mais lenta do que a do Bottas. Esse tempo é sem noção e só pode ser explicado por um erro crasso.

      Mas não é só. Na 2a volta depois do pit o Massa fez em 1m14s640. O Bottas fez a mesma 2a volta em 1m14s318. Aqui perdeu mais 0,32s. Sem noção também.

      Como eu disse, no post anterior, isso é Massa, gente! Sempre foi isso. Por que alguém esperaria mais? Em se tratando de Massa, ter largado na pole, sido superado (na pista) pelo imberbe Bottas e ainda ter chegado em 4o está excelente.

      Devia comemorar com fogos em Copacabana.

      Abs.

    • Massa reclamou que o problema foi na primeira parada, mas tem um detalhe, ele estava 1.145 a frente de Bottas!

      Tempo perdido no primeiro pit-stop:

      Volta 12, Rosberg – 21.474
      Volta 14, Hamilton – 22.226

      Nesse momento, a Williams priorizava o melhor carro posicionado na pista(coisa semelhante fez a Mercedes com Rosberg).

      Volta 15, Massa – 21.896

      O brasileiro voltou atrás de Rosberg, mas confortavelmente a frente de Lewis. Porém, três curvas depois o brasileiro entrega de forma fácil a posição ao inglês. Foi aí que Felipe perdeu o pódio. Bottas nesse momento metia “butina” no acelerador.

      O piloto a frente da mesma equipe leva vantagem ao parar no boxes? Então, quem mais se fodeu foi o finlandês, ele só parou na volta 16 com o tempo de 21.133! Uma coisa compensou a outra, Bottas perdeu tempo ao ficar mais tempo na pista(nesse momento, Lewis e Massa perdiam tempo entre si e ao passar por retardatário). Bottas fez uma volta “limpa”, sua parada foi 0.763 mais rápido que o brasileiro e 1.093 que o inglês. Foi o suficiente pra voltar a frente dos dois(só que Bottas já era segundo colocado antes da parada, equipe e piloto fizeram o suficiente pra manter sua posição). Quem bobeou foi Massa na pista e equipe nos boxes. Bottas tem seus méritos, depois perdeu e posição para a Lewis, mas garantiu o pódio! Estratégia da Williams era essa mesma, colocar pelo menos um carro no pódio e outro em quarto lugar. Sem mimimi, Felipe foi ‘pé frio’ de novo. Mas dos quatros que lideravam, Bottas foi o último a parar…teoricamente era para perder tempo!

      O estagiário é muito bom, Valtteri vai para sua segunda temporada(raramente erra, é veloz, constante e tem sorte de piloto fora de série). Zacarias vai para sua décima temporada(estilo veloz, inconstante e muitas vezes pé-frio). Andar no mesmo ritmo dessa nova geração tá complicado…

      Kvyat ou Hülkenberg no lugar de Massa não iam bobear depois da primeira troca de pneus. Revejam a ultrapassagem de Hamilton em cima do brasileiro logo depois da primeira parada, o inglês tirou o doce da boca de Massa. Assim fica complicado defender o piloto…

  • Pela estratégia de pitstops vemos que a Williams desaprendeu a ser grande. Já havia dado essa pinta ao não manter o Felipe na frente das Mercedes no Canadá e depois ao não colocá-lo fora do pelotão lento. Me pareceu claro que as Mercedes não passariam as Williams na pista em condições normais pela superioridade da Williams nas retas e curvas de alta. E nos bastidores ao ver a Mercedes se preparando para o 1° pit do Nico podia ter sido rápida ao avisar Felipe pra entrar no box na mesma volta.

  • O Massa não vem bem desde aquela mola solta do Burrinho pé de chinelo acertou-lhe a testa. Mas está tendo chances que não tinha há muito tempo, como um carro bom e um companheiro de equipe inexperiente. Era para estar passeando. Mas estamos vendo justamente o oposto: o Bottas passeando. No GP passado, fez um monte de cagadas: combinando impotência quando se precisava de ação e faca nos dentes quando se precisava prudência. Hoje foi mal também. Não mostrou consistência e nem combatividade. Por pouco não ficou atrás do Alonso que uma Ferrari que mais parece um pangaré cansado. Não sei como, vai precisar forças para melhorar. O pior de tudo é não reconhecer que está mal. Enquanto não fizer seu mea culpa não poderá melhorar.

    • Essa balela de piloto inexperiente não tem fundamento. O Alonso se deu mau com o Hamilton, que era um estreante. Existem outros exemplos, como Senna e Prost, Vettel e Ricardo, Piquet e Schumacher etc.

  • Bottas e Rosberg são os queridinhos do Totó Lobao. Quem duvidar, procure saber quem tirou o Bruno Senna da Williams. A maior palhaçada disso tudo eh a Petrobras e o BB gastarem dinheiro brasileiro para um brasileirinho ser baba de finlandês, que aponta para a equipe em sinal de gratidão pelo pódio. Ridículo. Ridículo.

  • repetindo o comentário de ontem: sábado, 21 de junho de 2014 às 13:26

    Esperem a corrida ,pois o Massa não tem ritmo de corrida , não passa ninguém ,e ficará fora do pódio.

    • Gente, o Massa estava no lugar certo na hora certa. É pra isso que ele está lá. É pra isso que a Williams fez os únicos carros que podem bater os que vem atrás dos Mercedes. Ele se posicionou bem e aproveitou o erro dos outros. Fez muito bem. Pena que não é piloto de fazer isso mais vezes. Tomara que acerte a mão, mas treino é treino e jogo é jogo. Erraram no treino. Corrida é outra coisa. Se prevalecer a normalidade o Massa termina em 5o ou 6o, sendo otimista. A culpa não é só dele. F1 é corrida de carros. E tem o Bottas, o Rosberg, o Alonso, o Hamilton que virá de trás… Ganhar uma corrida é muito difícil quando não se tem o melhor carro.
      Abs.

  • Corrida chaaaaataaaa. E o Hamilton com aquela cara de putinho depois da prova.

    Essa F1 atual na qual os caras ficam poupando pneu e gasolina é chata. O cara não chega para ultrapassar pois se não passar logo fica gastando pneu ali atrás do outro. Ou seja, não pode ficar colado e ai diminuem as chances de ultrapassar.
    E tinham que acabar com esse negócio de abrir asa, outra invenção só para ajudar a ter mais ultrapassagem, uma coisa artificial na disputa.

  • O Massa tem sempre um ritmo de corrida inferior ao do Bottas, mas não tem jeito, tem sempre a turma que cisma em achar que a equipe o prejudica.
    O cara larga na pole e logo na primeira parada volta bem atras.. não consegue acompanhar os ponteiros e a culpa é do pitstop?
    Outra coisa. O Massa foi o unico entre os ponteiros q não conseguiu ultrapassar o Perez(novamente)… isso também é culpa da Willians?
    Convenhamos, Mania essa de sempre colocar a culpa nos outros.

    • Exato.
      A diferença de pits foi o,8s.
      A primeira volta do Massa depois do pit foi 1m33s305,
      A do Bottas, também depois do pit, foi de 1m30s399.

      A 2a volta depois do pit o Massa fez em 1m14s640 e o Bottas em 1m14s318, perdendo mais 0,32s. Igualmente sem noção também.

      Em suma, a equipe tirou dele 0,8s, mas como em apenas uma volta ele perdeu 3s e na seguinte mais 0,3s, isso quer dizer que os outros 2.5s mais lento decorreu de um erro dele próprio 3 vezes e 0.1s maior do que o da Williams.

      O Massa torrou 3s em uma única volta.

      Sem noção.

      Abs.

      • Perder 0.32 é sem noção? Já que você analisou os tempos de entrada e saída dos boxes, repare que em apenas três voltas Bottas foi mais rápido, exatamente as três ultimas. Por algum motivo, Bottas virou muito mais rápido na saída do box, se o massa não erro, alguma coisa aconteceu. Não foi falta de ritmo. Massa fez uma bela corrida, quando é pra criticar eu critico, mas é necessário saber elogiar também.

  • Existe algo muito claro para mim: Massa não tem ritmo de corrida e na hora “H” tem agressividade zero.

    Ele não era assim.

    Fico pensando no que seria melhor: tomar a mola na cabeça e ser proibido pela medicina de entrar novamente em um carro de competição ou ter uma perda significativa de competitividade mas não a ponto de se aposentar – e ter este rendimento pífio.

    Para o bolso dele obviamente a primeira situação é muito melhor, pois desde a volta do acidente tem enchido o rabo de dinheiro.

    Mas para o automobilismo brasileiro tem sido uma catástrofe.

    – É a última volta antes do pit? Então Massa entrará lento e perderá ao menos uma posição
    – É a primeira volta após o pit? Então Massa voltará lento e perderá ao menos uma posição
    – O safety car vai sair e a corrida será retomada? Então Massa reagirá lentamente e perderá ao menos uma posição
    – O carro está ótimo e muito mais veloz que os da frente? Então Massa se manterá a mais de um segundo de distância e não fará SEQUER UMA TENTATIVA DE ULTRAPASSAGEM

    Aliás, alguém já reparou nesta outra obviedade que é a dificuldade extrema que ele tem para entrar na zona do DRS? Tudo bem, tem o vácuo, o aquecimento do motor e outras coisas. Mas o DRS existe para isto, não é? Ficar bem próximo e fazer a ultrapassagem. Porque todos os demais conseguem, menos ele?

    Não consigo encontrar outra explicação. Só pode ser perda de reflexo. Deve ser algo muito sutil, algo que jamais faria diferença para você ou para mim. Mas que praticamente inviabiliza um bom desempenho nesta condição de extrema exigência cerebral que é a F1.

    Isso é triste e ao mesmo tempo constrangedor.

    E para os torcedores, extremamente irritante.

  • O Rubinho explicou uma coisa hoje durante a transmissao: o piloto eh muito importante na hora dos pit stops. Se acertar exatamente o local da parada ganha tempo. 5 cm pra la ou pra ca atrapalha a equipe.

    Entenderam a diferenca dos pits do Rosberg/Bottas e do estabanado do Hamilton e Massa?

      • Verdade….esqueci do Kimi ! Ou seja, foi SEMPRE pior que qualquer companheiro de equipe que teve, acho que não resta NENHUMA dúvida que o problema é o Massa, A pior derrota que um piloto pode ter é a derrota dentro de sua equipe, com o mesmo equipamento.
        O Massa é um “filhote da Globo”, que quer nos empurra-lo guela abaixo.

      • Acorda, Vicellez! Raikkonen é o terceiro piloto mais rápido da F-1 (40 voltas mais rápidas). Só perde para “Herr Hepta” e o “Professor”.
        Esses percentuais serão varridos pelo tempo. O título de Raikkonen é o que ficará.

      • Raikkonen ganhava por volta rápida, sabia? Kimi é o piloto mais mercenário da história da f1. O que ele fez na Lotus e assinando com Ferrari tirou todo meu respeito que tinha por ele. Assinou para conquistar o título de construtores, pontuando regularmente junto com o Alonso. Está sendo o maior fiasco recente de Maranello, depois de cortarem o Aldo Costa.

      • Raikkonen assinou com a Ferrari para ajudar a ganhar o título de construtores, já em 2014?
        Da mesma forma que Alonso assinou para ganhar o título de pilotos, a partir de 2010?
        Dois fiascos. Um, recém-contratado e o outro com direito a quinquênio no salário, no final do ano.
        Sem falar no vendedor de carros, que agora é o cacique do box.

        Não acredito que a Ferrari cometeu tantas burradas em tão pouco tempo.
        Não demora e vai levar pau da Force Índia.
        Se eu fosse o Luca, contrataria uma empresa para gerenciar contratações.

      • Ok, então compare os desempenhos de Alonso e Kimi quando chegaram na Ferrari e pegaram um carro ruim. Alonso fez muito mais em 2010 que Kimi está fazendo esse ano. Lembrando que Alonso nunca havia guiado uma Ferrari antes. Basicamente, Alonso pegou a Ferrari que tinha sido sexto em 2009 e lutou pelo título em 2010/12/13. A Ferrari não fez um carro que prestasse de 2009 pra cá. Kimi está em segunda temporada pela Ferrari, já conhece a fábrica, mecânicos, etc.
        Mas fenômeno interessante é o que está acontecendo na RedBull, a maior farsa de todos os tempos veio à tona, farsa muito maior que aconteceu em Singapura. Acho que a FIA deveria analisar os carros do Newey melhor, como um piloto tão ruim conseguiu ter tantos títulos. Me pergunto o que faria Alonso com aqueles carros, seria campeão em Monza todos os anos.

      • O carro da Ferrari em 2010 iniciou a temporada com dobradinha. Esqueceu?
        O carro de 2014 é sofrível. Vai viver de remendos até o final do ano. Já perdido.

        Comparar tempos de Alonso e Raikkonen? O espanhol está buscando desesperadamente o tri. O finlandês está cumprindo tabela.

        A FIA deveria analisar os carros de Newey? A FIA não conseguiu detectar a farsa em Cingapura! Se não fosse a denúncia do Nelsão, ninguém saberia de nada.

        Continue se perguntando o que Alonso faria com aqueles carros, poe

  • Nunca a culpa é do sujeito…
    Sempre a Williams errando… Sabemos que o erro dela tem sido contratar péssimos pilotos: Bruno, Rubens e Felipe… E perdeu um ótimo piloto: Hulkenberg.
    E o Bottas é um piloto na média….

  • Essa corrida foi previsível, só acho que a Williams demorou demais pra fazer os pits, todos aqui sabem que pneus novos fazem uma diferença absurda, eles poderiam ter entrado antes da Mercedes, desconfio que o Massa teria mais chances de pódio ou em último caso vitória, Rosberg que não é bobo, fez isso e se deu bem, ou a Williams já sabia que não conseguiria ganhar e tratou de colocar logo o Bottas na frente, já que ele tem muitos pontos na frente do Massa, e mais pontos mais dinheiro!!!!

    • E a primeira volta do Massa depois do pit foi 3s mais lenta do que a primeira volta do Bottas depois do pit. Isso mesmo: três segundos!!!
      PS. o pit dele foi 0,8s mais lento e não 0,7s.
      Abs.

  • tô achando que MASSA virou Discípulo de Barrichelo..sempre culpa algo dessa vez foi a equipe e o pit..NA PISTA SO FEZ COMBOIAR os demais..PÍFIO…INCOMPETENTE mesmo…Bottas no final da história foi muito melhor que FELIPE.

  • A Williams é muito ruim de estrategia de Pit Stops.
    Ela deveria marca as paradas das Mercedes e parar junto com ela, assim que a Mercedes se preparou-se para o primeiro Pit que foi de Rosberg, a Williams deveria ficar pronta para o Massa e entrar junto e não poderia perde a posição na parada, assim poderia brigar com ela pela vitoria ou o segundo lugar.
    Até por que na minha opinião não via a Mercedes com força para passa a Williams na pista, somente na estrategia de Pits.

    • Você ,para complementar seu comentário com mais inteligência e isenção deveria dizer que Massacrado é ruim de ultrapassagem,pois o menino Bottas fez a ultrapassagem em Perez até com alguma facilidade e o veteraníssimo piloto brasileiro só o fez quando Perez foi para o box.Então meu caro,pare de arrumar desculpas para mau desempenho e falta de combatividade do piloto brasileiro,tanto ele como o anterior piloto,hoje comentarista se especializaram no seu final de carreira em chegar em posições anteriores a de largada.E não adianta “espernear” o Massa nunca será mais do que é,pode ser que eventualmente por alguma conjunção astral positiva ele venha ,quem sabe ,fazer alguma corrida digna de quem já pilotou pela equipe mais tradicional da F1,mas sera uma ou outra vez e não uma constante como gostaríamos,infelizmente.

    • Acrescento: porque os pits do massa, e do Hamilton são sempre os mais longos e problemáticos? Não é preciso ser estupido como os Ferraristas com ordens via radio, decide-se os vencedores nas paradas de box. Quando soa “box,box,box”…ai começa a definir as posições. Niki Lauda fará o Niko campeão, Massa é babá do Bottas!
      E tenho dito. Na duvida revejam os pits, e darei as mãos a palmatoria.

      • Para de ser Pacheco,Massacrado não se deu bem pela incapacidade de definir uma ultrapassagem mesmo tendo o carro mais veloz,ou seja ele é um BUNDÃO,bobinho e bonzinho,como convém a um chefe de equipe que não quer disputas internas.

      • É pq os Williams são donos de um negócio e sabem que o Bottas (ou Sapattos, como o engraçadinho blogueiro gosta de o chamar) tem só 27 gps, e é muito mais rápido que o veterano brasuca que exigiu ser o primeiro piloto do time por conta da ” sua experiência”. Nota triste para a transmissão da Grobo que, na hora da saída do pit stop do Bottas, põe a Mariana Boris Becker entrevistando o Felipe Nasr. Mais um Felipe justificando mais um dos seus inúmeros fracassos na GP2. Mais um Felipe na F1 ninguém aguenta…

      • Pois é, tudo mundo fala que só Ferrari que tem dessas coisas, favorece certos pilotos, proteje um, ferra o outro. E agora, será que deu pra perceber que TODAS as equipes fazem esse tipo de jogo? Por que só falam da Ferrari?

    • É pq os Williams são donos de um negócio e sabem que o Bottas (ou Sapattos, como o engraçadinho blogueiro gosta de o chamar) tem só 27 gps, e é muito mais rápido que o veterano brasuca que exigiu ser o primeiro piloto do time por conta da ” sua experiência”. Nota triste para a transmissão da Grobo que, na hora da saída do pit stop do Bottas, põe a Mariana Boris Becker entrevistando o Felipe Nasr. Mais um Felipe justificando mais um dos seus inúmeros fracassos na GP2. Mais um Felipe na F1 ninguém aguenta…

  • Não entendo porque o Massa não entrou antes ou junto com as mercedes no primeiro pit, depois do leite derramado já era! E outra coisa que não entendo é o Alonso, o Hamilton, o Vettel e mais uns dois pilotos do grid quando vão ultrapassar um adversário chegam junto na freada contornam coladinho e sai pro abraço, passam mesmo sem enrolar, agora dá nos nervos ver como o Massa faz a curva longe dos carros que estão a sua frente, por isso não passa ninguém! Tô achando que o Piquet tem razão, depois da molada na testa perdeu noção de profundidade! Só pode!

    • Formula 1 carro melhor ganha e ponto final, o piloto que mais se adequar ao carro será campeão o resto é embuste, história pra boi dormir, etc. De um abridor de latas de destro para um canhoto e vice-versa e entendera um pouco porque um piloto é melhor que o outro com o mesmo carro. .

  • O Massa tomar pau do Alonso era normal, já que o espanhol é o fodão, o tal, o mais completo e etc. Agora ser batido regularmente (principalmente aos domingos) pelo Bottinas é muito desabonador. O Brasileiro parece atualmente só servir como um experiente segundo piloto, incapaz de se impor atravéz de velocidade e consistência.

  • Boa corrida, porém vale ressaltar que essa vitória foi decidida no pit stop do Hamilton que demorou 4 segundos e o do Rosbreg feito em 3 segundos, essa diferença foi vital para a vitoria do Rosberg, pois com equipamentos iguais, tirar essa diiferença torna-se mais complicado.

  • O Massa precisa rever um pouco as suas críticas porque também colaborou muito pouco hoje pra chegar num pódio.
    Quando Rosberg, Botas e Hamilton passaram o Perez praticamente na mesma volta, advinha quem ficou empacado atrás do mexicano? Ele tá precisando melhorar muito, bem mais que a Williams.

  • A globo é uma merda, mesmo. Na hora do pit do Massa colocaram a entrevista do piloto da gp-2. E, pior, a entrevista foi para ele explicar por que tinha levado fumo dos outros. E a Mariana Becker? Tá louco! Deve estar sendo metida pelo Vettel. Toda corrida ela arruma entrevista com ele, seja no treino ou na corrida. Globo de merda!

  • _ Kimi, dois décimos, vire pelo menos dois décimos mais rápido, nós estamos lutando com Button.
    _ Então me dê mais potência!
    Alonso foi três décimos mais rápido em melhor volta e fez 56 voltas mais rápidas contra 15 do Kimi, exatamente como era com o Massa.
    E tem idiota que acha o Alonso marketeiro. Chuuuupaaaaa!

  • Em um mundo globalizado, é ridícula a transmissão da Globo e principalmente Burti, pela torcida por um ou outro piloto, e principalmente contra tudo o que venha da Alemanha. Porra o Sul do país é repleto de descendentes de europeus e principalmente alemães, e é um saco ouvir essa transmissão carioca da gema, tratando europeu como se fosse “inimigo”. PO Burti se liga, vc parece Maria do Bairro.

    • E o mais doido é que por melhor que seja o áudio da tv é impossível tirar o maldito ,enjoativo e chato chiado toda vez que o narrador pronuncia frases com :s,x ou z.
      E parece que não adianta a platinada tentar outro narrador,eles ainda conseguem ser mais chatos que Gagalvão e ainda são piores no conhecimento de automobilismo,para eles automobilismo e atletismo são a mesma coisa.

    • Não entendi qual o problema da narração brasileira torcer pro piloto brasileiro. Os narradores ingleses torcem pros pilotos ingleses, os narradores alemães, pros alemães; os espanhóis, para os espanhóis; nada mais normal que, numa competição internacional, haja torcida pros pilotos dos respectivos países.
      No mais, ainda que existisse esse tratamento do burti para com o alemão (e eu nunca percebi isso), que diferença faz que aqui no Sul tenha muitos descendentes de alemães

      • Você não sabia? Quem torce para brasileiro é “pacheco”, bobão, está por fora, está “out”. A moda agora é torcer para alemães, para o Uruguai etc. Se quiser entender o porquê, pesquise sobre Nelson Rodrigues e o complexo de vira-lata.

  • Única coisa que esta faltando é o Rosberk ter seus dois abandonos, ou apenas um mesmo, para o Hamilton com o seu “psicológico fraco” liderar com folgas o campeonato, uma pena que os fatos mascaram muito as coisas, mais concordo que os pequenos erros do inglês nas classificações, estão atrapalhando ele. Williams jogou fora a chance de dobradinha, ao não chamar seus carros antes dos Mercedes para os pits, pois carro eles tinham para segurar os prateados.

  • Está virando rotina o Massa reclamar que perdeu posições por causa de pit stop….
    Ele perdeu a liderança e um pódio porque não teve competência de acompanhar os 3 primeiros! Enquanto Bottas brigava com Rosberg, Felipe já andava a 5s de hamilton……
    Massa hoje é piloto de 5º a 9º…salvo algumas corridas como a de hoje, mas não passa mais disso…

  • Corrida dentro do previsto. Rosberg vencendo com Hamilton e segundo. A primeira volta do comandante foi show. Massa mais uma vez provou que precisa de um melhor ritmo de corrida, pois o Botas o está superando ali.

    Essa pista ajudou muito a Williams por ter longas retas e curvas em que a tração não é tão pesada como nas de baixa no Canadá. Até me surpreendeu o Botas ficando apenas 9 segundos das Mercedes. Acho que só voltaremos a ver uma Williams forte assim em Monza, exceto, claro, haja alguma melhora significativa.

    Esperava uma Red Bull bem melhor do que vi hoje.

  • Uma corrida que era para ser muito boa, acabou sendo uma chatice.
    Que transmissão ruim, narração idem. Sérgio Maurício perdidinho, uma hora confundia Raikkonen com Alonso, outra hora, Rosberg com Hamilton, e aqueles longos momentos de silêncio, afff.
    Felipe Massa não pode reclamar, teve sua chance, mas na entrevista vem sempre com a mesma desculpa, pelo amor, se toca, fala menos e corre mais.
    Ah! Coitado do Vettel, que maneira triste de “saber” como é andar atrás do pelotão.

  • Eu achei o desempenho de Massa bom, visto que, esses 4 pilotos alternaram ritmos durante a prova toda, o piloto brasileiro teve o azar de não conseguir um bom ritmo no momento da parada o primeiro pit stop, bem como nas duas voltas iniciais do segundo stint. Pelo ritmo apresentado pelos pilotos da Williams, Massa não era mais rápido que Bottas, os dois andaram parecidos o final de semana todo. Acho que o piloto brasileiro fez exatamente o que se esperava, apenas teve esse “azar” de não apresentar um bom ritmo num momento crucial da prova.

    • Desculpa, mas falta de ritmo não é azar, é que ele não tem mesmo. Azar é quando o carro quebra, um estouro de pneu, alguém atinge o carro na largada, essas coisas.

      O Massa é melhor em classificação e Bottas é melhor durante a corrida porque mantém o ritmo durante toda a prova.

    • Hoje ele largou certo da vitória. quando viu a realidade, deprimiu-se. É sempre assim, depois joga a culpa no touro da Red Bull, no ar das montanhas, em Julie Andrews cantando em Noviça Rebelde, ma igreja com abóbada dourada…

  • Numa corrida sem muita emoção e de resultado previsível, o nome da prova foi Perez. O mexicano, largando lá de tras, fez uma corrida excelente dentro das possibilidades de seu carro: acelerou forte o tempo todo, liderou as Mercedes e Williams por muitas voltas, e no final colheu um sexto lugar, com direito a melhor volta.
    Muito bom para as possibilidades de seu carro.
    Hamilton limitou-se a uma excelente largada e uma corrida correta, mas sem muito brilho, num circuito que parece privilegiar o acerto do carro sobre a habilidade dos pilotos. A comentar sobre o ingles, além disso, apenas as paradas muito piores do que as do alemãozinho-finlandes.
    Sobre Rosberg, dizer o que ? Apenas que fez a estrategia correta, fez uma pilotagem pilotagem correta, (quase) sem erros, e mereceu a vitoria.
    Bottas na frente de Massa ? Eu também já esperava isso, devido a maior constancia e agressividade do finlandes.
    Aguardemos Silverstone, uma pista onde a habilidade normalmente sobressai.

    Antonio

  • Flavio, mais uma “agada” da Williams no pit do Felipe, puts grila, os caras não dão uma dentro….você saberia dizer quantos pontos foram para o vinagre desde o começo da temporada?
    Valeu!!!

  • O que mais gosto desse blog é a justiça nas palavras de Flávio, o bottas chegou em terceiro porque fez melhor que Felipe sem culpar a williams como o Felipe culpou felipe fez uma prova discreta por isso perdeu o pódio justo.

  • Massa parece aqueles times que em 30 minutos do segundo tempo está morto de cansado! A inconsistência dele e principalmente a demora para passar o Peres. Aliás ele foi o único que não conseguiu passar! Esse Bottas é bom mesmo! Ontem deu pra vê um pequeno desconforto em F. Williams na pole! Ele queria que fosse o Bottas.

    • Estranho, no Canadá o Bottas ficou a corrida toda atrás do Hulk e o Felipe em apenas uma volta o ultrapassou, então segundo sua afirmação o Bottas é um merda e o Massa que é bom mesmo?

      • Vá se informar oh babaca! Bottas tinha sérios problemas nos freios e a equipe pediu para ele reduzir o ritmo! Veja o quê Bob falou! Vá perder tempo com outro!!!!! O site é livre nos comentários! faça os seu e deixe o dos outros! Bottas é melhor que massa sim!!!! O cara nunca correu nesta pista e deu um show!!! tô cansado dessas viúvas da globo! vai se f…!!!

  • Na pista só vimos Mercedes passar Williams quando o Massa voltou com pneus “frios” enquanto o Hamilton veio com temperatura normal e se jogando na frenagem.
    Se a Williams seguisse a estratégia de corrida da Mercedes (um carro parando uma volta depois de cada carro prateado), teria mais chances de ter os 2 no pódio e ficar segurando eternamente os germânicos atrás.

      • Acho meio difícil um Massa segurar um Hamilton decidido a passar e com um carro tão veloz quanto,ele não é combativo e determinado como o inglês,por isso foi posto como segundo piloto na equipe anterior e caminha para ser segundo na atual,também!
        Brasileiros; conformem-se,a Argentina que teve um penta,nunca mais produziu outro campeão e tem um bom automobilismo doméstico, a Itália que tem a mais tradicional equipe de formula 1,desde Ascari não tem um campeão e o Brasil já teve três,mesmo com a federação de automobilismo brasileira jogando contra.Eu creio que demorara muito tempo para surgir um grande piloto novamente(digo:piloto de nível Emerson,Piquet pai,Pace ou Senna.Entenda-se :vencedores ou muito combativos,pois não se pode negar que os dois brasileiros que foram segundos pilotos da Ferrari sejam ruins,eles são bons,mas de personalidade subalternas,nunca seriam campeões)

    • Mas depois que os pilotos da Williams pararam, os carros prateados com pista livre fizeram voltas muito rápidas, diferente dos carros da Williams.

      Acredito que mesmo se a Williams tivesse parado antes, os carros da Mercedes ficaram na frente dos carros de Massa e Bottas.